Anda di halaman 1dari 4

ORIENTAÇÃO TEÓRICO-METODOLÓGICA E ESTÁGIO SUPERVISIONADO III

( 7º período)
- Carga horária de 150 horas/10 créditos, sendo 03 cr/45 horas
correspondentes a orientação teórico-metodológica (dimensão
pedagógica) e 07 cr/105 horas correspondentes a prática do estágio
supervisionado (elaboração do roteiro junto a turma 15 horas; Observação
na sala de aula 15 horas; Planejamento 15 horas; Regência 30 horas;
relatório 30 horas).

OBRIGAÇÕES DO ESTAGIÁRIO SEGUNDO RESOLUÇÃO Nº 06/2015 –


CONSEPE.
Capítulo IV da carga horária do estágio
Art. 19
§3º A frequência do discente no desenvolvimento das atividades práticas
do componente Estágio Curricular Supervisionado Obrigatório deve
corresponder a 100% da carga horária destinada para este fim, o que lhe
obriga a recuperar as frequências.
§4º Entende-se como falta do estagiário: I. Sua ausência no decurso das
atividades de campo programadas. II. Atrasos superiores a 15 (quinze)
minutos. III. Saída prematura sem anuência dos supervisores.
§5º As faltas são passíveis de justificativa e reposição, em casos de doença
infectocontagiosa, hospitalização, óbito de cônjuge e parentes próximos e
solicitação judicial.
§6º O discente que se ausentar do estágio, sem autorização prévia do
Supervisor, deixando de realizar atividades a ele destinadas, sem
justificativa, será automaticamente reprovado.
§7º O discente que faltar mais que 25% (vinte e cinco por cento) da carga
horária teórico-metodológica do Componente de Estágio Supervisionado
Obrigatório será, automaticamente, reprovado.
Ementa: Orientação teórico-metodológica e atividades práticas de estágio
relativos aos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) de História e os
temas transversais para o Ensino Fundamental. O livro didático de história
para o Ensino Fundamental. Laboratórios de ensino de História no nível
fundamental e regência. áreas de estágio nas escolas de Ensino
fundamental em seu ambiente específico da sala de aula de História, a
relação professor-aluno. Os conteúdos trabalhados. Os aspectos teórico-
metodológicos do conhecimento historiográfico. A utilização de fontes. O
uso de metodologias atuais. A interdisciplinaridade. Os temas transversais.
O uso de equipamentos das escolas.
CONTEÚDOS:
METODOLOGIA:
- Aulas dialogas
- Seminários
-Leituras compartilhadas
PROCEDIMENTOS:
- NOTA DO PROFESSOR
- RELATÓRIO
- SEMINÁRIO
-FICHAMENTOS
- PARTICIPAÇÃO NAS AULAS
ESCOLAS: Marcos Alberto, José Correia, Nair Fernandes, Luiza de França
RESOLVER NAS ESCOLAS: QUARTA-FEIRA (05 DE SETEMBRO)
DEFINIR PROFESSOR: 12 DE SETEMBRO
OBSERVAÇÃO:17 A 28 DE SETEMBRO
-Ericlis- vespertino-M ALB.
-Luci- mututino- n. Fern.
- Marcílio- matutino- n. Fern.
- Francinaldo- mautino- n. Fern.
- Adriana- matutino- M. Alber.
- Elizandro- matutino- n. Fern.
PLANEJAMENTO: 01 A 05 DE OUTUBRO
REGÊNCIA: 08 DE OUTUBRO A 16 DE NOVEMBRO

Cronograma
Agos.
30 Apresentação do programa e do estágio.
Set
06 Divisão de alunos nas escolas
13 O que e como ensinar: Por uma História prazerosa e consequente.
(PINSK, Jaime; PISNKY, Carla B. in: História na sala de aula: Conceitos,
práticas e propostas. KARNAL, Leandro (org.) 6 edição, São Paulo: Contexto,
2018).
20 conceitos básicos: Ensino de História: conteúdos e conceitos básicos
(BEZERRA, Holien Gonçalves. In: KARNAL, Leandro (org.) 6 edição, São
Paulo: Contexto, 2018)
27 Planejamento (Planejamento dialógico: como construir o Projeto
Político Pedagógico da escola. PADILHA, Paulo Roberto. 6 edição. São Paulo:
Cortez, Instituto Paulo Freire, 2006.
Out
04 BNCC (introdução e estrutura (vídeo) e documento história). BRASIL.
Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. BNCC. Brasília/DF,
2016.
11 Temas transversais (transversalidades. NETO, José Alves de Freitas. In:
KARNAL, Leandro (org.) 6 edição, São Paulo: Contexto, 2018).
25 Os desafios do ensino de História (FERMIANA, Maria Belintane; SANTOS,
Adriene Santarosa. Ensino de História para o ensino Fundamental I: Teoria
e prática. São Paulo: Contexto, 2014)
O livro de didático no ensino fundamental (O livro didático Ideal. RUSSEN,
Jorn. In: SCHIMIDT, M.A.; BARCA, I.; MARTINS, E.R. (Orgs) Jorn Russen e o
ensino de história. Curitiba: Ed . UFPR, 2011. (SEMINÁRIO- 2 ALUNXS)
Nov
01 O uso de fontes na sala de aula (SEMINÁRIO- Ericles e Mateus)
08 Ensino e aprendizagem inovadoras com apoio de tecnologias. In:
MORAN, José Manoel. Novas tecnologias e mediação pedagógicas
(SEMINÁRIO- 3 ALUNXS)