Anda di halaman 1dari 53

GERENCIAMENTO DE DADOS E

GESTÃO DO CONHECIMENTO
1
INTRODUÇÃO
 Durante o ano de 2006, o mundo criou o
equivalente a 10 trilhões de livros de informação;
 Acumulação de dados em um ritmo
impressionante, como e-mails, sites, mensagens
eletrônicas, exames médicos, etc;
 Estamos soterrados em dados, e ainda temos que
administrá-los e interpretá-los;

2
INTRODUÇÃO
• As tecnologias e os Sistemas de Informação
auxiliam as organizações na coleta, organização,
armazenamento, acesso, análise e interpretação
dos dados;
• Quando os dados são gerenciados corretamente,
tornam-se, informações e depois, conhecimento.
• Poucos profissionais se sentem confortáveis
tomando decisões que não sejam baseadas em
informações sólidas.

3
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO

Gerenciando Dados:
 Todos as aplicações de TI
necessitam de dados;
 Os dados devem ser precisos,
completos, oportunos, coerentes,
acessíveis, relevantes e concisos.

4
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Gerenciando Dados:
 Dificuldades no Gerenciamento de
Dados:
 Quantidade aumenta exponencialmente com
o tempo. Muitos dados históricos precisam
ser mantidos ao longo do tempo;
 Os dados ficam dispersos nas organizações e

são coletados por muitos indivíduos em


momentos diferentes;
 Os dados podem vir de fontes externas (Web

Sites); 5
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
• Gerenciando Dados:
– O ciclo de vida dos dados:
• Coleta de dados em várias fontes;
• Armazenamento em um Banco de Dados;
• Os dados são processados para se adequarem ao
formato de um Data Warehouse ou Data Mart;
• Acesso dos usuários para análise;
• Busca de padrões e interpretação de dados (Data
Mining);

• Resultado: Conhecimento utilizado para a tomada de


decisão.
6
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO

7
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
• Abordagem de Banco de Dados:
– Programa que permite coletar, organizar, classificar e
consultar dados.
– Minimiza os seguintes problemas:
• Redundância de Dados;
• Isolamento de Dados;
• Incoerência dos Dados;
– Maximiza os seguintes aspectos:
• Segurança;
• Integridade;
• Independência;

8
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO

9
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Data Warehousing
 Hoje, as empresas mais bem sucedidas são aquelas
que podem responder de maneira rápida e flexível as
oportunidades do mercado.
 Segredo: Utilização eficaz dos dados e das
informações por analistas e gerentes.

10
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Data Warehousing:
 Problema: Organização dos dados
corporativos para que possam ser
analisados de forma estratégica:
 Exemplo: Se um gerente de uma livraria
quisesse saber a margem de lucro sobre
livros usados, poderia descobrir através de
um banco de dados usando SQL.
Entretanto, se precisasse saber a tendência
nas margens de lucro sobre os livros
usados ao longo dos últimos 10 anos, ele
teria que construir uma consulta muito 11

complexa.
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Data Warehousing
 Os bancos de dados possuem informações
necessária para responder à consulta, mas
não para facilitar a procura de padrões.
 Os bancos de dados são projetados para
receber milhões de transações por dia,
portando, uma consulta complexa pode
levar muito tempo para ser respondida e
podem diminuir o desempenho do banco de
dados, afetando todo Sistema de
Informação.
 Solução: Utilização de um Data warehouse! 12
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Data warehouse
 É um depósito de dados históricos
organizados por assunto para apoiar os
tomadores de decisão na organização.

13
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
• Data warehouse
– Características:
• Organizado por assunto: Por exemplo, clientes,
fornecedores, produtos, nível de preço e região) e
contém informações relevantes para o apoio a decisão
e análise de dados
• Coerente: Por exemplo, os dados de gênero podem ser
codificados em “0” e “1” em uma tabela e “m” e “f” em
outra. No Data Warehouse, deve existir um padrão.
• Histórico: Os dados são mantidos por muitos anos
para serem usados para calcular tendências, projeções
e gerar comparações ao longo do tempo.
14
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Data Warehouse:
 Características:
 Não volátil: Os dados não são atualizados depois de
inseridos no Data warehouse;
 Usa processamento analítico on-line:

 Bancos de dados tradicionais são orientados para

manipular transações, ou seja, utilizam o


Processamento de Transações On-Line (OLTP
– On-Line Transaction Process);
 Data Warehouse utiliza o processamento

analítico on-line (OLAP – On-line Analitical


Process) pois envolve a análise de dados
acumulados pelos usuários; 15
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Data Warehouse:
 Características:
 Multidimensional:
 Armazenam dados em uma estrutura multidimensional.

