Anda di halaman 1dari 5

INFOPLAN

MS-PROJECT – CONTROLE DE CUSTOS

- Campos da tabela Valor acumulado - (Usados como atribuições de tarefas e recursos)

Campo Descrição
COTA Custo orçado do trabalho agendado, até a data de status do projeto
O campo COTA (custo orçado do trabalho agendado) contém os custos acumulados da linha de base
divididos em fases de uma atribuição até a data de status ou a data atual.
Para calcular o COTA, o Microsoft Project adiciona os custos da linha de base da atribuição divididos
em fases, até a data de status ou a data atual.

COTR Custo orçado do trabalho realizado, até a data de status do projeto


O campo COTR (custo orçado do trabalho realizado) contém o valor acumulado da porcentagem do
trabalho concluído e dividido em fases da atribuição multiplicado pelo custo da linha de base dividido
em fases da atribuição. O COTR é calculado até a data de status ou a data atual. Essas informações
também são conhecidas como valor acumulado.
Quando uma atribuição é feita pela primeira vez, o COTR é de R$ 0,00. Assim que uma linha de base
é salva e o andamento da atribuição é reportado (por trabalho real, duração real ou porcentagem de
trabalho concluído), o Microsoft Project calcula o COTR. A quantidade de trabalho concluído é
multiplicada pelo custo da linha de base dividido em fases da atribuição até a data de status ou a data
atual.

CRTR Custo real do trabalho realizado, até a data de status do projeto


O campo CRTR (custo real do trabalho realizado) mostra a soma dos valores de CRTR de todas as
atribuições de um recurso. Esses são os custos contraídos do trabalho realizado até a data de status ou
a data atual pelo recurso, em todas as tarefas atribuídas.
Se o recurso ainda não tiver reportado o trabalho em quaisquer das tarefas atribuídas, o campo CRTR
conterá R$ 0,00. À medida que o trabalho real é reportado pelo recurso em várias tarefas, o Microsoft
Project calcula o CRTR. Esse é o custo do trabalho real mais quaisquer custos por uso do recurso até a
data. A maneira e o momento em que o CRTR é calculado dependem das configurações de Taxa
padrão, Taxa de horas extras, Custo por uso e Acumulação de custos do recurso na caixa de diálogo
Informações sobre o recurso, assim como da data de status ou da data atual.

VA Variação na agenda do valor acumulado, até a data de status do projeto


O campo VA (variação da agenda do valor acumulado) mostra a diferença, em termos de custo, entre o
andamento atual e o plano da linha de base da atribuição até a data de status ou a data atual. Você
poderá usar a VA para verificar os custos e determinar se as atribuições estão de acordo com a agenda.
A VA é a diferença entre o COTR (custo orçado do trabalho realizado) e o COTA (custo orçado do
trabalho agendado). O Microsoft Project calcula a VA da seguinte maneira:
VA = COTR – COTA

VC Variação de custo do valor acumulado, até a data de status do projeto


INFOPLAN

O campo VC (variação de custo do valor acumulado) mostra a diferença entre o custo previsto para
atingir o nível atual de conclusão da atribuição e o custo real para atingir esse nível até a data de status
ou a data atual.
A VC é a diferença entre o COTR (custo orçado do trabalho realizado) e o CRTR (custo real do
trabalho realizado). O Microsoft Project calcula a VC da seguinte maneira:
VC = COTR – CRTR

OAT Orçamento ao término, é o custo de linha de base.


