Anda di halaman 1dari 27

AULA 5

ALCALOIDES
ISOQUINOLÍNICOS

Prof. (a): Larissa Trigueiros

UNINABUCO - PAULISTA – PE
2018.2
INTRODUÇÃO
Principal característica: presença do
núcleo isoquinolínico

Mais de 4.000 substâncias com esse


tipo estrutural

Exemplos clássicos
- Morfina; - Tubocurarina; - Boldina;
- Codeína; - Galantamina; - Berberina;
- Papaverina. - Hidrastina. - Emetina...
USO HISTÓRICO
Morfina: um dos mais representativos e usado há milênios
3.400 anos a.C.

Hipócrates (2.500 a.C.): ópio como substância mágica

Pérsia (≈ 1.600): uso recreativo

Friedrich Sertürner isolou a


morfina do ópio em 1805
Papaver somniferum
USO HISTÓRICO
Uso da ipeca (Carapichea ipeca-cuanha)
Introduzida na Europa em 1672

Principal alcaloides isoquinólinico: emetina


Carapichea ipecacuanha
Espécies de Galanthus: galantanina
Usadas na medicina popular oriental para
dores de cabeça

Um dos principais fármacos para o mal de


Alzheimer Galanthus sp.
BIOSSÍNTESE
Fenilalanina

Tirosina L-DOPA

Tiramina Dopamina

Alcaloides de Alcaloides de
Alcaloides da
esqueleto isoquinólicos esqueleto isoquinólicos
morfina
mais simples mais complexos
OCORRÊNCIA E DISTRIBUIÇÃO

Ópio Emetina e cefaelina


Látex do fruto imaturo da Extraído da raiz da Ipeca
papula (Papaver (Carapichea ipecacuanha)
somniferum)
OCORRÊNCIA E DISTRIBUIÇÃO
Curare
Curare de tubo Curare cabaça
Extrato aquoso de espécies da
família Menispermaceae e
Logaginaceae

Curare de pote
(mistura das
duas plantas) Strychnos toxifera
Logaginaceae

Chondrodendron tomentosum
Menispermeaceae
OCORRÊNCIA E DISTRIBUIÇÃO

Boldina Hidrastina Galantamina


Folhas de boldo-do- Raízes ou rizomas Gêneros Galanthus
chile (Peumus boldus) secos de Hydrastis e Narcisus
canadensis
MÉTODOS DE EXTRAÇÃO
Extração líquido-líquido

1. Extração aquosa em meio ácido (pH 2);

2. Partição com um solvente orgânico (geralmente,


clorofórmio);

Kar (2003): técnica para obtenção de constituintes


purificados
MÉTODOS DE EXTRAÇÃO
Material vegetal pulverizado
Adição de cloreto de cálcio

Redução do volume filtrado

Adição de hidróxido de sódio a 10%

Partição líquido-líquido com clorofórmio

Alcalinizar com amônia

Fase orgânica Fase aquosa Morfina

Codeína
MÉTODOS DE EXTRAÇÃO

Diferenças físico-químicas entre a codeína e a morfina


Morfina Codeína
- pKa = 9,85; - pKa = 7,95;
- Parcialmente solúvel em clorofórmio, - Insolúvel em clorofórmio, água
água e solução alcalina. e solução alcalina.
CARACTERIZAÇÃO E DOSEAMENTO
Caracterização: testes colorimétricos
Alcaloides opioides
Extrato aquoso + cloreto férrico = coloração vermelha

Presença do ácido mecônico

Emetina (ipeca)
Droga vegetal + HCl + água  filtrado + KCl = coloração
amarelada que é alterada para vermelha (1h)
CARACTERIZAÇÃO E DOSEAMENTO
Caracterização: testes colorimétricos
Boldina (boldo-do-chile)
Extrato etanólico + vanilina a 1% em HCl = coloração
vermelha ou castanho

Hidrastina (hidraste)

Droga vegetal macerada em cloreto de metileno  filtrado +


H2SO4 + cristal de molibdato de amônio = coloração azul
intensa
CARACTERIZAÇÃO E DOSEAMENTO
Caracterização: CCD
Fases móveis diferenciadas

Alcaloides opioides Iodobismutato de


potássio e H2SO4
Amônia concentrada: etanol 96%: acetona: tolueno (2:6:40:40)

