Anda di halaman 1dari 18

CURSO DE ASTROLOGIA - Cláudia Lisboa

MÓDULO II – CASAS ASTROLÓGICAS

AULA 3:

EIXOS:

5 11

6 12

ASSOCIAÇÕES

Casa Signo Planeta Elemento Triplicidade Conceitos-chave

Amor, paixão, filhos,


5 Fixa amantes, criatividade,
autoestima, lazer
Rotina, cotidiano,
ambiente de trabalho,
6 Mutável
qualidade de vida,
saúde, empregados.

e Amigos, ações sociais,


11 Fixa participação,
cooperação
Experiências místicas,
solidão,
12 Mutável espiritualidade,
subjetividade, medos,
sublimação.

1
EIXO : 5 11

Eixo do AMOR

CASA 5

- Casa do Amor

- Associada ao signo de Leão e ao Sol

- Na Astrologia clássica, a Casa 5 está associada aos filhos, as crianças e aos


jogos de azar.

Sol = Vida

Leão = Alegria de viver

Casa 5 = Experiência de podermos confiar na generosidade da vida, gratidão


por estar vivo.

- Segunda casa de Fogo = O QUE EU SOU TEM VALOR

- Confiança no meu potencial criativo, que se desdobra em autoestima.

- O poder de gestar, gerar, criar, fala da auto expressão

- Na quarta casa – família, origem, os mitos que fizeram de mim

- Na quinta casa – vou me despir desses mitos e vou acordar para a consciência.

- A consciência – associação com o sol – revelada sobre aquilo que emana de


mim para mim.

- Força da criatividade, do amor, da paixão

- O signo ou os planetas presentes na quinta casa dão ideia de como e onde o


nosso poder criativo se manifesta e nos põe em contato com o Ego.
2
- Como as minhas criações expressam a minha singularidade e o meu valor?

- A arte de se tornar você mesmo.

- Aquilo que nos torna únicos e especiais.

- A possibilidade de brilhar de forma única e irradiar esta Luz.

- Pode-se colocar brilho em todas as casas, nos diversos setores da vida

- Compreendendo o mapa de forma holística, quando potencializamos a energia


de uma casa, sua força fica à disposição de todas as áreas da vida.

- O signo que está na ponta da quinta casa estimula e faz uma conexão com a
criatividade:

 Fogo – poder de inflamar-se de si mesmo, se aquece de criatividade, é


impulsionado a criar. Há uma explosão do jeito de se expressar no mundo
e de criar algo a partir de si mesmo. A criatividade se manifesta através
da maneira como nos expressamos.
 Terra – a criatividade se expressa através do ato de materializar.
 Ar – a criatividade se expressa na maneira de pensar e de se comunicar
 Água – a capacidade se expressa na capacidade de fantasiar, a partir das
emoções e da complexidade delas. Fábrica de sonhos.

Amor e da Paixão

- A paixão que nos traz para um estado de presença e que nos estimula a ser o
melhor de nós mesmos.

- É a partir da explosão da paixão que se constrói a relação de amor.

- O amor é uma Luz que nasce no nosso Coração.

- Leão rege o coração e é o símbolo da generosidade

- Espalhar a nossa própria luz, amor e alegria compartilhando com o mundo.

Signos na ponta da Casa 5:

 Signos de Fogo – ama-se intensamente e apaixona-se pela intensidade,


pela explosão de energia, pela vitalidade.
 Signos de Terra – o amor se manifesta através da expressão corporal e
a paixão pela beleza do ser amado, os detalhes, o cheiro. O trabalho move
a alegria de viver.
 Signos de Ar – a genialidade e a maneira de pensar e a curiosidade pelo
objeto da paixão e sua intelectualidade. Amar é uma troca.
 Signos de Água – amam profundamente e se misturam com o outro. Se
encantam com a sensibilidade e o romantismo alheio.

3
Crianças:

- A criança se manifesta de forma genuína e autêntica, expressando nas


pequenas coisas sua potência criativa.

- Gerar outro ser é uma das maiores manifestações do nosso poder criativo.

- Na oitava casa devemos perder o tabu da sexualidade e da morte; na quinta


casa se vive o sexo com alegria, com vontade, com desejo.

- O signo na quinta casa tem a ver com o modo como se encontra essa janela
que abre espaço para conhecermos o interior dos nossos filhos.

