Anda di halaman 1dari 10

Internet para negócios:

do anonimato ao sucesso
de vendas
com Liliane Ferrari
Apostila
INTERNET PARA NEGÓCIOS: DO ANONIMATO AO SUCESSO 2
DE VENDAS

Glossário - internet

A Acesso: entrada num website ou na própria Internet por meio de uma conexão.

B B2B: significa business to business, em outras palavras, o comércio entre duas empresas
por meio da Internet.
Baixar: o mesmo que download, ou seja, trazer para seu computador um programa, um
texto ou uma imagem.
Banner: publicidade na Internet, ou seja, são os anúncios comerciais ou institucionais.
Baud: são os bits por segundo que trafegam na internet. Espécie de unidade de
transferência de dados.
Bit: é a menor unidade de informação eletrônica.
BitNet: rede da Internet, porém de conteúdo educacional.
BMP: extensão de arquivos de imagem, também conhecida como bitmap.
BPS: significa bits por segundo. Velocidade de transferência de dados pela Internet.
Browser: o mesmo que navegador, são os programas utilizados para acessar as páginas de
Internet. Exemplos: Internet Explorer, Netscape Navigator, Opera, entre outros.
Buffer: memória usada para liberar o processador por se tratar de memória de uso rápido e
imediato.
Banda Larga: tipo de conexão rápida pela Internet.

C Chat: significa conversar pela Internet por meio de texto.


Ciberespaço: denomina o espaço eletrônico onde as informações da Internet circulam.
Compressão: mesmo que compactar um arquivo para que ele ocupe menos espaço
no computador. Programas como o winzip são utilizados para tal procedimento.
Comunidade virtual: pessoas com mesmos interesses que fazem parte de grupos
na Internet.
Crack: programas usados para quebrar a segurança de outros programas.

D Dial: o mesmo que discar, ou seja, fazer a conexão com a Internet por meio de um
provedor.
DNS (Domain Name Server): números que especificam os caminhos onde as páginas de
internet se encontram.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “INTERNET PARA NEGÓCIOS: DO ANONIMATO AO SUCESSO DE VENDAS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
Apostila
INTERNET PARA NEGÓCIOS: DO ANONIMATO AO SUCESSO 3
DE VENDAS

D Domain (Domínio): nome que vem após a @ dos endereços de e-mail. Designa também o
próprio endereço de um site.
Download: mesmo que baixar ou transferir dados de uma página para seu computador.
Dial: o mesmo que discar, ou seja, fazer a conexão com a Internet por meio de um
provedor.
DNS (Domain Name Server): números que especificam os caminhos onde as páginas de
internet se encontram.
Domain (Domínio): nome que vem após a @ dos endereços de e-mail. Designa também o
próprio endereço de um site.
Download: mesmo que baixar ou transferir dados de uma página para seu computador.

E E-mail: é o famoso correio eletrônico, ou seja, o endereço pelo qual você envia e recebe
mensagens.
Emular: imitação de um outro sistema. Os emuladores servem para simular outros sistemas
ou até mesmo consoles de videogames.
Encriptação: codificação de dados para o envio e recebimento em segurança. Somente
quem envia e quem recebe possui o códigos da encriptação dos dados eletrônicos.
Emoticons: carinhas com símbolos usados na Internet para expressar felicidade, tristeza e
outros sentimentos.

F Folder: mesmo que pasta, ou seja, local onde os arquivos são armazenados.
Frame: partes de páginas de Internet onde ficam barras de rolagem.
Freeware: programas de uso livre e gratuito pela Internet.

G GIF: formato ou extensão de imagens muito utilizada em desenhos.


Grupos de discussão: são os newsgroups, ou seja, fóruns de discussão onde pessoas do
mesmo interesse entram para debater ideias.