Emetina e cefaelina Reagente de


Dragendorff
Amônia concentrada: metanol: acetato de etila: tolueno (2:15:18:65)

Tubocurarina
Iodo-platinato
Clorofórmio: metanol: amônia (50:50:1)
CARACTERIZAÇÃO E DOSEAMENTO
Caracterização: CCD
Fases móveis diferenciadas
Boldina Iodobismutato de potássio + nitrito
Metanol: dietilamida: tolueno (10:10:80) de sódio

Hidrastina e berberina Luz UV, iodeto de potássio,


subnitrato de bismuto
N-propanol: ácido fórmico: água (9:1:9)

Doseamento: CLAE, cromatografia a gás


PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS
PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS
Ópio – papoula (Papaver somniferum)
- Analgésico;
- Indutor de sono (narcótico);
- Tratamento da tosse;
- Antiperistáltico (inibição dos espasmos
na musculatura intestinal).

Elixir paregórico
Ação sinérgica entre
a morfina, codeína e
Antiespasmódico, contra gases, dores
papaverina
estomacais e dores intestinais
PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS
Morfina – papoula (Papaver somniferum)
- Analgésico (dor severa);
- 4 a 6h de ação;
- Causa dependência química e psíquica;
- Via injetável: mais potente que por via
oral;
- Rápida absorção;
- Biotransformada no fígado.
PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS
Codeína – papoula (Papaver somniferum)
- Analgésico, antitussígeno;
- Pequenas quantidades encontradas
naturalmente;
- Semissíntese a partir da morfina;
- Associações contendo anti-inflamatórios
não esteroides (AINE);
- Paracetamol, diclofenaco sódico.
PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS
Noscapina ou narcotina – papoula (Papaver somniferum)
- Antitussígeno;
- Propriedades teratogênicas  exclusão
da terapêutica.

Noscapina
PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS
Papaverina – papoula (Papaver somniferum)
- Inibição dos canais de cálcio  efeitos
antinociceptivos e antiespasmódicos;
- Relaxamento do músculo liso nos vasos
sanguíneos  impotência masculina;
- Não é mais tão utilizada para este fim;
- Soluções injetáveis ou por via oral em
associações;
- Metabolização: fígado;
- Meia-vida: 15 minutos a 1,3 horas.
PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS
Hidrastina – hidraste (Hydrastis canadensis)
- Parte usada: raízes e rizomas;
- Cicatrização de mucosas do trato
respiratório e digestivo;
- Brasil: apenas em preparações
homeopáticas.
PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS
Berberina – hidraste (Hydrastis canadensis)
- Parte usada: raízes e rizomas;
- Utilizado em soluções oftálmicas
associado a outras substâncias;
- Atividades: antiamebiana, antibacteriana,
antifúngica, citotóxica...
- Uso como colagogo: moderadamente
tóxico.

Berberina
PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS
Boldina – boldo-do-chile (Peumus boldus)
- Efeito colerético e colagogo, diurético e
hepatoprotetor;
- Propriedades farmacológicas da boldina:
- Anti-inflamatória;
- Antinociceptiva;
- Protetor endotelial;
- Marcador químico da espécie  fitoterápicos
- Poucos estudos sobre farmacocinética;
- Queda da concentração plasmática: 30 min.;
- Meia-vida: 18 min.
PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS
Curare (tubocurarina)
- Extrato aquoso utilizado por
índios para a caça;
- Causa paralisia da musculatura
esquelética  morte por
parada respiratória; Strychnos toxifera
Logaginaceae
- Ausência de absorção
gastrointestinal  carne apta
Chondrodendron tomentosum
para o consumo; Menispermeaceae
- Tubocurarina: bloqueador
neuromuscular;
- Tempo de meia-vida curto: 12
min.
PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS
Galantanina – (Galanthus sp., Narcisus sp.)
- Tratamento da doença de Alzheimer;
- Inibidor competitivo da acetilcolinesterase;
- ↑ acetilcolina, ↑ função cognitiva;
- Não promove a cura;
- Alta biodisponibilidade (90%) por via oral;
- Tempo de meia-vida: 5h.
PROPRIEDADES FARMACOLÓGICAS
Emetina e cefaelina – ipeca (Carapichea ipecacuanha)
- Atividades:
- Antiamebiana;
- Emética  sobredosagem de
medicamentos ou envenenamento
- Antiviral;
- Antitumoral.