Anda di halaman 1dari 9

Casa em Construção https://casaemconstrucao1.blogspot.

com/

More rmas3027@gmail.com Dashboard Sign Out

Página inicial Vai nascer uma nova casa (espero...)

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Na casa nova, finalmente!


Sim, finalmente! Apesar de ainda não estar completamente mobilada, este Verão já a estreei.
Estava à espera de a estrear ainda mais cedo, mas como a pintura anti-derrapante do exterior só podia A construção da minha casa, passo a passo.
ser feita na estação seca, só em fim de Maio ficou completamente pronta a mobilar.

Pesquisar neste blog


Nos primeiros meses de Verão dediquei-me à montagem da cozinha, e em Agosto comprei as camas e
colchões e mudei-me para lá de armas e bagagens, gatos incluídos.
Gostei tanto que fiquei lá até Outubro.

Devo dizer que trabalhei bastante: tirar o pó e lavar chão, paredes e armários, pôr cortinas black-out
nas janelas dos quartos, montar os móveis e pô-los nos sítios... Felizmente tive alguma ajuda da
família, e acabei por contratar um artista local para me ajudar com a cozinha - cortar bancadas à
medida, prender os móveis altos à parede, pôr candieiros.
Campanha Google para Portugal
Mesmo assim a minha caixa de ferramentas foi bastante usada, e só no fim de Setembro ficou tudo
funcional.

Já se pode lá dormir, cozinhar e comer. A sala ainda está


vazia, mas pus uma mesinha de armar perto da cozinha,
para as minhas refeições com vista para o pomar.
Aqui estão umas fotos para ilustrar estas novidades. Ainda
há muito trabalho para fazer, mas devagar se vai ao longe e
estou a divertir-me a fazê-lo, que é o mais importante.

Subscrever blog

Mensagens

Comentários

Siga-me no Facebook

Etiquetas

Água (1)
alteração de moradia (1)
alvará de construção (3)
Árvores (1)
capotto (2)
Comprar terreno (1)
contador de obra (2)
crédito à habitação (1)
custos de construção (1)
director técnico (1)
Electricidade (4)
empresa construção (1)
estrutura metálica (5)
fundações (1)
implantação no terreno (1)
licença de construção (2)
Materiais de construção (1)
orçamento (1)
painéis OSB (2)
paredes pedra (2)
piscina (1)

1 de 9 09/09/2018, 04:47
Casa em Construção https://casaemconstrucao1.blogspot.com/

portas e janelas (1)


Preparar terreno (1)
projecto arquitectura (4)
Projecto electricidade (1)
projecto execução (1)
projectos de especialidades (1)
sebe (2)

Seguidores

Followers (10)

Follow

Arquivo do blogue

2012 (3)
Novembro (1)
Na casa nova, finalmente!

Julho (1)
Janeiro (1)

2011 (8)
2010 (11)

Os Arquitectos

Amigos

Temas para telemóveis - grátis

Receitas para solitários

VIAGENS A DOIS

Piscinas TREVO AZUL

12 comentários
Forum da Casa
Etiquetas: casa nova, Construir casa, cozinha nova, mobilar casa

terça-feira, 24 de julho de 2012

Pedir empréstimo ao banco Forum arquitectura

Quando iniciei a construção da casa felizmente tinha algumas economias de lado, e não precisei de

2 de 9 09/09/2018, 04:47
Casa em Construção https://casaemconstrucao1.blogspot.com/

pedir crédito ao banco.


No entanto, devido a algumas vicissitudes económicas no decurso
da obra, tive de me decidir a avançar com um pedido de crédito à
habitação.

Nessa altura já tinha tudo aprovado e a obra já estava a meio.


Depois de pensar bem quanto ia pedir e o prazo de pagamento, fui a
vários bancos pedir informações e simulações.
De notar que o tipo de crédito que se pede para a construção tem
exactamente as mesmas condições que o crédito à habitação
"normal", i.e., aquele que se pede quando se vai comprar uma casa
nova.
É claro que o banco onde me deram melhores condições - menor
spread - foi o banco onde já há alguns anos eu tenho a minha conta ordenado. Não foi grande surpresa
para mim, uma vez que o spread depende fortemente do risco que o banco atribui à operação. Para um
cliente antigo e sem incidentes de percurso o banco pode baixar o spread. Claro que o spread e a taxa
final dependem sempre muito da altura em que se pede o crédito - quando os bancos andaram aí todos
em pânico com o crédito mal parado os spreads subiram muito, depois desceram... essas oscilações são
sempre difíceis de prever, claro.

