Anda di halaman 1dari 2

CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA

INFORMÁTICA INDUSTRIAL
LISTA DE EXERCÍCIOS
Profª Deliene Costa Guimarães

Exercício 1 – Definir e explicar o ciclo de scan de um PLC.

Exercício 2 – Citar e explicar vantagens e desvantagens de CLP’s.

Exercício 3 – Quais são as partes integrantes do hardware de um PLC e quais as suas


respectivas funções?

Exercício 4 – Descreva quais são as linguagens de programação de PLC segundo a


norma IEC 61131-3 e qual a diferença entre elas.

Exercício 5 – Elabore um programa em Ladder para controlar dois motores (M1 e M2)
sendo que as condições de funcionamento são as seguintes:
• M1 pode ligar de forma independente;
• M2 só pode ligar se M1 estiver ligado, mas pode continuar ligado após o
desligamento de M1;
Os motores são ligados pelas botoeiras L1 e L2, e são desligados pelas botoeiras D1 e
D2

Exercício 6 – Representar as seguintes lógicas de programação em diagrama de blocos


funcionais:

a) b)
Exercício 7 – Deseja-se controlar o funcionamento de uma correia transportadora. Esta
é acionada por K1 (avanço) ou K2 (retorno). Três sensores de posição NA (S1, S2 e S3)
estão instalados em posições previamente definidas: S1 está no início da correia, S2 na
posição intermediária e S3 na posição final. Três botões NA não retentivos (B1, B2 e
B3) são usados para acionamento manual da correia. Lâmpadas de sinalização (DIR,
ESQ e OFF) são utilizadas em um painel para indicar o funcionamento da correia. Os
modos de operação automático (AUTO) e manual (MAN) são selecionados por meio de
uma chave retentiva de 3 estados. Um botão de emergência NF retentivo (EM) é
utilizado para fins de segurança.

As condições de funcionamento são as seguintes:


• No modo automático, sempre que tiver produto em S1, a correia transportadora
deverá ser ligada e com o produto em S3, ela é desligada;
• No modo manual, ao pressionarmos o botão B1, com a peça no início da correia,
ligamos o avanço da correia. Esta se mantém ligada até a peça atingir o meio da
correia. Então, ao pressionarmos o botão B2, ligamos novamente o avanço da
correia. Esta se mantém ligada até a peça atingir o fim. Ao chegar ao fim, a peça
será removida da correia por um operador que pressionará o botão B3 para
liberar a correia para um novo produto;
• Durante o funcionamento da correia, se o botão de emergência for acionado, a
correia para;
• O funcionamento da correia deve ser sinalizado em lâmpadas do painel.