Anda di halaman 1dari 55

CANDex

MANUAL
Módulo Externo
do Sistema de Candidaturas
Versão 1.2

Brasília – 2018

1
MANUAL – CANDex
Módulo Externo do Sistema de Candidaturas
Eleições 2018

Comissão Cand – PJe


(Portaria TSE nº 766/2017)
Tribunal Superior Eleitoral
Material disponível em www.tse.jus.br

2
Sumário
Introdução 4

1. Instalação do CANDex 5

1.1. Onde obter 5

1.2. Requisitos mínimos para instalação 5

1.3. Como instalar 6

1.4. Atualização automática do sistema 7

2. Organização dos trabalhos 7

2.1. Como organizar os trabalhos 7

2.2. Como imprimir os formulários de rascunhos 9

2.3. Como preencher os campos dos formulários 10

3. Elaboração da ata de convenção dos partidos 10

3.1. Preenchimento do cadastro 11

4. Elaboração dos pedidos de registro de candidatura 19

4.1. Tipos de pedido de registro 19

4.2. Preenchimento do cadastro 20

5. Entrega dos pedidos de registro à justiça eleitoral 40

5.1. Conferência da digitação do DRAP e dos RRCs 40

5.2. Documentos de impressão obrigatória para guarda dos partidos/coligações 41

5.3. Transmissão de dados biográficos para a Justiça Eleitoral 43

5.4. Geração de arquivos para a Justiça Eleitoral 45

5.5. RRC – Resumo dos documentos d o processo de registro de candidatos 49

5.6. Locais de entrega 52

6. Recursos técnicos 52

6.1. Como trabalhar com mais de um computador 52

6.2. Como gerar cópias de segurança 54

7. Legislação 55

3
INTRODUÇÃO

O CANDex, módulo externo do Sistema de Candidaturas, foi desenvolvido pelo Tribunal

Superior Eleitoral para uso obrigatório por partidos, coligações e candidatos que pretendem

concorrer nas eleições de 2018 para os cargos de Presidente e Vice-presidente da

República, Governador e Vice-governador de Estado e do Distrito Federal, Senador e

suplentes, Deputado Federal, Deputado Estadual e Deputado Distrital.

A escolha e o registro de candidatos para as eleições gerais estão regulamentados pela

Resolução TSE nº 23.548/2017, cuja leitura recomenda-se a todos os que pretendem

participar do processo eleitoral de 2018, partidos, coligações, candidatos, advogados e

demais atores diretamente envolvidos.

O CANDex está preparado para gerar e emitir automaticamente o Demonstrativo de

Regularidade de Atos Partidários (DRAP) e o Requerimento de Registro de Candidatura

(RRC), além da ata de convenção dos partidos, uma novidade para a edição de 2018.

O CANDex traz também, em 2018, a possibilidade de transmissão da ata da convenção dos

partidos e também dos dados biográficos dos candidatos previamente à entrega dos

documentos na Justiça Eleitoral, propiciando a antecipação da análise dos dados pela Justiça

Eleitoral.

Este material destina-se a reunir alguns procedimentos para o uso do sistema, com dicas

para melhor aproveitamento do tempo. Lembre-se de que o prazo entre a escolha dos

candidatos nas convenções e a apresentação dos pedidos de registro é bem curto e a

organização será fundamental para que o processo transcorra sem intercorrências.

Boa eleição!

4
1. INSTALAÇÃO DO CANDex
A instalação e o uso do sistema CANDex exigem alguns requisitos mínimos, relacionados

neste tópico.

1.1. Onde obter


O CANDex pode ser obtido nos seguintes endereços eletrônicos (Res. TSE nº 23.548/17 Art. 8º

§ 2º):

● Página da internet do TSE (www.tse.jus.br)

● Páginas da internet dos tribunais regionais eleitorais

1.2. Requisitos mínimos para instalação


O CANDex deverá ser instalado em computadores que apresentem as seguintes

características:

1.2.1. Microcomputador

A configuração mínima do computador para uso do CANDex é a seguinte:

● Processador: frequência de 800 MHz

● Memória RAM: 1GB

● Espaço livre em disco: 5GB

● Dispositivos: porta USB ou gravador de CD, teclado e mouse

● Monitor e adaptador de vídeo: Super VGA, com resolução de 1024 x 768

1.2.2. Sistema operacional

Os sistemas operacionais que suportam o CANDex são:

● Windows 7 e superiores (Microsoft)

● Linux Ubuntu (General Public License – GNU, software livre)

● Mac OS

1.2.3. Aplicativos

Para utilizar o CANDex, será necessária a instalação de aplicativo que possibilite a leitura de

arquivos em formato PDF.