Quando finalmente o banco dá uma simulação definitiva, com os valores das prestações mensais,
temos ainda que atender às seguintes despesas, que por vezes não são tão evidentes assim:
- Ainda antes de recebermos 1 tostão já estamos a pagar as chamadas despesas do
"processo". E não são nada meigas - eu paguei cerca de 300 euros.
- Depois avança a escritura do empréstimo e hipoteca: dinheiro para a escritura, mais para
os registos da hipoteca. Informe-se bem de quanto é que vai ter de largar para a burocracia
- eu paguei 370 euros para o banco, mais 325 da escritura e registos.
- Se olhar bem para a simulação vai reparar que além da prestação do empréstimo vai ter de
pagar uma parcela para os seguros. Sim. Seguro de vida, para cobrir o risco de morte e
invalidez permanente, não vá acontecer-lhe alguma coisa e o banco ficar a arder com a
massa. E seguro multi-riscos habitação, porque a sua casinha será uma garantia do
empréstimo, e o banco não quer que lhe aconteça nada (à casa) que o seguro não possa
pagar.
Pode crer que tudo isto somado é bastante. Mas como nenhum banco concede empréstimo sem
fazermos estas despesas, que remédio!
No entanto, os seguros você pode normalmente negociar - o banco propõe-lhe uma seguradora, mas se
você conseguir arranjar seguros mais baratos com as mesmas condições poderá poupar alguns euros.

No caso do meu empréstimo, ainda fui brindada com uma surpresa, e não tenho mesmo a certeza de
que nos outros bancos também seja assim: é que só me é disponibilizada parte da quantia que pedi
(cerca de 70%). Os últimos 30% só me serão disponibilizados quando a obra estiver concluída, i.e.,
quando eu apresentar a licença de utilização. E tenho 2 anos para pedir esta quantia final. Estas
condições só me serviram para atrapalhar. Mas para os bancos garante-lhes que a casinha ficou mesmo
concluída, e que não recebem como garantia um mono inacabado, eternamente "em construção".
A coisa boa é que no meu plano nos 2 primeiros anos a prestação é bastante baixa. Pressupõem que
esses anos são os de construção, portanto o cliente terá mais despesas do que nos anos seguintes.

Antes de fazer a escritura da hipoteca, o banco tem de aprovar o empréstimo. Para isso tive de entregar
o projecto de arquitectura, o original, aprovado pela câmara, a certidão predial, a licença de
construção, e os técnicos do banco foram fazer uma avaliação no local. Felizmente o processo não
demora muito. Cerca de um mês e aprovaram tudo, e marquei a escritura. No dia da escritura
disponibilizaram-me a 1a tranche (os tais 70%).

Ignoro como as coisas se passam quando se pede um empréstimo para uma construção que ainda não
começou, e que provavelmente só irá começar quando e se o empréstimo fôr concedido...

2 comentários

Etiquetas: crédito à habitação, empréstimo habitação, hipoteca

domingo, 15 de janeiro de 2012

Finalmente, a piscina!!
Tenho andado muito preguiçosa para
escrever, mas atarefada também. Já devia
ter dado esta importantíssima novidade em
Setembro - vão 4 meses de atraso, enfim...!

A notícia é que este Verão já tomámos


umas banhocas belíssimas de piscina,
mesmo com o resto do terreno em obras,
ninguém se importou muito com isso e
todos chapinhámos alegremente. É a
vantagem de a piscina não ter ficado muito
perto da casa, nem se notava muito o
terreno em obras.

