Anda di halaman 1dari 4

FENÓMENOS DE TRANSPORTE II

EXERCÍCIOS DE TRANSFERÊNCIA DE
CALOR

Cursos: Engª Mecânica

Departamento de Engenharias e Tecnologias

Professor Responsável: Sílvia Santos

Agosto de 2017
Fenómenos de transporte – Exercícios de transferência de calor

1 Consideremos um tubo cilíndrico submetido a uma diferença de temperatura entre a


superfície interna e a superfície externa, de acordo com a Figura. Se a temperatura da
superfície interna for constante e igual a T1, enquanto que a temperatura da superfície
externa se mantém constante e igual a T2, teremos uma transferência de calor por
condução no regime permanente.

a) Obtenha a equação para o fluxo de calor no tubo cilíndrico.


b) O engenheiro responsável pela operação de uma caldeira necessita reduzir o consumo
energético através da redução das perdas térmicas na tubulação que conduz vapor até
uma turbina. Indique 2 opções possíveis.
c) Como é definida a resistência térmica de uma parede cilíndrica?
d) Para o caso em que temos uma associação de paredes 3 cilíndricas associadas em
paralelo, desprezando as resistências de contacto interfaciais, como pode ser
representada a taxa de transferência de calor, assumindo que temos transporte de calor
por convecção no interior e no exterior do tubo?

2 A parede plana de um tanque para armazenagem de produtos químicos é constituída de


uma camada interna à base de carbono (k=10 Kcal/(h.m.oC)) de 40 mm de espessura,
uma camada intermediária de refratário (k=0,14 Kcal/(h.m.oC)) e um invólucro de aço
(k=45 Kcal/(h.m.oC)) com 10 mm de espessura. Com a superfície interna da camada
carbono a 190 oC e o ar ambiente a 30 oC, a temperatura da superfície externa do aço
não deve ser maior que 60 oC por motivos de segurança do trabalhadores. Considerando
que o coeficiente de película no ar externo é 12 Kcal/(h.m2.oC), para A=1 m2 determine:

a) A espessura mínima do refratário. R:50 mm


b) A temperatura da superfície externa do aço se a camada de refratário for trocada
por uma de isolante ( k=0,03 Kcal/(h.m.oC) ) de mesma espessura. R: T=37,6 ºC

2
Fenómenos de transporte – Exercícios de transferência de calor

c) Usando a analogia elétrica, como pode representar o circuito equivalente à parede


composta?

3 Considere a perda de calor através de uma janela de vidro duplo (K vidro=0,73 J/smºC), se
as temperaturas do ar (Kar=2,46 × 10-2 J/smºC) de um lado e do outro da janela forem
-18 ºC e 17 ºC. Admita que o ar contido entre os dois vidros se encontra estagnado.

a) Calcule a perda de calor e o coeficiente global de transferência de calor.


R:q=69,38 W; U=0,296 W/m2K
b) Calcule a temperatura média do ar contido entre os dois vidros. R: T=-0,44 ºC

4 Considere uma parede plana, na qual há geração uniforme de energia por unidade de
volume, e as superfícies são mantidas a T1 e T2. Para uma condutividade térmica
constante, k, a solução geral da equação de calor é:

𝑞̇ 2
𝑇=− 𝑥 + 𝐶1 𝑥 + 𝐶2
2𝑘

a) Obtenha a equação que descreve a distribuição de temperaturas.


b) Se as duas superfícies forem mantidas à mesma temperatura, como pode ser
simplificada a equação obtida na alínea a)?

3
Fenómenos de transporte – Exercícios de transferência de calor

5 No interior de uma conduta de cobre (k = 400 Wm-1ºC-1) circula vapor puro saturado
à temperatura Tsat=110 ºC. A superfície exterior está exposta ao ar ambiente à
temperatura Tamb= 20 ºC. Os coeficientes de transferência de calor nas interfaces
interna e externa da conduta são, respectivamente, hint e hext, sendo hex t= 10 Wm-
2ºC-1 e hint >> hext (assim, pode admitir-se que a resistência à troca de calor por
convecção no interior da conduta é desprezável em face da resistência à convecção no
exterior da conduta). Os raios interior e exterior da conduta são R1=22 mm e R2=25
mm, respectivamente.

a) Calcule o calor perdido para o exterior por unidade de tempo e de comprimento da


conduta. R: q/L=141,36 W/m Isolamento
b) Pretende-se revestir a conduta com um determinado Cobre
material para isolamento (kiso = 0,2Wm-1ºC-1), com T3
uma espessura de 25 mm. Admitindo que os
T2
coeficientes de transferência de calor, hint e hext, se
T1
mantêm iguais aos da alínea anterior (note que, agora,
hext, se refere à interface externa entre o revestimento e o ar), e desprezando a
resistência de contacto entre a conduta e o isolamento:
i) Calcule a redução do calor perdido para o exterior por unidade de tempo e
de comprimento da conduta, em relação ao valor da alínea a). R:27%
ii) Calcule as temperaturas T1, T2 (temperatura na interface entre o cobre e o
material de isolamento–ver Figura), e T3 (temperatura na superfície exterior
do revestimento). R: T1=110 ºC; T2=109,9 ºC; T3=52,93 ºC
iii) Considera que a utilização de uma conduta de aço inoxidável (k = 15 Wm-
1K-1), em vez de cobre (com as mesmas dimensões), conduziria a uma
redução significativa do calor perdido para o exterior? Nota: Justifique a
resposta, qualitativamente.
c) No caso presente, a colocação de aletas anulares em torno do tubo de cobre que
efeito teria?