5
1.2.4. Impressora

A impressora necessária para as impressões deve ser de jato de tinta ou laser, que possa

utilizar papel tamanho A4.

1.2.5. Scanner

Deve ser utilizado modelo compatível com o sistema operacional, com a finalidade de

digitalizar certidões em formato PDF e foto em formato JPEG.

1.3. Como instalar


Antes de instalar o CANDex, certifique-se de que o microcomputador possua os requisitos

mínimos, conforme descritos no item 1.2.

1.3.1. Ambiente Windows

Em computadores com sistema operacional Windows:

● Efetue o download a partir do link CANDex, versão para Windows, na página da internet

do TSE ou dos TREs, conforme item 1.1

● Execute o arquivo CANDex.exe

● Siga as orientações e recomendações do assistente para instalação do CANDex


MANUAL CANDex 2016

1.3.2. Ambiente Linux

Em computadores com sistema operacional Linux:

● Efetue o download a partir do link CANDex, versão para Linux, na página da internet do

TSE ou dos TREs, conforme item 1.1

● Execute o comando chmod 744 CANDex2018.sh

● Execute o comando ./CANDex2018.sh

● Siga as orientações e recomendações do assistente para instalação do CANDex

1.3.3. Ambiente MAC

Em computadores com sistema operacional Mac OS:

● Efetue o download a partir do link CANDex, versão para Mac OS, na página da internet

do TSE ou dos TREs, conforme item 1.1

6
● Descompacte o arquivo candex2018.dmg

● Execute o arquivo “candex.jar” localizado no diretório “candex 2018 oficial”

● Acesse o CANDex na área de dispositivos, executando o arquivo CANDex Oficial.

1.4. Atualização automática do sistema


O CANDex foi programado para ser atualizado automaticamente. Para tanto, o computador

onde está instalado deve estar conectado à internet.

A cada acesso ao sistema, será feita uma verificação e, se houver uma nova versão, o

usuário deverá autorizar que o aplicativo seja atualizado.

ATENÇÃO! A atualização do CANDex NÃO apagará os dados já digitados!

2. ORGANIZAÇÃO DOS TRABALHOS


Os itens seguintes contêm dicas de como organizar o processo de trabalho para inclusão de

dados no CANDex e geração de arquivos e documentos.

2.1. Como organizar os trabalhos


A geração dos arquivos para a entrega dos pedidos de registro à Justiça Eleitoral é uma

tarefa demorada e repleta de detalhes. Para melhor organização e produtividade, é

fundamental que os trabalhos de digitação de dados e digitalização de fotos e documentos

sejam planejados com bastante antecedência.

A novidade trazida pela Resolução TSE nº 23.548/17 é o uso obrigatório do CANDex para

elaboração da ata de convenção, assim como o registro da lista de presença e nominata dos

candidatos escolhidos. Essa nova sistemática para encaminhamento da ata de convenção à

Justiça Eleitoral requererá também uma nova forma de organização dos trabalhos.

2.1.1. Sugestão para melhor produtividade – ata de convenção dos partidos

ATENÇÃO!
Atenção para a inovação trazida pela Resolução (TSE – nº 23.548 art. 8º), sobre a digitação
obrigatória da ata de convenção no CANDex pelos partidos políticos.

7
1. Prepare o ambiente de convenção com antecedência: instale o CANDex em

equipamentos com impressora, de forma a imprimir a ata e a lista de presença para

assinatura dos presentes.

2. No ato de convocação para a convenção, recomende aos participantes que estejam

munidos do número da inscrição eleitoral e número do CPF, pois serão exigidos na

digitação da ata de convenção.

3. A ata de convenção, com a respectiva a lista de presença, deverá ser lavrada em

livro aberto e rubricado pela Justiça Eleitoral. No entanto, apenas a ata digitada no

CANDex, acompanhada da lista dos presentes e dos candidatos escolhidos deverá

ser entregue na Justiça Eleitoral. Já o livro com o registro da ata (TSE – nº 23.548

art. 8º) devidamente preenchido deverá ser mantido pelo partido, pois poderá ser

requerido pela Justiça Eleitoral, se assim julgar necessário.

2.1.2. Sugestão para melhor produtividade – DRAP e RRCs

1. Imprima e preencha os rascunhos do DRAP e do RRC antes de iniciar qualquer

digitação – vide item 2.2.

2. Cadastre o pedido do partido ou da coligação – vide item 2.3.

3. Digite os dados do DRAP.

4. Confira e corrija, se necessário, os dados do DRAP. Para isso, utilize o relatório

DRAP para conferência, localizado em “Relatórios e Documentos”.

