Anda di halaman 1dari 13

THM

~helib(Qs ,," E""""'Pter eo""""'Y

AQUECIMENTO - VENTILAÇÃO
15. 1 - Sistema de ventilação 15.2 - Sistema ,de aquecimento e desembaçamento

15.1 - SISTEMA DE VENTILAÇÃO


O ar utilizado no sistema de ventilação, captado no exte-
rior através de uma tomada de ar dinâmica (1) é dirigido
,. !li!!

por uma válvula de distribuição (2), comandada por uma


manete (6):
- para o sistema de ventilação da cabine, que compreende
8 difusores de ventilação reguláveis (4) (posição 1 da
válvula),
- ou para os difusores de desembaçamento do pára-brisa
(3) onde o ar de ventilação se mistura ao ar quente do
sistema de aquecimento (posição 2 da válvula).
O fluxo de ar pode ser progressivamente aumentado da
posição 1 para a posição 2.
I"-'-""-'-' '

1 -Caixa de ventilação
' ' ~

I ~
/
-
#' .

2 - Válvulade distribuição I frente


I -- '
3 -Difusores de desembaçamento I
I
do pára-brisa I
4 -Difusor de ventilação regulável I I
I "
I 56 --Manete
Duto de ar de ventilação
de comando válvula (2)
I

,
L 7 -Dreno
f
, ,

2 ----------
J I
para os difusores de "
desembaça-I
mento I
I Coletor de água
paraos I
difusores de I
ventilação I ...
I
I
'...- ._- -- "'"

3 NOTA: O dreno de água contida nos coletores e na caixa


de ventilação é realizada por um único dreno (7).

1 5

t
~.~
~, J

,
,~'..
.J .~ ~~
""-:-:!~..,.
'".-- -' ~;r,,""-
,-'
.>".

~
3 ,v

.u:
7
../
N3
Estedocumento é propriedadeda HELlBRAS. Ele não pode ser transmijjdoa terceirosnem reproduzidosem a autorizaçãoprévia porescritoda
HELlBRASe seu conteúdonão pode ser divulgado.@HELlBRAS2OO4.
15.1
THM
~helib(Qs .n Eurocoptor eo"",,,,"y

15.2 - SISTEMA DE AQUECIMENTO E DESEMBAÇAMENTO


Uma mistura de ar quente (P2), sangrada dos motores O fluxo de ar distribuído pelos difusores de aquecimento
(T1 - T2) na saída do compressor centrífugo, e de ar (12) pode ser regulado por uma válvula (11) comanddada
ambiente, succionado por duas trompas de indução (9), por uma alavanca (13) - 1 alavanca do lado do piloto, 1
sob o piso da cabine, é distribuída no interior da cabine alavanca do lado do co-piloto. Para aumentar a eficiência
através de: do sistema de desembaçamento do pára-brisa, pode-se
- 4 difusores de aquecimento (12), aumentar o fluxo de ar fresco, abrindo-se a válvula (16) da
- 2 difusores de desembaçamento do pára-brisa (14), caixa de ventilação e o fluxo de ar quente, fechando-se
- 2 difusores de desembaçamento dos painéis laterais as válvulas (11)dos difusores de aquecimento.
inferiores (15).
T2
O fluxo de P2 é controlado por uma válvula (3) a partir de
uma manete (2) por um comando flexível de esferas.

