Anda di halaman 1dari 19

AULA 7- Questões do CACD sobre

macrodivisão natural do território brasileiro


PROGRAMA DE GEOGRAFIA DO CACD- 1ª E 3 a Fase
1- História da Geografia
2- A Geografia da População
3- Geografia Econômica (indústria e globalização)
4- Geografia Agrária
5- Geografia Urbana
6- Geografia Política
7- Geografia e gestão ambiental
7 - Geografia e gestão ambiental.

7.1. O meio ambiente nas relações internacionais:


avanços conceituais e institucionais.
7.2. Macrodivisão natural do espaço brasileiro:
biomas, domínios e ecossistemas
7.3. Política e gestão ambiental no Brasil.
biomas
(TPS 2006) Religião mestiça
Insulado deste modo no país, que o não conhece, em luta aberta
com o meio, que lhe parece haver estampado na organização e no
temperamento a sua rudeza extraordinária, nômade ou mal fixo à
terra, o sertanejo não tem, por bem dizer, ainda capacidade orgânica
para se afeiçoar a situação mais alta. O círculo estreito da atividade
remorou-lhe o aperfeiçoamento psíquico. Está na fase religiosa de
um monoteísmo incompreendido, eivado de misticismo
extravagante, em que se rebate o fetichismo do índio e do africano.
É o homem primitivo, audacioso e forte, mas ao mesmo tempo
crédulo, deixando-se facilmente arrebatar pelas superstições mais
absurdas. Uma análise destas revelaria a fusão de estádios
emocionais distintos.
Euclides da Cunha. “O homem / Os sertões”. In: Obra completa. Rio
de Janeiro: Nova Aguilar, 1995, p. 197.
O meio a que se refere Euclides da Cunha, em Os Sertões,
corresponde
(A) à floresta amazônica.
(B) aos cerradões de Minas Gerais.
(C) ao agreste de Pernambuco.
(D) ao cerrado goiano.
(E) à caatinga baiana.
(TPS 2010)

Internet: <www.ibge.gov.br>.
Acerca dos domínios vegetacionais brasileiros, ilustrados no mapa
acima, assinale a opção correta.
(A) O Cerrado brasileiro, formação do tipo bioma savana
adaptada a clima com sazonalidade bem marcada, apresenta-se
estratificado em fitofisionomias, com formações de campos
(limpo e sujo), estruturas de campo cerrado e cerrado em senso
estrito e formações florestais conhecidas como cerradão.
(B) A Mata de Araucárias, formação típica do sul do país,
apresenta diversidade florestal bastante acentuada,
caracterizada, principalmente, por indivíduos latifoliados
(folhas largas) e aciculifoliados (folhas pontiagudas).
(C) A Mata Tropical, também conhecida como Mata Atlântica,
caracterizava-se, originalmente, por formações bastante
espaçadas e de baixa densidade florestal, o que permitia
considerá-la como formação ombrófila, associada a climas
chuvosos.
(D) A hiléia amazônica, formação estratificada, subdivide-se em
mata de igapó, de várzea e de terra firme, definidas com base em
tipos de embasamento, sendo os sedimentares associados à
mata de igapó, e os rochosos, às demais.
(E) A Caatinga possui solos bastante intemperizados,
principalmente por desagregação química dos minerais,
decorrentes de suas características climáticas e de vegetação.
3- (3ª fase-1999) A expressão "polígono das secas" é
de uso corrente na geografia regional brasileira.
Localize com precisão tal área no território nacional e
descreva os mecanismos atmosféricos que
determinam, estrutural e sazonalmente, sua situação
climática.
(3ª Fase – 2003) A tropicalidade brasileira sofre
alterações regionais, segundo a ação de fatores tais
como: latitude, altitude, e continentalidade. Estabeleça
uma correlação entre tais variações e a divisão oficial do
Brasil em "macrorregiões", estabelecida pelo IBGE em
1969.
Relevo- Jurandyr Ross
Domínios climáticos brasileiros
Vegetações brasileiras