 Fogo – criam os filhos para autonomia e independência


 Terra – experimentação e prática na criação dos filhos
 Ar – uso do diálogo e troca na criação dos filhos
 Água – intuição e sensibilidade

SIGNOS NA CÚSPIDE DA CASA 5:

SIGNO INTERPRETAÇÃO

- A autoestima está diretamente vinculada ao exercício da autonomia


- O enfrentamento corajoso dos desafios e medos fortalece a consciência do
próprio valor - A criatividade é um ato espontâneo e resultado da
impulsividade
- A educação dos filhos ou a relação com os objetos da criação é vigorosa,
instigante e instintiva
- As paixões são experimentadas de forma calorosa, intensa e provoca
atitudes impulsivas

- A autoestima está diretamente vinculada tanto à segurança amorosa quanto


à material
- A realização dos seus desejos fortalece a consciência do próprio valor
- A criatividade é um ato de persistência, paciência e expressão estética
- A educação dos filhos ou a relação com os objetos da criação é firme,
porém doce
- As paixões são experimentadas de forma cuidadosa e vinculadas aos
prazeres físicos e da materialidade

- A autoestima está diretamente vinculada à inteligência e ao fato de ser uma


pessoa bem informada
- A flexibilidade e capacidade de achar saídas estratégicas fortalece a
consciência do próprio valor
- A criatividade é resultado de reflexões, estudos e troca com as pessoas
- A educação dos filhos ou a relação com os objetos da criação é maleável e
baseada na comunicação
- As paixões são experimentadas de forma variável, sempre na busca de
experiências diversas e novas

4
- A autoestima está diretamente vinculada à forma como são vividos os
sentimentos e emoções
- As experiências passadas e que servem como referências do presente
fortalecem a auto estima
- A criatividade é um ato intuitivo e de vinculação afetiva
- A educação dos filhos ou a relação com os objetos da criação é cuidadosa,
acolhedora e sensível
- As paixões estão associadas ao sentimento de intimidade e são mais
intensas sempre que estiverem vinculadas à segurança emocional

- A autoestima está diretamente vinculada a viver a vida com prazer e a fazer


o que ama
- A consciência da potência da sua singularidade fortalece o valor que dá a si
mesmo
- A criatividade é um ato espontâneo e resultado do amor à vida
- A educação dos filhos ou a relação com os objetos da criação é um espelho
que reflete a própria imagem ajudando a conhecer melhor a si mesmo
- As paixões são auto referenciadas e se intensificam se houver liberdade
para amar e também o sentimento de ser alguém especial

- A autoestima está diretamente vinculada aos bons resultados de tudo


daquilo que escolhe fazer
- Corrigir as falhas e se aperfeiçoar fortalece a consciência do próprio valor
- A criatividade é resultado da experimentação e de um olhar crítico e
analítico
- A educação dos filhos ou a relação com os objetos da criação é crítica,
exigente e cuidadosa nos mínimos detalhes
- As paixões são experimentadas de forma transparente e se estruturam
melhor com o convívio cotidiano

- A autoestima está diretamente vinculada à qualidade dos encontros


- Manter-se em equilíbrio em relação ao outro fortalece a consciência do
próprio valor
- A criatividade é um ato estético e é também reflexo do desejo do outro
- A educação dos filhos ou a relação com os objetos da criação é ponderada,
amorosa e racional
- As paixões são provocadas pelo olhar do outro e são vividas melhor se
houver temperança e harmonia

- A autoestima está diretamente vinculada ao não apego ao ego e às


transformações decorrentes dessa atitude em relação a si mesmo
- Viver profundamente as emoções e sentimentos fortalece a consciência do
próprio valor
- A criatividade é um ato convulsivo de transmutação emocional
- A educação dos filhos ou a relação com os objetos da criação é densa e
altamente transformadora
- As paixões são provocadas pelo misterioso, pelos desafios do desconhecido
e são um ato de entrega profunda

5
- A autoestima está diretamente vinculada a querer ser melhor
intelectualmente e expandir o universo pessoal
- Atingir as metas que estabelece para si como desafio de superação
fortalece a consciência do próprio valor
- A criatividade é estimulada pelo desejo de ir mais longe e pelas pesquisas e
estudos
- A educação dos filhos ou a relação com os objetos da criação é baseada
nos seus princípios e valores éticos
- As paixões são vividas melhor sempre que estão baseadas na liberdade e
na possibilidade de evolução pessoal

