Anda di halaman 1dari 7

1

1. A LITERATURA E CULTURA SEMITA NA TORAH.

Jesus de Nazaré um judeu praticante é sem dúvida o fomentador do cristianismo, religião


monoteísta que se consolida a partir do século 1° D.C. O Cristianismo tem como principal
dogma a crença na existência de um único Deus, o Pai, cujo seu filho Jesus Cristo e o
Espírito Santo são um em essência. O monoteísmo cristão é certamente um dogma que
herdou do judaísmo, que foi o berço para seu nascimento, Além disso, o cristianismo
anexou como parte de seu livro sagrado a Biblia Hebraica denominado no cristianismo de
Antigo Testamento. Jesus Cristo segundo a tradição cristã é o filho de Deus que veio ao
mundo para salvar os homens do pecado e
2

presença da luz. é Ele. Tal realidade, como a que os nossos céus e a nossa
terra possuem, é um reflexo da Sua absoluta Realidade. Os panteístas
transmitem uma idéia errada, ao dizer que tudo é Ele. A verdade será melhor
evidenciada se dissermos que tudo é d’Ele. Como poderia alguém postar-se
ante Ele, ufanando-se perante Ele, por direito, e clamar por intercessão junto
ao seu próximo? Em primeiro lugar, ambos pertencem a Ele, sendo que Ele
vela tanto pela vida de um como pela de outro. Em segundo, ambos estão na
dependência da Sua Vontade e do Seu Comando. Porém Ele, em Sua
Sapiência e Planificação, pode cotejar as Suas criaturas e conceder-lhes
graus de superioridade umas sobre outras. Então, questões, de acordo com
as leis e os deveres que lhes forem impostos. Os conhecimentos de

3 REFORMA PROTESTANTE.
Tudo quanto existe nos céus e na terra glorifica Deus, porque Ele é o Poderoso, o
Prudentíssimo. Seu é o reino dos céus e da terra; dá a vida e dá a morte, e é
Onipotente. Ele é o Primeiro e o Último; o Visível e o Invisível, e é Onisciente. Ele
foi Quem criou os céus e a terra, em seis dias; então, assumiu o trono. Ele bem
conhece o que penetra na terra e tudo quanto dela sai; o que desce do céu e tudo
quanto a ele ascende, e está convosco onde quer que estejais, e bem vê tudo
quanto fazeis. 1

[3.1 IGREJA PRIMITIVA E PATRÍSTICA.

 Unicidade;
 Eternidade;
 Imutabilidade;
 Onipotente;
1
http://leiaosagradoalcorao.blogspot.com.br/2010/11/57-surata-al-hadid-o-ferro.html. Acesso em 02/01/2018.
3

Não assolará desgraça alguma, quer seja na terra, quer sejam a vossas pessoas,
que não esteja registrada no Livro, antes mesmo que a evidenciemos. Sabei que
2
isso é fácil a Deus..

3.2 IDADE MÉDIA.

ÚNICO, esse é o centro unificador de todo o alcorão, Alá é um Deus totalmente


transcendental e poderoso, mas o centro de toda a religião islâmica é a unicidade e
simplicidade de Alá.

ó adeptos do Livro, não exagereis em vossa religião e não digais de Deus senão a
verdade. O Messias, Jesus, filho de Maria, foi tão-somente um mensageiro de
Deus e Seu Verbo, com o qual Ele agraciou Maria por intermédio do Seu Espírito.
Crede, pois, em Deus e em Seus mensageiros e digais: Trindade! Abstende-vos
disso, que será melhor para vós; sabei que Deus é Uno. Glorificado seja! Longe
está à hipótese de ter tido um filho. A Ele pertence tudo quanto há nos céus e na
3
terra, e Deus é mais do que suficiente Guardião.

Nada é comparado a Alá e não existe absolutamente nada ou algo que se


assemelhe a ele.

É o Originador dos céus e da terra... Nada se assemelha a Ele, e Ele é o


4
Oniouvinte, o Onividente.

3.