\ I Aceleração de P2 cria
'
I I 'vi
i

14
\ 13, 11 12 11
I
10
! i
9
uma depressão que
succiona o ar
ambiente

EFICIÊNCIA DO AQUECIMENTO: Para uma temperatura


ambiente de -20° C e a temperatura de ar P2 de 220°C (obtida
em potência de cruzeito), a temperatura na saída dos difusores
de aquecimento atinge 35°C, o que dá uma temperatura de 15
°C no interior da cabine.
, 1 -Manetedecomandoda válvulade ventilação. 150b o piso da cabine
Manete à frente, ar fresco liberado nos difusores I -
10 Tubulação de distribuição termo-isolada de
de desembaçamento do para-brisa. Comando I grandediâmetro(sobopiso da cabine)
por cabo. I 11- Válvula de regulagem do fluxo dos difusores de
2 -Manete de comando da válvula de aquecimento. I
aquecimento
Manete à frente: válvula aberta. Comando por
cabo flexível de esferas.
I 12 - Difusores de aquecimento no piso da cabine -2
3 - Válvula de P2
I à direita, 2 à esquerda.
13 -Alavanca de comando das válvulas Flap (11) -1
4 - Válvula unidirecional dupla que isola os motores I
dó lado do piloto e 1 do lado do co-piloto.
entresi I Ligação das 2 válvulas por cabo. Alavanca
5 -Mangueiras flexíveis (aço inoxidável) I
puxada:válvulas abertas.
6 - Tomada de P2 no motor. Restritor limitando o I 14 - Difusores de desembaçamento do pára-brisa.
fluxo de ar P2 em 60 g/s 15 -Difusores de desembaçamento dos painéis
7 - Tubulação rígida no bagageiro (liga leve) laterais transparentes.
8 -Injetar aumenta a velocidade de P2 16- Válvula de comando de ventílação
9 - Trompa de indução que succiona o ar externo 17-Caixa de ventilação (tomada de ar dinâmico)
N3
Estedocumentoé propriedadeda HELlBRAS.Ele nãopodeser transmitidoaterceirosnem reproduzidosem a autorizaçãopréviaporescr~oda
HELlBRASe seu conteúdonão pode ser divulgado.@HEUBRAS2OO4.
152
THM

.~helib(Qs "" Eu""""lftel' Go""","y

15.2- SISTEMA DE AQUECIMENTO E DESEMBAÇAMENTO (Cont.)


W -

" t\

11.-~_~H-

9
1 - Manete de comando da válvula de P2
2 - Válvula de P2
3 - Tomadas de P2 nos motores
4 -Conexão em T
5 -Injetor de P2
6 - Trompa de indução
7 -Difusor de aquecimento
8 -Alavanca de comando das válvulas dos
difusores de aquecimento
-
9 Difusores de desembaçamento do painel lateral
transparente
10 -Difusor de desembaçamento do pára-brisa
11 -Caixa de ventilação
N3
Estedocumentoé propriedadeda HELlBRAS. Ele nãopodeser transmitidoa terceirosnem reproduzidosem a autorizaçãopréviapor escritoda
HELlBRASe seu conteúdonão podeser divulgado.@HELlBRAS2004.
15.3
THM
~helib(Qs
aoE""""",-
Comptl"Y -
AQUECIMENTO - VENTILAÇAO
15.1 - Sistema de Ventilação 15.3 - Sistema de Ventilação do Bagageiro
15.2 - Sistema de Aquecimento e Desembaçamento 15.4 - Sistema de Ar Condicionado

15.1 - SISTEMA DE VENTILAÇÃO

15.1.1. DESCRiÇÃO 15.1.2. OPERAÇÃO


.A ventilação dos pilotos é assegurada
reguláveis localizados sob o painel de instrumentos.
por dois bocais A válvula flape de distribuição (1) é operada através de
uma manete(2) localizadano paineldo teto:
Uma tomada de ar localizada sob o pára-brisa fornece ar - Para trás: ar externo fornecido para os dois bocais
externopara a caixade ventilação.A caixade ventilação reguláveissobo painelde instrumentos.
está equipada com um sistema de dreno, uma válvula -Parafrente: oar externoéfornecidoparaosdoisbocais
flape de distribuiçãode duas posiçõese umventilador reguláveise paraos difusoresde desembaçamentodo
elétrico.
.A ventilação dos passageiros é
assegurada através das portas dos
pára-brisa.

passageiros por tomadas "NACA"do


lado externo e bocais reguláveis SOl o
do lado interno.
O _. .
, ,: O 0-' O-
' = le