5. Providencie e organize os arquivos de fotos, certidões e documentos, digitalizando-os

e identificando-os com antecedência. Essa tarefa pode ser feita paralelamente aos

trabalhos no CANDex e não necessariamente no mesmo equipamento onde o

sistema está instalado.

6. Caso o pedido seja encaminhado pela internet, providencie, com antecedência, a

chave de transmissão dos partidos, no Sistema de Gerenciamento de Informações

Partidárias – SGIP.

8
7. Digite todos os dados dos RRCs e anexe os arquivos referentes a fotos, certidões,

documentos de identidade, comprovante de escolaridade, bem como comprovante de

desincompatibilização e propostas de governo, se for o caso.

8. Confira e corrija todos os dados dos RRCs. Para isso, utilize o relatório “RRC para

Conferência”, localizado em “Relatórios e Documentos”.

9. Emita a listagem “Lista de Ocorrências”, localizada em “Relatórios e Documentos”, e

sane todas as pendências descritas na lista.

10. Imprima os RRCs e colha as assinaturas dos candidatos nos respectivos

documentos, assim como nas declarações de bens.

11. Imprima e colha as assinaturas dos subscritores do DRAP.

12. Mantenha os DRAPs, os RRCs e as declarações de bens assinados em posse dos

partidos e coligações.

13. Gere os arquivos para entrega à Justiça Eleitoral somente depois de conferidos e

corrigidos todos os dados do DRAP e do RRC. Não será possível a alteração de

dados após a geração ou transmissão dos arquivos.

14. Gere periodicamente cópia de segurança da base de dados do CANDex.

A digitação dos dados, a conferência e a digitalização de documentos exigem


muito tempo. Organize-se com antecedência. Lembre-se de que o prazo para o
pedido de registro encerra-se às 19h do dia 15 de agosto de 2018.

Observe que a partir de 2018, em decorrência da tramitação dos processos no


ATENÇÃO!
“Processo Judicial eletrônico – PJe”, os DRAPs, RRCs e declarações de bens
não mais serão entregues em meio físico à Justiça Eleitoral. No entanto, os
documentos gerados pelo CANDex deverão ser impressos, assinados e
mantidos sob a guarda dos partidos e coligações, podendo ser solicitados pela
Justiça Eleitoral no decorrer do processo.

2.2. Como imprimir os formulários de rascunhos

● No menu “Relatórios e Documentos”, selecione a opção “Rascunhos”

9
● Selecione o rascunho que deseja imprimir:

○ DRAP de partido

○ DRAP de coligação

○ RRC

● Clique no botão para imprimir o formulário desejado.

ATENÇÃO! Antes de imprimir, verifique se a impressora está instalada e configurada.

2.3. Como preencher os campos dos formulários


Antes de iniciar a digitação dos dados dos partidos, coligações e candidatos, colha

previamente as informações preenchendo os rascunhos do DRAP e dos RRCs.

No cadastro do CANDex, há campos obrigatórios assinalados com asterisco


(*).
O não preenchimento das informações impedirá que os dados sejam salvos.
ATENÇÃO!
Certifique-se de que todos os campos do rascunho estejam preenchidos.
Não inicie a digitação sem que todos os dados obrigatórios estejam
informados.

3. ELABORAÇÃO DA ATA DE CONVENÇÃO DOS PARTIDOS

O CANDex 2018, além dos pedidos de registro que serão autuados automaticamente no

Processo Judicial Eletrônico – PJe, gera também a ata da convenção para fim de entrega à

Justiça Eleitoral, e sua respectiva publicação na internet (Res. TSE 23.548/at art. 22 § 1º).

A ata de convenção será digitada no CANDex com sua respectiva lista de presença e a

relação dos candidatos escolhidos para participarem do pleito. Assim que gerado o arquivo

no CANDex, ele poderá ser transmitido ou entregue diretamente na Justiça Eleitoral até o dia

seguinte à realização do evento.

3.1. Preenchimento do cadastro

10
O preenchimento da ata da convenção no CANDex é composto por 5 etapas:

● Cadastramento – eleição e abrangência

● Informações – dados sobre o partido e a data da convenção

● Texto da ata – digitação do texto da ata

● Lista de presença – relação dos participantes, com nome e CPF

● Lista de candidatos – relação dos candidatos, com número, CPF e número do título de

eleitor

3.1.1. Como cadastrar uma ata de convenção

● Acesse o ícone “Ata de Convenção”, na barra inferior da tela

● Clique em “Nova Ata de Convenção”, no menu à esquerda

● Defina o “Ano de Referência” e a “Abrangência” da ata de convenção, se estadual ou

presidencial (apenas para os cargos de Presidente e Vice)

● Clique no botão OK

ATENÇÃO! O CANDex, em 2018, está previamente configurado para as eleições estaduais.

