Anda di halaman 1dari 4

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL ARRIAGA Ano letivo 2017/2018

Linguagem e Comunicação B2A

FICHA TRABALHO

Nome: ____________________________________________________________Nº:___________ Data:______/___/___

A ASSEMBLEIA DOS RATOS

No sótão de uma velha casa reinava profunda aflição.

Desde que ali chegara um grande gato cinzento, os ratos não se arriscavam a sair das suas
tocas nem de noite nem de dia.

A fome começava já a fazer-se sentir. Mas, se algum rato mais corajoso tentava aproximar-
se da despensa, era certo e sabido que nunca mais voltava.

Preocupados com a situação, os ratos resolveram reunir-se em assembleia para tentarem pôr
fim àquele problema.

- Por mim – disse um deles, mal abriu a sessão – penso que devíamos dar ao gato uma
valentíssima tareia para não voltar a incomodar-nos…

- Pois eu – afirmou outro – acho que o melhor seria deitarmos um pouco de veneno na sua
comida…

- O pior – acrescentou um dos ratos mais novos – é que não conseguimos ouvi-lo quando se
aproxima…

- Isso tem remédio: coloquemos-lhe um guizo ao pescoço! – sugeriu um velho rato que tinha
fama de muito esperto.

E como todos concordassem com a ideia, arranjaram o guizo e decidiram escolher quais os
ratos que iriam colocá-lo ao pescoço do gato naquela noite. Porém, nenhum deles parecia
interessado em ser escolhido:

- Eu não posso. Um dos meus filhos levou a noite inteira a chiar e eu não consegui dormir.
Hoje preciso de deitar-me cedo – dizia um.

Eu também não posso. Amanhã mudo de toca e tenho muito que fazer – dizia outro.

O velho rato que tivera a ideia do guizo falou-lhes então desta maneira:

- Amigos: para vivermos em paz, em segurança e com a barriga cheia dos petiscos da despensa
e da cozinha temos de estar unidos. Só unidos podemos vencer o cruel e temível gato cinzento!
E a verdade é que no dia seguinte, pela manhã, o gato – para espanto das pessoas da casa e
dele próprio – acordou com um pequeno guizo ao pescoço.

Soledade Martinho Costa, As mais belas fábulas, Europa – América


1. Indica:

Autor: ___________________________________________________________
Obra: ___________________________________________________________
Editora: __________________________________________________________
Título: ___________________________________________________________

2. Consideras o narrador participante ou não participante? Justifica a tua resposta, transcrevendo


uma frase do texto.
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

3. Indica as personagens referidas no texto.


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

5. Localiza a ação no espaço.


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

6. Que sentimento reinava entre os ratos?


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

7. Que problema tinham os ratos?


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

8. O que acontecia aos ratos que se aproximavam da despensa?


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

9. Assinala a resposta certa:

9.1. O velho rato tinha fama de ser:

a) muito comilão. _______


b) muito esperto. _______

9.2. O gato era considerado:

a) brincalhão e engraçado. _______


b) mau, perigoso e comilão. _______
c) cruel e temível. _______
10. “…Preocupados com a situação, os ratos resolveram reunir-se em assembleia para tentarem pôr
fim àquele problema…”

Nesta assembleia foram feitas três propostas para resolver o problema. Indica-as.

1.ª Proposta: ______________________________________________________


________________________________________________________________

2.ª Proposta: ______________________________________________________


________________________________________________________________

3.ª Proposta: ______________________________________________________


________________________________________________________________

11. Qual foi a solução aprovada?


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

12. No entanto, ninguém parecia interessado em arriscar-se. Refere uma das desculpas dadas pelos
ratos.
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

13. Como sabemos que os ratos seguiram o provérbio “a união faz a força”?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

A professora: Sandra Dutra


PROPOSTA DE CORRECÇÃO

1.
Autor: Soledade Martinho Costa
Obra: As mais belas fábulas
Editora: Europa – América
Título: “A assembleia dos ratos”

2. O narrador é não participante. “E a verdade é que no dia seguinte, pela manhã o gato – para
espanto das pessoas da casa e dele próprio – acordou com um pequeno guizo ao pescoço.”

3. As personagens referidas no texto são os ratos e o gato.

5. A ação passa-se no sótão de uma velha casa.

6. Entre os ratos reinava a preocupação e a aflição.

7. Os ratos estavam aflitos porque um gato tinha chegado.

8. Se algum rato tentava aproximar-se da despensa nunca mais voltava.

9.
9.1. b) muito esperto

9.2. c) cruel e temível

10.
1.ª Proposta: Dar ao gato uma valentíssima tareia

2.ª Proposta: Deitar veneno na comida do gato

3.ª Proposta: Colocar um guizo ao pescoço do gato

11. A solução aprovada foi a terceira proposta, que era colocar-lhe um guizo ao pescoço.

12. Um dos ratos deu a desculpa de que não tinha dormido nada de noite porque o filho tinha chiado
muito para não ir, dizendo que queria ir cedo para a cama para descansar.

13. Os ratos seguiram o provérbio “a união faz a força” porque na manhã seguinte o gato tinha um
guizo ao pescoço.

Minat Terkait