Anda di halaman 1dari 4

Carina Filipa Figueiredo da Silva, Nº 8 - 9ºE

A primeira fotografia:
Joseph Nicéphore Niépce
Disciplina de Fotografia e Vídeo

Professor: Paulo Corceiro

Escola Secundária de Estarreja


Joseph Nicéphore Niépce

Joseph Nicéphore Niépce nasceu em Chalon - sur –


Saône (França) no dia 7 de Março de 1765 e morreu em Saint –
Loup – de – Varennes (França) no dia 5 de Julho de 1833. Foi
um inventor francês e foi a pessoa responsável por uma das
primeiras fotografias.
Niépce começou a fotografar em 1793, mas as imagens
desapareciam rapidamente e, conseguiu imagens que
demoraram a desaparecer em 1824. No ano de 1826 deu-se o
primeiro exemplo de uma imagem permanente existente.
Niépce chamava o processo de heliografia (do grego, significa
“gravar com sol”) e demorava oito horas para gravar uma
imagem.
Em 1793, junto com o seu irmão Claude, tentam adquirir
imagens gravadas quimicamente com a câmara obscura.
Com 40 anos Niépce retirou-se do
exército francês para se dedicar a inventar.
Naquela época a litografia (tipo de
gravura onde se envolve a criação de desenhos
sobre uma pedra calcária com um lápis gorduroso
ou seja, baseia-se na repulsão entre água e substancias
gordurosas) era muito popular na França, e Niépce não tinha
habilidade para desenho, tentou obter através da câmara
obscura uma imagem permanente sobre o material litográfico
de imprensa. Revestiu um papel com cloreto de prata e expôs
durante várias horas na câmara obscura, consequentemente
obteve uma imagem fraca. Como as imagens eram em negativo
e Niépce queria imagens positivas determinou-se então, a
realizar novas tentativas.
Após alguns anos, Niépce
revestiu uma placa de estanho
com betume branco da Judeia
que tinha como propriedade de
endurecer quando atingido pela
luz, e em 1826 expondo uma
dessas placas durante oito horas
na sua câmara obscura,
conseguiu uma imagem do quintal
de sua casa.
Apesar da imagem não ter
tons e não servir para litografia;
foi considerada como “a primeira
fotografia permanente do mundo”.
Em 1827, Niépce foi a Kew – Londres visitar o seu irmão
Claude levando consigo varias heliografias.
No ano de 1829 substitui as placas de metal revestidas de
prata por estanho, e escurece as sombras com vapor de iodo.
Daguerre, com estas informações, em 1831 descobriu a
sensibilidade da prata iodizada á luz, quando Niépce faleceu
deixou a sua obra sobre as mãos de Daguerre.
A primeira fotografia:

Minat Terkait