- A autoestima está diretamente vinculada aos resultados obtidos pelos


esforços feitos nos empreendimentos que escolheu para si
- O reconhecimento profissional ou da realização dos projetos de vida
fortalece a consciência do próprio valor
- A criatividade é um ato baseado na experiência, no tempo e na maturidade
- A educação dos filhos ou a relação com os objetos da criação é baseada na
responsabilidade e na superação dos limites
- As paixões são vividas melhor com a experiência de vida e com a
maturação emocional

- A autoestima está diretamente vinculada à aceitação da sua diferença em


relação aos demais
- Sentir que pode ajudar os outros fortalece a consciência do próprio valor
- A criatividade é um ato de rebeldia e de renovação da vida
- A educação dos filhos ou a relação com os objetos da criação é libertária e
costuma andar na contramão do senso comum
- As paixões são vividas melhor se houver liberdade, se surpreender e se for
capaz de que
brar os padrões conhecidos

- A autoestima está diretamente vinculada à organização psíquica e espiritual


- Acreditar na intuição e realizar sonhos fortalece a consciência do próprio
valor
- A criatividade é um ato de inspiração e de expressão das fantasias
- A educação dos filhos ou a relação com os objetos da criação é baseada na
sensibilidade e na compreensão
- As paixões são provocadas pelo misterioso e são vividas melhor sempre
que houver uma atmosfera mágica e encantadora

6
CASA 11:

- Associada ao signo de Aquário, aos planetas Netuno e Saturno, ao Elemento


ar e modalidade fixa.

- Casa da Consciência de que somos um ser social e que fazemos parte de um


contexto sociocultural.

- Vida em sociedade, em coletividade.

- Quais as ferramentas a nossa disposição para fazermos a diferença no meio


em que vivemos?

- Casa dos amigos, das ações sociais, da participação, cooperação e


solidariedade.

- O signo ligado à Casa 11 vai nos dar a ferramenta necessária para atuar no
mundo coletivo.

- Indica como contribuímos enquanto seres sociais e que tipo de causa


escolhemos para nos envolver.

 Signos de Fogo – pode liderar um movimento, é o líder dos amigos.


Liderança e destaque nos meios sociais. São pessoas agitadoras dos
movimentos sociais.
 Signos de Terra – praticidade, organização e eficiência nos meios
coletivos.
 Signos de Ar – movimento, informação e sensibilidade. É o repórter do
coletivo.
 Signos de Água – envolvimento afetivo com as causas sociais. São muito
ligados aos amigos.

7
As Aspirações, os Ideais:

- Aspirações, ideais, militâncias

- Aquilo que eu almejo enquanto sociedade

- A ênfase na Casa 11 traz à tona uma sensibilidade sobre o movimento da


coletividade.

- O signo que está na Casa 11 fala sobre o que aspiramos para o meio em que
vivemos, a sociedade em que estamos inseridos.

 Signos de Fogo – aspira viver a intensidade da vida com independência e


aventura.
 Signos de Terra – aspira um trabalho que faça a diferença e traga
resultados práticos.
 Signos de Ar – aspira mudar o mundo através da educação, das trocas,
da comunicação
 Signos de Água – o desejo de ver as pessoas manifestando suas emoções
e a ânsia de mudar o mundo através do afeto.

Casa 5 – dos grandes gestos pessoais

Casa 11 – dos grandes gestos sociais.

SIGNOS NA CÚSPIDE DA CASA 11:

SIGNO INTERPRETAÇÃO

- O convívio social é estimulado pela vontade de superar os desafios e


conflitos gerados nos relacionamentos
- Engajar-se em causas sociais ampliará o espírito guerreiro e ajudará a
conquistar a autonomia nas decisões
- A impulsividade é o modo de agir diante da vida social e das relações
fraternas
- Entre amigos é preciso haver independência e poder contar com a força
impulsionadora como parte essencial do espírito comunitário

- O convívio social é estimulado pela vontade de manter os laços de


afetividade seguros e de partilhar o amor
- Engajar-se em causas sociais ampliará a potência de produção material e
ajudará a desenvolver maior estabilidade afetiva
- A firmeza e doçura são modos de agir diante da vida social e das relações
fraternas
- Entre amigos é preciso haver confiança e estabilidade, mas também é
importante poder contar com a ajuda material como parte essencial do
espírito comunitário

