Anda di halaman 1dari 38

CONCRETO PROTENDIDO

Histórico
• Os materiais de construção variam cronológica e
geograficamente desde os primórdios do ser humano
até os dias atuais.
• O primeiro marco significativo na evolução da
civilização humana foi a revolução da agricultura, que
promoveu a fixação do homem (antes nômade) e
provocou o primeiro grande crescimento populacional;
• A demanda pelos materiais de construção fácil e
fartamente disponíveis no meio ambiente,
especialmente a pedra e a madeira, amplamente
predominavam.
Histórico
• O crescimento populacional decorrente dos diferentes
ciclos econômicos e a demanda por construções cada
vez mais complexas, onerosas e de maior porte, a
diversificação dos materiais de construção se tornou
uma necessidade imperiosa para a civilização humana.
• Inicialmente os materiais cerâmicos ou argilosos secos
ou “queimados”, a cal virgem e o gesso, e mais
recentemente os cimentos hidráulicos representam um
esforço no sentido de se obter materiais de construção
com o “poder” ou a propriedade de se aglomerar.
Histórico
• As pirâmides de Gisé, construidas em pedra,
são de 2650aC e 2550 aC segundo relatos
históricos;
Histórico
• O concreto surgiu com o desejo de se criar
uma pedra artificial, resistente, econômica e
durável como aquelas extraídas das rochas
naturais e que apresentasse como vantagens a
possibilidade de ser moldada nas formas e
dimensões necessárias à sua utilização;
• O termo “cimento” é proveniente do termo
em latim “caecmentun” que significa “pedaços
de pedras ásperas e não entalhadas”.
Histórico
• O uso dos aglomerantes na construção civil data
de milhares de anos.
• No Antigo Egito gesso com impurezas calcinado
eram utilizados na colagem” das pedras e na
construção de adornos.
• Na Grécia Antiga e, especialmente, no Império
Romano o calcário calcinado foi largamente
utilizado em diversas construções em diferentes
localidades, principalmente, da Europa e Oriente
Histórico
• A Via Ápia (estrada na Itália), o Coliseu (Estádio
em Roma) e a Pont du Gard (Ponte em Nimes)
são exemplos de construções, em geral, com
pedras interligadas com cal calcinada e, em
alguns casos, também, com cinza vulcânica, que
resistem a ação das intempéries do meio
ambiente e apresenta-se em condições razoáveis
até os dias.
• Nas ruínas de Pompéia (cidade na Itália) esta
argamassa de ligação apresenta-se, muitas vezes,
menos deteriorada que as pedras naturais
Via Ápia (estrada na Itália),
Pont du Gard
Coliseu
Histórico
• Descobriu-se que o calcário calcinado se utilizado com
as cinzas vulcânicas da cidade Puzzuoli (próxima ao
vulcão Vesúvio na Itália) apresentava enrijecimento
mesmo debaixo da água.
• Os primeiras construções de concreto datam desta
época, com a utilização do calcário calcinado, junto
com água, areia e pedaços de tijolos e telhas ou, em
aplicações específicas como o concreto leve, agregados
vulcânicos (p. ex. pedra pome).
• A cúpula do templo do Pantheon, em Roma(Itália) foi
construída em 27 A.C. com concreto leve
Histórico
Histórico
• Com o declínio do Império Romano, no século V, até a
Idade Média houve uma estabilização e até um declínio
na qualidade e no uso dos aglomerantes nas
construções (existem registros de uso apenas em
fundações).;
• Somente no século XVIII, mais precisamente em 1756,
que o uso de aglomerantes sofreu novo impulso
quando John Smeaton descobriu, na construção do
farol de Eddystone, na costa de Corn (Inglaterra), que o
calcário com elevado teor de argila calcinado
adicionado de cinzas vulcânicas resultavam em um
material com desempenho superior aqueles até então
utilizados.
Farol de Eddystone
Histórico
• uma série de cimentos hidráulicos (ou cimento
Romano), como calcários argilosos calcinados por
James Parker, foram desenvolvimentos até 1824,
quando um construtor de Leeds (Inglaterra),
Joseph Aspdin, registrou a patente do cimento
Portland;
• O cimento foi designado como Portland face a
semelhança da sua coloração cinza-amarelada
com as rochas da Ilha de Portland (Inglaterra).
HISTÓRICO
• 1845 Issac Johnson produziu um protótipo dos cimento
atuais, aquecendo a mistura argila e calcário moído a
elevadas temperaturas. Na ocasião, o cimento Portland
não era produzido em escala industrial e apresentava
baixa resistência à tração, o que reduzia o interesse na
sua utilização nas construções.
• 1855, Fundada Primeira Fábrica de Cimento Portland –
Alemanha;
• 1867, o francês Monier, começou a fabricar vasos,
tubos, lajes e pontes utilizando concreto com
armadura;
HISTÓRICO
• 1873, Ward, em Nova Iorque, construiu uma
casa em concreto armado, que segundo os
historiadores existe até os dias atuais;
• Thaddeis Hyatt, americano, motivado por uma
série de ensaios experimentais com elementos
de concreto armado iniciados em 1850, obtém
em 1877 patente para a construção de um
sistema de vigas de concreto e aço.
HISTÓRICO
• 1877, o americano Hyatt, reconhece o efeito
da aderência do entre o concreto e a
armadura;