H Hacker: pessoas com muito conhecimento de informática e Internet que invadem sistemas,
quebram sistemas de segurança e modificam dados em computadores de outras pessoas.
Help desk: serviço de auxílio técnico que os websites oferecem aos usuários.
Hiperlink: ligação entre páginas de internet.
Hit: unidade que mede o número de visitas em páginas de Internet. Cada hit corresponde a
uma visita.
Home banking: sistema de bancos onde as pessoas podem fazer transações bancárias por
meio da Internet.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “INTERNET PARA NEGÓCIOS: DO ANONIMATO AO SUCESSO DE VENDAS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
Apostila
INTERNET PARA NEGÓCIOS: DO ANONIMATO AO SUCESSO 4
DE VENDAS

H Homepage: é a primeira página de um site, ou seja, a página de entrada.


Host: computador que hospeda os conteúdos de um site.
HTML (Hyper Text Markup Language): linguagem para a criação e visualização das
páginas de Internet.
HTTP (Hyper Text Transfer Protocol): protocolo usado para a transferência de dados na
internet.

I Ícone: uma figura utilizada para acessar uma página ou um conteúdo específico de um site.
ICQ: programa utilizado para conversas on-line pela Internet.
Interface: conjuntos de imagens e informações de um programa ou site. É o rosto do
programa.
Internauta: nome genérico para as pessoas que navegam pela Internet.
Intranet: sistema parecido com a Internet, porém restrito aos funcionários de uma
empresa.
ISDN [RDSI] (Integrated Services Digital Network): rede digital de transferência de
dados, imagens, voz e sons pela Internet.

J Java: linguagem de programação para páginas de Internet com recursos rápidos e


avançados.
JPEG: extensão ou formato de imagens. Muito comum em fotos que aparecem na Internet.

K Kilobyte: equivalente a 1.024 bytes, sua sigla é kb.

L LAN: rede de computadores interligados por cabos.


Link: ligação entre páginas de Internet ou imagens e textos.
Login ou Logon: fazer acesso à Internet ou a uma página.

M Midi: sistema de comunicação entre o computador e instrumentos musicais.


Modem: aparelho que, conectado à linha telefônica e a um computador, possibilita a
navegação pela Internet.
MP3: formato de músicas e sons que circulam pela Internet e que podemos armazenar no
computador.
Multimídia: conceito usado para designar a existência de imagens, sons, textos e
animações em um programa.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “INTERNET PARA NEGÓCIOS: DO ANONIMATO AO SUCESSO DE VENDAS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
Apostila
INTERNET PARA NEGÓCIOS: DO ANONIMATO AO SUCESSO 5
DE VENDAS

M Mecanismo de busca: site utilizado como referência para buscar outros sites ou
informações pela Internet. Exemplos : google, cadê, yahoo, radaruol, entre outros.
Midi: sistema de comunicação entre o computador e instrumentos musicais.

N Navegação: visitar websites da Internet e conhecer seus conteúdos.


Netiqueta: regras de comportamento na Internet.
Nickname: apelido ou codinome usado na Internet ou em sistemas.

O On-line: significa estar conectado na Internet.

P Pixel: ponto que forma as imagens na Internet.


Protocolo: informações e procedimentos técnicos que possibilitam a transferência de
dados pela rede.
Provedor: empresa que disponibiliza o acesso aos usuários de Internet. Podem ser pagas
ou gratuitas.

R Reload ou Refresh: o mesmo que carregar novamente uma página de Internet.

S Shareware: programas de computador que servem para demonstração, tem seus recursos
limitados e costumam ter validade por um determinado período.
Site: é o endereço das páginas de Internet.
SMTP: protocolo ou conjunto de informações utilizadas.
Software: são os programas que, usados em computador, servem para funções específicas.
Spam: envio de e-mails em grandes quantidades.

T TCP/IP: conjunto de dados que orientam a transferência de dados pela Internet.


Trojan: também conhecido como cavalo de troia, são programas que pegam informações
de um computador e enviam para outro sem autorização do primeiro.

U Upload: enviar arquivos para um servidor ou para outro computador.


URL: endereço de uma página de internet.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “INTERNET PARA NEGÓCIOS: DO ANONIMATO AO SUCESSO DE VENDAS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
Apostila
INTERNET PARA NEGÓCIOS: DO ANONIMATO AO SUCESSO 6
DE VENDAS

V VRML (Virtual Reality Modeling Language): sistema que permite a visualização em três
dimensões.
Vírus de Computador: programas que danificam informações de um computador.

