Anda di halaman 1dari 6

2 ano

REDAÇÃO (UEM/CVU Vestibular de Verão/2012 )

Os textos desta Prova de Redação abordam a temática sobre a influência dos pais na escolha
profissional dos filhos poder ser positiva ou negativa. Tendo-os como apoio, redija os gêneros
textuais solicitados.

TEXTO 1

Influência dos pais na hora da escolha

Stefanie Archilli Para a coordenadora do curso de Pedagogia do Isca Faculdades, Alessandra


Pascotto, os adolescentes precisam de um direcionamento saudável, sem a imposição dos
pais. A influência deve ser vista como uma orientação, segundo Alessandra. A pedagoga
explicou que o adolescente não tem condição de fazer essa escolha sozinho, por isso precisa
da ajuda dos pais, familiares e amigos. “Eles são muito jovens e precisam de um
direcionamento. Os pais podem levá-los para fazer um teste vocacional, para conhecer uma
pessoa que é formada na área que escolheram e até visitar a faculdade e conversar com os
professores”. (...) Tão naturalmente como foi a escolha de Vitória Pinatto, 18 anos, que está
estudando para passar no curso de Administração de Empresas. “Meus pais me influenciaram
de forma indireta. Minha mãe tem uma loja e meu pai trabalha em uma empresa. Vendo o
contato deles com a área de administração, acabei optando por fazer uma faculdade nessa
área. Me espelho muito neles”. (Texto adaptado de
<http://www.jlmais.com/index.php?option=com_content&view=article&id=97056&cat...>.
Acesso em 4/9/2012. Publicado em 12/11/2011)

TEXTO 2

A 1ª escolha profissional do adolescente: quem influencia?

Anaí Auada

Quem tem um adolescente em casa sabe, sente na pele a pressão e a ansiedade do momento
da primeira escolha profissional. (...) Esse momento é inegavelmente tenso. (...) Desafia cada
membro da família a pensar alternativas, buscar seus próprios sonhos, tentar resgatar aquele
desejo de realizar algo que não foi possível até então. Desde o clássico exemplo de pais
sedentos por realizar seus anseios através do filho até o envolvimento de avós, tios, irmãos,
primos e amigos de convivência próxima à família. O jovem é visto como um papel em branco,
pronto para receber qualquer história, seja para salvar aquele projeto que não teve sua chance
no passado como para confirmar as próprias escolhas realizadas, devendo, portanto, ser
repetidas. (...) O risco de o jovem ser direcionado é decidir a partir de expectativas de outras
pessoas (no caso, os pais), e não de seus próprios anseios. Por consequência, abre-se espaço à
frustração, uma vez que as necessidades pessoais (do adolescente) não foram consideradas.

(Texto adaptado de
<http://www.mundovestibular.com.br/articles/1423/1/.../Paacutegina1.html>. Acesso em
13/9/2012)
GÊNERO TEXTUAL – ARTIGO DE OPINIÃO

Na sua opinião, a influência dos pais pode ser positiva ou negativa na escolha profissional dos
filhos? Tendo como apoio os textos 1 e 2, responda a essa questão polêmica, produzindo um
ARTIGO DE OPINIÃO, com no mínimo 10 e no máximo 15 linhas. Você deverá dar um título ao
seu artigo. Para orientar sua produção, considere que seu texto será publicado em um jornal
de circulação local, cujos leitores podem ter uma opinião diversa da sua, ou podem não ter
ainda uma opinião formada sobre a questão em pauta.
Crepúsculo

Por Rodolfo Lima – jornalista, ator e crítico de cinema

Dificilmente algum autor superará a história de “Romeu e Julieta”, escrita por William
Shakespeare. Há histórias de amor tão interessantes quanto. Porém o “amor impossível”
cunhado pelo autor inglês serve de inspiração para milhares de roteiristas, dramaturgos e
autores.

“Crepúsculo”, escrito por Stephenie Meyer, foi traduzido para mais de 37 países, vendeu 17
milhões de cópias pelo mundo todo e se tornou um fenômeno adolescente. “Harry Potter” e
sua namoradinha mestiça já virou passado.