8
- O convívio social é estimulado pela vontade de se comunicar e de trocar
experiências com diferentes modos de ser no mundo
- Engajar-se em causas sociais ampliará a força da comunicação e ajudará a
desenvolver uma melhor adaptação no mundo
- A flexibilidade e o diálogo são modos de agir diante da vida social e das
relações fraternas
- Entre amigos é preciso haver maleabilidade, mas também é importante
poder contar com as palavras aconselhadoras como parte essencial do
espírito comunitário

- O convívio social é estimulado pela vontade de se envolver intimamente


com as pessoas e alimentar-se emocionalmente nos encontros
- Engajar-se em causas sociais ampliará a sensibilidade e ajudará a
desenvolver uma melhor capacidade de cuidar das pessoas em geral
- A intuição e afetividade são modos de agir diante da vida social e das
relações fraternas
- Entre amigos é preciso haver emoção e intimidade, mas também é
importante poder contar com a proteção como parte essencial do espírito
comunitário

- O convívio social é estimulado pela vontade de exercer a comando


- Engajar-se em causas sociais ampliará a autoestima e ajudará a
desenvolver uma melhor capacidade de cuidar de si mesmo
- A alegria e o vigor são modos de agir diante da vida social e das relações
fraternas
- Entre amigos é preciso haver mútua confiança, mas também é importante
poder contar com a generosidade como parte essencial do espírito
comunitário

- O convívio social é estimulado pela vontade de melhorar a qualidade dos


relacionamentos em geral
- Engajar-se em causas sociais ampliará a autocrítica e ajudará a desenvolver
uma melhor capacidade de corrigir suas próprias falhas
- O olhar crítico e analítico são modos de agir diante da vida social e das
relações fraternas
- Entre amigos é preciso haver transparência, mas também é importante
poder contar com a ajuda prática como parte essencial do espírito
comunitário

- O convívio social é estimulado pela vontade de estabelecer relações de


cooperação e de parceria
- Engajar-se em causas sociais ampliará o bem-estar daqueles que carecem
de afeto
- A gentileza e o respeito são modos de agir diante da vida social e das
relações fraternas - Entre amigos é preciso haver cordialidade, mas também
é importante poder contar com a tolerância como parte essencial do espírito
comunitário

9
- O convívio social é estimulado pela vontade de estabelecer relações
profundas que transformem seu jeito de ser
- Engajar-se em causas sociais ampliará a proximidade com o sofrimento dos
outros, apontando o caminho para superá-lo
- A intensidade e o comando são modos de agir diante da vida social e das
relações fraternas - Entre amigos é preciso haver espaço para conversas
instigantes, mas também é importante poder contar com a impermanência
como parte essencial do espírito comunitário

- O convívio social é estimulado pela vontade de promover a ética entre os


humanos
- Engajar-se em causas sociais ampliará a união de pessoas diferentes em
prol de um objetivo comum
- O entusiasmo e o bom humor são modos de agir diante da vida social e das
relações fraternas
- Entre amigos é preciso haver respeito pelas convicções, mas também é
importante poder contar com a positividade como parte essencial do espírito
comunitário

- O convívio social é estimulado pela vontade de realizar projetos unindo


forças
- Engajar-se em causas sociais ampliará a construção de uma melhor
realidade para aqueles que precisam de ajuda
- O pragmatismo e a maturidade são modos de agir diante da vida social e
das relações fraternas
- Entre amigos é preciso haver confiança, mas também é importante poder
contar com a disciplina como parte essencial do espírito comunitário

- O convívio social é estimulado pela vontade de se aproximar das questões


humanas
- Engajar-se em causas sociais ampliará o próprio potencial revolucionário,
levando benefícios aqueles que precisam de amparo
- A rebeldia e o solidariedade são modos de agir diante da vida social e das
relações fraternas
- Entre amigos é preciso haver espaço para novidades, mas também é
importante poder contar com a sociabilidade como parte essencial do espírito
comunitário

- O convívio social é estimulado pela vontade de reunir as pessoas, tornando-


se um um só - Engajar-se em causas sociais permitirá fazer uso do amor
universal, sentimento que não tem fronteiras nem limites
- O acolhimento e a compaixão são modos de agir diante da vida social e das
relações fraternas
- Entre amigos é preciso haver afetividade, mas também é importante poder
contar com a fantasia como parte essencial do espírito comunitário

10
EIXO: 6 12

Eixo do Aperfeiçoamento e Purificação

Casa 6:

- Uma das três Casas relativas ao trabalho.

o Casa 2 – Valor do trabalho


o Casa 10 – o seu papel no mundo, vocação e reconhecimento
o Casa 6 – o trabalho na prática

- Signo de Virgem – aperfeiçoar-se a partir da experiência, da prática, da


repetição

- Casa 6 – qual a qualidade da minha rotina e o quanto eu produzo a partir dela

- Qual a prática que a combinação da casa 2 com a casa 10 me proporciona?

