Anda di halaman 1dari 5

Subsídios à elaboração de provas

Geografia

Ensino Fundamental II
6º ano — 2º bimestre/2017

APRESENTAÇÃO
Com a intenção de contribuir de forma mais efetiva para a elaboração de
instrumentos de avaliação, coerentes com a abordagem metodológica
adotada em nosso sistema de ensino, os autores de nosso material didático
produzem, bimestralmente, estes “Subsídios”. Trata-se de sugestões que
podem ser utilizadas nas avaliações, mas têm como principal destinatário o
próprio professor.
Por esse motivo, será necessário que você analise cada uma das
propostas, verificando o nível de adequação delas, de acordo com as
necessidades de seus alunos.
Sabendo das particularidades de cada região, de cada escola e
respeitando a dinâmica e as características de cada professor, salientamos
que a utilização das atividades sugeridas depende exclusivamente de sua
decisão.
CONSIDERAÇÕES E ORIENTAÇÕES GERAIS
Há duas opções de uso desse material:
a) Utilizar apenas as questões que julgar pertinentes à forma como foi
desenvolvido o seu curso ao longo do bimestre. Nesse caso, convém lembrar que
elas devem ser modificadas e adaptadas à realidade de seus alunos, pois é
importante que eles consigam identificar os conceitos envolvidos e tenham
condições de resolver as atividades.
b) Utilizar questões mais complexas, enxergando-as como uma forma de
desafiar o raciocínio dos alunos, ou seja, ir um pouco além daquilo que foi
desenvolvido em sala de aula, permitindo, com isso, verificar as reais condições
dos estudantes de aplicar, em situações novas, os conceitos desenvolvidos ao
longo do bimestre.

PROPOSTA 1

OBJETIVO

Verificar a capacidade de interpretação de textos e de relacioná-los aos conceitos


desenvolvidos em sala de aula.

QUESTÃO

Leia o texto a seguir.

A segunda-feira já começou muito gelada em Santa Catarina. Na cidade de Urubici,


na Serra Catarinense, os termômetros registraram -5 ºC. Ao longo do dia as
temperaturas não devem passar de 17 ºC em nenhum ponto do estado. De acordo com
a central de meteorologia, depois da chuva e da neve do fim de semana, o ar seco e o
frio vão predominar em todo o estado, com possibilidade de geada nos pontos mais
elevados.
Disponível em: <http://dc.clicrbs.com.br/sc/estilo-de-vida/noticia/2016/08/segunda-feira-registra-frio-
intenso-em-todas-as-regioes-de-sc-7314288.html>. Adaptado. Acesso em: mar. 2017.

Conhecendo os elementos e fatores climáticos que atuam no estado de Santa


Catarina, analise as afirmações a seguir, assinalando se são verdadeiras (V) ou falsas
(F) e justificando suas escolhas:

a) As quedas bruscas de temperatura na Serra Catarinense são ocasionadas,


sobretudo, pela atuação da massa polar do Pacífico.
( ) ________________________________________________________________

2
b) A paisagem vegetal predominante na Serra Catarinense é a das florestas
aciculifoliadas subtropicais, bem adaptadas ao clima descrito na notícia.
( ) ________________________________________________________________

________________________________________________________________

c) A região concentra os mais elevados dobramentos modernos do Brasil, por


isso as baixas temperaturas.
( ) ________________________________________________________________

________________________________________________________________

d) Predomina na Serra Catarinense o clima tropical continental, que se caracteriza


pela existência de duas estações bem definidas.
( ) ________________________________________________________________

e) A região é uma das poucas do Brasil onde neva, fato causado pela conjugação
da altitude com a passagem das massas de ar polares.
( ) ________________________________________________________________

________________________________________________________________

RESPOSTAS

a) F – A massa polar do Pacífico não atua sobre o Brasil.


b) V – A Mata das Araucárias ou floresta aciculifoliada de fato cobre essa região,
onde muitas árvores têm folhas em forma de agulhas, com destaque para a Araucária.
c) F – A região não tem elevados dobramentos modernos e essa não é a causa
das baixas temperaturas.
d) F – O clima da região não é o tropical continental.
e) V – De fato a neve é rara no Brasil e só ocorre na região, durante alguns dias
de inverno, pela conjugação dos dois fatores climáticos apontados.

COMENTÁRIO E OBSERVAÇÕES

A questão é complexa, pois inter-relaciona vários conceitos desenvolvidos em sala,


que precisam ser bem aplicados e relacionados às informações do texto.

3
PROPOSTA 2

OBJETIVO

Verificar a capacidade dos alunos de interpretar gráficos e de relacionar suas


informações aos conceitos aprendidos em sala de aula.

QUESTÃO

Observe os gráficos com dados sobre o clima de Porto Alegre, referentes ao mês
de julho dos anos entre 2010 e 2015.

Disponível em: <http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticia/2015/07/media-das-temperaturas-minimas-de-


julho-na-capital-foi-amais-alta-dos-ultimos-cinco-anos-4813418.html>. Acesso em: mar. 2017.

Com base nessas informações e nos conhecimentos sobre o clima, responda.


a) O ano em que as precipitações foram mais elevadas foi aquele em que as
médias térmicas do mês foram as mais baixas do período?

4
b) O ano que teve a menor temperatura mínima mensal do período foi também o
ano de menores precipitações mensais?

c) Todos os anos em que as médias térmicas mensais ficaram abaixo de 14 °C,


as precipitações mantiveram-se muito altas?

RESPOSTAS

a) Não. O ano de maiores precipitações foi 2015, com média térmica mensal de
15,9 °C. A mais baixa média mensal foi em 2011, com 14,1 °C.
b) Não. O ano de menor temperatura mínima mensal foi 2012, com 9,5 °C, mas as
menores precipitações mensais ocorreram em 2013.
c) Não. Os anos em que as médias térmicas mensais ficaram abaixo de 14 °C
foram 2011, 2012 e 2013, dois dos quais estão entre anos em que as precipitações do
mês de julho foram as mais baixas do período.

COMENTÁRIO E OBSERVAÇÕES

A questão é relativamente simples, mas exige conhecimentos dos conceitos


usados e atenção nos cálculos numéricos.