Anda di halaman 1dari 4

Hathor The Egyptian Goddess

Areas of Influence: Hathor the Egyptian Goddess was a solar Deity who was linked to music, dance,
joy, fertility and birth.

She was the personification of the Milky way which was viewed as the celestial waterway upon which
both the Sun God Ra and the King sailed. This association also linked her to the flooding of the Nile
and the breaking of the waters before birth.

Her role as a fertility Goddess is also high lighted by one of her titles "the gentle cow of Heaven"
referring to her plentiful supply of milk which was used to nurse the Pharaoh, making him a Divine
being.

After birth mothers were visited by the seven Hathors which determined the fate of their child.

In later times Hathor the Egyptian Goddess became identified with another cow Goddess Bata who in
turn was connected to Ba, an aspect of the soul. This is how she came to be associated with the afterlife
where she greeted the dead as they began their journey.

It was through the assimilation of Bata and her Sistrum rattle that this Goddess's link to music and joy
became enhanced. In fact there were more festivals dedicated to this Goddess than any other. Her
temples were unusually served by Priests of both sexes, musicians and performers. They also housed
midwives and dream interpreters.

Hathor the Egyptian Goddess also had a darker side, as the Eye of Ra, she took on the persona of the
Goddess Sekhmet. In one myth at the request of her father, she turns into Sekhmet so she can to punish
humans for transgressing against him. When she nearly wipes out all of humanity, Ra tries to stop her
and eventually succeeds by getting her drunk. She instantly forgets about her task and goes back to
being Hathor.

Origins and Genealogy: Daughter of Nut and Ra. In the early myths she is said to be the mother of
Horus but this role is later usurped by Isis and she was reduced to being his protector.

Strengths: Joyful and fun loving.

Weaknesses: She does not know when to stop.

Hathor's Symbolism
The sistrum rattle, the horns and sundisk headdress, the menat a ritual musical necklace and mirrors
were all associated with this Goddess.

Hathor the Egyptian Goddess was a depicted as the winged cow of creation who gave birth to the
universe. While there are some depictions of Hathor as a woman with a cow's head, this is mainly found
only in the later periods. She was also shown as a woman, falcon, hippopotamus, cobra, and a lioness.

Sacred Animals: Cow, hippopotamus, cobra and lioness.

Sacred Bird: Falcon.

Sacred Plants: Myrtle and sycamore trees.

Greek Equivalent: The Greeks identified her with Aphrodite.


Hathor's Archetypes

The Mother:

The mother Archetype is a life-giver and the source of nurturing, devotion, patience and unconditional
love. The ability to forgive and provide for her children and put them before her self is the essense of a
good mother.

In its shadow aspect the mother can be devouring,abusive and abandoning. The shadow mother can also
make her children feel guilty about becoming independent and leaving her.

Hathor the Egyptian Goddess is a mother figure because as a solar Deity she brings fertility to the land.
This Goddess is also linked to the birth and nursing of infants.

The Lover:

Represents passion and selfless devotion to another person. It also extends to the things that make our
hearts sing, like music art or nature.

The shadow aspect is obsessive passion that completely takes over and negatively impacts on your
health and self esteem.

Hathor the Egyptian Goddesswas associated with the joys of music and dance.

How To Work With These Archetypes

The Mother:

You can have this Archetype without being a biological mother. It represents an overwhelming desire to
nurture and grow something and can therefore include projects, plants etc.

You are exhibiting the features of the shadow Mother if you smother your children and are over
protective. Encourage independence and allow children to make mistakes but be available to give care
and advice when it's needed.

The other shadow Mother is the one that abandons her children, or is so busy that she has no time for
nurturing her young.

The Lover:

You may be drawn to this stereotype if you are looking to attract a new lover or to re-ignite the fire in an
existing relationship. The lover can also be a useful tool to discover what you are passionate about in
life.

On the shadow side you need to ask, whether the amount of energy and time you are putting into
relationships, or enthusiasm for projects is excessive? If this continues for too long you are likely to
suffer from stress and physical ill health.
Hathor a deusa egípcia

Áreas de Influência: Hathor a deusa egípcia era uma divindade solar, que estava ligado à música,
dança, alegria, fertilidade e natalidade.

Ela era a personificação da Via Láctea, que era visto como a hidrovia celestial sobre o qual tanto o Deus
Sol Ra e o Rei navegou. Esta associação também ligado a ela para a inundação do Nilo e da quebra das
águas antes do nascimento.

