Anda di halaman 1dari 5

Professor Anderson A.

Brito – Raciocínio Lógico (Lista 2)

1. Conforme a teoria da lógica proposicional, a proposição ~ P Λ P é:


a) uma tautologia.
b) equivalente à proposição ~ P V P .
c) uma contradição.
d) uma contingência.
e) uma disjunção.

2. Entre as opções abaixo, qual exemplifica uma contradição formal?


a) Sócrates não existiu ou Sócrates existiu.
b) Sócrates era ateniense ou Sócrates era espartano.
c) Todo filósofo era ateniense e todo ateniense era filósofo.
d) Todo filósofo era ateniense ou todo ateniense era filósofo.
e) Todo filósofo era ateniense e algum filósofo era espartano.

3. A proposição (P V Q) → (Q ^ P) é:

a) Uma contradição
b) Uma contingência
c) Uma tautologia
d) Uma negação da proposição (P V Q)
e) Uma disjunção exclusiva.

4. Um enunciado é uma tautologia quando não puder ser falso. Assinale a alternativa
que contém um enunciado que é uma tautologia.
(A) Está chovendo e não está chovendo.
(B) Está chovendo.
(C) Se está chovendo, então não está chovendo.
(D) Está chovendo ou não está chovendo.
(E) Não está chovendo.

5. Considere que: “se o dia está bonito, então não chove”. Desse modo:
a) não chover é condição necessária para o dia estar bonito.
b) não chover é condição suficiente para o dia estar bonito.
c) chover é condição necessária para o dia estar bonito.
d) o dia estar bonito é condição necessária e suficiente para chover.
e) chover é condição necessária para o dia não estar bonito.

6. Se Marcos não estuda, João não passeia. Logo:


(A) Marcos estudar é condição necessária para João não passear.
(B) Marcos estudar é condição suficiente para João passear.
(C) Marcos não estudar é condição necessária para João não passear.
(D) Marcos não estudar é condição suficiente para João passear.
(E) Marcos estudar é condição necessária para João passear.
Professor Anderson A. Brito – Raciocínio Lógico (Lista 2)

7. A negação de “Maria comprou uma blusa nova e foi ao cinema com José” é:
a) Maria não comprou uma blusa nova ou não foi ao cinema com José.
b) Maria não comprou uma blusa nova e foi ao cinema sozinha.
c) Maria não comprou uma blusa nova e não foi ao cinema com José.
d) Maria não comprou uma blusa nova e não foi ao cinema.
e) Maria comprou uma blusa nova, mas não foi ao cinema com José.

8. A negação da sentença “se você estudou Lógica então você acertará esta questão”
é:
a) se você não acertar esta questão, então não estudou lógica;
b) você não estudou lógica e acertará esta questão;
c) se você estudou lógica, então não acertará esta questão;
d) você estudou lógica e não acertará esta questão;
e) você não estudou lógica e não acertará esta questão.

9. Do ponto de vista da lógica matemática a negação da frase: Marcos foi ao cinema ou


Maria foi fazer compras é a frase:
(A) Marcos não foi ao cinema ou Maria não foi fazer compras.
(B) Marcos foi ao cinema e Maria foi fazer compras.
(C) Marcos não foi ao cinema, então Maria não foi fazer compras.
(D) Marcos não foi ao cinema e Maria não foi fazer compras.
(E) Marcos não foi ao cinema e Maria foi fazer compras.

10. A negação da proposição “se Paulo estuda, então Marta é atleta” é logicamente
equivalente à proposição:
(A) Paulo não estuda e Marta não é atleta.
(B) Paulo estuda e Marta não é atleta.
(C) Paulo estuda ou Marta não é atleta.
(D) se Paulo não estuda, então Marta não é atleta.
E) Paulo não estuda ou Marta não é atleta

11. A negação da proposição “Alfredo vai ao médico se, e somente se, está doente” é a
da alternativa:
(A) “Se Alfredo não vai ao médico, então ele não está doente”.
(B) “Alfredo vai ao médico e não está doente”.
(C) “Ou Alfredo vai ao médico, ou Alfredo está doente”.
(D) “Alfredo está doente e não vai ao médico”.
(E) “Alfredo vai ao médico ou não está doente e está doente ou não vai ao médico”

12. A sentença “No Palácio Itamaraty há quadros de Portinari ou no Palácio Itamaraty não há
quadros de Portinari” é uma proposição sempre verdadeira
( ) certo ( )errado

13. A negação de “À noite, todos os gatos são pardos” é:


a) De dia, todos os gatos são pardos.
Professor Anderson A. Brito – Raciocínio Lógico (Lista 2)

b) De dia, nenhum gato é pardo.


c) De dia, existe pelo menos um gato que não é pardo.
d) À noite, existe pelo menos um gato que não é pardo.
e) À noite, nenhum gato é pardo.

14. Se Marta é estudante, então Pedro não é professor. Se Pedro não é professor,
então Murilo trabalha. Se Murilo trabalha, então hoje não é domingo. Ora, hoje é
domingo. Logo,
a) Marta não é estudante e Murilo trabalha.
b) Marta não é estudante e Murilo não trabalha.
c) Marta é estudante ou Murilo trabalha.
d) Marta é estudante e Pedro é professor.
e) Murilo trabalha e Pedro é professor.

