Anda di halaman 1dari 2

COBIT - APO

Alunos: Andressa Oliveira, Hosana Gomes, Mayara Marques e Thiago Frazão

O domínio APO (Align, Plan and Organize) do COBIT, de maneira geral descreve
como a TI pode contribuir de maneira mais efetiva para os objetivos de negócio da empresa.
O domínio APO está dividido em 13 processos, destes serão abordados os processos APO07,
APO09 e APO10.
O processo APO07 aborda o gerenciamento de recursos humanos ligados a TI. Seu
principal foco é em ter pessoal capacitado para as tarefas a serem realizadas para alcançar os
objetivos de negócio da empresa e que uma vez que este pessoal é formado, mantê-lo
capacitado conforme as necessidades da empresa mude. Porém não apenas manter o pessoal
qualificado, mas também contente e motivado com os cargos que lhe foram designados.
Para isso o processo APO07 estabelece os funcionários devem ter sua eficiência
avaliada e recompensada com regularidade, apresentar planos de carreira para os funcionários
e escutar feedback quanto a alocação dos funcionários. Além disso manter uma análise sobre
os cargos e quais destes precisam de mais pessoal caso funcionários importantes acabem se
retirando da empresa.
O processo APO07 é extremamente integrado com os outros processos do Cobit, uma
vez que recursos humanos é uma parte vital das empresas de TI. Seja através de contratação
de funcionários ou de empresas terceirizadas para executar as tarefas necessárias para
alcançar os objetivos estipulados pela empresa, ter pessoal qualificado será vital para que a TI
possa atender de maneira satisfatória e muitas vezes as habilidades de TI podem ser de difícil
domínio, logo é necessário estipular bons planos para encontrar, manter e gerenciar esses
funcionários.
O processo APO09 aborda o gerenciamento dos contratos de serviços. Para que esse
gerenciamento seja bem sucedido, é preciso que os serviços de TI estejam alinhados com as
necessidades e expectativas empresariais atuais e do futuro. Dentre as formas de se alcançar
isso, pode-se citar a identificação, especificação e o design dos serviços de TI necessários ao
negócio, contratos e publicações que garantam a forma como os serviços acontecerão, além
do monitoramento e indicadores de performance, a fim de identificar quaisquer serviços e
seus respectivos contratos que precisem ser modificados.
O processo APO10 diz respeito ao gerenciamento de fornecedores das organizações.
Nesse sentido, este processo estabelece objetivos, métricas e práticas para possibilitar o
gerenciamento dos contratos com o fornecedores, dos serviços que estes oferecem à empresa
e garantir o atendimento ao que foi especificado nos contratos com os fornecedores para que
haja alinhamento com os processos da empresa.
A partir dos processos supracitados, foi apresentada também uma abordagem mais
direta do ponto de vista de aplicação do COBIT. Como forma de exemplificação,
estabeleceu-se possíveis decisões de TI norteadas pelos APO07, APO09 e APO10 com o
intuito de tornar seu estudo e análise mais palpáveis.
Dessa forma, pode-se dizer que para aplicar o COBIT é necessário compreender bem
as características e necessidades da empresa, assim como seus objetivos a curto, médio e
longo prazo para então definir quais processos são relevantes e condizentes com o panorama
atual da organização, uma vez que o COBIT é altamente abstrato e abrangente. É preciso
adaptá-lo à realidade da empresa para que haja uma manutenção eficaz e eficiente da
governança e gestão da área de Tecnologia da Informação.