 Permite que os usuários fatiem os dados no formato

desejado;
 Parecido como rodar um cubo mágico para que os

usuários possam ver os dados dentro de diferentes


perspectivas;

16
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO

17
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO

18
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO

19
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Data Warehouse:
 Relacionamento com bancos de dados
relacionais:
 Os dados nos data warehouse vêm dos
bancos de dados operacionais da empresa;

20
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO

21
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Processo
de Construção e Uso de um
Data Warehouse:
 Os dados são armazenados nos
Sistemas de Informação da empresa.
Utilizando um software especial
chamado de ETL (Extract, Transform
and Load), o sistema processa dados e,
depois, armazena-os em um data
warehouse. Nem todos os dados são
transferidos para o Data Warehouse.
Apenas um resumo é transferido e os
dados são organizados de modo a
facilitar o acesso dos usuários. 22
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Data warehouse:
 Alguns benefícios:
 Os usuários podem acessar os dados de modo
rápido e fácil através de navegadores de
Internet porque os dados estão apenas em
um lugar;
 Os usuários podem realizar análises
extensas com os dados de maneiras que
provavelmente não fosse possível antes;
 Os usuários podem ter uma perspectiva

consolidada dos dados organizacionais; 23


GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
• Data Marts:
– Como são muito caros, os Data warehouse são usados
principalmente por grandes empresas.
– Muitas outras empresas utilizam um Data
warehouse pequeno, projetado para as necessidades
de apenas um departamento da empresa.
– Solução: Data Marts.
– Podem custar alguns mil reais, enquanto os Data
warehouse podem chegar a milhões de reais.
– São construídos mais rapidamente que os Data
warehouse (em menos de 90 dias);

24
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
• Data Mining
– Depois que os dados foram armazenados no
Data warehouse ou Data Marts, os dados são
analisados através da utilização de Data
Mining;
– Objetivo: Gerar Inteligência Empresarial
– Inteligência Empresarial é simplesmente o
conhecimento sobre seus concorrentes,
clientes, parceiros comerciais e operações
internas;
– Esse conhecimento permite que você tome 25
decisões melhores, especialmente sobre
problemas difíceis.
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
• Data Mining:
– Pode realizar duas operações básicas:
• Projetar tendências e comportamentos;
– Por exemplo, pode utilizar dados de anúncios

promocionais anteriores para identificar pessoas que


estão mais inclinadas a responder favoravelmente ao
lançamento de novos produtos;
• Identificar padrões anteriormente desconhecidos;
– Pode analisar os dados de vendas do varejo e identificar a
relação de produtos que freqüentemente são comprados
em conjunto, como fraldas e cerveja.
– Pode descobrir transações fraudulentas em cartões de
crédito através de descoberta dos padrões de utilização;
– São aplicados em conjunto com ferramentas 26
estatísticas para obter respostas às consultas.
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Data Mining:
 Fornecedores comercializam ferramentas
de Data Mining com o nome de Software de
Inteligência Empresarial (BI);
 Principais fornecedores:
 SAS (www.sas.com)
 Hyperion (www.hyperion.com)

 Business Objects (www.businessobjects.com)

 Cognos Corp. (www.cognos.com)

 Information Builders
(www.informationbuilders.com)
 Etc; 27
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Aplicações de Data Mining:
 A maioria das 1000 empresas da
Revista Fortune em todo mundo
utilizam Data Mining;
 Observe que em muitos casos, o objetivo
do data mining é identificar
oportunidades comerciais ou criar
vantagem competitiva sustentável;

28
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
• Aplicações de Data Mining:
– Varejo e Vendas:
• Projetar vendas, evitar fraudes, determinar níveis de
estoques corretos e programações de distribuição
entre lojas.
– Serviços Bancários:
• Prever níveis de inadimplência de empréstimos, uso
fraudulento de cartões de crédito, projetar gastos de
cartões de novos clientes e determinar que tipos de
clientes responderão melhor a novas ofertas de
empréstimo.