3 de 9 09/09/2018, 04:47
Casa em Construção https://casaemconstrucao1.blogspot.com/

Pois é, depois de muitas contas feitas lá acabei por me decidir a fazer a piscina. Tinha visto numa
revista uma piscina exactamente como eu queria, portanto foi fácil dar as indicações para a contrução.
Como a piscina fica à beira de um talude, resolvi fazer uma piscina de infinito - custa um pouco mais,
mas o efeito é muito agradável e também só se faz uma piscina uma vez, não é? É pena a vista em
frente não ser assim nenhuma beleza porque tem muita casa, seria melhor se ficasse com vista só para
a natureza, mas aí não se pode fazer nada...

Depois de pedir vários orçamentos, que eram quase todos de valores muito semelhantes, acabei por me
decidir por uma empresa de Santarém, a Trevo Azul. Passe a publicidade, eles usam a tecnologia
certificada da Mondial Piscine, em que há uma cofragem perdida em plástico e a piscina fica
praticamente auto-portante. Isto para mim era importante porque um dos lados da piscina ficava fora
da terra - assim aproveitei um socalco no declive e arranjei mais espaço para a piscina. A piscina ficou
com 9m x 5m, mais o tanque de retorno. A parede que ficou à vista foi depois disfarçada com um
"muro" feito com pedras que vieram do barracão original onde foi feita a casa.

A piscina mais o tanque de retorno ficam todas forradas com tela armada. Escolhi um tom de areia
para a água ficar com uma tonalidade mais verde - enquadra-se melhor num ambiente campestre, acho
eu. A casa das máquinas não ficou enterrada, o que torna as manutenções mais fáceis. Era para ter
ficado num dos anexos, mas como eu resolvi adiar a construção dos anexos (o $$ não chega para
tudo...), acabei por pôr as máquinas num pequeno abrigo em madeira, que fica fora da vista e que eu
montei com a grande ajuda do meu irmão (talvez faça um outro post só para a história do abrigo!..)

A construção da piscina demorou menos de 3 semanas - a meio de Agosto já lá andámos a tomar banho
e como o tempo esteve ótimo no fim do Verão, em Outubro quando andei a apanhar a azeitona ainda
tomámos belos banhos na piscina.

Junto também umas fotos da piscina durante a construção. Depois ainda hei-de dizer mais qualquer
coisa sobre a piscina e manutenção dela mais tarde (espero que não demore outros 4 meses...).

4 comentários

Etiquetas: construção de piscina, piscina, piscina cofragem, piscina com retorno, piscina de infinito, trevo azul

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Renovar a licença de construção e vidros nas janelas


Mais uma dor de cabeça. A construção atrasou-se toda devido aos caixilhos dos janelões do andar
térreo.
Pois quando o fornecedor foi lá tirar as
medidas exactas comunicou-me que para
poder colocar vidros inteiros nas janelas
teria de ser com uma máquina, e nesse caso
teria de arrancar as laranjeiras que estão
junto da casa.
Aí eu tive mesmo de decidir alterar as
janelas para terem 2 vidros, 1 de correr e
um fixo.
Os meus caixilhos são daqueles largos, com
isolamento térmico, vidros especiais xpto, e
daqueles que apesar de muito grandes se
podem empurrar com um dedinho.
Portanto as consequências práticas: mais 3
meses de espera e aumento de preço!
Isto implicou mais 3 meses de atraso da obra, porque sem ter a casa fechada não se podem completar
as obras no interior: carpintarias, loiça sanitária, etc etc.

Assim, como a licença de construção expirava em Setembro, lá tive de tratar da renovação.


Não sei se é o procedimento comum, mas a "minha" câmara aceita o prolongamento por mais 6 meses
sem pagar mais nada (já não é mau...). Para isso tive de entregar na câmara apenas um requerimento
assinado a pedir a prorrogação por 6 meses.

O problema foi que eu entreguei, ao mesmo tempo, um projecto de alterações dos anexos.
Além disso, tive o azar de entregar estes documentos em Agosto, altura em que, já se sabe, 80% dos
funcionários públicos estão de férias.

A agravar a coisa, esta licença era importantíssima para poder firmar o pedido de crédito à construção
que eu tinha feito ao banco. E também teria de a entregar na EDP para que não me cancelassem o
contrato do contador de obra. A EDP tinha-me mandado uma carta muito competente, a avisar do
risco de cancelamento. Eu telefonei para lá a dizer que já estava a tratar do processo, mas que era
provável que não tivesse o papel a tempo, e eles prorrogaram-me logo o prazo da entrega por mais um
mês, foram simpáticos.

