Anda di halaman 1dari 2

ê" Operaçõescom polinómios

Gonceito/procedimento Exemplo

Para calcuiar o produto de dois polinó-


mios, usa-se,genericamente,a propriedade
Produto de (x + 2l (3 - 2x) = 3x - 2x2+ 6 - 4x
distributiva da multiplicação relativamente = -2x2-x+ 6
polinómios
à adição.
(a + b) (c + d) = 4c + ad + bc + bd

Quadrado do binómio:
Casos notáveis da ( a+ b) 2= a2+ 2ab+ b2 ( r - 3 ) t =x 2 - 6 x +9
multiplicaçãode
polinómios Diferença de quadrados:
( a- b\ ( a+ b) = az - 1t z ( x - 3 \ ( x +3 ) =v z - 9

ã. Resolução de equações do 2.ograu


Conceito/procedimento Exemplo

O produto de dois fatores é zero se e só (2x - 1) (1 - x) = 0 e 2x-t= 0 V 1 - x=0


Leido anulamento se um deles é zero. 1..
do produto €- x= -v x= I
ax b= 0 ë a= 0 v à =0

'={i''}
2x2 - 6x =2x (x - 3\
Fatorizar um polinómio é escrevê-Ìosob
Fatorizaçãode
a forma de um produto de poÌinómios l 6 x 2 - 9 =( 4 x - 3 ) ( 4 x +3 )
um polinómio
não constantes.
x t _ 6 x , r 9 =( x _ 3 \ 2

2 x 2 - ! =3 x ê 2 x 2 - 3 x - 1 =0
Chama-se equação do 2." grau em ,ú a (EquaçãocompÌetado 2.'grau)
toda a equação redutível à forma canó-
Equaçãodo nr c a ax z + bx + c = 0, c o m d +0 , 4 x 2 - 3 x + l =3 ( x 2 - x ) <4
2." grau sendo a, b e c númerosreats. Q ! y 2 - 3 x +1 , =3 x 2 - 3 x
Se á= 0, r = 0 ou a m b o s i g u a i s a z e r o . Q ! v 2 - 3 x 2 - 3 x +3 x +1 =0
a equação diz-se incompleta. Q y 2 +1 : 0
(Equação incompleta do 2." grau)

1
-i ,
S ol uções: t
Uma equação do 2." grau com soluções
pode escrever-sena forma: r-tl=-
^1t*,= t. r ' = - tx
Soma e produto
x t - Sx + P =0 1
de soluçõesde uma ^.1
E q u a ç ã o : *'- ì *- ; =0
equaçãodo 2." grau sendo:
S = soma das soluções ou aplicando a lei do anulamento do produto:
| = produto das soluções
( , . + ) ( x - 1 )= o ( ã 1 2- ï , - ï = o

47
Conceito/procedimento Exemplo z
o

Equaçõesdo tipo ax2=0


a x 2 = 0 < â rç = 0 s= { 0}
Tem uma soluçãonula.

Equaçõesdo tipo ax2 + bx = 0


1rr)
ax'+bx=0 € x (a x+ b)= g 5r= 0 < = x(3r-5)= Q
Ç y = 0 Y a x + b =0 ç a
I -ì
\l

Resoluçãode h Q y= 0Vr:* ; s = 1 0 ,J;- Jl


Q 16- 0 V x = - : J L
equações
incompletas Tem duas soluçõessendo uma delasnula.
do 2." grau
Equaçõesdo tipo a* + c=0
aÌ + c = o e+ x 2=- c x 2 - 4 =Q (l 3 2 =4 e x =+2
a
Tem duas soluçòessimetricAS s=I_2,2j
Il- ,/- -T , e
f;\
r /- - lse -
e
29 x2+ 9= 0 e x2= -9
\ v d \ dl N a
Equaçãoimpossível.
e é im o o ssíve l .. - !< L .
s=a
.x2-5x+ 6= 0

._
-(-5)t \/(-5)' -4* l 5+f25aa
Para resolver equações completas do "i= ^a
2x1 - 2
2." grau pode usar-se a fórmula resol- ç +. 1
Resoluçãode v I- ) \'/
v v

^-
-

equações vente: 2 - ^--

completas ax 2+ bx + c = 0 s={2,3}
do 2.ograu ,,./t;
.2x2+ x+ 1= 0
t:J y= - 0!v0- - +ac
zã a= 2; b= ' 1. e c= L
t)
u -1uL-- /.

Logo, a equação é impossível.

h (t) = 9,5 + 10t - 2t2


Os zeros da função h sào as
soluções da equação:
À representação grâÍica de uma função 0 , 5 +1 0 r - 2 t 2 =0
Parábola
quadrática chama-separáboia.
e os pontos de interseção da
íunção h comafunção y:5
são as soluçõesda equação:
0 , 5 +1 0 r - 2 t 2 =5

G.Teorema de Pitágoras
Conceito/procedimento Exemplo

x - + - 5 '- . ) - € J í -= ) - - J -
, ,
Num triângulo retânguÌo, o quadrado {r v 2 =1 6 ë x =X {G
Teorema
da hipotenusa é igual à soma d o s q u a - ë x =+ 4
de Pitágoras
drados dos catetos.
Como r ) 0 (representaa medida de
um comprimento), então x = 4 cm .

48