Anda di halaman 1dari 16

10/7/09

Treinamento sobre a bola


suíça - “Swiss Ball”

Prof. Ms. Thiago Vilela Lemos


Bola suíça

!  A bola suíça foi desenvolvida nos anos 70 na Suíça


que era chamada de Fit Ball, foi desenvolvida com
o intuito de ser um método para reabilitação de
problemas neurológicos e ortopédicos. Foi
denominada bola suíça por terapeutas da América
do Norte que a viram ser usada na Europa, no
tratamento ortopédico, para aumentar a
consciência somática e encorajar o
desenvolvimento neurológico pediátrico

1

10/7/09

Bola suíça

!  A Bola Suíça funciona como uma estrutura inflável, que


deve ser suficientemente resistente para suportar o
peso colocado em seu exterior, capaz de suportar
ações de rolamento suave sem perder sua capacidade
de utilização e ser impermeável à água. a bola suíça
precisa ter estabilidade ou instabilidade, segurança e
acessibilidade. Quase todos provavelmente brincaram
com uma bola durante a infância e mesmo depois de
adultos. Essa memória juntamente com as cores vivas e
texturas torna-se uma ferramenta útil para induzir
reação e movimento.

bola suíça

!  Carriére relata que o paciente também pode ser


motivado pelo fato de a bola suíça facilitar os
movimentos suportando parte do peso
corporal, melhorando a habilidade do paciente
em se mover, aumentando o input sensitivo e
conseqüentemente, aumentando o controle
motor do paciente. Quando usada para desafiar
o paciente, a bola torna-se uma ferramenta
automotivadora.

2

10/7/09

benefícios da bola suíça


!  O aumento da mobilidade, estabilidade, força,


circulação, coordenação, controle postural,
aptidão cardiopulmonar, capacidade vital dos
pulmões, nutrição das estruturas do corpo,
sensação de prazer na realização do programa de
exercícios, isso variando conforme o tipo de
cinesioterapia escolhida pelo fisioterapeuta,
especificamente para cada tipo de paciente

quantidade de ar na bola suíça


!  Uma bola totalmente inflada ou firme


tem menos área de contato com o
solo, move-se mais rapidamente e
desafia as reações de equilíbrio do
paciente. Uma bola pouco inflada tem
maior área de contato, move-se mais
lentamente, e requer menos equilíbrio
de ambos. Ou seja, do paciente e do
terapeuta

3

10/7/09

Planos de tratamento com a bola


suíça

!  O paciente trabalha com os três planos de movimentos:

!  Plano frontal: que trabalha a lateralidade realizando adução e


abdução.

!  Plano sagital: que trabalha com a realização de flexão e extensão


de tronco.

!  Plano transversal: que trabalha as rotações de tronco. Antes de


utilizar a bola suíça é importante saber dos pontos chaves de
controle para ter melhor execução do exercício e assim evitando
qualquer imprevisto. Os pontos chave de controle proximal são:
cabeça, esterno, ombro, escápula, pelve e quadril, e os pontos chaves
de controle distais. são; maxilar, cotovelo, punho, base do polegar,
joelho, tornozelo e cabeça.

Propriedades da bola suíça


!  É importante compreender as propriedades e o uso da


bola suíça para seleção adequada de cada tamanho que a
bola suíça oferece. O tamanho do paciente não
determina o tamanho da bola suíça a ser usado, o que
determina é o objetivo do exercício a ser realizado com
o paciente. Antes de iniciar os exercícios com o uso da
mesma, é importante determinar o objetivo com que
será utilizada a bola, ou seja, para fortalecer, alongar,
mobilizar ou apenas suporte.

4

10/7/09

Escolha do Tamanho da Bola de acordo


com a altura

Altura
Tamanho da Bola

Abaixo de 1’50
Bola Junior= 45cm

Entre 1’50 e 1’65


Bola pequena = 55cm

Entre 1’65 e 1’85


Bola Média = 65cm

Entre 1’80 e 2mts


Bola Grande = 75cm

Acima de 2mts
Bola X - Grande = 85cm

Contra Indicações da Bola Suíça


!  Contra indicação para os exercícios com o uso


da bola suíça é quando o paciente esta sentado
nela: o medo do paciente quando às quedas,
queixas de dores, tonturas, e /ou aumento dos
sintomas gerando incomodo ao paciente,
contudo isto podendo ser superado com
demonstração e garantia do terapeuta.