Alá é eterno, pois criou todas as coisas, mesmo o mal foi criado por Alá, não
existe uma disputa entre o bem e o mal, Alá é soberano sobre todas as coisas.

9
http://leiaosagradoalcorao.blogspot.com.br/2010/11/57-surata-al-hadid-o-ferro.html. Acesso em 02/01/2018.
3
http://leiaosagradoalcorao.blogspot.com.br/2011/09/4-surata-nissan-as-mulheres- consulta..html. Acesso em 02/01/2018.
4
http://leiaosagradoalcorao.blogspot.com.br/2010/11/42-surata-ax-xura-consulta.html. Acesso em 02/01/2018.
4

Suas são as chaves dos céus e da terra; prodigaliza e restringe a Sua graça a
5
quem Lhe apraz, porque é Onisciente. Surata: 42:12.

3.4 PÓS-REFORMA.

Alá não é imutável no sentido de manter uma lei que até ele mesmo se submeta,
isso por que ao que parece ele é EX– LEX ( sem lei), ele quem faz a lei ser verdadeira ou
não. Tal lei não é extática ou absoluta, pois somente Alá é absoluto e soberano.

Depois de nos conscientizarmos de que a Sua Vida é uma Vida absoluta, de que o
Seu Ser é um Ser absoluto, ao passo de outras vidas e outros seres são eventuais
e evanescentes, nossas idéias de céus e terra desvanecer-se-ão como brumas na
presença da luz. O que está por detrás dessas brumas é Ele. Tal realidade, como
a que os nossos céus e a nossa terra possuem, é um reflexo da Sua absoluta
Realidade. Os panteístas transmitem uma idéia errada, ao dizer que tudo é Ele. A
verdade será melhor evidenciada se dissermos que tudo é d’Ele. Como poderia
alguém postar-se ante Ele, ufanando-se perante Ele, por direito, e clamar por
intercessão junto ao seu próximo? Em primeiro lugar, ambos pertencem a Ele,
sendo que Ele vela tanto pela vida de um como pela de outro. Em segundo,
ambos estão na dependência da Sua Vontade e do Seu Comando. Porém Ele, em
Sua Sapiência e Planificação, pode cotejar as Suas criaturas e conceder-lhes
graus de superioridade umas sobre outras. Então, questões, de acordo com as
leis e os deveres que lhes forem impostos. Os conhecimentos de Deus são
absolutos e não estão condicionados pelo Tempo e pelo Espaço. A nós, Suas
criaturas, estão condições sempre se aplicam. Os Seus conhecimentos e os
nossos, acham-se, por isso mesmo, em diferentes categorias, sendo que os
nossos apenas conseguem alguns reflexos da realidade, quando concordam com
6
a Sua Vontade e Planificação.

Onipotência;

E se lhes perguntares quem criou os céus e a terra, seguramente te responderão:


Allah! Dize-lhes: Tereis reparado nos que invocais, em vez de Allah? Se Allah
quisesse prejudicar-me, poderiam, acaso, impedi-Lo? Ou então, se Ele quisesse
favorecer-me com alguma graça, poderiam eles privar-me dela? Dize-lhes (mais):
Allah me basta! A Ele se encomendam aqueles que estão confiantes. Surata:
39:38.7

Alá é um Deus absurdamente transcendente, inigualável e inatingível, não existem leis


para Alá, pois leis cerceiam ações, mas Alá não pode ser cerceado por ninguém, portanto

5
http://www.islamemlinha.com/index.php/artigos/caracteristicas-do-muculmano/item/a-confianca-em-allah-tawakol-ala-allah. Acesso em 02/01/2018
6
http://www.islamemlinha.com/index.php/artigos/caracteristicas-do-muculmano/item/a-confianca-em-allah-tawakol-ala-allah. Acesso em 02/01/2018
7
http://www.islamemlinha.com/index.php/artigos/caracteristicas-do-muculmano/item/a-confianca-em-allah-tawakol-ala-allah. Acesso em 02/01/2018
5

as leis são apenas conceitos humanos. Qualquer descrição ou conceituação humana de


Alá não passa de conceitos qualitativamente errôneos e vazios.

