Anda di halaman 1dari 2

A Magia de Oghams em Supernatural

Meu primeiro interesse no Ogham foi através da série Supernatural, que já mostrou exemplos
de feitiços utilizando o sistema duas vezes. O Ogham, para aqueles que não estão
familiarizados, se trata de um alfabeto originalmente composto por 20 letras chamadas de
Fedas(fay-das). Posteriormente, foram inclusas mais 5 letras, Forfedas, combinações de letras
comuns, para facilitar a comunicação devido a fonética irlandesa. Podendo também ser
utilizado como oráculo, as Fedas, quando dispostas em uma linha, criam lindos padrões que
podem ser utilizados para fazer Magia.
Em um dos episódios do seriado, Lúcifer está tendo problemas com seu receptáculo e precisa
de Magia para fortalece-lo. Veja, no universo de Supernatural, Lúcifer é um anjo, um ser
espiritual, então ele precisa de um corpo humano forte suficiente, que consiga aguentar sua
carga energética, para atuar no plano físico. Caso o receptáculo não seja adequado, a pessoa
que ele possuiu começa a se desintegrar gradualmente. Gostando do corpo do astro do rock
Rick Springfield, Lúcifer captura Rowena, uma bruxa escocesa, e a obriga a fazer um feitiço
para tornar seu receptáculo mais forte.
Na cena, a bruxa descreve que ela criou o feitiço na forma de um glifo, misturando Magia
Celta(o Ogham) e O Livro dos Condenados(na série, se trata de um antigo grimório capaz de
fazer e desfazer qualquer tipo de maldição). O símbolo contém as Forfedas e apenas uma
Feda, Onn, sendo desenhado com as cinzas de uma Hawthorn(o Espinheiro Branco). Ao
concluir o traçado, Rowena defuma o corpo de Lúcifer e ativa o encanto com a palavra
“Festina”(latim, para “acelerar”).

Ao contrário do que Lúcifer havia esperado, a bruxa se aproveitou do contato direto com o
corpo acelerando a decomposição de seu receptáculo e banindo o anjo para o fundo do
Oceano.
O Espinheiro Branco, identificado no alfabeto como Huath, floresce em Maio, e, portanto, é
uma árvore ligada ao Beltane, representando a Deusa em seu aspecto Virgem, pronta para se
entregar ao Jovem Deus. Huath, enquanto Ogham, no entanto, é traduzida como “a Terrível”,
representando um desafio. O Deus deve mostrar seu valor e enfrentar os testes do Espinheiro
para que possa conquistar a Deusa. Esta árvore é, então, uma árvore ligada à proteção
feminina, especificamente, e por isso foi escolhida para compor o feitiço de Rowena.
A Feda usada no feitiço, Onn, corresponde ao arbusto do Tojo, que apesar de suportar o calor,
é altamente inflamável. Devido a semelhança física com outra Ogham, a Giesta(identificada
como nGetal), que é ligada a limpeza espiritual/purificação, Onn é tido por alguns praticantes
como uma forma mais incisiva de nGetal. Podemos dizer que enquanto a Giesta limpa, o Tojo
destrói completamente como forma de se limpar. E por isso esta Feda foi usada para
desintegrar o resto do corpo e banir Lúcifer. Os espinhos do Tojo o atribuem também
propriedades de proteção, como o Espinheiro Branco. Qualquer espinho utilizado
magicamente afim de proteger, de certa forma, isola o alvo atingido. Assim, estaria garantido o
aprisionamento do anjo até que seu receptáculo terminasse de queimar, e também
protegendo o feitiço de qualquer intervenção exterior.

Não trabalhando com as Forfeda, eu não sei exatamente a razão delas estarem presentes no
feitiço. Arrisco dizer, no entanto, que elas tenham sido usadas como representações de algo
menor, diminuindo também o poder de Lúcifer.