Anda di halaman 1dari 55

Revoluções liberais e

Positivismo
Dra. Ana Cláudia D. C. de Oliveira
Em 4 de Julho de 1776, representantes das 13 colônias reunidos em Congresso
declararam a independência das 13 colônias inglesas do continente americano.

"Washingtonatravessando o Rio Delaware".


Revolução Americana,1776.
REVOLUÇÃO FRANCESA (1789)

1. CONTEXTO IDEOLÓGICO-POLÍTICO: FIM DO ANTIGO


REGIME = ABSOLUTISMO X ILUMINISMO (e literaturas
subversivas…Robert Darnton)

2.CONTEXTO ECONÔMICO: ALTOS IMPOSTOS, FOME


GENERALIZADA NO CAMPO, CRISES NATURAIS
“GRANDE MEDO" (pág.80 a era das revoluções/Eric
Hobsbawm)

3.CONTEXTO SOCIAL:

PRIMEIRO ESTADO = CLERO (291)


SEGUNDO ESTADO = NOBREZA (327)
TERCEIRO ESTADO = BURGUESES, SERVOS (SANS-
CULOTTE – SEM CALÇA “CURTA”), PROFISSIONAIS
LIBERAIS... (578, 610)
Louis-Léopold Boilly
26 MILHÕES DE HABITANTES – PERTO DE 600
MIL PESSOAS ERAM PRIVILEGIADOS (PRIMEIRO
E SEGUNDO ESTADO - ISENTOS DE IMPOSTOS
ETC...) E CERCA DE 17 A 18 MIL PESSOAS
MORAVAM NA CORTE. O RESTO, PAGAVA AS
CONTAS (E OS VELHOS IMPOSTOS FEUDAIS...)
O MINISTRO DA ECONOMIA, NECKER, CONTABILIZOU
UM GASTO DE 200 MILHÕES DE FRANCOS NO PERÍODO
ENTRE 1774-1789 (LUÍS XVI)

A CORTE É O TÚMULO DA NAÇÃO...


Luis XVI Maria Antonieta
• Luís XIV ( 1661 a
1715)
• Jean Bodin - Teoria
DIREITO DIVINO
DOS REIS - Os reis
são enviados de Deus
na Terra, para cuidar
de assuntos terrestres.
Ir contra o rei é
cometer um sacrilégio.
PASSOS DA REVOLUÇÃO I
1. Convocação dos Estados Gerais
(1614 e 17/06/1789) – pauta: Reforma
fiscal, votação por cabeça x votação
por Estado (girondinos, jacobinos –
DIREITA, ESQUERDA)
2.Terceiro Estado: Juramento na sala do jogo da péla
(20/06): dar uma Constituição à França – Ass. N.
Constituinte a 09/07
3.Luis XVI demite Necker (que apoiava o T. Estado) e
cresce a insatisfação popular
4.Terceiro Estado mobiliza o povo (50 MIL)-TOMADA
DA BASTILHA A 14 DE JULHO DE 1789
PRIMEIROS ATOS
-SUPRESSÃO DO REGIME FEUDAL (04/08, fim dos
impostos (corvéia – usufruto da terra/instrumentos,
mão-morta – bens do servo ficavam como herança ao
senhor, primeira noite da esposa do servo, fim dos
privilégios como a caça, pensões etc...)

-DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DO HOMEM E DO


CIDADÃO (26/08)
"Considerando que a ignorância, o esquecimento, ou o desprezo da mulher
são as únicas causas das desgraças públicas e da corrupção dos
governantes, resolverem expor em uma Declaração solene, os direitos
naturais, inalienáveis, e sagrados da mulher...
Em consequência, o sexo superior tanto na beleza quanto na coragem, em
meio aos sofrimentos maternais, reconhece e declara, na presença e sob
os auspícios do Ser superior, os Direitos seguintes da Mulher e da Cidadã:

•derecho de las mujeres al voto, a ser propietarias


de bienes, a participar en la educación y el
ejército, así como a ejercer cargos públicos."La
mujer tiene el derecho de subir al cadalso; debe
tener también el de subir a la Tribuna".