Caixa de ~
ventilação ~,

'\ Difusor de desembaçamento 4


do pára-brisa

para os difusores
~ de
desembaçamento

"..>

15.1.3. COMANDO DO VENTILADOR 1


ELÉTRICO
Umachavede comando(3) localizadano painel12a.é
utilizadapara ligare desligar o ventiladorelétrico (4)a fim Tubulação de para os bocais de ventilação
dreno de água
de assegurar a ventilaçãonacabinedurante o vôo pairado.
1--1 - _ ''
'' '
I 5 a I 1 1' 2.'.' ' -
"

"a
,, ,, , "" ,

4
' "
I~_~
r
.'" .. ,

,"
Ir~.'Â
" ,
,,

I 115V 2 Capacitar m_:~~II


I
I L
,
- -
~! A,..,
- - J
L J

Estedocumentoé propriedadeda HELlBRAS. Ele não pode ser transmitidoa terceirosnem reproduzidosem a autorizaçãoprévia por escritoda
HELlBRASe seu conteúdonão podeser divulgado.@HEUBRAS2004.
15.1
THM
~helib(Qs an Eu"'""pter Gompa"y

15.2 - SISTEMA DE AQUECIMENTO E DESEMBAÇAMENTO

Uma mistura de ar quente sangrado (P2) dos motores (ENG O fluxo do ar distribuído pelos difusores de aquecimento
1 - ENG 2) na saída do compressor centrífugo e de ar (11) pode ser ajustado por uma válvula flape que é
ambiente succionado por duas trompas de indução (9), sob controladapelaalavanca (12) - 1 alavancado ladodo piloto
o piso da cabine, é distribuído para a cabine através de: e 1 do lado do co-piloto.
- 4 difusores de aquecimento (11)
- 2 difusores de desembaçamento do pára-brisa (15)
- 2 difusores de desembaçamento (13) do lado dos
EFiCÁCIA DO AQUECIMENTO: Quando a temperatura
painéis transparentes inferiores.
do ar externo é -20°C e a temperatura do ar P2 é 220°C
O fluxo de P2 é controlado por uma válvula (6) a partir da (obtida em potência de cruzeiro), a temperatura na saída
manete (2) por um comando flexível de esferas. dos difusores de aquecimento atinge 35°C, que dá uma
temperatura no interior da cabine de 15°C.

"

15
14
Aceleração do fluxo de
P2 causado por uma
depressão que succiona
o ar ambiente

10
12
13

8 -Injetor aumentando a velocidade do ar P2.


I 1 -Manete de comando da válvula flape de ventilação. 9 - Trompade indução que succiona o ar externo sob
iI Quando a manete está à frente, o ar frio é liberado
o piso da cabine
, para os difusores de desembaçamento do pára- 10 - Tubulaçãode distribuição isolada de grande
brisa - Comando por cabo. diâmetro (sob o piso da cabine)
2 -Manete de comando da válvula de aquecimento. 11-Difusores de aquecimento no piso da cabine, 2 do
Manete à frente: válvula aberta. Comando flexível de
lado direito, 2 do lado esquerdo.
esferas. 12 -Alavanca de comando da válvula flape de ajuste
3 - Tomadade P2 no motor. Restritor limitando o fluxo
-
do fluxo 1 do lado do piloto e 1 do lado do co-
de P2 em 60 g/s. piloto - A ligação das 2 válvulas flape é por cabo.
4 -Mangueiras flexíveis (aço inoxidável). Alavanca puxada, válvula flape aberta.
5 - Válvula unidirecional dupla isolando um motor do 13-Difusores de desembaçamento do painel lateral ,I
outro.
transparenteinferior. iI
6 - Válvula de P2.
7 - Tubulaçãorígida no bagageiro (liga leve)
14-Unidadede ventilação(entradadear) I
15 -Difusordedesembaçmentodop~~a-bri~~ J