- Aproveitar o conhecimento que o mapa traz para nos alinharmos ao fluxo da


vida.

- Qual é o ritmo de trabalho que é saudável e que nos ajuda a produzir melhor

- Signos na ponta da casa 6:

 Signos de Fogo – impulsividade. Precisam de autonomia sobre a sua


rotina e espontaneidade. Criatividade. Desempenham o papel de líder ou
mostram, na prática, o seu próprio modo de fazer as coisas.
 Signos de Terra – organização, produtividade e planejamento. São
práticas e simplificam as tarefas
 Signos de Ar – necessidade de troca a partir do encontro. Facilidade de
adaptação ao fluxo alheio.
 Signos de Água – a rotina flui intuitivamente, precisa de um ambiente
acolhedor e aconchegante para o dia a dia de trabalho.

11
- Quais as ferramentas que eu disponho para tornar o meu trabalho mais
eficiente e gerar mais resultados?

- o signo na ponta da casa 6 expressa qual a potência que torna o seu trabalho
mais bem feito.

 Signos de Fogo – criatividade


 Signos de Terra – organização
 Signos de Ar – intelectualidade
 Signos de Água – sensibilidade

A Casa 6 quanto a saúde:

- As práticas do meu dia a dia que influenciam na qualidade da minha saúde e


quais as dimensões do meu ser precisam de maior atenção e cuidado.

 Signos de Fogo – esportes, sol, vitalidade


 Signos de Terra – organização nas ações práticas
 Signos de Ar – conversar, ler, trocar
 Signos de Água – a manutenção da limpeza psíquica.

- O Asc rege o corpo físico

- A casa 6 rege a qualidade de vida

- Ferramenta: regência dos órgãos – Homem Cósmico

- Organismo associado aos 12 signos:

o Áries – cabeça e cérebro


o Touro - pescoço, garganta, sistema endócrino, cervical
o Gêmeos – pulmões, braços e mãos
o Câncer – aparelho digestivo, seios, útero e pâncreas
o Leão – coração, sangue, fígado, coluna dorsal, vesícula
o Virgem – intestino delgado, abdome, glândulas suprarrenais
o Libra – rins, aparelho urinário, coluna lombar, ovários
o Escorpião – órgãos sexuais, intestino grosso, pélvis, anus
o Sagitário – pernas, coxas, nervo ciático
o Capricórnio – ossos, articulações, joelho, pele
o Aquário – circulação sanguínea, tornozelos, panturrilhas
o Peixes – pés, sistema linfático e psiquismo.

12
SIGNOS NA CÚSPIDE DA CASA 6:

SIGNO INTERPRETAÇÃO
- A qualidade de vida depende da capacidade de tomar decisões por si
mesmo e de saber o que é melhor para si
- O exercício da autonomia é fundamental para a obtenção bons resultados
na produção de trabalho
- Hábitos que incluam atividades vigorosas colaboram para a manutenção da
saúde física - Atividades que contemplem habilidades como liderança, vigor,
pulso firme e capacidade de tomar decisões são bem-vindas no dia a dia
profissional e pessoal
- Os rituais cotidianos são construídos de modo que favoreçam a
independência

- A qualidade de vida depende do conforto material e da estabilidade afetiva


- A perseverança e investimento na estética são fundamentais para a
obtenção bons resultados na produção de trabalho
- Hábitos que incluam os cuidados com a beleza e com o bem-estar do corpo
colaboram para a manutenção da saúde física
- Atividades que contemplem habilidades como organização, paciência e um
olhar direcionado para o belo são bem-vindas no dia a dia profissional e
pessoal
- Os rituais cotidianos são construídos de modo que favoreçam a estabilidade
e o conforto materiais
- A qualidade de vida depende da liberdade de movimentos, da troca com as
pessoas e de um bom nutriente intelectual
- A capacidade de adaptação é fundamental para a obtenção de bons
resultados na produção de trabalho
- Hábitos que incluam múltiplas atividades e flexibilidade na organização
cotidiana colaboram para a manutenção da saúde física
- Atividades que contemplem encontros com as pessoas e exercícios que
estimulem a inteligência são bem-vindas no dia a dia profissional e pessoal
- Os rituais cotidianos são construídos de modo que favoreçam a
comunicação e o movimento