15. A negação da proposição “se Curitiba é a capital do Brasil, então Santos é a capital
do Paraná” é logicamente equivalente à proposição:

a) Curitiba não é a capital do Brasil e Santos não é a capital do Paraná.


b) Curitiba não é a capital do Brasil ou Santos não é a capital do Paraná.
c) Curitiba é a capital do Brasil e Santos não é a capital do Paraná.
d) Se Curitiba não é a capital do Brasil, então Santos não é a capital do Paraná.
e) Curitiba é a capital do Brasil ou Santos não é a capital do Paraná

16. Qual a negação da proposição “Algum funcionário da agência P do Banco do Brasil


tem menos de 20 anos”?
(A) Todo funcionário da agência P do Banco do Brasil tem menos de 20 anos.
(B) Não existe funcionário da agência P do Banco do Brasil com 20 anos.
(C) Algum funcionário da agência P do Banco do Brasil tem mais de 20 anos.
(D) Nenhum funcionário da agência P do Banco do Brasil tem menos de 20 anos.
(E) Nem todo funcionário da agência P do Banco do Brasil tem menos de 20 anos.

17. . Qual é a negação de “Todos os alunos gostam de matemática”?


(A) Nenhum aluno gosta de matemática.
(B) Existem alunos que gostam de matemática.
(C) Existem alunos que não gostam de matemática.
(D) Pelo menos um aluno gosta de matemática.
(E) Apenas um aluno não gosta de matemática.

18. Considere a proposição: “sozinho às vezes, mas mal acompanhado nunca”. Do


ponto de vista lógico-matemático, assinale a alternativa que indica uma proposição
equivalente à sua negação.
(A) Nunca sozinho, ou mal acompanhado às vezes.
Professor Anderson A. Brito – Raciocínio Lógico (Lista 2)

(B) Sozinho sempre, ou mal acompanhado às vezes.


(C) Nunca sozinho, e mal acompanhado sempre.
(D) Sozinho nunca e mal acompanhado às vezes.
(E) Sozinho às vezes, e mal acompanhado sempre.

19. Seja a proposição p: Maria é estagiária e a proposição q: Marcos é estudante. A


negação
da frase “Maria é estagiária ou Marcos é estudante" é equivalente a:
(A) Maria não é estagiária ou Marcos não é estudante.
(B) Se Maria não é estagiária, então Marcos não é estudante.
(C) Maria não é estagiária, se e somente se, Marcos não é estudante.
(D) Maria não é estagiária e Marcos não é estudante.

20. A negação lógico-matemática de “está chovendo lá fora e eu estou dentro de casa”


é
(A) não está chovendo lá fora ou eu não estou dentro de casa.
(B) está chovendo lá fora e eu não estou dentro de casa.
(C) não está chovendo lá fora e eu estou dentro de casa.
(D) não está chovendo lá fora nem eu estou dentro de casa.
(E) não está chovendo lá fora ou eu estou dentro de casa.

21. Uma afirmação equivalente à afirmação "Se bebo, então não dirijo" é
(A) Se não bebo, então não dirijo.
(B) Se não dirijo, então não bebo.
(C) Se não dirijo, então bebo.
(D) Se não bebo, então dirijo.
(E) Se dirijo, então não bebo

22. A proposição "um papel é rascunho ou não tem mais serventia para o desenvolvimento dos
trabalhos" é equivalente a "se um papel tem serventia para o desenvolvimento dos trabalhos,
então é um rascunho".
( ) certo ( ) errado

23. Durante uma sessão no plenário da Assembléia Legislativa, o presidente da mesa fez a
seguinte declaração, dirigindo-se às galerias da casa: “Se as manifestações desrespeitosas não
forem interrompidas, então eu não darei início à votação”. Esta declaração é logicamente
equivalente à afirmação

(A) se o presidente da mesa deu início à votação, então as manifestações desrespeitosas foram
interrompidas.
(B) se o presidente da mesa não deu início à votação, então as manifestações desrespeitosas
não foram interrompidas.
Professor Anderson A. Brito – Raciocínio Lógico (Lista 2)

(C) se as manifestações desrespeitosas forem interrompidas, então o presidente da mesa dará


início à votação.
(D) se as manifestações desrespeitosas continuarem, então o presidente da mesa começará a
votação.
(E) se as manifestações desrespeitosas não continuarem, então o presidente da mesa não
começará a votação.

24. Todo indivíduo que fuma tem bronquite. - todo indivíduo que tem bronquite costuma
faltar ao trabalho. Relativamente a esses resultados, é correto concluir que:
(A) existem funcionários fumantes que não faltam ao trabalho.
(B) todo funcionário que tem bronquite é fumante.
(C) todo funcionário fumante costuma faltar ao trabalho.
(D) é possível que exista algum funcionário que tenha bronquite e não falta habitualmente ao
trabalho.
(E) é possível que exista algum funcionário que seja fumante e não tenha bronquite.

25. Todos os macerontes são torminodoros. Alguns macerontes são momorrengos. Logo,
(A) todos os momorrengos são torminodoros.
(B) alguns torminodoros são momorrengos.
(C) todos os torminodoros são macerontes.
(D) alguns momorrengos são pássaros.
(E) todos os momorrengos são macerontes.

26. Considerando-se como premissas as proposições “Nenhum pirata é bondoso” e “Existem


piratas que são velhos”, se a conclusão for “Existem velhos que não são bondosos”, então
essas três proposições constituem um raciocínio válido.

( ) certo ( ) errado

27. Se é verdade que "Alguns A são R" e que "Nenhum G é R", então é necessariamente
verdadeiro que:
(A) algum A não é G;
(B) algum A é G.
(C) nenhum A é G;
(D) algum G é A;
(E) nenhum G é A;