Dize: Ó Allah, Soberano do poder! Tu concedes a soberania a quem Te apraz e a


retiras de quem desejas; exaltas quem queres e humilhas a Teu bel prazer. Em
8
Tuas mãos está todo o Bem, porque só Tu és Onipotente. Surata: 3:26.

da ira de Deus. Jesus precisava morrer para aplacar a ira de Deus, somente este
sacrifício seria suficiente para satisfazer a justiça divina, tal interpretação é fruto da leitura
da Biblia Hebraica ou Antigo Testamento totalmente com pressuposições Cristãs.

8
http://www.ebooksbrasil.org/eLibris/alcorao.html#AAL%20IMRAN. Acesso em 03/01/2018.
6

de outra maneira9” essa concepção da divindade é chamada pelos cristãos de


TRINDADE, um Deus que existe em três pessoas (Pai, Filho e Espirito Santo). Uma das
principais confissões denominacionais diz o seguinte:

I. Há um só Deus vivo e verdadeiro, o qual é infinito em seu ser e perfeições. Ele é


um espírito puríssimo, invisível, sem corpo, membros ou paixões; é imutável,
imenso, eterno, incompreensível, onipotente, onisciente, santíssimo,
completamente livre e absoluto, fazendo tudo para a sua própria glória e segundo
o conselho da sua própria vontade, que é reta e imutável. É cheio de amor, é
gracioso, misericordioso, longânimo, muito bondoso e verdadeiro remunerador dos
que o buscam e, contudo, justíssimo e terrível em seus juízos, pois odeia todo o
pecado; de modo algum terá por inocente o culpado.
II. Deus tem em si mesmo, e de si mesmo, toda a vida, glória, bondade e bem-
aventurança. Ele é todo suficiente em si e para si, pois não precisa das criaturas
que trouxe à existência, não deriva delas glória alguma, mas somente manifesta a
sua glória nelas, por elas, para elas e sobre elas. Ele é a única origem de todo o
ser; dele, por ele e para ele são todas as coisas e sobre elas tem ele soberano
domínio para fazer com elas, para elas e sobre elas tudo quanto quiser. Todas as
coisas estão patentes e manifestas diante dele; o seu saber é infinito, infalível e
independente da criatura, de sorte que para ele nada é contingente ou incerto. Ele
é santíssimo em todos os seus conselhos, em todas as suas obras e em todos os
seus preceitos. Da parte dos anjos e dos homens e de qualquer outra criatura lhe
são devidos todo o culto, todo o serviço e obediência, que ele há por bem requerer
deles.
III. Na unidade da Divindade há três pessoas de uma mesma substância, poder e
eternidade - Deus o Pai, Deus o Filho e Deus o Espírito Santo, O Pai não é de
ninguém - não é nem gerado, nem procedente; o Filho é eternamente gerado do
Pai; o Espírito Santo é eternamente procedente do Pai e do Filho.10

A grande maioria dos estudos relacionados sobre o ser de Deus no cristianismo sustenta
a divisão entre atributos COMUNICÁVEIS (Deus compartilha com suas criaturas) e
atributos INCOMUNICÁVEIS (Deus não compartilha com suas criaturas, lembrando que

9
R.C . Sproul, Somos Todos Teólogos, uma introdução a teologia sistemática. São José dos Campos-SP. Editora Fiel. Pág. 94.
10
Confissão de fé de Westminster(1643-1646). Pag. 5.
7

esta divisão é apenas para fins didáticos, pois não existe separação entre Deus e seus
atributos). Vamos trabalhar os mesmos atributos, estes atributos também são
compartilhados pelas três pessoas da Trindade, todos possuem os mesmos atributos:

 Unicidade;
 Eternidade;
 Imutabilidade;
 Onipotente;