Finalmente, na semana passada lá recebi o ofício da Câmara a dizer que podia ir levantar a

4 de 9 09/09/2018, 04:47
Casa em Construção https://casaemconstrucao1.blogspot.com/

prorrogação. O construtor foi lá à Câmara apresentar o alvará (agora é pela internet) e os seguros em
dia, mas depois disseram-lhe que o processo ainda estava na fiscalização - por causa do tal projecto de
alterações. Só me deram a licença esta semana.

Resumindo e concluindo: após mês e meio depois de ter pedido a prorrogação a câmara lá me entregou
o meu requerimento com um despacho favorável, assinado e carimbado. Eu já a ver que a EDP
entretanto me cortava a electricidade, mas afinal acabou tudo em bem.
Já fui à EDP e ao banco mostrar a papeleta, e agora a ver se a construção continua em bom ritmo e sem
mais percalços.

E aqui estão umas fotos da casa já com as portadas e os vidros postos e da minha futura cozinha com a
antiga parede de pedra aberta - uma cozinha open-space a dar para o pomar.

1 comentários

Etiquetas: alvará de construção, licença de construção, paredes pedra, portas e janelas, prorrogar licença de construção,
renovar licença de construção

domingo, 19 de junho de 2011

O cappotto já está posto


Agora a casa já está com um aspecto mais finalizado, já foi colocado o revestimento exterior em
cappotto. No exterior falta ainda pôr as janelas e portas e pintar - o construtor quer deixar isso mesmo
para o fim, não fosse alguma das outras tarefas que ainda faltam ir estragar a pintura...
No interior também já foram colocadas as divisórias, e feita a canalização e instalação eléctrica. Já
quase parece uma casa a sério. Mas ainda faltam as casas de banho, o soalho, pinturas, carpintarias, ui
ui.

Uma das coisas que tenho notado é que tenho de estar sempre em cima do acontecimento: pedem-me
opiniões, decisões - enfim, este tipo de contrução é muito diferente de comprar uma casa "chave na
mão". Mas espero que compense, pelo menos ficará tudo ao meu gosto pessoal, embora me custe mais
em tempo e chamadas telefónicas!

Acho que ainda não falei muito do método de construção da casa, mas isto é uma casa sem tijolo (à
parte o reforço a uma parede antiga que caiu antes da construção).
A casa é construída em torno de uma estrutura metálica que suporta toda a casa. A estrutura foi depois
toda "fechada" com placas de OSB.
No exterior do OSB foi depois colocado o cappotto. Este é um tipo de isolamento térmico e acústico
pelo exterior (ETICS) à base de polistireno expandido. Podem encontrar mais info em
http://futureng.wikidot.com/cappotto (infelizmente não encontro páginas informativas sem ser de
fornecedores...)
No lado interior do OSB foram aplicadas placas duplas de PLADUR com lã de rocha no interior.
Penso que isolamento não vai faltar à minha casita. Os caixilhos e vidros das janelas são também com
isolamento térmico, foram bem caros e espero que compense.
As paredes interiores são também em placas duplas de PLADUR com lã de rocha.
Em compensação destas despesas com isolamento, não quis nenhum ar condicionado - também
porque me dou muito mal com esse tipo de sistemas, e gastam energia que se fartam - e vou ter apenas
uma lareira/recuperador de calor como fonte de aquecimento. Vai queimar a lenha que sai todos os
anos das minhas árvores.
Para completar o "clima" ecológico, vai ser instalado também um sistema de energia solar térmico (hei-
de falar depois sobre isto nouta mensagem).

E com tudo isto, espero ter uma conta de electricidade baixinha e estar a contribuir para um melhor
meio ambiente. E a cerejinha em cima do bolo é que todos estes melhoramentos energéticos podem ser
deduzidos no IRS, oh sim! (a ver se o governo mantém isso até pelo menos ao ano que vem!!)
Entretanto ando em negociações para construir a tal piscina, a começar ainda este mês para grande
alegria da minha extensa família. Vai ser objecto de outra mensagem, claro.
Eis umas fotos da construção, com o cappotto em fase de colocação, e agora já na fase final.