- A qualidade de vida depende do bem-estar emocional e afetivo


- O envolvimento com as pessoas é fundamental para a obtenção de bons
resultados na produção de trabalho
- Hábitos que respeitem a estabilidade emocional e os cuidados com a vida
pessoal colaboram para a manutenção da saúde física
- Atividades associadas a intuição, sensibilidade e ao cuidar são bem-vindas
no dia a dia profissional e pessoal
- Os rituais cotidianos são construídos de modo que favoreçam a boa relação
afetiva com as pessoas do convívio diário

- A qualidade de vida depende do respeito a si mesmo e da autoestima


- O exercício da autonomia e do poder de comando são fundamentais para a
obtenção de bons resultados na produção de trabalho
- Hábitos que respeitem a alegria de viver e que tenham relação com o
autoconhecimento colaboram para a manutenção da saúde física
- Atividades associadas à direção e à criatividade são bem-vindas no dia a dia
profissional e pessoal
- Os rituais cotidianos são construídos de modo que a pessoa possa realizar
as tarefas do seu jeito

13
- A qualidade de vida depende de um modo simples de organizar o seu dia a
dia
- A autocrítica e a experimentação são fundamentais para a obtenção de
bons resultados na produção de trabalho
- Hábitos que respeitam os sinais de estresse do corpo e da estrutura
emocional colaboram para a manutenção da saúde física
- Atividades associadas à organização e aos cuidados com a qualidade de
produção são bem-vindas no dia a dia profissional e pessoal
- Os rituais cotidianos são construídos de modo que a pessoa possa
simplificar a realização das tarefas habituais
- A qualidade de vida depende da harmonia produzida nas relações
cotidianas
- A qualidade dos relacionamentos é fundamental para a obtenção de bons
resultados na produção de trabalho
- Hábitos que respeitam o equilíbrio, sem excessos nem restrições
exageradas, colaboram para a manutenção da saúde física
- Atividades associadas à estética ou à arte de se relacionar com as pessoas
são bem-vindas no dia a dia profissional e pessoal
- Os rituais cotidianos são construídos de modo que a pessoa possa respeitar
a o equilíbrio na realização das tarefas habituais
- A qualidade de vida depende do exercício do desapego
- A capacidade de se transformar é fundamental para a obtenção de bons
resultados na produção de trabalho
- Hábitos que respeitem o bem-estar emocional colaboram para a manutenção
da saúde física
- Atividades associadas à cura, ao poder de reparação e de planejamento são
bem-vindas no dia a dia profissional e pessoal
- Os rituais cotidianos são construídos de modo que a pessoa possa ter
liberdade de mudar quando for preciso
- A qualidade de vida depende da liberdade de ir e vir e da possibilidade de
ampliar os horizontes do conhecimento
- Estudar e estabelecer metas são ações fundamentais para a obtenção de
bons resultados na produção de trabalho
- Hábitos que respeitem a intuição corporal e que incluam exercícios
vigorosos colaboram para a manutenção da saúde física
- Atividades associadas ao saber e à possibilidade de viajar são bem-vindas
no dia a dia profissional e pessoal
- Os rituais cotidianos são construídos de modo que a pessoa possa ter a
possibilidade de se desenvolver e de mudar de direção quando lhe convier
- A qualidade de vida depende da disciplina e da organização das tarefas
habituais
- Planejar-se e não se sobrecarregar de deveres são ações fundamentais
para a obtenção de bons resultados na produção de trabalho
- Hábitos que respeitem o tempo, que não exerçam pressão e não exijam
pressa colaboram para a manutenção da saúde física
- Atividades associadas à racionalidade e organização são bem-vindas no dia
a dia pessoal e de trabalho
- Os rituais cotidianos são construídos de modo que a pessoa possa ter
tempo para viver em equilíbrio
- A qualidade de vida depende da liberdade e do bom convívio com as
pessoas em geral
- Ser solidário e respeitar seu jeito diferente de ser são ações fundamentais
para a obtenção de bons resultados na produção de trabalho
- Hábitos que não o aprisionem em funções desnecessárias colaboram para a
manutenção da saúde física
- Atividades associadas ao exercício do bem comum e que tratam de
atualidades são bem-vindas no dia a dia profissional e pessoal
- Os rituais cotidianos são construídos de modo que a pessoa possa ter
tempo para viver com liberdade