11
3.1.2. Como preencher a ata de convenção (Resolução-TSE nº 23.548/2017 Art. 8º)

a) Dados da Ata de Convenção

a.1) Aba Informações

Depois do cadastramento, o item “Dados da Ata de Convenção” é a primeira etapa do

preenchimento.

● No quadro “Cadastro Básico – Ata de Convenção”, selecione o “Partido”

● Informe a “Data de Convenção”

● Informe o horário de “Início” e ”Fim” e a “Unidade da Federação (UF)”

Caso a convenção dure mais do que um dia, deverá ser elaborada uma ata
ATENÇÃO!
distinta para cada dia, com sua respectiva presença.

● No quadro “Cargos”, selecione o “Cargo” e a forma que concorrerá, se coligado ou

isolado. Em se tratando de mais de um cargo, selecione cada um dos cargos e adicione-

os um a um, clicando no botão

Em caso de coligação, marque todos os cargos em que a coligação


ATENÇÃO! apresentará candidatos, mesmo quando não houver indicação de candidatos
do partido.

● No quadro “Presidiu os Trabalhos”, informe o nome de quem presidiu os trabalhos e seu

respectivo cargo.

● No quadro “Secretariou os Trabalhos”, informe o nome de quem secretariou os trabalhos

e seu respectivo cargo.

a.2) Aba Ata

● Selecione a aba “Ata (texto)” e insira o texto da ata de convenção

● Salve à medida que for digitado

12
13
ATENÇÃO! O “Cadastro Básico” só estará concluído ao clicar no botão “Salvar”!

b) Lista de Candidatos e Lista de Presença

A próxima etapa é o preenchimento do item “Lista de Candidatos/Presença”, cujos dados, junto

com os “Dados da Ata de Convenção”, comporão o arquivo que será entregue à Justiça

Eleitoral.

b.1) Aba Lista de Candidatos

● No quadro “Cadastro Básico”, selecione a aba “Lista de Candidatos”

● Selecione o “Cargo” e inclua as informações:

○ “Número” com o qual o candidato concorrerá

○ “Nome” do candidato, constante do Cadastro Eleitoral

○ “CPF” do candidato

○ “Título de Eleitor”

○ “Gênero”, conforme o declarado na Justiça Eleitoral

● Adicione-os um a um, clicando no botão

O nome do candidato, que poderá ser o nome social, caso tenha sido declarado
à Justiça Eleitoral, não se confunde com o nome para urna, que será informado
apenas por ocasião do pedido do registro.
ATENÇÃO!
Caso o partido não apresente candidato para nenhum cargo, deverá ser
selecionada a opção “Não há candidatos a declarar” na aba “Lista de
Candidatos”.

14
b.2) Aba Lista de Presença

● No quadro “Cadastro de Presença” da aba “Lista de Presença”, inclua as informações:

○ “Nome” dos presentes na data respectiva

○ “CPF” dos presentes

● Adicione-os um a um, clicando no botão .

● Marque a opção para declarar a veracidade das informações

15
O “Cadastro Básico” e o “Cadastro de Presença” só serão concluídos ao
ATENÇÃO! clicar no botão “Salvar”!

3.1.3. Como finalizar e entregar a ata de convenção

A ata de convenção, com a respectiva lista de presença e relação de candidatos, deve ser

entregue à Justiça Eleitoral até o dia seguinte (Res. 23.548 art. 8º § 1º), depois de encerrada a

convenção.

Há duas formas de encaminhar a ata da convenção:

● pela internet, a partir do próprio programa, ou

● pessoalmente, mediante entrega da mídia com o arquivo gerado pelo CANDex.

a) Para transmitir a ata

Há duas formas de transmissão da ata da convenção para a Justiça Eleitoral.

a.1) Primeira opção

16
Ao finalizar o cadastro da ata de convenção (itens 3.1.1 e 3.1.2), a opção será

habilitada na barra inferior da tela “Lista de Candidatos/Presença”.