29
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Aplicações de Data Mining:
 Fabricação e Produção:
 Prever falhas das máquinas e encontrar
fatores que ajudem a otimizar a capacidade
de produção;
 Seguro:
 Prever valores de prêmios e custos de
cobertura médica, classificar os elementos
mais importantes que afetam a cobertura
médica e prever quais clientes comprarão
novas apólices de seguro. 30
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO:
• Aplicações de Data Mining:
– Polícia:
• Monitorar padrões de crimes, locais e comportamento
criminal;
– Saúde:
• Correlacionar fatores demográficos dos pacientes com
doenças críticas;
– Marketing:
• Classificar fatores demográficos dos clientes para
prever quais clientes responderão a um anúncio ou
comprarão determinado produto.
31
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Tecnologias de Visualização de Dados:
 Após o processamento dos dados, eles podem
ser apresentados de muitas formas para os
usuários, tais como, texto, gráfico, tabelas, etc;
 As tecnologias mais conhecidas incluem
imagens digitais, sistema de informação
geográfica, realidade virtual, apresentações
tridimensionais, vídeo e animação.

33
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
• Tecnologias de Visualização de Dados:
– Sistemas de Informação Geográfica (GIS):
• Aplicado para capturar, integrar, manipular e exibir
dados utilizando mapas digitalizados;
• Cada registro ou objeto digital possui uma localização
geográfica identificada (geocodificação);
• Permite que os usuários gerem informações para
planejamento, resolução de problemas e tomada de
decisões.
• Aplicações:
– Encontrar locais para novos restaurantes
(McDonalds);
34
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Tecnologias de Visualização de
Dados:
 Sistemas de Informação Geográfica
(GIS):
 Os Sistemas de Informação Geográfica
também podem ser usados em conjunto com
sistemas de inteligência empresarial;

 Exemplo: Inteligência Empresarial ajuda o


estado da Lousiana a economizar dinheiro. 35
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Tecnologias de Visualização de Dados:
 Realidade Virtual:
 Não há uma definição padrão;
 Definição mais comum: são gráficos tridimensionais

interativos e gerados por computador, apresentados


ao usuário através de um visor colocado na cabeça.
 Na Realidade Virtual, a pessoa acredita que o que

está fazendo é real, ainda que seja criado


artificialmente.
 Mais de uma pessoa e mesmo um grande grupo

podem compartilhar e interagir no mesmo ambiente


artificial.
36
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Tecnologias de Visualização de
Dados:
 Realidade Virtual:
 A Realidade Virtual pode ser um poderoso
meio de comunicação, entretenimento e
aprendizagem;
 Para interagir com o ambiente, geralmente o

usuário utiliza um visor 3D e luvas com


sensores;

37
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO

38
GESTÃO DO CONHECIMENTO
40
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
• Gestão do Conhecimento:
– O conhecimento é um recurso vital para as
organizações;
– Necessidade de garantir que o conhecimento fosse
compartilhado e disseminado de modo a beneficiar a
organização como um todo;
– Geralmente o conhecimento de uma empresa não está
em bancos de dados. Em vez disso, estão espalhados
em e-mails, documentos do Word, planilhas e
apresentações em computadores individuais;
– Essa estrutura dificulta o acesso do conhecimento nas
empresas e o resultado é quase sempre uma tomada
de decisão menos eficaz. 41
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Gestão do Conhecimento:
 Conceito:
 Gestão do Conhecimento é o processo que
ajuda as organizações a manipularem o
conhecimento importante, que é parte da
memória da organização, normalmente em
um formato não estruturado. Para contribuir
para o sucesso organizacional, o
conhecimento, como uma forma de capital,
precisa existir em um formato que possa ser
trocado entre as pessoas. 42
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Gestão do Conhecimento:
 Conhecimento explícito e tácito:
 Explícito:
 Consiste nas políticas, normas procedimentais,

relatórios, estratégias, metas, etc.


 É o conhecimento que foi documentado em um

formato que pode ser distribuído a outros.