Estedocumentoé propriedadeda HELlBRAS. Ele nãopodeser transmitidoa terceirosnem reproduzidosem a autorizaçãopréviaporescritoda


HELlBRASe seu conteúdonãopodeser divulgado.@HEUBRAS2OO4.
152
THM
~helib(Qs &n Eu""""""", Gorr.peny

15.3 - SISTEMA DE VENTILAÇÃO DO BAGAGEIRO


15.3.1. DESCRiÇÃO
A ventilação do compartimento do bagageiro é realizada 15.3.2. OPERAÇÃO
a partir de um sistema de ventilação forçado, O ar fresco externo coletado pela tomada de ar é
compreendendo: distribuído no interior do bagageiro.
- uma tomada de ar localizada na porta do bagageiro Quando a temperatura for superior a 40°C, um dos
- um ventilador elétrico, termocontator localizado próximo ao armário elétrico
- uma chave de comando localizada no painel do teto, energiza o ventilador elétrico, se a chave de comando
estiver posicionada em "ON". O ar quente é expulso no
- um sistema de comando automático permitindo que o
compartimento da roda do trem de pouso esquerdo.
ventiladorexpulseo ar quentequandoa temperaturadentro
do bagageiro atingir 40°C, Se a temperatura for superior a 70°C, a luz "CARGO
- uma luz de alarme "CARGO FAN". FAN" se acende no painel de alarme 7a.
Assim que a temperatura diminuir, a luz "CARGO FAN"
se apaga e, abaixo de 40°C, o ventilador elétrico pára.

Nota: em caso de aumento significativo da temperatura


no bagageiro (110°C aprox.), o circuito de ventilação é
cortado através do termocontato "superaquecimento do
bagageiro" (Ver o capítulo 14.4).

/
Chave de
comando -
ventilador no
bagageiro

15.3.3 CIRCUITO ELÉTRICO SIMPLIFICADO

--- ' '' "

~ ~ "
" ' ' "' '
" "

~
~

~.."I }~
""

,,,' '
: , "
,
" ,

M
I
~ I
~ ,CS
'

, "

I,j,iQ.'
""

I I , """,, ,,
,,

J"
" ,,

,
I
""",

1---1 :
I 115V1 I

~
'

7a.
! .r,","'1
I--- 5 a. I : I CARGO
FAN H V
..,..
v---11'
L
L"'.1~~.~
", ,.",~",,."".1

~ ~'Ii I

e =7ooet
, --

IL I i'
I
~-- I
-
O/HEAT
- _..J I I ~
I

I 36 a. I 1--- I i I i
I 28V1+21
I- --~ I
~OFf;:l
,
~ ~
i

I i~ I i!
!

le=40°C~<1 t> H tO=4o°cl


1
12
-,," ,a.
- __n ON I
!~-j 11
~+I If=!';~---
:

I f

Este documento é propriedade da HELlBRAS, Ele não pode ser transmitido a terceiros nem reproduzido sem a autorização prévia por escrito da
HELlBRAS e seu conteúdo não pode ser divulgado.@HEUBRAS2OO4.
153/4
THM
~helib(Qs ao E""""OVt<>" a::orr.pany

15.4 - SISTEMA DE AR CONDICIONADO


O ar condicionado instalado na aeronave melhora o O fluído de refrigeração HFC134a flui em um circuito
conforto dos passageiros diminuindo a temperatura e fechado entre o compressor e a unidade de refrigeração.
reduzindo a umidade relativa. O condensadoré resfriadopor umventilador que succiona
o ar do bagageiro e expulsa-o através de um duto do lado
O sistema compreende: esquerdo da fuselagem.
.Um compressor montado na caixa de transmissão prin- O ar circulado dentro da cabine pelo ventilador do
evaporador é succionado da parte inferior da parede
cipal e acionado por uma correia a partir de uma polia
traseira da cabine e distribuído através dos difusores do
instalada no eixo do pinhão de saída da transmissão
traseira. teto da cabine após passar através do evaporador.
.evaporador,
Uma unidade de refrigeração (condensador- O vapor de água que condensa quando o fluxo de ar da
cabine passa através do evaporador é coletado em uma
ventiladores e equipamentos elétricos)
montados a partir do teto na parte traseira do bagageiro . bandeja da unidade e, em seguida, drenado para fora.