14
- A qualidade de vida depende do bem-estar psíquico e espiritual
- Confiar na intuição e abrir espaço para a fantasia são ações fundamentais
para a obtenção de bons resultados na produção de trabalho
- Hábitos contemplativos, psicoterapias e práticas espirituais colaboram para
a manutenção da saúde física
- Atividades associadas à sensibilidade, intuição e compaixão são bem-vindas
no dia a dia profissional e pessoal
Os rituais cotidianos são construídos de modo que a pessoa possa se sentir
bem internamente e usufruir a paz de espírito

CASA 12:

- Casa também relacionada à saúde

- Vista como algo holístico, somos um ser holístico

- Holístico: grego “holos”, “totalidade”. Compreensão da realidade em função de


totalidades integradas, cujas propriedades não podem ser reduzidas a unidades
menores.

- Enquanto a Casa 6 fala da manifestação da doença na matéria, a Casa 12 fala


da manifestação sutil.

- O trabalho da casa 12 pode atuar na prevenção de doenças no nível emocional,


subjetivo.

- O fator emocional que gera sintomas no corpo físico

- O fator físico que afeta a saúde emocional

- Trata da busca pelo bem-estar psíquico e espiritual

- A Casa 12 é o território do mundo oculto: o inconsciente, o além, o espiritual

- A meditação é uma experiência de vivência da Casa 12.

- Sentar em silêncio e observar o ar que entra e sai das narinas.

15
- Casa 12 é ouvir a voz interior, o que não é dito.

- Entrar em contato com as nossas emoções reprimidas, com as dimensões mais


profundas da alma.

- A casa 12 também está associada a ambientes de confinamento, como prisões,


conventos, internatos, bem como às práticas que nos levam ao isolamento como
a meditação e retiros.

- O signo da Casa 12 pode nos dar pistas sobre práticas que nos auxiliam a
entrar em contato com este mundo interno.

- As práticas relacionadas ao signo da Casa 12 servem de nutrição para o nosso


corpo sutil.

- Contemplação e enfrentamento da nossa jornada espiritual.

- O signo na ponta da casa 12 expressa qual a potência que temos para enfrentar
a jornada espiritual.

 Signos de Fogo – coragem e individualidade. Busca a alegria e a


felicidade de poder reconhecer que está vivo.
 Signos de Terra – a prática e a disciplina
 Signos de Ar – estudos e troca
 Signos de Água – sentir e contemplar

SIGNOS NA CÚSPIDE DA CASA 12:

SIGNO INTERPRETAÇÃO

- Ficar a sós facilita a conquista da independência e da autoconfiança


- O enfrentamento dos fantasmas e das angústias é feito com garra, espírito
guerreiro e com a coragem de lidar com o que está para além do seu controle
- Os seus maiores adversários interiores são a agressividade, a raiva e a
impaciência
- O mergulho para dentro de si mesmo na busca de uma organização
psíquica ou espiritual é vivido como um desafio a ser vencido, estimulado
pelos conflitos emocionais e pelo desejo de confiar nas próprias decisões

- Ficar a sós facilita o desenvolvimento da paciência e da doçura


- O enfrentamento dos fantasmas e das angústias é feito com cuidado, e com
a determinação de que é capaz de lidar com o que está para além do seu
controle
- Os seus maiores adversários interiores são o apego, o controle e a
passividade
- O mergulho para dentro de si mesmo na busca de uma organização
psíquica ou espiritual é vivido como um trabalho, estimulado pelo desejo de
superar problemas de ordem material ou afetiva

16
- Ficar a sós facilita a concentração e a organização mental
- O enfrentamento dos fantasmas e das angústias é feito com
questionamentos e com leveza ao lidar com o que está para além do seu
controle
- Os seus maiores adversários interiores são a indecisão, as divisões e a
dispersão
- O recolhimento para dentro de si mesmo na busca de uma organização
psíquica ou espiritual é vivido como um aprendizado, estimulado pelo desejo
de superar problemas de ordem intelectual ou de comunicação