ATRITO

Mecânica
ADESÃO
HISTÓRICO
• 1880 – Hennebique, na França constrói a
primeira laje armada com barras de aço de
seção circular;
• 1884 e 1885 – Empresas alemãs, adquirem as
patentes de Monier para uso em construções
na alemanha e na Áustria;
• 1886 – Koenen, na Alemanha, escreve a
primeira publicação a respeito do tema
concreto armado.
HISTÓRICO
• 1886, Matthias Koenen alemão, desenvolve
um método de dimensionamento empírico
para alguns tipos de construção em concreto
armado;
• 1886, primeira preposição em pré-tensionar o
concreto;
• No final do século 19, seguiram-se várias
patentes de métodos de protensão e ensaios,
sem êxito - A protensão se perdia;
HISTÓRICO
• 1912, Morsch e Koenen, reconhecem que o
efeito de uma protensão é reduzida com o
decorrer do tempo - perdas de protensão;
• 1919, K. Wettstein, fabricou na alemanha
painéis de concreto protendido usando cordas
de aço de piano (cordas de alta resistência);
• 1923, R. H. Dill americano, reconhece que se
deve utilizar aços de alta resistência para
superar a perda de protensão.
HISTÓRICO
• 1924, Eugene Freyssinet francês, emprega a
protensão para reduzir o alongamento de tirantes
em galpões com grandes vãos;
• 1928, Freyssinet, apresenta o primeiro trabalho
reconhecendo a importância da protensão da
armadura em construções civis. Indicando a
necessidade de se utilizar elevadas tensões para
resistir as perdas;
• 1950, realizado a primeira conferencia sobre
concreto protendido, em Paris;
HISTÓRICO
• 1950, Surge a FIP – Federation Internationale de
la Precontrainte;
• 1950, executada a primeira ponte em balanço
sucessivo por Finster Walder;
• 1953, publicada a norma DIN 4227, alemã, de
cocreto protendido;
• No Brasil;
– 1948 é construida a ponte do Galeão em concreto
protendido utilizando sistema Freyssenite;
– 1952 a companhia siderúrgica Belgo-Mineira inicia a
fabricação de aço de protensão.
PONTE DO GALEÃO
PROTENSÃO
• Conforme Pfeil:
– “Protensão é um artifício que consiste em
introduzir numa estrutura um estado prévio de
tensões capaz de melhorar sua resistência ou seu
comportamento, sob condições de carga.”
PROTENSÃO APLICADA AO CONCRETO
• A resistência a tração é inferior que a
resistência a compressão do concreto;
PROTENSÃO APLICADA AO CONCRETO
Concreto protendido
Vantagem Desvantagem
• Redução das dimensões; • Corrosão;
• Redução de fissuras; • Perdas de protensão;
• Redução dos esforços de • Forças elevadas na
tração; Ancoragem;
• Diminuição das flechas. • Controle de execução
rigoroso.
Seções Típicas

VIGAS

PIALRES
Construções
Construções
Construções
Construções
Construções
Construções
BALANÇO SUCESSIVO
• Balanço Sucessivo

• Balanço Sucessivo com Tirante


BALANÇO SUCESSIVO
BALANÇO SUCESSIVO