W WAP: sistema que permite a comunicação e transferência de dados em sistemas sem fio
como celulares e palmtops.
Web: abreviação de www.
Webmaster: pessoa responsável pela manutenção de um website.
Whois: banco de dados que possui informações sobre os endereços e dados técnicos dos
websites da Internet.
WWW (World Wide Web): rede de comunicação que permite o uso de imagens e textos na
Internet.

Fonte: Sua Pesquisa

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “INTERNET PARA NEGÓCIOS: DO ANONIMATO AO SUCESSO DE VENDAS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
Apostila
INTERNET PARA NEGÓCIOS: DO ANONIMATO AO SUCESSO 7
DE VENDAS

Pequeno guia para


gestão de crise

1. Monitore sua página


Leia os comentários e as menções feitas a ela sempre que houver alguma. Assim,
se houver algo negativo, como uma crítica ou relato de problema com produto/
serviço, você não demora a saber.

2. Caso tenha um comentário negativo


Pense antes de agir, mas não demore. As crises em redes sociais devem
ser gerenciadas o mais rápido possível. Antes de mais nada, saiba de antemão
como resolver o problema dentro da empresa. Só ser solícito e não trazer solução
nenhuma pode irritar mais ainda alguém que reclama. 

3. Quem é que reclama?


Verifique o perfil da pessoa que reclamou para ter uma ideia de como conduzir suas
ações. Nada melhor do que saber mais sobre seu interlocutor. Mas não bloqueie o
perfil da sua página, pois é melhor a pessoa ficar ali reclamando do não conseguir
mais entrar na página e continuar reclamando em páginas de terceiros, nas quais
você não pode gerenciar a conversa.

4. Tire a conversa do público


Ofereça um canal privado para continuar a conversa fora dos comentários do post,
diga que haverá mais privacidade, peça para mandar uma mensagem ali mesmo
no Facebook, indique um e-mail ou mesmo peça o e-mail da pessoa para entrar em
contato. Uma crise pública é como um megafone nas mãos do cliente para falar mal
da sua marca/ produto/ serviço.

5. Seja ético e transparente


Se houver erro, acate o erro, se desculpe. Se não houver, procure explicar sem
arrogância ou desdém.

6.Cases interessantes de gestão de crise:


Como marcas aproveitaram uma crise e construíram um novo laço com seu cliente.
Crises como oportunidade de fazer diferente e surpreender.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “INTERNET PARA NEGÓCIOS: DO ANONIMATO AO SUCESSO DE VENDAS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
Apostila
INTERNET PARA NEGÓCIOS: DO ANONIMATO AO SUCESSO 8
DE VENDAS

http://exame.abril.com.br/marketing/noticias/bradesco-responde-pedido-de-
cliente-com-poema-no-facebook
http://miti.com.br/web/imprensa/o-consumidor-2-0-e-o-gerenciamento-de-crises-
on-line/
http://www.slideshare.net/gica/aprenda-com-a-oppa-como-resgatar-o-
relacionamento-com-o-consumidor-dossi-completo
http://www.administradores.com.br/noticias/marketing/como-brastemp-renault-
arezzo-e-twix-reverteram-a-crise-nas-redes-sociais/47310/

7.Como não fazer gestão de crise:


Nunca bata boca, nunca ofenda, levante suspeitas sobre a conduta de terceiros e
lembre-se de que, no Facebook, valem as mesmas leis para enquadrar injúria calúnia
e difamação. E, no caso, você fala em nome de uma marca e marcas não podem agir
no calor das emoções. Seu cliente sempre tem razão.

http://www.gazetadopovo.com.br/economia/conteudo.phtml?id=1464338
http://blogs.estadao.com.br/curiocidade/loja-virtual-xinga-cliente-e-manda-ela-
procurar-um-macho/
http://experimentandomkt.blogspot.com.br/2013/02/lavanderia-fail-como-nao-
fazer-nas.html

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “INTERNET PARA NEGÓCIOS: DO ANONIMATO AO SUCESSO DE VENDAS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
Apostila
INTERNET PARA NEGÓCIOS: DO ANONIMATO AO SUCESSO 9
DE VENDAS

Uso do Pinterest

Incluir o botão de “Pin it” no site, assim, quem já for um Pinador, compartilhará
mais facilmente os conteúdos dele na plataforma, gerando ainda mais awareness e
audiência.

