Anda di halaman 1dari 4

1.

1. C
2. A
3. A
4. B
5. A

1) O marechal Tito quando esteve no comando da Iugoslávia


entre 1945 e 1980 conseguiu manter a unidade territorial do
país. Entretanto, após a sua morte, em 1980, o país entrou em
uma escalada de conflitos cujos motivos estavam relacionados
principalmente:
a) com a defesa ou não da manutenção de relação com a
URSS.
b) com as disputas políticas pela ocupação da liderança do
país por seus filhos.
c) com os conflitos étnicos, religiosos e nacionalistas das várias Commented [1]:

repúblicas.
d) com a atuação imperialista dos EUA e dos países da Europa
Ocidental na região.
e) um traço marcante do conflito é a diversidade religiosa que
opõe, genericamente, cristãos ortodoxos, católicos e
muçulmanos.

2) Em 1991, a guerra civil na República Federativa da


Iugoslávia iniciou-se com alguns conflitos na Croácia e na
Eslovênia. Em 1992, as lutas ocorreram na Bósnia-
Herzegovina, estendendo-se até dezembro de 1995.
Recentemente, elas atingiram a província de Kosovo, na
República Sérvia. Para a ocorrência de todos esses conflitos,
contribuiu o (a):
a) colapso dos regimes socialistas no Leste Europeu, o que Commented [2]:

provocou abalos na unidade política das províncias balcânicas,


criando condições para que emergissem as diferenças étnicas,
culturais e religiosas.
b) interferência das nações europeias participantes da
Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) para evitar
que os conflitos locais da região balcânica tivessem o apoio
dos países signatários do Pacto de Varsóvia.
c) processo de globalização, que acelerou a modernização
industrial dos países participantes da União Europeia (UE),
causando desemprego, o que poderia ser resolvido com o
crescimento dos exércitos regulares.
d) origem histórica dos povos eslavos, que buscavam uma
forma de reconstruir o Império Otomano, desfeito
autoritariamente pelo Acordo de Potsdam e pela Conferência
de Yalta após a Segunda Guerra Mundial.
e) o crescimento da economia soviética nos anos 80 deste
século, a taxas bastante elevadas, impulsionou o processo de
transformação do sistema socialista na URSS.

3) "A abertura e depois a destruição do muro de Berlim e a reunificação


acelerada imposta pelo chanceler Kohl foram surpreendentes: em
apenas um ano resolveu-se a questão alemã (...). A experiência alemã
também preocupa. Nas atuais circunstâncias, os riscos da reunificação
se referem essencialmente à capacidade da Alemanha de superar a curto
prazo o desnível entre as duas partes do país."
No período imediatamente posterior a 1989, a Alemanha unificada
enfrentou sérios desafios pois,
a) o nível de desenvolvimento e prosperidade das partes integradas
(ex-Alemanha Oriental e ex-Alemanha Ocidental) é bastante desigual.
b) a pressão da maioria socialista tem colocado em risco a estabilidade
política interna.
c) a despeito da unificação política já ter se concretizado, ainda não se
conseguiu fazer a reunificação monetária em função dos altos custos
que isso implica.
d) sem o apoio do movimento neonazista não poderá manter-se como a
terceira economia mundial.
e) os postos de trabalho nas estatais estão garantidos apenas para os
alemães do lado oriental.
4)O final do século XX assistiu à busca da independência, por parte de
diferentes grupos étnicos. O fragmento a seguir trata da situação
específica da Iugoslávia:
Em 1990, os comunistas iugoslavos foram derrotados nas eleições gerais
em quatro repúblicas da Iugoslávia, mas venceram na Sérvia (a mais
poderosa delas) e em Montenegro, mantendo o controle político federal.
Tal situação estimulou as lutas étnico-políticas e a ambição de
independência das demais repúblicas (Eslovênia, Croácia, Bósnia-
Herzegovina e Macedônia), desencadeando a guerra civil.
VICENTINO, Cláudio; DORIGO, Gianpaolo. "História para o ensino médio". São Paulo: Scipione, 2001. p.
626.

O processo vivido pela Iugoslávia é comum a outros países e tem como


característica marcante:
a) o desaparecimento das particularidades étnicas, em função da
homogeneidade gerada pela unificação econômica dos países.
b) o ressurgimento das identidades nacionais, as quais estimulam a luta
dos povos pela autonomia e a busca da definição de seus territórios.
c) a fusão política entre várias nações da Europa, que passaram a ser
geridas por um único governo.
d) a emergência do princípio da liberdade de mercado, que inspira os
povos a se unirem em nações.
e) Tchecoslováquia, na Hungria e na Romênia, se iniciaram
movimentos de reforma do Estado em direção à construção de um novo
socialismo, mais humanista e pluralista

5) Em 1991, a guerra civil na República Federativa da Iugoslávia iniciou-


se com alguns conflitos na Croácia e na Eslovênia. Em 1992, as lutas
ocorreram na Bósnia-Herzegovina, estendendo-se até dezembro de
1995. Recentemente, elas atingiram a província de Kosovo, na República
Sérvia.
Para a ocorrência de todos esses conflitos, contribuiu o(a)
a) colapso dos regimes socialistas no Leste Europeu, o que provocou
abalos na unidade política das províncias balcânicas, criando condições
para que emergissem as diferenças étnicas, culturais e religiosas.
b) interferência das nações europeias participantes da Organização do
Tratado do Atlântico Norte (OTAN), para evitar que os conflitos locais da
região balcânica tivessem o apoio dos países signatários do Pacto de
Varsóvia.
c) processo de globalização, que acelerou a modernização industrial
dos países participantes da União Européia (UE), causando
desemprego, o que poderia ser resolvido com o crescimento dos
exércitos regulares.
d) origem histórica dos povos eslavos, que buscavam uma forma de
reconstruir o Império Otomano, desfeito autoritariamente pelo Acordo
de Potsdam e pela Conferência de Yalta, após a Segunda Guerra
Mundial.