● Clique no botão “Transmitir”

● Na tela “SELECIONE A ELEIÇÃO”

○ Selecione a “Eleição”

○ Selecione a “Chave Transmissão”, obtida no Sistema Gerenciador de

Informações Partidárias – SGIP

○ Clique no botão “Continuar”

Para obter a chave de transmissão do partido político específico, clique no

botão “Procurar”.
ATENÇÃO! A chave de transmissão é fornecida pelo SGIP, exclusiva para cada partido

no âmbito de sua circunscrição.

a.2) Segunda opção

● Acesse o ícone “Ata de Convenção”

● Selecione a ata de convenção com situação “não transmitida”

● Clique no item “Transmitir Ata de Convenção”, no menu à esquerda da tela

17
● Na tela “SELECIONE A ELEIÇÃO”, siga os mesmos passos que os apresentados na

Primeira opção.

a.3) Para imprimir o recibo de transmissão da ata de convenção

● Acesse o ícone “Ata de Convenção”

● Selecione a ata de convenção com situação “transmitida”

● Clique no item “Editar ata de convenção”, no menu à esquerda da tela

● Clique no item “Imprimir recibo”, no menu à esquerda da tela

18
b) Para gerar o arquivo com a ata de convenção (entrega em mídia)

● No ícone “Ata de Convenção”, selecione a ata de convenção

● Clique no item “Editar ata de convenção”, no menu à esquerda da tela

● Selecione “Lista de candidato/presença”, no menu à esquerda da tela

● Clique no botão “Gerar arquivo” ao final da tela

4. ELABORAÇÃO DOS PEDIDOS DE REGISTRO DE


CANDIDATURA

O CANDex pode gerar 5 modalidades distintas de pedidos de registro, cada uma delas

destinada a uma situação específica, de acordo com o item 4.1 adiante.

4.1. Tipos de pedido de registro (Calendário Eleitoral – Resolução-TSE nº 23.548/2017)


Coletivo – Utilizado para requerer os registros dos candidatos escolhidos em convenção. O

pedido coletivo inclui a petição inicial (DRAP) do partido ou da coligação e deverá ser

apresentado dentro do prazo legal, que se encerra às 19 horas do dia 15 de agosto de 2018.

Para um pedido coletivo, deverá ser gerado um único DRAP que abarque todos os cargos,

seja para partido isolado, seja para coligação concorrente.

Individual (Res. 23.548/17 Art. 30) – Utilizado para requerer o registro individual de candidato

escolhido em convenção, caso o pedido não tenha sido apresentado pelo partido ou

19
coligação. O prazo para requerimento individual é até 48 horas depois da publicação do edital

dos pedidos de registro. Nessa opção, não é possível a emissão do DRAP.

Substituição (Res. 23.548/17 Art. 68) – Utilizado para pedido de registro de candidato substituto,

cujo substituído foi considerado inapto por renúncia, falecimento, cassação, cancelamento ou

indeferimento. Para as eleições de 2018, ficou estabelecido que o prazo para substituição

dos candidatos para qualquer cargo é de até 20 dias antes do pleito – 17 de setembro de

2018. Na substituição, deve-se observar também o prazo de 10 dias contados do fato ou da

notificação do partido da decisão judicial que deu origem à substituição.

Vaga Remanescente (Resolução-TSE nº 23.548/2017 Art.20. [...] § 6º) – Utilizado para pedidos de

registro para as vagas remanescentes, na hipótese das convenções não terem indicado o

número máximo de candidatos. O prazo limite para o requerimento é 7 de setembro, 30 dias

antes das eleições. Nessa opção não é possível a emissão do DRAP.

Drap sem Candidatos (Resolução-TSE nº 23.548/2017 Art. 30 [...] § 2º) – Utilizado para casos em

que há pedido individual sem que o partido ou a coligação tenha apresentado DRAP

correspondente, ou para atender a diligências da Justiça Eleitoral, quando requerida.

4.2. Preenchimento do cadastro


O DRAP e o conjunto de RRCs, acompanhados dos seus respectivos documentos anexados

compõem um único pedido de registro. A seguir estão descritos os passos para a elaboração

do pedido.

4.2.1. Como cadastrar pedido coletivo para o partido ou coligação

● Selecione o ícone “Pedidos”

● Clique em “Novo Pedido”

● Defina o ”Ano de Referência” e a “Abrangência do pedido”

● Clique no botão “OK”

ATENÇÃO! O CANDex, em 2018, está previamente configurado para as eleições estaduais

20
4.2.2. Como preencher o pedido inicial

Depois do cadastramento do partido ou da coligação, o item “Cadastro Básico” é a primeira

etapa do preenchimento.

● Selecione “Novo Pedido” e inclua as seguintes informações:

○ Unidade da Federação (UF)

○ Tipo de Pedido, conforme o item 4.1

○ Tipo de Agremiação – se Partido Isolado ou se Coligação

O formulário DRAP será a peça inicial do processo autuado

automaticamente pelo Sistema de Candidaturas – Cand, no Processo

Judicial Eletrônico – PJe, adotado pela Justiça Eleitoral para tramitação dos

processos de Registro de Candidaturas (RCand).


