Anda di halaman 1dari 22

“NUNCA MAIS” EM ESTRUTURAS EM BETÃO

INTRODUÇÃO AO TEMA
Estruturas em Betão
• Pretende-se com este capítulo evidenciar situações concretas de
conhecimento empírico que correram menos bem em obra.
• O objectivo é a partilha de experiencia no sentido de identificar
antecipadamente eventuais problemas ou conflitos e gerir
futuramente de forma mais eficaz o problema em obra.
TEMAS ABORDADOS
• SISTEMA VARIO
• BETÃO BRANCO
• CIMBRES E ESCORAMENTOS
• BETÕES À VISTA

EDIF. DUQUE DE LOULÉ- HCI


SISTEMA VARIO
SISTEMA VARIO

PROBLEMAS TÍPICOS ASSOCIADOS A ESTA SOLUÇÃO

• Custo elevado
• Extremamente moroso
• Junta de betonagem com
imperfeições
• Ocorrência de escorridos.
• Dificuldade na definição de
estereotomia
• Constrangimento no espaço
de execução
SANTADER TOTTA
SISTEMA VARIO

“NUNCA MAIS” RECORRER A ESTA SOLUÇÃO DE COFRAGEM EM:


• Núcleos de escadas ou elevador

SOGENAVE
SISTEMA VARIO

• Elementos verticais com execução


em mais de uma betonagem em
altura
SISTEMA VARIO

Complexidade nas preparações


BETÃO BRANCO
BETÃO BRANCO

PROBLEMAS COM EXECUÇÃO DE BETÃO BRANCO

• Dificuldade a obter homogeneidade


do betão
• Aparecimento de manchas de várias
origens
• Presa mais rápida
• Mais sensível às irregularidades da
cofragem
• Dificuldade a afagar
• Muitos trabalhos preparatórios antes
da execução.
• Custo elevado do betão implica uma
optimização do seu consumo.
• Dificuldade de betonar este tipo de
betão em pequenas quantidades
pelas dificuldades impostas pela
central.

Moradia Palmares, Alvor


BETAO BRANCO

“NUNCA MAIS” :

• Nunca betonar em várias fases


em altura sem previamente
pintar as armaduras de espera
com produto apropriado.
• Nunca recorrer a óleos
desmoldantes normais por
manchar o betão na cura, deve-
se utilizar ceras apropriadas.
• Nunca avançar para uma
betonagem neste tipo de betão
sem confirmar os
recobrimentos. A sua redução
nestes casos tem
consequências irrecuperáveis.
BETÃO BRANCO

“NUNCA MAIS” :
• Nunca afagar este tipo de betão
sem retardador de presa ou evitar
horas de elevadas temperaturas.
Pode ser tarde..

• As descofragens neste tipo de


betão devem ocorrer mais cedo
pela rápida cura e retração. Em
elementos verticais não deve
ultrapassar as 12h, excepto
situações de baixas temperaturas.
• Demasiado tempo de em
contacto com madeiras
origina reações químicas e o
fenólico acaba por manchar.

• Nunca utilizar contraplacado de


baixa gama ou mesmo o sprunce
400 em elementos verticais de
betão branco pelo fenómeno de
rippling
CIMBRES E ESCORAMENTOS
CIMBRES E ESCORAMENTOS

“NUNCA MAIS”
• Nunca recorrer a duplos
escoramentos
• Nunca apoiar as bases
directamente ao solo ou mesmo ao
pavimento, utilizar solipas para
transmissão de cargas e absorção
de pequenos impulsos.
• Nunca executar pisos acabados (
tipo afagados com endurecedor)
sem executar os elementos
horizontais e verticais sobre este.
• Em extrema necessidade
recorrer a platex para
protecção do piso e filme pvc.
• Nunca colocar sobrecargas
concentradas em lajes como
paletes de blocos com menos de 28
dias ou até mais que isso sem
reforço pontual de escoramento.
• Desta forma estaremos a evitar
deformações, flexas ou mesmo
fendilhação.
CIMBRES E ESCORAMENTOS

“NUNCA MAIS”
• Em soluções de escoramentos
com necessidade de várias
reaplicações de cimbre optar
por cimbre portável sem
necessidade de desmontagem.
• Desta forma reduzimos
consideravelmente o prazo
execução sem montagens nem
desmontagens.
POWER STATION
BETÕES À VISTA
BETÕES À VISTA

“NUNCA MAIS”

• Nunca executar cofragem em


pilares à vista sem utilizar
quebra-cantos.
Evitamos as segregações
problemas de perfeição na
aresta viva pela
granulometria dos inertes.
BETÕES À VISTA

“NUNCA MAIS”
• Nunca betonar elementos de betão à
vista de grandes dimensões sem
planeamento adequado de descargas
• A espera entre camiões origina
texturas e tonalidades
diferentes colocando em causa
o aspecto do acabamento
pretendido.
• Nunca se deve betonar elementos
verticais de elevada altura com
negativos de grandes dimensões sem
garantir o preenchimento e vibração
do betão nas zonas mais sensíveis.
• Este pode ser feito por tubos de
PVC dentro do negativo.
• Evitar betonagens nestes elementos
de elevada densidade de aço de
betões tipo S2 pela dificuldade de
fluidez preenchimento dos espaços
vazios e acesso da agulha do vibrador.
POWER STATION, Gibraltar
BETÕES À VISTA

“NUNCA MAIS”
• Evitar betonagens de pilares
para betão à vista de grandes
dimensões.
• Pela complexidade do
trabalho em altura,
montagens de plataformas,
• Garantir a verticalidade dos
mesmos
• Problemas nas juntas de
betonagens

FÁBRICA DA RENOVA, Torres Novas


CASAIS ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO, S.A.

SEDE
Rua do Anjo, 27 – Mire de Tibães
Apartado 2702
4700-565 Braga – Portugal

T 253 305 400


F 253 305 499

DEL. LISBOA
Rua do Pólo Norte, Nº14
Escritório 1.1
1990-266 Lisboa - Portugal

T 218 959 014/5


F 218 959 016

www.casais.pt
casais@casais.pt