OLYMPE DE GOUGES/
MARIE DE GOUZE
1793
PASSOS DA REVOLUÇÃO II

●LEVANTE POPULAR EM OUTUBRO SOBRE


VERSALHES E TULHERIAS.
●CONFISCO DOS BENS DO CLERO (02/11)
●PROMULGAÇÃO DA CONSTITUIÇÃO
(14/09/1791) = MONARQUIA
CONSTITUCIONAL

●NOITE DE VARENNES: FUGA REAL EM


DIREÇÃO A LORENA (21/06/1791)
PASSOS DA REVOLUÇÃO III

●GOVERNO DA CONVENÇÃO OU DOS


GIRONDINOS: 1792 A 1795 –
- DECISÕES: ABOLIÇÃO DA MONARQUIA E
PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA
(21/09/1792)
O QUE FAZER COM O REI?

GIRONDINOS: RESPEITAR A
CONSTITUIÇÃO X JACOBINOS: TRAIÇÃO
DO REI = GUILHOTINA (enforcar o último rei
nas tripas do último padre...)
DESCOMPASSO DA REVOLUÇÃO

●EXECUÇÃO DO REI E DA RAINHA (21/01/1793)

●COMITÊ DE SALVAÇÃO PÚBLICA:


SALVAGUARDAR A REVOLUÇÃO (mudança de
costumes: tuteamento, roupas, liberdade
religiosa..)

●OS JACOBINOS CONTROLAM A CONVENÇÃO

●GOVERNO DO TERROR: 1793 A 1794

●EXECUÇÃO DE CERCA DE 42 MIL PESSOAS ("


filme: DANTON: O processo da revolução" )
FIM DA REVOLUÇÃO
●A CONVENÇÃO RETOMA O PODER (1795) –
TERROR BRANCO: CAÇA AOS JACOBINOS
(PRIMEIRO A MORRER – ROBESPIERRE)
●A CONVENÇÃO SE DISSOLVE PARA DAR LUGAR
AO DIRETÓRIO – 1795-1799

●LEVANTE POPULAR DE GRACO BABEUF


DEFENDIA UM COMUNISMO AGRÁRIO,
SUPRESSÃO DAS CLASSES E DA PROPRIEDADE.

●GOLPE DO 18 DE BRUMÁRIO (09/11/1799) –


NAPOLEÃO BONAPARTE:

RESTAURAÇÃO MONÁRQUICA
E a Sociologia?

O que este contexto/revolução


proporcionou como estímulo para o
desenvolvimento de uma ciência da
sociedade? (P.27-33)

“A FILOSOFIA DO ÚLTIMO SÉC. FOI


REVOLUCIONÁRIA. A DO SÉC. XX DEVE SER
REORGANIZADORA.” SAINT-SIMON
O que é
sociologia? A sociedade é como se fosse um organismo
O que é um humano. Para estudá-la, deve ser
sociólogo? decomposta pelas suas partes. Somente
uma nova ciência pode fazer isso, uma
CIÊNCIA POSITIVA – POSITIVISMO.

A sociedade, o
que é afinal?

POSITIVISMO:
A CIÊNCIA DA HUMANIDADE
O vocábulo sociologia foi empregado pela primeira vez por
Auguste Comte em 1889. Ele aparece no volume IV do
Curso de Filosofia Positiva com a seguinte redação:

“Acredito que devo arriscar, desde agora, esse termo novo,


sociologia, exatamente equivalente à minha expressão, já
introduzida, de física social, a fim de poder designar por um
nome único esta parte complementar da filosofia natural que
se relaciona com o estudo positivo do conjunto de leis
fundamentais apropriadas aos fenômenos sociais”.

http://www.georgesarmento.com.br/wp-content/uploads/2011/02/Técnica-Constitucional.pdf
AUGUSTO COMTE E A FÍSICA
SOCIAL (1830)
POSITIVISMO: Doutrina
derivada do cientificismo,
isto é, na crença no poder
exclusivo e absoluto da
razão.

O positivismo defende a
aplicação do método das
ciências naturais para a
análise da sociedade.
INFLUÊNCIAS COMTE
1. SAINT-SIMON

A SOCIEDADE DEVE SER DIRIGIDA


PELOS PRODUTORES (CAPITALISTAS)
PARA COMBATER A CLASSE DE
PARASITAS (CLERO E NOBREZA)

2. CONDORCET: CIÊNCIA SOCIAL =


MATEMÁTICA SOCIAL
1) João tinha vinte e um Reais, gastou dezenove indo ao futebol e
ganhou onze na raspadinha. Quantos Reais João tem?
Problema e Cálculo = Resposta

Determinista
21 – 19 + 11 13
A+B=C

2) João tinha vinte e um Reais, gastou dezenove indo ao futebol, ganhou onze
na raspadinha e apostou o total na cara em um jogo de cara ou coroa, na
proporção de um para um. Qual a chance de João ter vinte e seis Reais?