5 de 9 09/09/2018, 04:47
Casa em Construção https://casaemconstrucao1.blogspot.com/

4 comentários

Etiquetas: capoto, capotto, cappotto, estrutura metálica, isolamento térmico, painéis OSB, placas de pladur, pladur,
projecto arquitectura, projecto construção

terça-feira, 3 de maio de 2011

Controlo de custos
Aviso à navegação: controlem os custos dos equipamentos na casinha nova, e podem poupar bom
dinheiro.
É mesmo verdade, agora ando nas guerras dos lavatórios, sanitas, bidés, banheiras e material
quejando.
O que tenho observado? para um nível de qualidade aceitável - também não é preciso irmos para os
materiais de refugo... - há inúmeras escolhas e grandes disparidades de preço. Portanto, em vez de
seguir cegamente as sugestões dos promotores do projecto, é importante informarmo-nos dos
precinhos dos materiais e eleger alternativas.

Verifico por exemplo, no caso das casas de banho, que nas casas de materiais de construção mais
conhecidas só encontramos as séries mais caras... no entanto se formos por exemplo ao AKI ou ao IZI
ou outro do género, até mesmo à IKEA encontramos ótimos lavatórios, bidés, sanitas e torneiras a um
preço muito mais baixo... Estas casas vendem séries de gama mais baixa, mas mesmo assim muito
aceitável em termos de qualidade. E isto já para não falar nos móveis para lavatórios e móveis para a
casa de banho em geral, porque aí as diferenças de preço podem ser mesmo muito significativas!
Juntando a isto o facto de hoje em dia termos à nossa disposição na internet os catálogos - alguns com
os preços e tudo - da maioria dos fabricantes, temos pano para mangas em termos de capacidade de
selecção!

Fica aqui portanto a sugestão: procure à vontade, e seleccione bem, e vai ver que pode ter aquilo que
gosta a um preço mais razoável.

0 comentários

Etiquetas: custos de construção, Materiais de construção, selecção de materiais

quinta-feira, 17 de março de 2011

Já não chove lá dentro!!


No fim de semana passado fui até à Ribeira,
o objectivo era levar umas videiras
moscateis que comprei e era preciso pôr na
terra com uma certa urgência. Mas qual
não foi a minha surpresa quando encontrei
a casinha já toda forrada com o OSB, mais
um dia ou dois e já terminavam o trabalho,
hoje já deve estar terminado!
Agora já se percebe como irá ficar - só a côr
é diferente, vai ficar branquinha.

E eu aqui ainda a braços com importantes


decisões... Faço os anexos e a piscina ainda
este ano?? Faço cisterna para recolher a
água das chuvas? Ponho os painéis solares
este ano? Ui!, até me dói a cabeça de pensar

6 de 9 09/09/2018, 04:47
Casa em Construção https://casaemconstrucao1.blogspot.com/

nas contas que tenho de fazer - não passa deste fim de semana sem fazer as contas e tomar estas
decisões.

2 comentários

Etiquetas: cobertura OSB, construção moradia, Construir casa, painéis OSB

segunda-feira, 7 de março de 2011

Já subi ao primeiro andar!!


Sim, grande emoção! No último fim de semana de Fevereiro esteve sol, e voltei finalmente à Ribeira
para ver como estava a obra.
Grande surpresa quando vi que a armação da escada já tinha sido colocada, e subi logo lá acima.