ATENÇÃO!

Cada partido que concorrer isolado ou cada coligação formada deverá

apresentar preferencialmente apenas um DRAP para todos os cargos aos

quais apresentará candidato.

21
● Quando se tratar de pedido de coligação, inclua as informações nos itens:

○ “Nome da Coligação” (Res. 23.458/17 Art. 6º), que poderá ser a junção de todas as

siglas dos partidos que a compõem, não podendo coincidir, incluir ou fazer

referência a nome ou a número de candidato, nem conter pedido de voto para

partido político

○ “Nome do Representante” (Res. 23.458/17 Art. 7º), representante ou delegados

indicados pelos partidos participantes da coligação, até o limite legal (4 perante o

Tribunal Regional Eleitoral ou 5 perante o Tribunal Superior Eleitoral)

○ “Título de Eleitor do Representante”

● No quadro “Partidos”, selecione o partido e a respectiva data da convenção

● Em se tratando de coligação, selecione cada um dos partidos, suas datas de convenção

e adicione-os um a um, clicando no botão

● No quadro “Cargos”(Res.-TSE nº 23.548/2017 Art.19), selecione os cargos aos quais o

partido ou a coligação pretende concorrer: presidente, vice-presidente, governador, vice-

governador, senador, suplentes, deputado federal, deputado estadual e deputado distrital

● No quadro “Subscritores” (Resolução – TSE nº 23.548/2017 Art. 24), informe:

○ o nome dos subscritores

○ os cargos dos subscritores

○ título de eleitor dos subscritores

○ CPF dos subscritores

● Para cada subscritor informado, adicione-o clicando no botão

São subscritores legitimados para assinar os pedidos de registro:

I – partido isolado:
ATENÇÃO! ● presidente do órgão de direção estadual

● delegado registrado no Sistema de Gerenciamento de Informações


Partidárias (SGIP)

22
II – coligação:

● presidentes dos partidos políticos coligados

● delegados designados na forma do art. 7ºda Resolução TSE nº 23.458/17

● maioria dos membros dos respectivos órgãos executivos de direção

● representante ou delegado da coligação

22
JUSTIÇA ELEITORAL – MANUAL 2016

4.2.3. Como digitar e gerar um DRAP (Resolução-TSE nº 23.548/2017 Art. 2º)

● Selecione um pedido em “Pedidos/Lista de Pedidos”

● Clique no item “Editar Pedido”

● Selecione o item “Partido – DRAP” (Res. TSE nº 23.548 Art. 25), no menu à esquerda da tela

23
a) DRAP – Aba Delegados

A primeira aba da tela de criação do DRAP é a Delegados (Res. TSE nº 23.548 Art. 7º), a qual só

deverá ser preenchida para os pedidos de coligação.

● Para cada um dos delegados inseridos no campo “Nome Completo”, deverá ser

fornecido o respectivo número do “Título de Eleitor”.

● No caso de partido isolado, o credenciamento de delegados obedece à regra do art. 46 da

Resolução TSE nº 23.465/2015, dispensando-se, por esse motivo, essas informações no

CANDex.

24
b) DRAP – Aba Endereço

O endereço informado no DRAP é aquele no qual o partido político ou a coligação receberá

comunicações específicas da Justiça Eleitoral sobre o registro de candidatos.

● Na aba “Endereço”, informe os seguintes dados do partido ou da coligação:

○ “Endereço onde receberá notificações, informações e demais comunicações da


Justiça Eleitoral”

○ Endereço do “Correio Eletrônico” (e-mail)

○ “Endereço de páginas na internet (site, redes sociais e outras)”

○ Para cada e-mail ou site da internet informado, adicione-o clicando no botão

O peticionamento eletrônico do pedido de registro no PJe será realizado

automaticamente pelo Sistema de Candidaturas – CAND, da Justiça Eleitoral.


ATENÇÃO!
No entanto, ele só será efetivado se o CEP informado for válido e existente.

Certifique-se de que a informação está correta antes de encaminhar o

25
pedido, evitando dessa forma atrasos no processamento do DRAP e RRCs

de seu partido ou coligação!

c) DRAP – Aba Telefones (Res. 23.548/17 Art. 25)

Para o registro de candidatos, é obrigatório o cadastramento de pelo menos um número de

telefone fixo e um móvel, para recebimento de mensagem instantânea da Justiça Eleitoral.

