Anda di halaman 1dari 3

Lista 3 de CF368 - Eletromagnetismo I

Fabio Iareke <fi07@fisica.ufpr.br>


28 de setembro de 2013

Exercı́cios propostos pelo prof. Ricardo Luiz Viana <viana@fisica.ufpr.br>, retirados de [1].

Capı́tulo 4
4-1 Uma fina barra de dielétrico de seção reta A estende-se ao longo do eixo x de x = O a x = L. A
polarização da barra dá-se ao longo de seu comprimento e é dada por Px = ax2 + b. Encontre
a densidade volumétrica da carga de polarização e a carga superficial de polarização em cada
extremidade. Demonstre explicitamente que a carga total de polarização se anula neste caso.

Solução: A polarização pode ser expressa como


P~ = Pxî = ax2 + b î


assim, a densidade volumétrica da carga de polarização


1
 
∂ ∂ ∂ ∂  z}|{
%P = −∇ · P~ = − î 2 2

+ ĵ + k̂ · ax + b î = − ax + b î · î = −2ax
∂x ∂y ∂z ∂x

4-2 Um cubo de dielétrico de lado L tem uma polarização radial dada por P~ = A~r, onde A é uma
constante e ~r = îx + ĵy + k̂z. A origem do sistema de coordenadas se situa no centro do cubo.
Encontre todas as densidades de carga de polarização e demonstre explicitamente que a carga
total de polarização se anula.
4-6 Um longo cilindro condutor de raio a, possuindo carga λ por unidade de comprimento, está
imerso num meio dielétrico de permissividade constante . Encontre o campo elétrico a uma
distância r > a do eixo do cilindro.
4-7 Dois meios dielétricos com constantes dielétricos K1 e K2 estão separados por uma interface
plana. Não há carga externa sobre a interface. Encontre uma relação entre os ângulos θ1 e
θ2 , em que estes sejam os ângulos formados por uma linha arbitrária de deslocamento com a
normal à interface: θ1 meio 1, θ2 no meio 2.
4-10 Um longo cilindro dielétrico de raio a e constante dielétrica K é colocado num campo elétrico
uniforme E0 . O eixo do cilindro está orientado perpendicularmente à direção de E0 . O cilindro
não contém carga externa. Determine o campo elétrico em pontos dentro e fora do cilindro.

Solução: Laplaciano em coordenadas cilı́ndricas


∇2 ϕ(ρ, θ, z) = 0
cuja solução
 

X
ϕ(ρ, θ, z) = A0 + B0 ln ρ + (An ρn + Bn ρ−n ) cos(nθ) + (Dn ρn + En ρ−n ) sin(nθ)
n=1
| {z }
=0

1
(i) dentro
Bn = 0 ∀ n , A0 = 0

X
ϕ(ρ, θ, z)d = An ρn cos(nθ)
n=1

(ii) fora
ϕ(ρ → ∞, θ, z) = −E0 r cos θ
A1 = −E0 ⇒ An = 0 ∀ n 6= 1

X
ϕ(ρ, θ, z)f = −E0 r cos θ + Bn ρ−n cos(nθ)
n=1

ϕ(ρ = a)d = ϕ(ρ = a)f


 
B1
A1 a
cos
θ = −E0 a + cosθ

, n=1
a
B2
A2 a2 = ⇒ A2 a4 = B2 , n=2
a2
An a2n = Bn ∀ n ≥ 2

∂ϕd ∂ϕf
−1 = −0
∂ρ r=a ∂ρ r=a

∂ϕd ∂ϕf
K0 = 0
∂ρ r=a  ∂ρ r=a

2
ϕ(ρ, θ, z)d = − E0 cos θ
K +1

K − 1 a2
 
ϕ(ρ, θ, z)f = 1 − E0 r cos θ
K + 1 r2

4-11 Um dipolo puntual p~ é colocado no centro de uma esfera die!étrica sólida de raio a e constante
dielétrica K. Encontre o campo elétrico em pontos dentro e fora da esfera. (Sugestão: Fora
temos um campo dipolar; dentro, necessitamos acrescentar outro termo ao campo dipolar a
fim de expressá-lo.)
4-13 Uma chapa plana, de material com constante dielétrica K1 , é limitada em ambos os lados por
um material de constante dielétrica K2 . O campo elétrico no meio 2, E~ 2 , é dado como sendo
uniforme e perpendicular aos contornos. Encontre o campo E1 , a polarização P~1 e a carga de
~
polarização no meio 1.

Solução:
~ → En , Et
E
D2n − D1n = σ , E2t = E1t

K=
0
~ = E
D ~ = K0 E
~

sem cargas livres,


D2n = D1n , E2t = E1t
1 E1n = 2 E2n

2
K1 0 E1n = K2 0 E2n
E2n K2
E1n = , E1t = E2t
K1

~ = E
D ~ + P~

σP = P~ · ~n , %P = −∇ · P~

4-15 Duas placas condutoras paralelas acham-se separadas pela distância d e mantidas a uma
diferença de potencial ∆ϕ. Uma chapa de dielétrico, de constante dielétrica K e de espessura
uniforme t < d, é inserida entre as chapas. Determine os vetores campo E ~ eD~ no dielétrico
e também no vácuo entre o dielétrico e uma placa. Despreze os efeitos das extremidades em
virtude das dimensões finitas das placas.
4-16 Duas placas condutoras paralelas encontram-se separadas pela distância d e mantidas a uma
diferença de potencial ∆ϕ. Uma chapa dielétrica, de constante dielétrica K e de espessura
uniforme d, é inserida entre as placas; todavia, a chapa não preenche completamente o volume
entre as placas. Encontre o campo elétrico (a) no dielétrico e (b) na região de vácuo entre as
placas. Encontre a densidade de carga σ na parte da placa (c) em contato com o dielétrico e
(d) em contato com o vácuo. (e) Encontre σP na superfı́cie da chapa dielétrica.

Referências
[1] John R. Reitz, Frederick J. Milford, Robert W. Christy Fundamentos da Teoria Eletro-
magnética 3a edição, Editora Campus Ltda. Rio de Janeiro