Anda di halaman 1dari 4

Questionário

Influências no ambiente do Trabalho

Prof. Justo Xavier

Alexsandro Alberto Penha


Turma 39 - TST
1. Qual a importância de termos uma visão global das interferências do trabalho na qualidade
de vida?
2. Cite alguns fatores do ambiente de trabalho.
3. Qual a NR responsável pelos riscos ambientais?
4. O que são riscos ambientais?
5. O que são considerados agentes físicos?
6. Porque é importante o projetista conhecer as variáveis mais prejudiciais no ambiente de
trabalho?
7. Qual importância de se ter boas condições no ambiente de trabalho?
8. Quais os riscos ambientais mais comuns nas empresas?
9. Qual o melhor tipo de iluminação no ambiente de trabalho e o que se deve evitar na sua
distribuição?
10. Qual a norma regulamentadora a quantidade de luz necessária no ambiente do trabalho?
11. De que depende a necessidade de luz recomendada para cada ambiente de trabalho?
12. Como se deve medir a quantidade de luz necessária para cada ambiente de trabalho?
13. Basicamente quais são os três sistemas de iluminação?
14. Qual o ângulo necessário em relação à linha de visão para que não provoque ofuscamen-
to?
15. Qual é a classificação básica de iluminação interna?
16. Que tipo de iluminação é para o desenho técnico?
17. Em que interfere o nível de iluminação?
18. Quais os dois efeitos que podem ocorrer no ofuscamento?
19. O que provoca a fadiga visual?
20. O que pode ocorrer em um posto de trabalho se a iluminação é inadequada?
21. Qual o limite de ruído aceitável pelo ouvido humano?
22. Qual NR que normatiza a tolerância de ruídos?
23. O que ocorre com o trabalhador exposto a altas temperaturas?
24. Que doenças podem ser desencadeadas pela exposição e altas temperaturas?

Respostas:
1. Compreendendo os fatores ambientais no local de trabalho podemos avaliar melhor quais as
precauções que temos que tomar em relação a segurança e saúde do trabalhador.

2. São fatores: espaço, ambiências (ex. térmica, sonora) equipamentos e etc.

3. A Norma que normatiza os riscos ambientais é a de n°9 (NR 9)

4. São riscos ambientais aqueles que envolvem conseqüências físicas, químicas e biológicas ao
trabalhador.

5. São considerados agentes físicos, ruídos, vibrações, calor, frio, pressões anormais, radiações
ionizantes, radiações não ionizantes, iluminação e umidade.

6. A importância de ele conhecer se da por ele antecipar as medidas preventivas e ajudar que os
riscos em que o trabalhado ficar exposto sejam mínimos ou não tenha nenhuma.
7. Por ser o local em que o homem passa a maior parte de sua vida, ter as condições apropriadas
resulta numa melhor qualidade de vida para ele e também com isso todos ganham a empresa
que cumpre com as normas e possibilita ao seu trabalhador um ambiente saudável e o próprio
trabalhador que produz mais quando sua segurança e saúde estão em ordem.

8. Os mais comuns são iluminação, temperatura, sonoro e gases.

9. A iluminação devera ser distribuída uniformemente, geral e difusa, a fim de evitar ofuscamento,
reflexos, incômodos, sombras e contrates excessivo.

10. ABNT NB 57 e também deve seguir NBR 5413/92, alguns artigos da NR 9 também e a NR 15.

11. A quantidade de luz necessária depende da atividade a ser executada. A NBR 5413/92
(ABNT, 2005) regulamenta que em atividades de trabalho bruto de maquinaria, como no caso da
maioria dos postos de trabalho nas marcenarias, o índice de iluminância deve estar no mínimo
entre 200 e 500 LUX

12. Deve se levar em conta a quantidade e luz no ponto e no plano onde a tarefa ira ser executa-
da. Pesquisando mais afundo sobre o assunto para avaliação da iluminância em planos de traba-
lho devem-se fazer medições em uma quantidade de pontos (malha) suficiente para caracterizar
adequadamente tais planos. Para determinar o número mínimo de pontos necessários para verifi-
cação do nível de iluminação natural deve-se determinar o Índice do Local (K) pela expressão
abaixo:

13. Iluminação Geral, Iluminação Localizada, Iluminação Combinada.

14. Devem se situar a 30° em relação à visão.

15. A classificação básica é Baixa (100 a 200 lx) Média ( 300 a 500 lx) e Alta (300 a 500 lx).

16. Alta (300 a 500 lx). Ela também e recomendada Leitura e escrita de documentos com fontes
pequenas e de baixo contraste.

17. Interfere diretamente no mecanismo fisiológico da visão e também da musculatura que co-
manda os movimentos dos olhos.

18. Contraste e Saturação

19. É provocada principalmente pelo esgotamento dos pequenos músculos ligados ao globo ocu-
lar, responsáveis pela movimentação, fixação e focalização dos olhos. Isso por causa e fixação
em detalhes. Iluminação inadequada.

20. Os efeitos dessa condição são fadiga visual e dores de cabeça, coluna e pescoço e com o
tempo isso acarreta em diminuição da capacidade visual.

21. De acordo com a NR 15 não e aconselhável expor o trabalhador a ruídos superiores a 115dB

22. É a NR 15
23. Ele sofre fadiga física seu rendimento diminui e podem ocorrer erros em sua percepção e ra-
ciocínio.

24. São a hipertermia, desfalecimentos, desidratação, doenças de pele, distúrbios psiconeuróti-


cos e cataratas.