O campo Custo da linha de base mostra o custo total planejado do trabalho a ser realizado por um
recurso em uma tarefa. O custo da linha de base também é denominado previsto ao concluir (OAT).
O custo da linha de base é calculado como a soma dos custos planejados da atribuição, incluindo o
trabalho agendado, as horas extras agendadas e os custos por uso referentes à atribuição. Isso equivale
ao conteúdo do campo Custo quando a linha de base é salva.
Custo da linha de base = (Trabalho * Taxa padrão) + (Trabalho de horas extras * Taxa de horas
extras) + Custo por uso

EAT Estimativa ao término, do custo agendado para uma tarefa (é o campo Custo Agendado)
VAT Variação ao témino (na conclusão) entre o custo da linha de base e o custo agendado
(VAC)
O campo VAT (Variação ao Término) mostra a diferença entre o OAT (Orçamento ao Término) ou
custo da linha de base e a EAT (Estimativa ao Término) ou custo total de um recurso.
Como foi calculado Quando há uma linha de base definida, o campo VAT do recurso contém R$ 0. O
custo agendado ou total do recurso e o custo da linha de base do recurso são iguais nesse momento;
portanto, a variação é R$ 0. À medida que o plano for alterado ou que o recurso reportar o andamento
das tarefas atribuídas, o Microsoft Project calculará a VAT de todas as atribuições do recurso. Isso
inclui o custo do trabalho real mais quaisquer custos por uso do recurso até a data. O Microsoft
Project calculará a VAT da seguinte maneira:
VAT = Orçamento ao Término (custo da linha de base) – Estimativa ao Término (custo total)

Observação Os campos COTA, COTR, CRTR, VA e VC são incluídos como campos de tarefa, recurso
e atribuição e como campos divididos em fases de tarefa, recurso e atribuição. Os campos OAT, EAT e
VAC são apenas campos de tarefa.
INFOPLAN

Caixa de diálogo Definição de código de EDT

Para abrir esta caixa de diálogo, no menu Projeto, aponte para EDT e clique em Definir código.
Use esta caixa de diálogo para criar, analisar ou revisar um formato, ou máscara, de código de EDT
(estrutura de divisão de trabalho) uniforme. Os códigos de EDT são geralmente exclusivos; ou seja, cada
tarefa possui um código de EDT individual. O campo EDT será útil principalmente se a sua empresa
usar um sistema de código de EDT específico para o gerenciamento de projeto. Você pode:
 Definir um formato de código de EDT, incluindo a seqüência, o tamanho e o separador do
código.
 Representar as posições das tarefas na estrutura hierárquica do projeto.
 Aplicar um formato específico adequado à forma como você exibe o projeto.
Detalhes Os detalhes a seguir referem-se à tabela Máscara do código. Insira uma linha diferente para
cada nível de EDT que você estiver definindo. Cada nível da seqüência se baseará no outro para criar a
máscara de código de EDT completa. Aprenda sobre como usar códigos de EDT personalizados.
Nível Indica o nível da estrutura de tópicos correspondente à máscara de código de EDT que está
sendo definida. Este campo será incrementado automaticamente à medida que você inserir cada máscara
de código adicional.
Seqüência Insira o tipo de caractere para a máscara de código. As opções são Números (ordenados),
Letras maiúsculas (ordenadas), Letras minúsculas (ordenadas) e Caracteres (não ordenados).
Comprimento Insira um número que represente o tamanho necessário para este nível de código de
EDT. Clique em Qualquer se o código de EDT puder ter qualquer tamanho. O tamanho máximo do
código de EDT inteiro é 255 caracteres.
Separador Insira o caractere usado para separar os níveis de código de EDT. O separador padrão é o
ponto.
Para aprender mais sobre uma opção específica

1. Clique em no canto superior direito da caixa de diálogo.

O ponteiro do mouse se transformará em um ponto de interrogação .


2. Clique na opção sobre a qual você deseja obter informações.
Será exibida uma breve descrição da opção na tela.
Comentários
Para atribuir um código de EDT a uma tarefa, em uma planilha de tarefas, clique no campo à direita do
qual você deseja inserir o campo de código de EDT. No menu Inserir, clique em Coluna. Na caixa Nome
do campo, clique em EDT. O código de EDT correspondente ao nível da estrutura de tópicos de cada
tarefa será exibido.
Para classificar pelo código de EDT, no menu Projeto, aponte para Classificar e clique em Classificar
por. Na caixa Classificar por, clique em EDT.
INFOPLAN

Criar um código de estrutura de tópicos


Além da estrutura de tópicos que você especifica com tarefas de resumo e subtarefas, e da estrutura de
tópicos interna e códigos de EDT, você pode especificar uma estrutura alternativa para o projeto usando
os códigos de estrutura de tópicos.