Problema e Cálculo = Resposta

Probabilístico
21 – 19 + 11 Cara 50% 26 50%

Coroa 50% 0
3) João tinha vinte e um Reais, gastou dezenove indo ao futebol,
ganhou onze na raspadinha, mais treze em um jogo de cara ou
coroa. Ao chegar à rua de sua casa foi assaltado por uma gangue
local que há muito inferniza o bairro. Como resolver o problema dos
assaltos no bairro de João?

Problema e Cálculo = Resposta

Nebuloso
21-19+11-13
Causas da Violência ?
Críticas:
1.As CS devem ter um método próprio ( qualitativo) e não copiar modelo das
CN
2.Os fatos sociais não são resumidos a um processo de quantificação
3." compreensão interpretativa das experiências dos indivíduos em seus mais
diversos contextos" . Gold., 2004, p.19

Permitir a compreensão ...


não levar a um conjunto de leis.
OUTRAS INFLUÊNCIAS...
1.DAVID HUME:
EMPIRISMO ABSOLUTO= A EXPERIÊNCIA É A ÚNICA
MATÉRIA PLAUSÍVEL PARA O CONHECIMENTO. O
EMPIRISMO SE ERGUEU CONTRA QUALQUER TIPO DE
FILOSOFIA OU IDEALISMO.
2. SPENCER e LAMARCK
DETERMINISMO
BIOLÓGICO DOS
SERES VIVOS.

3. CHARLES DARWIN
Positivismo + Determinismo Biológico (ou
biologicismo)

CONJUNTO DE TEORIAS QUE DEFENDE


A IDEIA DA POSIÇÃO OCUPADA POR
DIFERENTES GRUPOS NAS
SOCIEDADES DERIVA DE LIMITES OU
PRIVILÉGIOS INSCRITOS NA SUA
CONSTITUIÇÃO BIOLÓGICA.

(Maria Teresa Citeli, 2001, p.134)


POSITIVISMO COMTE
MATEMÁTICA – ASTRONOMIA – FÍSICA – QUÍMICA
– BIOLOGIA - SOCIOLOGIA

LEI DO MOVIMENTO SOCIAL


DINÂMICA: ESTUDA ELEMENTOS DE MUDANÇA
E AS LEIS DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL –
PROGRESSO, INDUSTRIALIZAÇÃO ETC...
ESTÁTICA: ESTUDA OS CONDICIONAMENTOS
SOCIAIS – ORDEM, INSTITUIÇÕES ETC...
OBJETIVOS DO POSITIVISMO:
1. REFORMA INTELECTUAL, MORAL E
ESPIRITUAL DO HOMEM.
2. DIMENSÃO FILOSÓFICA: SUPERIORIDADE DA
CIÊNCIA.
3. DIMENSÃO SOCIOLÓGICA: APLICAÇÃO
DO MÉTODO DE INVESTIGAÇÃO DAS
CIÊNCIAS DA NATUREZA
AOS FENÔMENOS SOCIAIS.
(OBSERVAÇÃO, EXPERIMENTAÇÃO E
OBJETIVIDADE)
EVOLUÇÃO DA SOCIEDADE

LEI DOS TRÊS ESTADOS

 PRIMEIRO ESTADO: TEOLÓGICO


 SEGUNDO ESTADO: METAFÍSICO
 TERCEIRO ESTADO: POSITIVO
DE CIÊNCIA DA HUMANIDADE
PARA RELIGIÃO DA HUMANIDADE:
“CATECISMO POSITIVISTA” 1852

LEMAS: AMOR À CIÊNCIA


DEVOÇÃO À RAZÃO
IGREJA POSITIVISTA
CULTO DA HUMANIDADE CLOTILDE DE VAUX
POSITIVISMO NO BRASIL
 1844 – intelectuais oriundos das classes
abastadas.
 Dr. Justiniano da Silva Gomes apresentou na
Faculdade de Medicina da Bahia, uma tese
sobre a Lei dos Três Estados.
Luís Pereira Barreto
Benjamim Constant
Miguel Lemos
Teixeira Mendes e Júlio de
Castilhos.
Luís Pereira Barreto

Consequências....
A substituição da saudação final nas
correspondências oficiais - de “Deus guarde a V.
Exa...” por “saúde e fraternidade”, que faziam
referência ao Culto da Humanidade de Comte.

Abolição dos tratamentos de V. Exa. pela forma


“vós”.

A configuração da bandeira.

A lei da separação entre Igreja e Estado.

