Anda di halaman 1dari 5

GT2 – Conflitos Étnicos e Religiosos II: Estudos de Casos

 Conflitos Africanos na Guerra Fria: Angola.

Após o final da ditadura em Portugal (25 de


abril de 1974), começaram negociações
para a independência de Angola. O novo
governo revolucionário português abriu
negociações com os três principais
movimentos
de libertação
(MPLA –
Movimento
Popular de
Libertação
Bandeira do MPLA de Angola,
FNLA – Mapa da Angola.
Frente Nacional de Libertação de Angola e
UNITA – União Nacional para a Os EUA, que apoiaram inicialmente apenas
Independência Total de Angola). a FNLA, não tardaram a ajudar também a
UNITA.
A
independência Em Outubro de 1975, o transporte aéreo de
de Angola não quantidades enormes de armas e soldados
foi o início da cubanos, organizado pelos soviéticos,
paz, mas o mudou a situação, favorecendo o MPLA.
início de uma Bandeira da FNLA As tropas sul-africanas e zairenses
nova guerra retiraram-se e o MPLA conseguiu formar
aberta. Muito antes do Dia da um governo socialista unipartidário.
Independência, 11 de Novembro de 1975, já
os três grupos nacionalistas que tinham No meio do caos que Angola se havia
combatido o colonialismo português tornado, cerca de 300 mil portugueses
lutavam entre si pelo controle do país. abandonaram este país entre 1974 e 1976, o
que agravou a situação econômica.
A União
Soviética e

Agostinho Neto.

Bandeira da Unita

principalmente Cuba apoiavam o MPLA. A


África do Sul apoiava a UNITA e a
FNLA.Que contava também com a o apoio
do Zaire, da China, de mercenários
portugueses e ingleses.
A guerra continuava a alastrar por todo o
território. A UNITA e a FNLA juntaram-se
então contra o MPLA.
Agostinho Neto morreu em Moscou a 10 de
setembro de 1979, sucedendo-lhe no cargo
José Eduardo dos Santos.
Protocolo de Lusaka
No início da década de 1980, o número de
mortos e refugiados não parou de aumentar. sangrenta, reiniciando-se o conflito armado,
As infra-estruturas do país eram primeiro em Luanda, mas alastrando-se
consecutivamente destruídas. Os conflitos rapidamente ao restante território.
só terminaram em Dezembro de 1988, Em Novembro de 1994, celebrou-se o mais
uma tentativa de paz com o Protocolo de
quando em Nova Iorque foi assinado um Lusaka, na Zâmbia entre a UNITA e o
acordo entre Angola, África do Sul e Cuba Governo de Angola (MPLA). A paz parecia
que estabelecia a Independência da mais do que nunca estar perto de ser
Namíbia e a retirada dos cubanos de alcançada. A UNITA usou o acordo de paz
Angola. de Lusaka para impedir mais perdas
territoriais e para fortalecer as suas forças
militares. Em 1996 e 1997 adquiriu grandes
A partir de 1989, com a queda do bloco
quantidades de armamentos e combustível,
da ex-União Soviética, sucederam-se enquanto ia cumprindo, sem pressa, vários
em Angola os acordos de paz entre a dos compromissos que assumira através do
Unita e o MPLA, seguidos do recomeço Protocolo de Lusaka.
das hostilidades. Em Junho de 1989, em
Gbadolite (Zaire), a UNITA e o MPLA Entretanto o Ocidente passara a apoiar o
estabeleceram uma nova trégua. A paz governo do MPLA, o que marcou o
apenas durou dois meses. declínio militar e político da UNITA, com
Em fins de Abril de 1990, este movimento a ter cada vez mais
o governo de Angola dificuldades em financiar as suas compras
anunciou o reinício das militares, perante o avanço no terreno das
conversações directas FAA, e dado o embargo internacional e
com a UNITA, com vista diplomático a que se viu votada.
ao estabelecimento do
cessar-fogo. No mês José Eduardo Em Dezembro de 1998, Angola retornou ao
seguinte, a UNITA estado de guerra
reconhecia oficialmente José Eduardo dos aberta, que só
Santos como o Chefe de Estado angolano. parou em 2002,
O desmoronar da União Soviética acelerou com a morte de
o processo de democratização. No final do Jonas Savimbi
ano, o MPLA anunciava a introdução de (líder da UNITA).
reformas democráticas no país. Jonas Savimbi
Com a morte de
Em 31 de maio de 1991, com a mediação de seu líder histórico, a UNITA deixou de
Portugal, EUA, União Soviética e da ONU, ser um movimento armado e se tornou
celebraram-se os acordos de paz, mera força política.
terminando com a guerra civil desde 1975,
e marcando as eleições para o ano seguinte.