Divulgue seu perfil nos seus canais oficiais. Coloque o link do perfil como:
br.pinterest.com/username (com o BR no início), pois é o domínio oficial do
Pinterest no Brasil. Além disso, garante que todos os usuários verão o Pinterest em
Português, independente do idioma do computador ou celular;

Converta o perfil para uma Conta Business, assim é possível acompanhar o


crescimento do perfil através do nosso próprio Analytics, bem como a viralização do
conteúdo na plataforma;

Verifique o site para oficializar a presença e habilitar as análises de resultados do


Analytics (Configurações da sua conta > Análises);

Construa o perfil em Português, tanto a descrição do perfil e das pastas, como o


título deles e a descrição dos Pins. Com isso, a chance do perfil e seus conteúdos
serem encontrados na busca é muito maior – lembre-se: em inglês, seu perfil e
conteúdos concorrem com o mundo todo, enquanto em português a chance de se
destacar, viralizar o conteúdo e gerar mais origem de tráfego ao site aumenta e
muito;
Garanta que todo o conteúdo do seu perfil leve para seu site e não seja somente
um upload de imagem sem link. Quando o Pin não leva a lugar algum, como é o caso
do upload, o Pinterest não indexa ele na busca, pois ele não gera uma experiência
positiva para o usuário e, com isso, seus Pins não serão encontrados na plataforma.

Pine diretamente no seu perfil do Pinterest usando o botão de “Pin it” ou a


extensão do navegador. Isso facilita a forma de levar seu conteúdo para dentro
do Pinterest.

Cheque se as suas pastas estão categorizadas e tem descrição. Isso é muito


importante para que o perfil e conteúdo ganhem mais destaque dentro da
plataforma.

Dê uma olhada no criador de Widgets do Pinterest: ele pode facilitar bem a vida
de criar galerias de imagens, além de você poder destacar o perfil no seu site.

Destaque as pastas que contém Pins dos seus conteúdos entre os primeiros do seu
perfil.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “INTERNET PARA NEGÓCIOS: DO ANONIMATO AO SUCESSO DE VENDAS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)
Apostila
INTERNET PARA NEGÓCIOS: DO ANONIMATO AO SUCESSO 10
DE VENDAS

Dessa forma, a chance de entrarem nas suas pastas, Pinarem o seu conteúdo e ir até
seu site é maior;

Organize as pastas da forma que quiser, você pode ordenar elas, clicando em cima,
segurando com o mouse e levando ela até a posição que deseja;

Use e abuse de Pins avançados: eles dão mais relevância para o conteúdo dentro
do Pinterest e é bem fácil, além de gratuito, de implementar no seu site. Mais
informações sobre os de produto, receita e artigo.

Incluir o seu logo no Favicon do seu site para que apareça nos seus Pins avançados e
os usuários

identifiquem sua marca mais rápido.

Legenda: descreva o Pin em Português e em 3+ linhas, pois aumenta as chances de


indexação na busca. E não use hashtags! Hashtags não funcionam no Pinterest. Aqui
um exemplo de descrição ideal para os Pins.

Saiba tudo em primeira mão do Pinterest pelos canais oficiais – Pinterest, Blog e
YouTube.

ESTE MATERIAL É PARTE INTEGRANTE DO CURSO ONLINE “INTERNET PARA NEGÓCIOS: DO ANONIMATO AO SUCESSO DE VENDAS” DA EDUK (WWW.EDUK.COM.BR)
CONFORME A LEI Nº 9.610/98, É PROIBIDA A REPRODUÇÃO TOTAL E PARCIAL OU DIVULGAÇÃO COMERCIAL DESTE MATERIAL SEM AUTORIZAÇÃO PRÉVIA E EXPRESSA DO AUTOR (ARTIGO 29)