Mesmo sem ter combinado, encontrei lá o construtor: animado, está


tudo a correr bem, felizmente, e tinha lá ido com uma pessoa da
empresa que irá pôr o "Capotto", para fazer umas medições.
Outra novidade deu-me também a EDP: sempre a fazer das suas,
enviou-me a primeira conta, consumo por estimativa, calcularam a
módica quantia de 310 euros!! Devem ter pensado que eu tinha ali um
estaleiro industrial a funcionar dia e noite, com certeza, para uma conta
destas!
Só porque não me quis chatear, nem lhes disse nada, porque já devem
estar a torcer a orelha - foram lá há 2 semanas medir o contador
portanto já devo ter uma bela quantia em crédito, acho que até ao fim da
obra nem vou ter de pagar mais nada...
Outra surpresa agradável, a minha cerca também já estava pronta, e
andavam a plantar as os arbustos da sebe. Embora eu tenha dado indicações precisas de como queria a
sebe, vi logo que havia asneira: plantaram-me as espécies alternadamente, quando eu tinha pedido
para ser cada espécie toda junta, e o pior é que depois não tive coragem de dizer para re-plantarem
tudo - coitadas das plantinhas, que não tiveram culpa nenhuma, andarem a ser desenterradas outra
vez não era bom para elas.
Também me tenho fartado de rir: dizem-me que lá na aldeia toda a gente que passa ali vai fazer
perguntas às pessoas que estão na obra - anda tudo intrigadíssimo com aquela construção tão
estranha, outro dia até eu ouvi alguém lá na rua a comentar que aquilo devia ser um armazém...
Nas últimas novidades, soube também que o OSB já estava
colocado, fartaram-se de trabalhar a semana passada para
aproveitar o bom tempo que esteve. Mas ainda não tenho fotos
dessa fase, depois logo publico. Portanto o aspecto da obra está
a mudar muito rapidamente, é o que é.
Agora espera-me outra tarefa árdua: fazer muito bem as
continhas, a ver se posso avançar com a construção da piscina e
dos anexos, ou se alguma coisa terá de ficar para o ano - o meu
irmão já me disse que eu devia era ter começado logo com a
piscina antes da casa, está ansioso para se enfiar lá dentro de
água, mas a vida está difícil para todos... a ver vamos se teremos piscina este Verão.

0 comentários

Etiquetas: capotto, construção moradia, Electricidade, estrutura metálica, sebe

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Obras e sebes
Finalmente consegui ir até à Ribeira e ver o
andamento das obras. Estava um frio de
rachar, mas ainda assim não tivemos chuva
no fim de semana, o que já não foi nada
mau...
E está a ficar mais adiantada: a parede que
faltava está feita, já há cobertura, a
estrutura que vai ficar à mostra já está
pintada de cinzento escuro, já estavam a
fazer a base para as varandas, o muro está
já arranjado - grandes progressos! Palpita-
me que poderiam ter avançado mais se não
fosse o tempo estar tão húmido - demora
tudo muito mais a secar, incluindo o
cimento...

7 de 9 09/09/2018, 04:47
Casa em Construção https://casaemconstrucao1.blogspot.com/

Além do andamento das obras, aproveitei também para tratar de encomendar uma cerca para pôr no
fundo da propriedade. Como termina num talude inclinado, é boa ideia proteger crianças e animais de
cairem para a estrada. E como uma cerca de arame com 50 metros não é nada estética, aproveitei para
comprar uma data de arbustos para a cobrir. Devia ter tirado fotos - adorei os vasinhos de plantas
cheias de vontade de crescer pela minha cerca acima - espero eu! A ver se vão resistir até a cerca estar
feita, o que só deve acontecer lá para a semana que vem, as estacas estavam esgotadas e o homem vai
ter de esperar por elas.
Devo dizer que tenho é pena de não estar lá e ser eu a pôr a cerca, a plantar os arbustos... enfim, espero
ainda ter oportunidades de fazer essas coisas todas em breve!

Fotografei também o muro do lado da rua, já está todo arranjadinho.

0 comentários

Etiquetas: construção moradia, estrutura metálica, sebe

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

A estrutura está montada


Depois dos traumas deste Natal tenho andado mesmo com preguiça para escrever, mas já há mais
novidades.
A estrutura metálica já está completamente montada e a electricidade foi ligada, contrato feito e
contador instalado!
De facto, depois das confusões todas, até fiquei surpreendida quando uns dias antes do Natal recebi
um telefonema da edp a dizer que já podia fazer o contrato, e que instalavam logo o contador.
Para fazer o contrato de contador de obra também foi fácil - bastou ligar para o apoio a clientes, indicar
o nr do pedido, dar uns dados da licença de construção, e já está - nem precisei de ir a uma loja edp. E
na 2a feira seguinte foram instalar o contador.