Em Setembro de 1992, deram a vitória ao


MPLA . A UNITA não reconheceusua
derrota nas urnas. Quase de imediato
sucedeu-se uma guerra ainda mais
Campanha do MPLA
 Religiosidade e conflitos na África: Sudão

Darfur é a região mais a oeste do Sudão,


maior país da África. É rodeado pelo
deserto do Saara, as savanas africanas e as
florestas da África Central.

De 1600 a 1916, Darfur foi um sultanato


independente, sendo agregado ao Sudão
pelo império britânico. Em 1956, depois da
independência do Sudão, Darfur foi
negligenciado por ter pouco
desenvolvimento econômico.

Os governos pós-independência do Sudão


foram todos dominados por uma elite de Mapa do Sudão, com Darfur e Cartum
Cartum, a capital do país. A orientação
árabe e islâmica desta elite provocou Outros vários conflitos apareceram nos
rebeliões no sul do Sudão, onde a maioria é anos 90, por terra e rebanho. Enquanto
cristão e teísta. líderes locais tentavam promover a paz, o
serviço de segurança praticava a violência,
Os primeiros conflitos armados em Darfur armando as milícias árabes e desarmando as
ocorreram em 1987. aldeias.Em nenhum momento a pobreza e a
marginalização de Darfur, as reais causas
dos conflitos, foram tratadas

Quem são os rebeldes darfurianos?

Em 2002, um grupo de defesa começou a se


organizar e as unidades Zaghawa
começaram a receber armas de seus
parentes no exército chadiano (sem
conhecimento do presidente). Com apoio
do SPLA, eles formaram o Exército de
Libertação do Sudão (SLA)
Guerrilheiros de Darfur
Em março de 2003, os islamitas criaram o
Movimento Justiça e Igualdade (JEM) e se
Em 1991, O SPLA (Exército de Libertação
juntaram à rebelião do SLA.
do Povo Sudanês) tentou investigar
algumas rebeliões de Darfur, mas foi
impedido pelo Exército Sudanês e por uma
milícia árabe.
Janjaweed

Os janjaweed originais dos anos 80 eram


uma coalizão de milicianos e um punhado
de nômades árabes darfurianos. Com a
insurreição do SLA, o governo recorreu aos
janjaweed como vanguarda de sua contra-
insurreição.

Símbolo do SPLA
Logo do SPLA Desafiando uma resolução do Conselho de Khalil Ibrahim, e Abdel Wahid (que conta
Segurança da ONU que exigia o com o maior apoio em Darfur) rejeitaram o
pacote de imediato. Após a assinatura do
acordo, Minawi foi desertado pela maioria
de seus comandantes.

Uma combinação de péssimo governo e a


Janjaweeds
liderança dos rebeldes levou Darfur a um
agravamento da crise.
desarmamento dos janjaweed, o governo
absorveu um grande número de milicianos
A guerra entre o Chade e o Sudão é por
em seu exército e continua a empregá-los
contra aldeões suspeitos de apoiarem os procurações, com cada lado apoiando os
rebeldes. rebeldes do outro. Antes de tudo, é
necessária uma reunificação dos rebeldes.
É genocídio?

Em julho de 2004, os Estados Unidos


iniciaram uma investigação sobre se os
eventos decorridos em Darfur constituíam
um genocídio. A conclusão, anunciada pelo
então secretário de Estado, Colin Powell,
era que sim. Mas que isto não resultaria em
nenhuma mudança na política americana.
Ele encaminhou o assunto para o Conselho
de Segurança da ONU, que apontou a
acusação como injustificada.
A pobreza de Darfur

Grandes organizações de direitos humanos Uma solução política de Darfur está mais
e agências humanitárias se recusam a usar o distante do que quando a guerra começou.
termo "genocídio" em Darfur.
Esta complexidade é motivo para levarem
Os civis mais seriamente os problemas políticos, e
não para arranjarem uma outra solução
Após negociações na capital chadiana em rápida e mal acabada.
abril de 2004, Cartum e os rebeldes
concordaram em um cessar-fogo

O cessar-fogo foi violado por ambos os


lados, o que tornou impossível a tarefa da
Missão da União Africana no Sudão
(Amis).

A Casa Branca decidiu que a Amis deveria


ser substituída por uma força de paz maior
da ONU, com autoridade para uso de força.

Por que as negociações de paz fracassaram?

Foram realizadas sete rodadas de


negociações de paz. Sob severa pressão,
especialmente dos Estados Unidos, Cartum Webgrafia
e Minawi concordaram. O líder do JEM,
• http://pt.wikipedia.org/wiki/Angola
#Hist.C3.B3ria

• http://pt.wikipedia.org/wiki/Históri
a_de_Angola#Independ.C3.AAncia
_e_Guerra_Civil

• http://www.tiosam.net/enciclopedia
/?q=Conflito_de_Darfur

• http://images.google.com.br/images
?hl=pt-BR&q=guerra%20civil
%20angola&um=1&ie=UTF-
8&sa=N&tab=wi