- Ficar a sós facilita o desenvolvimento da segurança emocional e do


fortalecimento dos laços afetivos
- O enfrentamento dos fantasmas e das angústias é feito com sensibilidade e
com cuidado ao lidar com o que está para além do seu controle
- Os seus maiores adversários interiores são os ressentimentos, mágoas e
padrões repetitivos que não evoluem em crescimento
- O recolhimento para dentro de si mesmo na busca de uma organização
psíquica ou espiritual é vivido como um mergulho na sua interioridade,
estimulado pelo desejo de superar os problemas de ordem familiar e afetiva,
além daqueles que tenham a ver com experiências vividas no passado

- Ficar a sós facilita o desenvolvimento da autoestima e da alegria de viver


- O enfrentamento dos fantasmas e das angústias é feito com confiança e
com vigor ao lidar com o que está para além do seu controle
- Os seus maiores adversários interiores são a submissão à força do ego e a
agressividade
- O mergulho para dentro de si mesmo na busca de uma organização
psíquica ou espiritual é vivido como um modo de dominar a si mesmo,
estimulado pelo desejo de superar problemas gerados pela vaidade e
onipotência

- Ficar a sós facilita o desenvolvimento da autocrítica e a reparação de erros


- O enfrentamento dos fantasmas e das angústias é feito com espírito
investigativo e com praticidade ao lidar com o que está para além do seu
controle
- Os seus maiores adversários interiores são a ansiedade e mania de
perfeição
- O recolhimento para dentro de si mesmo na busca de uma organização
psíquica ou espiritual é vivido como um trabalho de aperfeiçoamento,
estimulado pelo desejo de superar problemas gerados pela desorganização
da vida prática

- Ficar a sós facilita as próprias reflexões e entendimentos.


- O enfrentamento dos fantasmas e das angústias é feito com equilíbrio e com
ponderação ao lidar com o que está para além do seu controle.
- Os seus maiores adversários interiores são a indecisão e a dependência.
- O mergulho para dentro de si mesmo na busca de uma organização
psíquica ou espiritual é vivido como forma de encontrar respostas para as
perguntas que a mente faz e que a razão não é capaz de responder.

17
- Ficar a sós facilita a conexão com as próprias sombras
- O enfrentamento dos fantasmas e das angústias é feito com efervescência e
com envolvimento ao lidar com o que está para além do seu controle.
- Os seus maiores adversários interiores são a obsessão e a dominação
- O mergulho para dentro de si mesmo na busca de uma organização psíquica
ou espiritual é vivido como forma de transformar-se acessando aquilo que
habita nas camadas mais densas e profundas da alma

- Ficar a sós facilita viajar para dentro de si mesmo.


- O enfrentamento dos fantasmas e das angústias é feito com ânimo e com
positividade ao lidar com o que está para além do seu controle.
- Os seus maiores adversários interiores são a insatisfação e o dogmatismo
- O mergulho para dentro de si mesmo na busca de uma organização
psíquica ou espiritual é vivido como forma de evoluir a mente e a alma, indo
em busca da superação dos próprios conflitos e frustrações

- Ficar a sós facilita levar razão às emoções


- O enfrentamento dos fantasmas e das angústias é feito com maturidade e
com prudência ao lidar com o que está para além do seu controle.
- Os seus maiores adversários interiores são a rigidez e a cobrança por
resultados
- O mergulho para dentro de si mesmo na busca de uma organização
psíquica ou espiritual é vivido como forma de buscar resoluções para as
questões emocionais, construindo um ambiente interno seguro e bem
estruturado.

- Ficar a sós facilita encontrar informações sobre as próprias questões


- O enfrentamento dos fantasmas e das angústias é feito com liberdade e
com inventividade ao lidar com o que está para além do seu controle
- Os seus maiores adversários interiores são a irritabilidade e a falta de
autoconfiança
- O mergulho para dentro de si mesmo na busca de uma organização
psíquica ou espiritual é vivido como forma de atualizar os próprios
sentimentos, cultivando sempre um novo olhar para aquilo que é vivido
internamente

- Ficar a sós facilita o contato com a imaginação


- O enfrentamento dos fantasmas e anseios interiores é feito com intuição e
com receptividade ao lidar com o que está para além do seu controle
- Os seus maiores adversários interiores são a nebulosidade e a confusão
emocional
- O mergulho para dentro de si mesmo na busca de uma organização
psíquica ou espiritual é vivido como forma de honrar a própria sensibilidade,
fortalecendo os sonhos e possibilitando a tão desejada calma na alma

18