● Na aba “Telefones”, informe os seguintes dados, para cada número cadastrado:

○ “Tipo” – se móvel, fixo ou fax

○ “DDD”

○ “Número”
○ “Complemento” – ramal ou qualquer outra informação sobre o telefone

● A cada número acrescentado, clique no botão

26
ATENÇÃO! O cadastro do DRAP só estará concluído ao clicar no botão “Salvar”!

4.2.4. Como digitar RRCs de candidatos

Todos os RRCs de um DRAP devem ser cadastrados em um único pedido. Para facilitar essa

tarefa, o CANDex propicia a digitação dos RRCs em computadores separados, podendo ser

reunidos posteriormente em um só pedido para ser entregue à Justiça Eleitoral (Veja como

fazer no item 6.1.).

ATENÇÃO! É necessário gerar um RRC para cada candidato!

Para cadastrar cada um dos candidatos:

● Selecione inicialmente um pedido na tela “Pedidos”

● No menu à esquerda da tela, clique no item “Editar Pedido”

27
● No menu à esquerda da tela, selecione o item “Candidato – RRC/RRCI”

● Na barra inferior, clique no botão “Novo”

● Preencha todas as informações distribuídas nas 7 abas do Cadastro do RRC:

○ Dados Pessoais

○ Dados do Candidato

○ Telefones

○ Endereços

○ Declaração de Bens

○ Documentos

○ Foto

x 2016
a) RRC – Dados Pessoais

28
● Todos os campos constantes da Aba “Dados Pessoais” (Res. TSE n] 23.458/17 Art. 26)

são obrigatórios:

○ Nome completo

○ Título de Eleitor

○ CPF

○ Identidade – Órgão Expedidor – UF

○ Data, Município e UF de nascimento

○ Nacionalidade

○ Gênero

○ Cor/Raça

○ Grau de instrução

○ Estado civil

○ Ocupação e complemento

○ Informação sobre se ocupou nos últimos 6 meses cargo ou função comissionada

na administração pública

● O botão “Salvar” só será habilitado após seleção da declaração de veracidade das

informações contidas no formulário.

O candidato que declarou à Justiça Eleitoral, até 9/5/18, seu nome social ou sua

identidade de gênero deverá preencher no campo “Nome”, o nome constante


ATENÇÃO!
de seu Título de Eleitor, assim como no campo “Gênero” do Formulário, o

gênero declarado à Justiça Eleitoral.

29
ÇA ELEITORAL – MANUAL CANDex 2016
b) RRC – Dados do Candidato

● Todos os campos constantes da Aba “Dados do Candidato” (Res. 23.548, art. 26) são

obrigatórios:

○ Partido

○ Cargo

○ Opção de nome para a urna

○ Número do Candidato com o qual pretende concorrer.

● Em seguida, responda às seguintes questões:

○ “Concorrendo à reeleição para o mesmo cargo?”

○ “Qual cargo eletivo ocupa atualmente?”

● Indique as eleições às quais já concorreu

○ Para cada eleição informada, clique em

● Informe os “Endereços dos sites do candidato e das redes sociais na internet”

30
○ Para cada endereço informado, clique em

c) RRC – Telefones

Para o registro de candidatos, é obrigatório o cadastramento de pelo menos um número de

telefone móvel com aplicativos de mensagens instantâneas (Whatsapp, Telegram, entre

outros) e de um telefone fixo para comunicação entre a Justiça Eleitoral e o candidato.

● Na aba “Telefones” (Res. 23.548, art. 26), informe os seguintes dados, para cada número

cadastrado:

○ “Tipo” – se móvel, fixo ou fax

○ “DDD”

○ “Número”
○ “Complemento” – ramal ou qualquer outra informação sobre o telefone

31
● Informe também se o telefone dispõe de aplicativo de mensagem instantânea para

comunicação com a Justiça Eleitoral” e, se positivo, qual o “Aplicativo de chat” pretende

utilizar.

● A cada número acrescentado, clique no botão

d) RRC – Endereço

Há 3 tipos de “Endereços” (Res. 23.548, art. 26) a serem informados no CANDex, que podem

eventualmente coincidir:

● Endereço para “Notificação”, onde o candidato receberá notificações, intimações e

demais comunicações da Justiça Eleitoral

● Endereço para “Atribuição de CNPJ”, que poderá ser o mesmo indicado para receber

notificações da Justiça Eleitoral, desde que o CEP pertença à UF do domicílio eleitoral

do candidato

32
○ Ao preencher o “Endereço” para atribuição do CNPJ, deverá ser informado o

“Nome conforme RFB”, que é o nome do candidato que consta registrado na

Receita Federal.