Seu papel como uma deusa da fertilidade também é alta iluminado por um de seus títulos
"a vaca suave do Céu" referindo-se a sua oferta abundante de leite, que foi usado para amamentar o
Faraó, fazendo dele um ser divino.

Depois de mães de nascimento foram visitadas pelos sete Hathors que determinaram o destino de seu
filho.

Em tempos posteriores Hathor a deusa egípcia tornou-se identificado com outra vaca Deusa Bata que
por sua vez foi conectado ao Ba, um aspecto da alma. Esta é a forma como ela veio a ser associado com
a vida após a morte, onde ela cumprimentou os mortos como eles começaram a sua jornada.

Foi através da assimilação de Bata e seu Sistrum chacoalhar esse link desta deusa música e alegria
tornou-se reforçada. Na verdade, havia mais festivais dedicados a esta deusa que qualquer outro.
Seus templos foram invulgarmente servido por sacerdotes de ambos os sexos, músicos e artistas.
Eles também abrigava parteiras e intérpretes de sonhos.

Hathor Deusa o egípcio também tinha um lado mais escuro, como o Olho de Rá , ela assumiu a persona
da Deusa Sekhmet. Em um mito, a pedido de seu pai, ela se transforma em Sekhmet para que ela possa
punir os seres humanos por transgredir contra ele. Quando ela quase apaga toda a humanidade, Ra tenta
impedi-la e, finalmente, consegue fazendo com que ela bêbada. Ela se esquece de imediato sobre a sua
tarefa e vai voltar a ser Hathor.

Origens e Genealogia: Filha de Nut e Ra. Nos primeiros mitos que se diz ser a mãe de Horus, mas esse
papel é mais tarde usurpado por Isis e ela foi reduzida para ser seu protetor.

Pontos Fortes: alegre e divertido.

Fraquezas: Ela não sabe quando parar.

Simbolismo da Hathor

O chocalho sistro, os chifres e sundisk cocar, o menat um colar ritual musical e espelhos foram
associados com esta deusa.

Hathor a deusa egípcia foi descrito como uma vaca alada de criação que deu origem ao universo.
Embora existam algumas representações de Hathor como uma mulher com cabeça de vaca, este é
encontrada principalmente somente nos períodos posteriores. Ela também foi mostrado como uma
mulher, falcão, hipopótamo, cobra, e uma leoa.

Animais Sagrados: Vaca, hipopótamo, cobra e leoa.

Sacred Bird: Falcon.

Plantas sagradas: murtas e plátanos.


Equivalente grega: Os gregos identificaram com Afrodite.

Arquétipos de Hathor

A Mãe:

O arquétipo da mãe é um doador de vida e fonte de carinho, dedicação, paciência e amor incondicional .
A capacidade de perdoar e dar para os seus filhos e colocá-los antes de seu ego é a essência de uma boa
mãe.

Em seu aspecto sombra da mãe pode ser devorando, abusivo e abandonando. A mãe sombra também
pode fazer seus filhos se sentem culpados por se tornar independente e deixá-la.

Hathor a deusa egípcia é uma figura da mãe, porque como uma divindade solar, ela traz a fertilidade
para a terra. Esta deusa também está ligado ao nascimento e amamentação dos bebês.

O amante:

Representa paixão e devoção altruísta para outra pessoa. Ele também se estende às coisas que fazem
nosso coração cantar, como música, arte ou natureza.

O aspecto sombra é paixão obsessiva que leva completamente mais e tem um impacto negativo sobre a
sua saúde e auto-estima.

Hathor os Goddesswas egípcios associados com as alegrias da música e da dança.

Como trabalhar com esses arquétipos

A Mãe:

Você pode ter este Arquétipo sem ser mãe biológica. Ela representa um enorme desejo de nutrir e
crescer alguma coisa e, portanto, pode incluir projetos, plantas, etc

Você está exibindo as características da mãe sombra se sufocar seus filhos e têm mais de proteção.
Incentive a independência e permitir que as crianças cometem erros, mas estar disponível para dar
assistência e aconselhamento quando necessário.

A outra mãe sombra é aquele que abandona seus filhos, ou é tão ocupado que ela não tem tempo para
nutrir seus filhotes.

O amante:

Você pode ser atraído por este estereótipo, se você está olhando para atrair um novo amor ou para
reacender o fogo em um relacionamento existente. O amante também pode ser uma ferramenta útil para
descobrir o que você está apaixonada na vida.

Do lado da sombra que você precisa perguntar, se a quantidade de energia e tempo que você está
colocando em relacionamentos, ou entusiasmo por projetos é excessivo? Se isso continuar por muito
tempo é provável que sofrem de estresse e problemas de saúde física.