DISTRIBUiÇÃO DE
AR FRIO
(16 saídas)
'-',

SAíDA DE AR DE
CONDENSAÇÃO

15.4.1. ESPECIFICAÇÕES DO DESEMPENHO DO SISTEMA DE AR CONDICIONADO


Com os acessórios da cabine versão executiva, o sistema Peso total: 57.4 kg
de ar condicionado é destinado a manter a temperatura Potência de refrigeração: 6 kW
interna em 30°C quando a temperatura externa for+40°C. Consumo de potência do compressor: ".. 3.7 kW

15.4.2. PRINCíPIO OPERACIONAL


O ar condicionado usa o ciclo termodinâmico de - Ovapor~ conversão do líquido no condensador libera
compressão do vapor baseado nas mudanças no estado calor para o ar externo.
do fluido de refrigeração. A energia é fornecida pela - O líquido ~ conversãodo vapor no evaporador removeo
compressão do vapor entre dois níveis de pressão por calor do ar da cabine reciclado.
um compressor acionado por motor. A troca de calor O ciclo completo incluivários componentesintermediários.
ocorre quando muda o estado do fluído:
VAPOR ----
CONDENSADOR
EVAPORADOR

Compressor

Refrigeração do ar
t Redutor de ~ Refrigeração do
vapor de alta
condicionado pressão pelo ar
externo'

---LIQUIDO

Este documento é propriedade da HELlBRAS. Ele não pode ser transmitido a terceiros nem reproduzido sem a autorização prévia por escrito da
HELlBRASe seu conteúdonão podeser divulgado.@HEUBRAS2OO4.
155
THM
~helib(Qs an Euroccpter Uomp<lny

15.4.3. COMPONENTES E FUNÇÕES DO SISTEMA DE AR CONDICIONADO

3
2 Ar de ventilação
Ar refrigerado nas I no bagageiro
I
saídas dos
difusores do teto

Saída de ar EXTERIOR
para a ~
cabine 8 7
t 6
~ ~
t
I
C I ,
Recarga

~
Recarga
'-- 10 ...-

...-

12
..
8 Embreagem de acoplamento eletromagnético:
1 Coletor de água: retéma águaprovenientedo ar reciclado aciona o compressor quando os pre-requisitos
da cabine,que é condensadae drenadaparafora. operacionais são obtidos.
2 Unidade do Evaporador: trocador de calor entre o ar 9 Motor do ventilador: inclui dois ventiladores para cir-
da cabine e o fluído refrigerado. cularo fluxode ar atravésdo evaporador e do condensador.
3 Unidade do condensador: trocador de calor entre o 10 Compressor:
fluído refrigeradoe o ar externo,fazendo com que o fluído Velocidade de rotação: 3000 rpm
refrigerado mude do estado gasoso para líquido.
Vazão do fluído refrigerante:50 g/s
4 Manocontactor monitorando o circuito de alta
Pressão de sucção: 1.5 bar
pressão: corta o circuito de alimentação eletromagnético
da polia do compressor se a pressão ultrapassar 28 bar Pressão de descarga: 15.2 bar
por mais de 20 segundos (ver os dispositivos elétricos de 11 Regulador: Em paralelo com o circuito de expansão
segurança). térmico, fornece gás quente para evitar a formação de
5 Filtro dessecador:filtra as impurezas e água no fluxo gelo na entrada do evaporador; o regulador é controlado
do fluído refrigerante. . pela pr.essãode evaporação.
6 Reservatorio de fluído com visor de nível 12 Válvula termostática: reduz a pressão do líquido
(capacidade: 0.85 I): fornece uma reserva de fluído para refrigerantee controlaa taxa de vazão de fluídodetectando
compensar em caso de pequeno vazamento e variações a temperaturado vapor na saída do evaporador para evitar
em condições operacionais (carga térmica, temperatura que o líquido atinja compressor.
do ar externo). 13 Manocontactor monitorando o circuito de baixa
7 Acionamento do compressor: polia montada no pressão: mesma função do pressostado de alta pressão,
acoplamento CTP/ eixo de transmissão traseira. mas para pressão inferior a 1.5 bar.