Bella (Kristen Stewart) e Edward (Robert Pattinson) se apaixonam na primeira vez que se
olham. Ela fica instigada pela figura exótica, apática e misteriosa do colega de sala, ele louco
para beber o sangue da “Bella” e novata mortal.

Estabelecido o “conflito”, “Crepúsculo” se mostra um filme atraente, sedutor e voyerístico. A


possibilidade de um namoro tradicional não é realizável. Edward é um vampiro, que se esforça
para não precisar de sangue humano. Mas o cheiro de Bella o entorpece e faz com que, entre a
sedução e o medo de falhar, se aproxime da amada.

Em “Crepúsculo”, não há beijos ardentes, cenas quentes de sexo, corpos nus e música pop. No
filme o sugerido tem mais espaço do que é mostrado e torna idílica a relação de amor entre
Bella e Edward.

Ele não pode tocá-la, pois tem medo de não resistir e “literalmente” sugar o amor que sente
por ela. Bella quer ser amada na sua plenitude, nem que para isso precise virar uma imortal
como Edward. Quer dar seu sangue como símbolo maior do seu amor.

Em certo momento, ela diz querer viver com ele para sempre. Ele responde: “– Uma vida longa
e intensa não basta?”

Eis ai o grande “segredo” de “Crepúsculo”: como evitar a atração que os jovens sentem pelo
perigo e para o impossível?

A cena em que assumem um para o outro seus sentimentos é retratada numa floresta e nada
mais clichê – e por que não romântico? – que duas pessoas em meio à natureza derretendo-se
um para o outro.

“Crepúsculo” seduz, mescla romantismo com imaturidade, estabelece conflitos, trabalha com
o imaginário do amor impossível, os atores criam empatia na primeira cena e, tirando alguns
trechos que de tão improváveis soam inverossímeis, dá conta do recado e põe a plateia do
cinema para suspirar. O público não se importa que a história seja adolescente, tudo o que
quer é um amor inebriante, impulsivo e passional.

Se o amor é uma espécie de droga, “Crepúsculo” é um exemplo – mesmo que prematuro – dos
efeitos que ela pode vir a causar. Resgate aquele amor adolescente dentro de ti e se divirta.
Ficha Técnica Direção: Catherine Hardwicke Gênero: Romance/Aventura Duração: 120 min.
Distribuidora: Paris Filmes Elenco: Kristen Stewart, Robert Pattinson, Taylor Lautner, Michael
Welch, Justin Chon, Peter Facinelli, Kellan Lutz, Cam Gigandet, Anna Kendrick.

LIMA, Rodolfo. Crepúsculo. Disponível em: <www.cranik.com/crepusculo.html>. Acesso em:


03 ago. 2010.

1. O texto que você acabou de ler é uma resenha jornalística. Sobre esse gênero, é correto
afirmar que: a) faz uma crítica sobre um objeto artístico somente com o intuito de divulgar
diferentes pontos de vista. b) tem a intenção de vender um bem, levantando informações
positivas para levar à compra do produto. c) levanta dados positivos e negativos de um
determinado bem artístico, para apresentá-lo a pessoas especializadas. d) apresenta o ponto
de vista de um especialista, com o objetivo de ensinar as pessoas a fruírem um bem cultural.
e) procura divulgar um bem cultural, apresentando informações técnicas e críticas sobre o
produto. 2. Identifique os elementos principais que compõem essa descrição:

a) Nome do artista:

b) Título da obra:

c) Ano de lançamento:

d) Distribuidora:

e) Duração:

f) Preço:

g) Avaliação:

4. As resenhas podem ser críticas (aquelas em que predomina a opinião do autor) ou técnicas
(aquelas que apresentam objetivamente as características do produto). O texto sobre o filme
“Crepúsculo” é crítico ou técnico? Justifique:

5. Afinal, devemos assistir ao filme? A crítica do filme é positiva ou negativa? Faça uma
pequena lista com os argumentos apresentados:

6. A resenha possui trechos argumentativos e descritivos. Encontre um exemplo para cada


uma das sequências discursivas:

ArgumentAção Descrição

Minat Terkait