5

10/7/09

Vantagens do Trabalho sobre a


bola suíça

!  Por ser uma superfície instável, realiza um maior
recrutamentos de músculos para a execução do
exercício;

!  Quando há a utilização de grande quantidade de
músculos, há maior gasto calórico e maior atividade
cardiovascular;

!  Proporciona melhora da consciência corporal, equilíbrio,
propriocepção global e resposta reflexa mais eficiente;

Especialidades da fisioterapia

!  Traumato Ortopedia e Desportiva

!  Uro-ginecologia e obstetrícia

!  Cárdio Pulmonar

!  Hospitalar

!  Neurologia

!  Hidroterapia

!  Pediatria

6

10/7/09

treinamentos sobre a bola suíça


!  Exercícios Concêntricos, Excêntricos e Isométricos;


!  Exercícios em Cadeia Cinética Aberta e Fechada;


Planejamento do Tratamento

!  Qual o Objetivo do Paciente ou do


Fisioterapeuta?

!  O Paciente apresenta algum tipo de restição
com a Bola?

!  Quais os grupos musculares pretendo trabalhar?

!  Determinação da quantidade de repetições,
séries, repouso....

7

10/7/09

Início do trabalho com bolas


Suíças

!  Saber se o paciente já teve algum
contato anterior com esse tipo de
equipamento;

!  Mostrar ao paciente como se posicionar


sobre a bola inicialmente na postura
sentada;

!  Trabalhar pequenos movimentos com os


membros superiores, tronco e quadril
para que o paciente encontre e aprenda
formas de se reequilibrar ou adaptar a
uma superfície instável;

Adaptação com a bola suíça


!  Passar para o posicionamento em supino sobre


a bola e realizar movimentos de deslizamento
sobre a mesma.

8

10/7/09

Exercícios Dinâmicos

!  Sentado sobre a bola e trabalhar a respiração


acompanhada de movimentos dos MMSS e Tronco;

!  Movimentos pélvicos:

!  Ante e retroversão

!  Inclinações Laterais

!  Circunferências

Exercícios Dinâmicos

!  Cowboy (saltando sentado na bola)



!  Perna a frente e atrás

!  Abrindo e fechando as pernas depois os
braços

!  Rotações de Tronco com braço acima e abaixo

!  Extensão dos joelhos...

9

10/7/09

Importância da Respiração

!  A respiração é uma forma de trabalhar a


concentração do paciente durante os exercícios;

!  Trabalhar e ativar os músculos estabilizadores do


tronco e demais periféricos;

!  Facilitar a sincronização e execução do movimento;


!  Respiração onde a expiração será o tempo de


execussão do movimento com a parede abdominal
para dentro;

Subdivisão dos exercícios:


!  Relaxamento e massoterapia;

!  Alongamentos;

!  Treino com Carga (Força, resistência e potência);


!  Cardiovascular;

!  Equilíbrio

!  Postura

!  Estabilização Dinâmica, Core Training e Pilates;


10

10/7/09

Relaxamento e Massoterapia

!  Técnicas indicadas para início ou final de


tratamento;

!  Realizadas no chão com a máxima estabilidade
possível, geralmente passivo ao paciente;

!  Utilizar a bola como meio de proporcionar
relaxamento: mobilizando, massageando, quicando
e vibrando.

Prática

11

10/7/09

Alongamentos

Texto

Texto

Alongamentos

!  Membros Superiores

!  Membros Inferiores

!  Tronco

12

10/7/09

Prática de Técnicas de
relaxamento

13

10/7/09

Treino com carga


!  Tipos de cargas utilizadas:



!  Próprio corpo (segmentos do corpo)

!  Thera Band, Tubing, Bastões, Medicine Ball, outra
bola suiça,

!  Halteres, Caneleiras, Barras com anilhas, TRX....

14

10/7/09

Propriedades do Treino de
Resistência

!  Velocidade

!  Carga

!  Repetições

!  Séries

!  Repouso

Tronco

15

10/7/09

Acessórios

Obrigado

!  Thiago Vilela Lemos



!  tvlemos@gmail.com

16