Este documentoé propnedadeda HELlBRAS.Ele nãopode ser transmitidoa terceirosnem reproduzidosem a autolização préviapor escntoda
HELlBRASe seu conteúdonãopodeser divulgado.@HELlBRAS2OO4.
156
THM
+helib(Qs ." Eu"""", C"""'P'I"Y

15.4.4. DISPOSITIVOS DE PROTEÇÃO E ALIMENTAÇÃO DO SISTEMA DE AR CONDICIONADO


OS DOIS GERADORES ACOPLADOS

NOTA IMPORTANTE

O compressor é acionado mecanicamente: isto


significa que o ar condicionado só começa a funcionar
depois que os dois motores estiverem funcionando
(fonte externa desconectada). + 28V
Seletor dI:! missão
i-i-'
FAIL
, Gancho," "'OFFI
o
~.
;

L - ~uinch~ - I
I

iI
i

AR
CONDICIONADO

Duas condições devem ser satisfeitas antes do ar condicionado começar


a funcionar:
- os dois geradores devem estar acoplados,
- o guincho, outro grande consumidor, não deve estar operando (isto é, o
seletor de missão deve estar posicionado em "OFF" ou "GANCHO".
-------------------- ---------------------------------------

UM GERADOR ISOLADO
i
i
I
I

I
i
I
r 1-+ I +-I
~I PP9 PP8
I

-! 28V I -c 28V
I
~ missão
Seletor
1-
IGan~hO "
-$ missão
-,
OFFI
FAI I
!
I

i
!
Seletor
1-
IGan:ho
L-
"-,

IBu~~'.J
OFFI
I
I

I
L-I~,_I ~
i

!
!
~
I

AR AR
CONDICIONAD CONDICIONADO

Estedocumentoé propriedadeda HEUBRAS. Ele nãopodeser transmitidoa terceirosnem reproduzidosem a autorizaçãopréviapor escritoda
HEUBRAS e seuconteúdo nãopodeser divulgado.@HELlBRAS2OO4.
15.7
THM
~helib(Qs "" furoeopter Gompcf1)l

15.4.5. CIRCUITO ELETRICO E DE COMANDO DO SISTEMA DE AR CONDICIONADO

( 1) Funções dos componentes

4
7 a ÍÃIR-coNi>l

3
~ - -
-- - ~ 833H I
o
I
I
OFF I
1 5a 2 12a VENT I
- - --
I Gancho I
O~ COOL
I I r Guinçh~ I
0-----,

- - I

- -- OFF I --
I~ I I

I I ---- ---- --- - - I

r-
:r,
1_-
, nn.nnmm.mnnnm.m.mn.,
I --

!
r -- JI~II ~- s
PP9H
vemde15P
+
G=t
11
Ili;.~ill
I
-
1

4i:uJ
-

-
I 8!~!I

i
I
-

I
-

vem de 14P I
R

Il I : I I .+ I
il : I I~~;I~ I I .

