Anda di halaman 1dari 5
200w2017 Escola da iteratura brasileira Wikia, a enciclopéca ve Escolas da literatura brasileira Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre A literatura brasileira faz parte do espectro cultural lus6fono, sendo um desdobramento da literatura em lingua portuguesa. Considera-se seu surgimento a partir da atividade literdria incentivada pelo Descobrimento do Brasil durante 0 Século XVI. Bastante ligada, de principio, a Literatura portuguesa, cla com o tempo foi ganhando independéncia, especialmente durante o século XIX, com os movimentos romyintico e realista. indice 1 Literatura de Informagao 2 Batroco = 3. Arcadismo 4 Romantismo = 4.1 Poesia = 4.2 Prosa Realismo Naturalismo Pamasianismo e Simbolismo Pré-Modernismo Modernismo 10. Tendéncias Contempordneas = 10.1 Poesia = 10.2 Prosa 11 Ver também Literatura de Informacao A Literatura de Informagao & um segmento do Quinhentismo, que & a denominagdo das manifestagSes lterdrias, ovorridas em territrio brasileiro durante o século XVI. Neste periodo, o Quinhentismo, se divide em duas. A primeira, literatura informativa, de carter documental, sem valor literdrio, pois apresenta como objetivo informar sobre a nova tera, habitantes, costumes, ¢ principalmente, riquezas que pudessem ser exploradas, tendo como exemplo as cartas de Pero Vaz de Caminha, com o olhar do estrangeiro, visio de mundo na ética do outro, (seriamos, entio, apenas “objeto” exdtico). A segunda, a Literatura Jesuitica para catequizar os indios, como exemplo temos José de Anchieta com sua relgiosa ¢ poética e Padre Anténio Vieira com seus sermbes, aplica a retérica jesuitica para trabalhar ideias e conceitos. Considera-se, porem que Anténio Vieira foi um dos fimdadores da estilstica lus6 ona, responsdvel pelas primeiras prosas poéticas, portanto de cunho artstco e lterdrio, no Brasil. Era visto como fndador da lingua portuguesa, junto com Cambes, pelo poeta Femando Pessoa, Barroco O periodo Barroco sucedeu o Renascimento do final do século XVI ao final do século XVII, estendendo-se a todas as, manifestagdes culturais e artisticas europeias e latino-americanas. © poema épico Prosopopeia, de Bento Teixeira, publicado em 1601 & considerado o inicio do Barroco na Literatura Brasileira " Principais autores: Gregério de Matos, Bento Teixeira, Padre Antonio Vieira hpestptwkieda crgilEscolas_da_ltratura_brasiei#Parnasianismo, Simos 5 200w2017 Escola da iteratura brasileira Wikia, a enciclopéca ve Arcadismo Com o arcadismo, desenvolve-se no Brasil primeira produgdo literéria adaptada A vida do pais, jé que os temas 0 ligados & paisagem local. Surgem virios autores do género em Minas Gerais, centro de riqueza na época. Embora eles niio cheguema criar um grupo nos moldes das arcédias, constituem a primeira geragio literiria brasileira, = Autores: Toms Anténio Gonzaga, Basfio da Gama, Frei Santa Rita Durdo, Cliudio Manuel da Costa Romantismo AA literatura romantica inicia-se oficialmente no Brasil em 1836 com a publicago na Franga da Nictheroy - revista brasiliense, por Gongalves de Magalhies. Este langa no mesmo ano a obra | Suspiros poéticos e saudades. O romantismo inicia-se no Brasil, portanto, jé distante das primeiras experigneias europeias no momento em que 0 movimento comega a entrar em. decadéncia neste continente. Poesia Castro Alves. Didaticamente se divide a produgZo literaria roméintica brasileira em trés geragSes que coincidem comas existentes em outros paises: 1° Geragio Nacionalista - 0 tema do bom selvagem (como é abordado o indio). = Autores: Gongalves de Magalhies, Gongalves Dias 2? Geragiio Também conhecida como Utrarromantismo. Mal do século, boemia e cheia de vicios. Seus escritores foram infiuenciados pelo escritor inglés Lord Byron. = Autores: Alvares de Azevedo, Casimiro de Abreu, Fagundes Varela, Junqueira Freire Geragio Condoreira - preocupaco social em transigo para o Realismo. Seus escritores foram muito influenciados pelo escritor francés Victor Hugo. = Autores: Castro Alves, Tobias Barreto. Prosa A prosa romantica brasileira é uma reprodugdo dos temas primordiais deste periodo: o individuo e a tradigdo, Assim como ocorrera no resto do mundo, o romance foi, a partir do Romantismo, um excelente indice dos interesses da sociedade culta e semiculta do Ocidente. No Brasil, a obra A Moreninha (1844), de Joaquim Manuel de Macedo, & considerado o primeiro romance nacional e obra inaugural do romantismo, ainda que nao tenha sido o primeira romance publicado no Brasil - O Filho do Pescador, de Teixeira de Sousa (1843), 0 antecedeu, mas no é considerado 0 primeiro romance nacional por alguns pesquisadores por no possuir as linhas gerais norteadoras dos romances da Escola Romintica. Dentre as escritoras, Maria Firmina dos Reis foi a pioneira ao publicar seu romance Ursula, em 1890 no Maranhio. Ursula foi considerado o primeiro romance da chamada literatura affo-brasileira. © eseritor que mais se destacou neste periodo foi José de Alencar. Alencar trabalhou com os trés tipos de fiego histrica dos romnticos: passadista e colonial (O Guarani); indianista (Iracema); regionalista (O Gaiicho); alm dos apaixonados ¢ individualistas Cinco Minutos e A Viuvinha. hpestptwkieda crgiubiEscolas_de_Uteratura basieira#Parnasianismo_e_ Simbolisme 28 200w2017 Escola da iteratura brasileira Wikia, a enciclopéca ve = Principais autores: Joaquim Manuel de Macedo, José de Alencar, Bernardo Guimaraes, a primeira fase de Machado de Assis Realismo ‘A partir da extingfio do trafico negreiro, em 1850, acelera-se a decadéncia da economia agucareira no Brasil e o pais experimenta sua primeira crise depois da Independéncia, O contexto social que dai se origina, aliado a ketura de mestres realistas europeus como Stendhal, Bakac, Dickens e Victor Hugo, propiciardo o surgimento do Realismo no Brasil. Assim, em 1881, Aluisio Azevedo publica "0 Mulato” (primeiro romance naturalista brasileiro) e Machado de Assis publica "Mem@rias Postumas de Bras Cubas" (primeiro romance realista do Brasil). © realismo procura utiizar a palavra como forga politica e, através da descrigo, denuneiar as desigualdades ¢ desmandos de sua época, = Prineipais autores: Machado de Assis Naturalismo ‘Como no Brasil os periodos literdrios chegam com algum atraso em relag&io a Europa, o Naturalismo desembarca na mesma época que o Realismo, mas um contradizia o outro, No Naturalism se salienta a hereditariedade, o determinismo, a influéneia dos ambientes ¢ da educagao, o fatalismo; sua relagdo com o Realismo so as propostas antiroméntica e anti-idealista. A ética naturalista capta de preferéncia a mediocridade da rotina, os sesttos e mesmo as taras do individuo, uma opgdo contraria dos rominticos = Principais autores: Aluisio Azevedo, Raul Pompeia, Jilio Ribeiro Parnasianismo e Simbolismo A virada de século - do esgotamento do Naturalismo @ Semana de arte modema de 1922 - conheceu o surgimento de duas correntes formalistas importantes que pregam a arte pela arte (em oposigo ao Realismo), mas impde regras formais rigidas (nesse sentido serdo superados pelo Realismo). Na prosa, essa corrente formalista e vernacular & representada por Rui Barbosa e Coelho Neto. Os dois movimentos formalistas importantes que chegaram ao Brasil nessa época foram o simbolismo ¢ 0 pamasianismo, Simbolismo é um movimento lterério surgido na Franga, por volta da segunda metade do século XIX, como oposigdo ao Realismo, pois procurou combater a obsessio cientificsta dos realistas, através da retomada do subjetivismo e do espiritualismo (banidos da literatura pelo objetivismo realista). No Brasil o marco simbolista é a obra Missal e Broquéis, de Cruze Sousa. As ideias parnasianas, também francesas chegam pelas mios dos escritores Artur de Oliveira (1851-1882) e Luis Guimardes Jimior (1845-1898). Em 1878, o pamasianismo é apresentado a0 piblico carioca durante uma polémica em versos, travada em jomais da cidade, conhecida como Batalha do Parnaso, na qual o romantismo é atacado ¢ os novos valores exaltados, = Principais autores: Simbolistas: Cruz e Sousa, Alphonsus de Guimaraens; pamasianos: Olavo Bilac, Raimundo Correia, Vicente de Carvalho, Alberto de Oliveira, Francisca Jilia Pré-Modernismo Para Alfredo Bosi, é pré-modernista tudo o que rompe, de algum modo, com essa cultura oficial, alienada e verbalista, ¢ abre caminho para sondagens socias ¢ estéticas retomadas a partir de 22: em plano de destaque, a incursdo de Euclides da Cunha na miséria sertaneja, o romance eritico de Lima Barreto, a ficgdo e as teses de Graga Arana, as campanhas nacionais de Monteiro Lobato. E o principio do descontentamento com a Repiblica. O Pré modernismo acontece anos antes da semana da arte modema, em 1922, ¢ é o periodo de transigdo entre as tendéncias do final do hpestptwkieda crgilEscolas_da_ltratura_brasiei#Parnasianismo, Simos a5 2o0w2017 scold Heratira brasileira Whip, a encilopésa tire simbolismo ou parnasianismo, século XIX ¢ 0 modernismo. O governo republicano néo garantia esperangas e néo promovia as to esperadas mudangas sociais, pelo contrério, a sociedade se encontrava dividida entre a elite detentora de dinheiro, respeito e poder das oligarquias rurais ¢ a classe trabalhadora rural, em como dos marginalizados nos centros. A desigualdade social culminou em diversos movimentos sociais pelo Brasil, como a revolta de canudos ocorrido no final do século XIX no interior da Bahia, sob lideranga de Ant6nio Conselheiro dentre outros movimentos de protesto as condigdes de vida no nordeste. Além disso, ocorreu também os movimentos protestantes no meio urbano, como a revolta da chibata, em 1910 = Principais autores: Euclides da Cunha, Lima Barreto, Monteiro Lobato, Simbes Lopes Neto, Graga Aranha Na Poesia: Augusto dos Anjos, Raul de Leoni Modernismo No Brasil, 0 Modemismo tem data de nascimento: 11 de fevereito de 1922, coma Semana de Arte Modema de 1922, A "Semana de 22" representou uma verdadeira renovagiio da linguagem, a busca de experimentagdo, a liverdade criadora e a ruptura como passado. O evento marcou época ao apresentar novas ideias e conceitos artisticos; a nova poesia através da declamagao; a nova miisica por meio de concertos; a nova arte plastica exibida em telas, esculturas € maquetas de arquitetura, © Modemismo deixou marcas nas geragSes seguintes: maior liberdade linguistica, a desconstrugdo literiria e 0 introspectivismo. Estes novos elementos foram muito bem explorados por Carlos Drummond de Andrade e Joao Cabral de Melo Neto - um mais lirco, outro mais objetivo ¢ conereto, respectivamente -, os romancistas de 30; a rosa intimista de Clarice Lispector; os tropicalistas; e ecoam até hoje na produgo contemporanea. = Principais autores: Mario de Andrade, Oswald de Andrade e Manuel Bandeira Tendéncias Contemporaneas E sempre muito dificil se analisar um cenario tedrico fazendo parte dele, sem um distanciamento minimo de tempo e espago. Mas podemos apontar algumas tendéncias contempordneas da literatura brasileira — e contempordneas consideramos 0 que se tem produzido nos tiimos vinte ou trinta anos, pés-ditadura. Poesia ‘Na poesia, os nomes hoje j4 consagrados so aqueles que, de algum modo, dialogam com essas linhas de forga da Semana de 22, um diilogo com a fimgao paradoxal de unificar a variedade da produgdo contempordnea. O impacto do modemismo de 22, porém, foi tamanho que conseguin produzir também uma diversidade intema, bifureando a linhagem modemista em: 1. uma vertente mais lirica, subjetiva, & Mario de Andrade, Manuel Bandeira, Drummond; 2. outra mais experimental, formalista, 4 Oswald de Andrade, Jodo Cabral, poesia concreta, ‘A poesia toma-se, ainda, por um kido mais cotidiana quanto a temsitica (Adé! contra as ditaduras (Glauco Mattoso, tropicalistas) Prado, Mario Quintana), e por outro Contemporaneamente o que vemos no romance brasileiro e, de certa forma, também no luso, que volta a dialogar com © Brasil, é 0 surgimento do que chama-se Gerago 90, No Brasil, o grande marco é o romance Subtirbio, de Femando Bonassi, que deflagaria em 1994 um processo de renovacdo da prosa urbana (ou, no caso, suburbana), com hpestptwkieda crgiubiEscolas_de_Uteratura basieira#Parnasianismo_e_ Simbolisme 48 200w2017 Escola da iteratura brasileira Wikia, a enciclopéca ve seu realismo brutal, que trouxe novamente para o centro da cena literéria os personagens dos arrabaldes das cidades brasileitas. Cidade de Deus, de Paulo Lins, fcaria célebre pel sua realizagao cinematogratica. Outra corrente contemporinea é uma espécie de tépica da condigdo pés-moderna: a identidade em crise, um extremo do intimismo, que se projeta sobre a estrutura narrativa, cancelando os limites entre 0 real e 0 fantasmeitico, entre o mundo descrito e as distorgdes interiores de quem o descreve. E 0 caso de Cristévao Teza, Jodo Gilberto Noll, Bemardo Carvalho e Chico Buarque. Actescentaria a (ais correntes uma espécie de revisio histériea a partir da ficgdo. Tanto no Brasil (Luiz Antonio de Assis Brasil, Miguel Sanches Neto) quanto em Portugal (Miguel Sousa Tavares) ¢ nos paises afficanos de lingua portuguesa (José Eduardo Agualusa, Mia Couto) aparecem narrativas de formato convencional e que se passam inteiramente no passado, mas ndo resgatando o passado como forma de contemplagio. Atualmente vivemos um momento barroco, de confsdo e crise existencial, um tipo de literatura que esté em alta . Ver também = Literatura = Literatura do Brasil = Escolas da literatura portuguesa = Lista de autores brasileiros por movimento literio = Usina de letras Obtida de "https:/pt.wikipedia.org/w/index php titleEscolas_da_literatura_brasileira&oldid=45963215" Categorias: Literatura do Brasil | Movimentos eulturais = Esta pagina foi modificada pela tiltima vez a(s) 21hOSmin de 21 de junho de 2016, = Este texto é disponibilizado nos termos da licenga Creative Commons - Atribuigio - Compartiha Igual 3.0 Nao Adaptada (CC BY-SA 3.0); pode estar sujeito a condigdes adicionais, Para mais detalhes, consulte as condides de uso. hpestptwkieda crgiubiEscolas_de_Uteratura basieira#Parnasianismo_e_ Simbolisme 515