Anda di halaman 1dari 14

Prof.

Marcelo Langer

Curso de Biologia
Aula 5 – Reprodução Animal
INTRODUÇÃO
A REPRODUÇÃO permite a conservação da espécies.
Não se relaciona a sobrevivência do indivíduo, mas
sim a perpetuação da espécie. Pode ser:
➢ Sexuada (gâmica) – por meio de gametas há
recombinação genética e aumenta o poder de
adaptação e sobrevivência da espécie.
➢ Assexuada (agâmica) – não há troca de gametas,
não há recombinação genética e reduz a
capacidade de adaptação e sobrevivência.
CONCEITOS

➢ GÔNODAS, órgãos que produzem os gametas,


podem ser femininos (ovários – óvulos); ou
masculinos (testículos – espermatozoides).
➢ NEM TODOS OS ANIMAIS POSSUEM GÔNODAS,
contudo apresentam gametas (poríferos ou
espongiários, e os vermes poliquetas – as
minhocas marinhas). Outras células do organismo
se transformam em gametas.
CONCEITOS
➢ Seres Monóicos (bissexuados ou hermafroditas) – os
dois sexos funcionais em um único organismo,
porém, normalmente em épocas distintas, p.e.,
minhocas, sanguessuga.
(mono = um; oikos = casa; bi = dois)
➢ Seres Dioicos (unissexuados) – os tipos de gônadas
encontram-se em dois indivíduos diferentes, p.e., a
maioria dos animais.
(di = dois; oikos = casa; uni = um)
CONCEITOS

➢GAMETAS, células especializadas, contém os


genes que são responsáveis pela transmissão das
características hereditárias das espécies.
➢Isogametas – gametas idênticos, encontrados
em seres mais simples,
➢Anisogametas – células diferentes,
encontradas na maioria dos seres vivos.
CONCEITOS
➢GAMETAS FEMININOS, geralmente grandes,
imóveis e com reservas nutritivas, chamados de
MACROGAMETAS (óvulos, nos animais) e
(oosferas, nos vegetais).
➢GAMETAS MASCULINOS, pequenos, móveis e
constituídos basicamente de material nuclear,
chamados de MICROGAMETAS
(espermatozoides, nos animais) e (anterozoides
nos vegetais).
CONCEITOS

➢ Células Haploides (n), são oriundas do processo de


meiose e contém meia carga cromossômica. São
células germinativas (gametas).
➢ Células Diploides (2n), oriundas da fecundação ou
do processo de mitose e contém carga
cromossômica completa. São células somáticas
(musculares, nervosas etc.)
CONCEITOS

➢ Células-Ovo (Zigoto) – diploide resultante da


fecundação.
➢ Fecundação é o processo de entrada do gameta
masculino no gameta feminino, p.e., penetração do
espermatozoide no óvulo. Cada gameta contribui
com 50% da carga gênica do novo indivíduo.
Ocorrendo na sequencia a Singamia ou Cariogamia.
CONCEITO
➢ Singamia ou cariogamia, é a união do núcleo do
gameta masculino ao núcleo do gameta feminino,
podendo ser:
➢ Monospérmica – entrada de um só
espermatozoide no óvulo; ou,
➢ Polispérmica – entrada de vários espermatozoides
no óvulo.
➢ MESMO COM A POLISPERMIA, somente, UM
ESPERMATOZOIDE REALIZARÁ A SINGAMIA.
TIPOS DE FECUNDAÇÃO
➢ AUTOFECUNDAÇÃO, ocorre no próprio indivíduo
monoico, quando o seu gameta masculino fecunda
o seu gameta feminino. (muito raro de ocorrer)
➢ FECUNDAÇÃO CRUZADA, quando há troca de
gametas femininos e masculinos, havendo
recombinação gênica. Pode ocorrer em Monoicos e
Dioicos.
TIPOS DE FECUNDAÇÃO
➢ DICOGAMIA, em seres bissexuados ocorre o amadurecimento
de um tipo de gônada antes da outra.
➢ Protandria, a gônada masculina amadurece antes
➢ Protoginia, a gônada feminina amadurece primeiro.
➢ FECUNDAÇÃO INTERNA, ocorre no interior do organismo, é
mais seguro e requer menor quantidade de gametas
fecundados, p.e., aves, mamíferos etc.
➢ FECUNDAÇÃO EXTERNA, ocorre fora do organismo,
normalmente na água. Necessita de um grande número de
gametas para assegurar a perpetuação da espécie, p.e., peixes,
anfíbios etc.
CLASSIFICAÇÃO DOS ANIMAIS QUANTO AOS OVOS
➢ OVÍPAROS, após a fecundação há eliminação do ovo – o
embrião irá se desenvolver externamente, p.e., aves,
insetos, mamíferos monotremadas da Austrália
(ornitorrinco e equidna) etc.
➢ VIVÍPAROS, a fêmea retém o embrião no seu útero até o
seu desenvolvimento completo. O mãe contribui com o
crescimento do embrião com alimentos e gases, p.e,
mamíferos (Homem), exceto os monotremados, e os
marsupiais (canguru e gambá) que expelem o embrião
para uma bolsa ventral (marsúpio).
CLASSIFICAÇÃO DOS ANIMAIS QUANTO AOS OVOS

➢ OVOVIVÍPAROS, o embrião se desenvolve dentro de um ovo


no interior do organismo materno, p.e., escorpiões,
tubarões, cobras peçonhentas.
➢ OVULÍPAROS, a fecundação ocorre no meio externo, a fêmea
descarrega seus óvulos e o macho realiza uma descarga de
espermatozoides sobre os óvulos, p.e., anfíbios, peixes,
corais etc. Importante e necessário é a postura de uma
enorme quantidade de gametas femininos para assegurar a
fecundação e perpetuação da espécie.