=
i I
I ---- 1d
1a

24P I mmnn.1
~{~ 25~ ~ 835H 1- Jl34H -::' ~38H _I ~ -.
L- _..J<I

24PI25P - Relés de partida: devem estar desenrgizados


1 -Painel de disjuntores 5a: alimentação dos para o relé da unidade de alívio de corrente
comandos do ar condicionado 838H encontrar massa.
2 -Seletor de missão
833H - Unidade do ar condicionado, compreendendo:
.
3 -Chave de comando de 3 posições:
OFF: desligado
. VENT: ventilação somente pelo ventilador (7)
. Relé K1 (temporização de 2 s para
energização)
. COOL : ar condicionado . Relé K2 (temporização de 20 s para
desenergização)
4 -Luz de alarme de pane no sistema (conforme a . R3 Resistor de queda de tensão, al(mentação
versão) de 14Vpara a embreagem eletromagnética (6)
5 - Polia de acionamento do compressor montada no
.' Manocontactor de baixa pressão LP (se abre
acoplamento transmissão traseira I CTP quando a pressão está abaixo de 1.5bar)
6 - Polia de acionamento do compressor equipada
. Manocontactor de alta pressão HP (se abre
com embreagem eletromagnético quando a pressão ultrapassa 28 bar)
7 - Compressor
. Temporizador T20s:
M -Motor do ventiladorpara o sistema evaporador- . alimenta o circuito do relé K2
condensador
imediatamente quando energiz.ado
1a -Chave geral elétrica
. corta a alimentação do relé K2 20 s após
desenergizado.

Estedocumentoé proprtedadeda HELlBRAS. Elenão podeser transmitidoa terceirosnem reproduzidosem a autortzaçãopréviapor escritoda
HELlBRASe seu conteúdonãopodeserdivulgado.@HEUBRAS2OO4.
158
THM
-~helib(Qs on EU"""'1'tec Gompeny

15.4.5. CIRCUITO ELETRICO E DE COMANDO DO SISTEMA DE AR CONDICIONADO (CONT.)

( 2) Chave de comando na posição "VENT"

~
l-
12 a.
- - - ~

~L_~J2~f:- ~ ~I":-i
~
~ - -
I:II~I li
~
'

5a.
1--' IGancho-
o -I ,
,~
(XX). I~
I!
i
- LP
II~I
I 'HPr I
I I 0Guincho
I I
i 11> I I~I'I "-..1- I
I ;;t
I'" I
---- i 11..t._J ~~o 01 I
i I~II I
I~I
If u--{ ! ~ 1

1__1
~: ! :I:'
~,w ~~
I I ~ I I

1- I li II ! "'."';
o io i
- - - -! I~ i I'I .. !I
: ec. tv--:
de 15P
I
I
+1
1

I I1
II J: i::~ "" I . I,', -21..W- I
~I
I .. I !-
I derr-

11a.
- I ' ----
1d
- - -!
i: --:-Tl IL 835H _I ~34H I
125P - - - - - -=- -- ~3~ _I
l-m:mnP
L- - ~ ~, 24P

Os dois geradores estão acoplados.


Os relés 835H e 834H são alimentados a partir dos
terminais DIV dos relés de corrente reversa 15P e14P,
respectivamente.
O refé de potência 21H é alimentado através da posição
VENT da chave de comando.
Os três relés encontram um massa comum através da
posição desenergizada dos relés de partida 24P e 25P.
A unidade motor-ventilador (M) é alimentada a partir da
barra principal PP9 e protegida por um fusível de 130 A.

Este documento é propriedade da HELlBRAS. Ele não pode ser transmitido a terceiros nem reproduzido sem a autorização prévia por escrito da
HELiBRAS e seu conteúdo não pode ser divulgado.@HEUBRAS2OO4.
159
THM
+helibrQs 5n Euroccpter Gorr!",!1Y

15.4.5. CIRCUITO ELETRICO E DE COMANDO DO SISTEMA DE AR CONDICIONADO (CONT.)

( 3) Chave de comando na posição "COOL"

I
-
--'
--+-
i
(~~--0
- I

-
-
I
-+2a- ~
'33; -,

-ot
,'If-
I
1

lf-~!h :I ;!-! : O ~ R3 - .
OFF

VENT
:

I
'
,
:
"

iOnm
'
r--,
riI ,!
I I
- n!