Com a estrutura também houve confusões, mas já está tudo resolvido. Felizmente fiz um contrato com
o arquitecto para acompanhar a obra... Quando lá foi ainda chegou a tempo de evitar uns problemas,
fruto de umas medições erradas. O sub-empreiteiro lá corrigiu a coisa e acabou tudo em bem,
felizmente.

Agora as fases seguintes: cobrir a estrutura a OSB, para depois aplicar o "cappotto". Claro que esta
época do ano não é a melhor para isto, mas que se há-de fazer... é esperar uns dias de tempo mais seco.

Também há outra guerra para vencer - as paredes em pedra. O meu construtor, uma execelente pessoa
por sinal, mas habituado aos seus métodos de trabalho, abomina as paredes de pedra do barracão que
vão ficar no interior da casa. Porquê? porque lhe vão dar muito trabalho a retirar a argila e pedrinhas
de união e substituir por uma argamassa apropriada, e a fazer uns vãos decentes para as janelas e
portas. Já me moeu a cabeça e sugeriu que se deitasse aquilo abaixo e substituisse por uma parede de
tijolo revestida a pedra sintética - mas de facto não seria a mesma coisa. Mas o trabalho de recuperação
das paredes é possível e até já estava orçamentado, portanto ele vai ter de o fazer mesmo - espero nào
ter de me chatear por causa de uns poucos metros quadrados de pedra.

Eis umas fotos ilustrativas do estado da construção. Bom ano!

8 de 9 09/09/2018, 04:47
Casa em Construção https://casaemconstrucao1.blogspot.com/

0 comentários

Etiquetas: construção moradia, contador de obra, Electricidade, estrutura metálica, paredes pedra

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Natal e perdas
Este Natal foi mesmo triste, ao contrário do que eu estava habituada.
A grande família juntou-se como de costume, mas infelizmente o meu querido tio resolveu deixar-nos
na antevéspera de Natal, de modo que esta consoada passei-a entre risos e lágrimas.
Sim, ele já tinha muita idade, sim ele não estava bem, mas o facto é que desde que me conheço não me
lembro de ter passado um Natal sem ele. Fico com a memória desses natais divertidos, e de todos os
que já abandonaram a grande mesa de Natal.
O que vale é que há sempre outros a chegar, miúdos e graúdos - casamentos, nascimentos, a grande
dinâmica familiar sempre em marcha...

0 comentários

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Confusões por causa da Electricidade, mas a obra avançou


na mesma
Bolas!! Esta coisa da electricidade parece que está mesmo amaldiçoada...
Telefonei hoje para a edp a saber se a ligação já estava pronta e se já podia fazer o contrato para o
contador de obra. Sim, já está feita, tal como o construtor já me tinha comunicado, mas houve para lá
uma confusão, e pensavam que era um contador definitivo, portanto o processo estava à espera da
certificação, etc etc etc
Lá tive de dizer que atinassem - não podia ser definitivo, eu só tinha entregado a licença de construção,
a obra estava por fazer, blá blá blá... Enfim, lá ficaram de mudar o tipo do pedido, e lá se vão mais uns
dias à espera para poder fazer o contrato do contador de obra.

Entretanto também tive a alegria de saber que a estrutura metálica já foi montada, mesmo sem a
electricidade. O subempreiteiro levou um gerador, e aqui vai disto, ao que parece montaram já a
estrutura.

Só me faltam mesmo umas fotografias, mas isto tem andado mau para ir lá ao fim de semana - ou é a
vaga de frio ou a vaga de chuva - há mais de um mês que lá não ponho os pés, infelizmente.
É que a casa da minha mãe, que é mesmo ao lado, é GELADA no Inverno - ninguém lá vai
habitualmente, e no inverno ainda menos, portanto o primeiro desgraçado a lá pernoitar tem de gastar
uma bilha de gás a aquecer a casa e duas toneladas de lenha na lareira. E só se pode lá ir em grupo, que
é para aquecer mais depressa...
Mas assim que tiver as fotos vou publicar logo :-)

0 comentários

Etiquetas: construção moradia, contador de obra, Electricidade, estrutura metálica

Página inicial Mensagens antigas

Subscrever: Mensagens (Atom)

Links

ForumDaCasa
Forum Arquitectura

Tema Simples. Com tecnologia do Blogger.

9 de 9 09/09/2018, 04:47