O decreto dos feriados nacionais como o 02 de


novembro, o 1º de janeiro, etc.
http://www.conteudoseducar.com.br/conteudos/arquivos/3219.pdf
QUESTÃO MILITAR
1) GUERRA DO PARAGUAI (1865-1870)
modelo de desenvolvimento industrial paraguaio e expansionismo de Francisco Solano
López (saída para o mar (Paraguai Maior) X Tríplice Aliança (“T. Infâmia”):
Brasil, Argentina e Uruguai.

ANGELO AGOSTINI,
180
DESTRUIÇÃO DO ESTADO NACIONAL

BAIXA ENTRE 800 A 1,3 M.

“AÇOUQUE DO PARAGUAI”
MARIANNE

Manoel Lopes
Rodrigues , 1896
CENTRO POSITIVISTA DO PARANÁ –
FUNDADO EM 1927
IGREJA POSITIVISTA
DO BRASIL

O amor por princípio e a Ordem por base; o Progresso por fim.


•Resolução
Rio de Janeiro, 15 de São Paulo de 208 (4 de junho de 1997)
A Delegação Executiva da IGREJA POSITIVISTA DO BRASIL, em sua
reunião ordinária de 15 de São Paulo de 208 (4 de junho de 1997),
resolveu instituir uma página na INTERNET a fim de ampliar seus contatos
com o grande público nacional e internacional.
IGREJA POSITIVISTA NO BRASIL
DELEGAÇÃO EXCUTIVA
Danton Voltaire Pereira de Souza
Presidente
Ano com 13 meses de 28 dias cada, com um dia suplementar (365 dias);
nos chamados anos bissextos, incluir-se-iam também, um dia adicional.
O ano 1 começa em 1/1/1789, o ano da queda da Bastilha, símbolo da
Revolução Francesa.
Nomeavam-se os meses e dias com as personalidades mais marcantes
da história, glorificam nomes importantes da religião, literatura,
filosofia, ciência e política: Moisés, Homero, Aristóteles, Arquimedes,
César, São Paulo, Carlos Magno, Dante, Gutenberg, Shakespeare,
Descartes, Frederico II e Bichat.

MÊS PERSONALIDADES
1 MOISES
2 HOMERO
3 ARISTÓTELES
4 ARQUIMEDES
5 CÉSAR
6 SÃO PAULO
7 CARLOS MAGNO
8 DANTE
9 GUTEMBERG
10 SHAKESPEARE
11 DESCARTES
12 FREDERICO II
13 BICHAT
A Igreja Positivista do Brasil
Fundada em 19 de César de 93 (11 de
maio de 1881) por Miguel de Lemos, à
Rua Benjamin Constant 74,Glória, RJ.
Sua sede, também conhecida como
Templo da Humanidade, foi o primeiro
edifício construído, no mundo, para
difundir a Religião da Humanidade.
Miguel Lemos
http://g1.globo.com/ma/maranhao/noticia/2015/03/escolas-do-ma-que-homenageavam-ditadores-tem-nomes-substituidos.html

Escolas do MA que
homenageavam ditadores têm
nomes substituídos.
Governador Flávio Dino diz que
homenagens não são
'razoáveis'.
Escolas passaram por processo
democrático de escolha dos
novos nomes.
CRÍTICA...
Potencial emancipatório da Razão X padrões
éticos universais / movimento pós- positivismo
defende a crítica de que toda verdade é relativa e
uma forma de poder estruturado que se é
apresentado como neutro e natural.

• SABER... PODER... SUJEITO...

•Fatos sociais não são dados absolutos. São


interpretações...(NOGUEIRA, JP. Teoria das RI,
2005)
a. Esvaziamento do b. Redução do Direito ao
sentido valorativo e fato puro, empírico (O
ontológico do Direito; Direito é aquilo que se
vê);
c. A estatização do d. Afirmação da
Direito X socialização do onipotência do
Direito; legislador;
e. Sobrevalorização do f. Desvalorização do
elemento coercitivo (Leis papel do juiz como
mais duras) intérprete da lei.
POSITIVISMO NO DIREITO=LEI
DIREITO: JUSTIÇA=LEI DESCREVER, APLICAR
CARVALHO, José Murilo de. A formação das almas. São Paulo:
Companhia das Letras, 2006.
PESAVENTO, Sandra J. História & História Cultural. Belo Horizonte:
Autêntica, 2005.
SCHWARCZ, Lilia Moritz. As barbas do Imperador. São Paulo: Companhia
das Letras, 1998