LP HPI
,5a-, fiGancho
u I I ,J
I
1

COOL
110 I I O Guinch~
~
I
~
-
I

I -- OFF
1 1

---
I" I
- - I- - O-1-1I I iJ"
2s II mm___m_m_n nm_'

I
L___- ---------

:tn
1__1
! r: o -=--o --=;-1
~
I
I PP9 ~
----

fil
'.
11-0-11-0--1
11

11 ~
o !

I11
o 11

11 a ~
I I 11 i i I I 11
I dtlsp 11
~
~

I
1 i =
i
835H
I;~
I 834H 1
I
- - --
i: -:-Tl IL - - ~ - - 838H I 1a
1a- - - -1

~_-1
r-:-, 125.-- ... - ... -- - - - - 24P
[I:~
~_-1 -
I
l

A embreagem eletromagnética do compressor é alimentada


Os dois geradores estão acoplados.
através do segundo estágio do relé de potência 21 H e
Os relés 835H e 834H são alimentados a partir dos terminais energiza o relé K2. A tensão de alimentação é diminuida a
DIVdosreiésdecorrente reversa 15P e 14P, respectivamente. 14V pela resistência R3. O compressor está funcionando.
O relé de potência 21 H é alimentado posicionando-se a chave Quando o tempo do temporizador T2s acaba, o relé K1 é
de comando em "COOL". energizado e mantém o temporizador T20s armado enquanto
Os três relés encontram um massa comum através da nenhum problema relacionado à pressão for detectado no
posição "desenergizada" dos relés de partida 24P e 25P. circuito.
A unidade motor-ventilador (M) é alimentada a partirda barra ( 4) Possíveis causas do acendimento da luz
principal PP9 e protegida por um fusível de 130 A. "AIR COND"
Ao mesmo tempo, através do estágio superior da chave de . Corte automático do gerador: quando o relé 15P ou 14P
comando, o temporizador T2s é alimentado, retardando a de corrente reversa se abre, o relé correspondente 835H
energização do relé K1 em 2 segundos. ou 834H é desenergizado, cortando o circuito de
Durante este tempo, a luz "AIR COND" se acende (teste da alimentação para o relé 21H, que desenergiza o relé K2.
lâmpada) e o temporizador T20s é alimentado através da A embreagem eletromagnética do compressor e o motor
do ventilador não são mais alimentados e a luz "AIR
posição desenergizada de K1 e dos dois manocontactores
de pressão LP e HP fechados (considerando que não haja
COND" se acende.
problemas relacionados à pressurização). . Pressão do Freon anormal: se o manocontactor LP ou
A energização do temporizadorT20s energiza imediatamente HP se abre por mais de 20 s, o relé K2 é energizado, o
o relé K2. que desacoplaa embreagem eletromagnéticae acende a
luz de alarme.

Este documento é proprtedade da HELlBRAS. Ele não pode ser transmitido a terceiros nem reproduzido sem a autortzação prévia por escrtto da
HELlBRAS e seu conteúdo não pode ser divulgado.@HEUBRAS2OO4.
15.10
THM
+helib(Qs
.n Eu"""'!'t.r CamPn,,\,

15.4.6. COMANDOS E CONTROLES DO SISTEMA DE AR CONDICIONADO

--
..:::::::::

Chave de
comando do
sistema de ar
condicionado

15.4.7.
LOCALIZAÇÃO DOS COMPONENTES DO SISTEMA DE AR CONDICIONADO

CAIXA DE TRANSMISSÃO
PRINCIPAL

AR CONDICIONADO

7
I
/
Unidade838H
(teto do bagageiro)

Estedocumento é propriedadeda HELlBRAS. Ele nãopodeser transmitidoa terceirosnem reproduzidosem a autorizaçãopréviapor escritoda
HELlBRASe seu conteúdo nãopodeser divulgado.@JHELlBRAS2OO4.
15.11