1 Para definir um conjunto de códigos de estrutura de tópicos, exiba um modo de exibição de planilha,
como o modo de exibição Planilha de tarefas ou Planilha de recursos, que contém as tarefas ou os
recursos que você deseja organizar com um código de estrutura de tópicos.
 Para exibir o modo de exibição Planilha de tarefas, no menu Exibir, clique em Mais modos
de exibição. Na caixa Modos de exibição, clique em Planilha de tarefas e, em seguida, clique
em Aplicar.
 Para exibir o modo de exibição Planilha de recursos, no menu Exibir, clique em Planilha de
recursos.
2 No menu Ferramentas, aponte para Personalizar e clique em Campos.
3 Na caixa Tipo, clique em Código de estrutura de tópicos.
4 Na caixa Campo, clique no código de estrutura de tópicos que deseja definir, como Código de
estrutura de tópicos1.
5 Clique em Renomear.
6 Na caixa Novo nome para, digite um nome para o código de estrutura de tópicos personalizado que
deseja criar.
7 Clique em OK.
8 Clique em Definir código de estrutura de tópicos.
9 Para especificar o código de estrutura de tópicos para tarefas de primeiro nível, clique na primeira
linha na coluna Seqüência e selecione o tipo de caractere.
 Clique em Números para mostrar um código de estrutura de tópicos numérico para esse
nível.
 Clique em Letras maiúsculas para mostrar códigos de estrutura de tópicos em ordem
alfabética e em maiúsculas; por exemplo, A, B e C para as primeiras três tarefas de resumo
no projeto.
 Clique em Letras minúsculas para mostrar códigos de estrutura de tópicos em ordem
alfabética e em minúsculas; por exemplo, a, b e c para as primeiras três tarefas de resumo no
projeto.
 Clique em Caracteres para mostrar qualquer combinação de números e letras maiúsculas e
minúsculas; por exemplo, Arc1, Const1 e Insp1 para as primeiras três tarefas de resumo no
projeto. Se escolher Caracteres, você terá o máximo de flexibilidade para inserir códigos de
estrutura de tópicos personalizados.
O Microsoft Project exibe um asterisco (*) no campo de código de estrutura de tópicos até você
definir uma seqüência de caracteres para esse nível do código de estrutura de tópicos.
10 Na coluna Comprimento, clique na primeira linha e selecione um número para o número de
caracteres no código de estrutura de tópicos de primeiro nível. Por exemplo, digite 3 para tornar três
caracteres o número obrigatório de caracteres a ser inserido nesse nível do código de estrutura de
tópicos. A extensão total de um código de estrutura de tópicos pode ser de até 255 caracteres.
11 Na coluna Separador, clique na primeira linha e digite ou selecione um caractere para separar os
níveis de código de estrutura de tópicos. Por padrão, o caractere separador é um ponto.
Dicas
INFOPLAN

 Você pode ter diferentes caracteres separadores entre cada nível de código.
 Você pode digitar um caractere diferente de um ponto, sinal de subtração, sinal de adição ou
barra; por exemplo, você pode digitar um E comercial (&) ou um sinal numérico (#).
 Você pode optar por não ter caractere separador entre os níveis de código. No campo
Comprimento, clique em um número. No campo Separador, exclua o caractere separador.
12 Repita as etapas 9–11 para cada nível de código de estrutura de tópicos que desejar especificar.
13 Para impedir que os usuários insiram códigos sem todos os níveis do código de estrutura de tópicos
que você definiu, marque a caixa de seleção Permitir somente novos códigos com valores em todos
os níveis de máscara.