Anda di halaman 1dari 2

Templo do Caos – 2016 – O Sigilo Nulo.

O primeiro texto ‘oficial’ do Templo do Caos foi o ‘Sigilo Coringa’. Desconstruiu-se a fórmula
original com a informação de que a forma do significante é irrelevante. O grande pulo do gato está
no significado e na mídia. O significado não é a frase. A mídia não é o papel. O pulo do gato sempre
esconde algo mais.

Assim como o mapa não é o território, o significado não é frase. O significado é o próprio desejo
realizado. A frase é uma redução, uma limitação, algo que você usa para raciocinar e que empregou
para dizer qual era o seu desejo. Ora, que diabos, você nunca pensou que a linguagem pode estar te
atrapalhando? A linguagem, esta vadia, aceita qualquer coisa, inclusive o lugar do significado, que a
ela não pertence. Ao separar-nos do mundo das coisas, ligamo-nos no mundo da linguagem,
enfeitiçados, dormimos, para só então acordar, de novo, para o mundo das coisas. Mas, insistimos
no erro e para muitos de nós o ponto inicial do processo mágico está na linguagem. Amigas e
amigos caoístas, a linguagem não vem primeiro, ela vem depois, ela vem para dar entendimento ao
desejo, para nomeá-lo, mas, para ser nomeado, algo precisava existir antes. Este é o Desejo, este é o
significado. Aquilo que veio antes da linguagem. Antes que você pudesse dizer para si mesmo
‘puxa, mas que garota interessante, faria sexo com ela’, antes disso, já havia algo, algo que o fisgou,
fisgou seu Desejo, uma inominada pulsão, feita de pura energia.

Um ocorrido como este caminha por possíveis caminhos. A pessoa que sente-se fisgada pode
simplesmente censurar o desejo. ‘Ele é interessante, mas tem uma namorada, então devo respeitá-
la’. Novamente, antes que você se desse conta que eram estas palavras, esta sensação também
aconteceu no corpo. Você percebeu, que enquanto usa de linguagem, desenhos, lápis e papel, a
verdadeira escrita mágica está acontecendo no seu corpo, ANTES DA LINGUAGEM? Sim, cara
caoísta, caro caoísta, está nas nossas fuças: a mídia não é o papel, a mídia é o corpo.

Este é o novo pulo do gato. Nem o próprio sigilo coringa é necessário. Para fazer uma operação
mágica, o significado é o Desejo sentido realizado, a mídia é o corpo, a escrita pode ser deixada de
lado, SE você conseguir identificar corporalmente a sensação, se você conseguir ver-se na situação
desejada como algo real. Se você conseguir fazer isto, isolar no corpo, deixe a linguagem de fora,
ela vai consumir boa parte da energia do ritual se você começar a pensar, raciocinar, estabelecer
análises, sínteses, aquele velho e chato fluxo de pensamento vai tomar de novo o palco. Sai pra lá!

Vamos desconstruir o ritual do Sigilo Coringa e vamos agora construir o ritual do Sigilo Nulo.

Ritual do Sigilo Nulo – Templo do Caos

Abertura:
Caos, o imanifesto sobre todas as coisas, gire suas rodas onde tudo é possível!
Éris, sua Linda, seja bem vinda!

Ritual
Implante no seu corpo a sensação corporal do desejo realizado. Veja-se realizando o desejo, veja-se
tendo as experiências desejadas, sinta a satisfação do sucesso. Faça isto pelo tempo que for
necessário, mas evite pensar ou usar palavras de qualquer forma.

Faça um gesto de criação de um portal imaginário até o Caos, que pode ser inclusive um ponto
infinitésimo. Visualize uma linha de luz saindo do seu plexo solar e passando pelo portal,
desaparecendo do outro lado. Mantenha-se no estado da mesma sensação corporal enquanto o
portal estiver aberto e você estiver contectada com o outro lado.
Imagine o portal fechando o a linha de luz sendo recolhida.

Faça o banimento por gargalhada.

Fechamento: Éris sua linda, vá e seja sempre bem vinda!

Vá ouvir música, ler, fazer o que tiver que fazer da vida.

Antes que você pense que este é o último pulo do gato, o bichano mandou avisar: sempre tem algo
mais.

Templo do Caos – Brasil


Todos os direitos reservados
Este texto pode ser livremente distribuído quando na íntegra do seu original

Minat Terkait