 Exemplo: Descrição de como processar uma

solicitação de emprego (desde que, documentada no


manual de política de recursos humanos de uma
empresa).

43
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
• Gestão do Conhecimento:
– Conhecimento explícito e tácito:
• Tácito:
– É o depósito cumulativo da aprendizagem subjetiva ou

experimental;
– Consiste nas experiências, idéias, especialização,

segredos comerciais, entendimento e aprendizado.


– O conhecimento tácito geralmente é lento, impreciso e

difícil de transferir;
– É altamente pessoal, não é estruturado e difícil de ser

formalizado.
– Exemplo: Vendedores que trabalham com clientes
específicos por muito tempo conhecem bem as
necessidades de seus clientes. Esse conhecimento 44
normalmente não é registrado.
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Sistemas de Gestão do Conhecimento:
 Objetivo: Ajudar a organização a fazer o uso
mais eficaz possível do conhecimento que
possui;
 Historicamente, os Sistemas de Gestão do
Conhecimento têm se concentrado no
conhecimento explícito. Porém, as organizações
reconhecem também a necessidade da gestão
do conhecimento tácito.

45
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
• Sistemas de Gestão do Conhecimento:
• Os Sistemas de Gestão do Conhecimento (SGC) se
referem ao uso das tecnologias de informação moderna
(Internet, Intranets, Data Warehouses) para
sistematizar, aprimorar e disseminar a gestão do
conhecimento dentro das empresas.
• Um dos benefícios mais importantes é que eles se
tornam um manual para as melhores práticas
(maneiras mais eficientes e eficazes de fazer as coisas)
– prontamente disponíveis a uma ampla gama de
empregados.
• Ter acesso ao conhecimento das melhores práticas
aprimora o desempenho geral da organização.
46
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
• Sistemas de Gestão do Conhecimento:
– Benefícios:
• Exemplo: O Gerente de conta corrente agora
podem disponibilizar seus conhecimentos
tácitos sobre a melhor maneira de lidar com
grandes contas. Esse conhecimento pode,
então, ser usado para treinar novos gerentes
de conta corrente.
• Melhor serviço ao cliente;
• Aumento na motivação e retenção de
funcionários; 47
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
• Sistemas de Gestão do Conhecimento:
– Dificuldades:
• Os empregados precisam estar dispostos a
compartilhar seu conhecimento tácito pessoal.
• Empresas criam políticas que recompense os
empregados que colocarem seus conhecimentos
tácitos à base de conhecimento.
• À base de conhecimento precisa passar por
manutenção e atualização constantes. Novos
conhecimentos devem ser acrescentados, e os
conhecimentos antigos têm de ser excluídos. 48
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
• Sistemas de Gestão do Conhecimento:
– Um Sistema de Gestão do Conhecimento segue
um ciclo que consiste em 6 etapas;
– O sistema é cíclico porque o conhecimento é
refinado ao longo do tempo;
– O conhecimento em um Sistema de Gestão do
Conhecimento nunca é finalizado porque o
ambiente muda com o tempo, e o conhecimento
precisa ser atualizado para refletir essas
mudanças.
49
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Criar o Conhecimento:
 O conhecimento é
criado conforme as
pessoas determinam
novas maneiras de
fazer as coisas ou
desenvolvem know-
how.

50
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Coletar o
Conhecimento:
 O novo conhecimento
precisa ser
identificado como
valioso e ser
representado de
maneira lógica.

51
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Refinar o
Conhecimento:
 O novo conhecimento
precisa ser colocado no
contexto para que seja
testado.

52
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Armazenar o
Conhecimento:
 O conhecimento útil
precisa, então, ser
armazenado em um
formato apropriado em
um depósito de
conhecimento para
que outras pessoas da
organização possam
acessá-lo.

53
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Gerenciar o
conhecimento:
 Assim como uma
biblioteca, o
conhecimento precisa
estar atualizado.
Precisa ser revisto
regularmente para
assegurar que esteja
relevante e correto.

54
GERENCIAMENTO DE DADOS E
GESTÃO DO CONHECIMENTO
 Disseminar o
Conhecimento:
 O conhecimento
precisa se tornar
disponível em um
formato útil para
qualquer pessoa na
organização que
precise dele, em
qualquer lugar, a
qualquer hora.

55