● Endereço do “Comitê Central de Campanha” (Res. TSE nº 23.551 Art. 10), para fim de

atendimento ao disposto no artigo 10 da Res. TSE nº 23.551 (dispõe sobre propaganda

eleitoral)

● Para cada endereço informado, clique em

● Informe o endereço de “Correio Eletrônico. Para cada endereço informado, clique em

É possível utilizar o mesmo endereço para recebimento de notificações e


para obtenção do CNPJ para a campanha. Para isso, basta selecionar o
campo “Aproveitar Dados para o Endereço de Atribuição de CNPJ”.

Atente para o correto preenchimento das informações para atribuição do CNPJ,


que podem inviabilizar o cadastramento do candidato junto à Receita Federal:

 CEP que não pertença ao domicílio do candidato e/ou não tenha correta
ATENÇÃO! relação com o logradouro;
 Nome divergente ao constante da base da Receita Federal, que deverá
ser o nome civil que consta do banco de dados da RFB;
 CPF inválido, inexistente ou com titularidade divergente do cadastrado
na Receita Federal;
 Título Eleitoral inválido, inexistente ou com titularidade divergente do
cadastrado na Justiça Eleitoral.

33
e) RRC – Aba Declaração de Bens

A relação atualizada de bens deverá ser informada na aba “Declaração de Bens”, mesmo que o

candidato não possua bens a declarar.

A relação de bens informada no CANDex fará parte do processo de pedido de registro e

também constará da página de divulgação de candidatos do TSE: “Divulgação de

Candidaturas e Contas Eleitorais”.

A declaração do bens digitada no CANDex deverá ser impressa ao final do cadastramento e

assinada pelo candidato ou procurador qualificado para o ato específico, devendo o partido

político ou a coligação manter em sua posse a via assinada, de forma que possa ser

apresentada à Justiça Eleitoral para conferência de sua veracidade, quando assim for

requerido.

● Na aba “Declaração de Bens”, informe inicialmente se “Possui bens a declarar”

34
● Em caso positivo, informe para cada bem:

○ o “Tipo de Bem”

○ o “Valor”

● Para bem informado, inclua-o na lista, clicando no botão

● Ao final do cadastramento da relação de bens, assinale o quadro com a declaração da

veracidade das informações prestadas

A declaração de bens pode ser gerada e entregue isoladamente à Justiça


ATENÇÃO! Eleitoral. No entanto, o arquivo gerado será sempre completo (arquivo *.cif).
Atualizações pontuais deverão ser peticionadas diretamente à Justiça Eleitoral.

JUSTIÇA ELEITORAL – MANUAL CANDex 2016


f) RRC – Aba Documentos

35
Com a implementação do Processo Judicial eletrônico – PJe, para o processamento dos

registros de candidaturas, todos os documentos fornecidos passam a ser entregues em meio

digital e não mais em meio físico.

Para tanto, no pedido de registro gerado pelo CANDex deverão ser anexadas cópias digitais de

alguns documentos exigidos pela legislação, para posterior entrega em mídia à Justiça

Eleitoral, por ocasião da apresentação do pedido de candidaturas, dentro do prazo

estabelecido na legislação:

● Certidões: (Resolução-TSE nº 23.548/2017 Art. 28)

○ fornecidas pela Justiça Federal de primeiro e segundo graus da circunscrição na

qual o candidato tenha o seu domicílio eleitoral

○ fornecidas pela Justiça Estadual de primeiro e segundo graus da circunscrição na

qual o candidato tenha o seu domicílio eleitoral

○ fornecidas pelos tribunais competentes, quando os candidatos gozarem de foro

especial.

● Propostas de governo (Resolução-TSE nº 23.548/2017 Art. 28), se candidato ao cargo de

Presidente da República ou Governador de Estado. Alternativamente, as propostas

podem ser apresentadas mediante o fornecimento do endereço da página onde se

encontram os programas defendidos pelos candidatos.

● documento de identidade (Resolução-TSE nº 23.548/2017 Art. 28)

● comprovante de escolaridade

● comprovante de desincompatibilização, quando for o caso.

(Resolução-TSE nº 23.548/2017 Art. 28)

Veja no item 5.5 quadro completo com os documentos que compõem o processo de registro

de candidatos e suas particularidades.

Para anexar os documentos digitais no CANDex:

● Na aba “Documentos”, selecione o “Tipo de documento” que deseja anexar

36
● No campo “Arquivo”, indique o local do computador onde se encontra gravado o arquivo

a ser anexado, correspondente ao documento selecionado, clicando no botão “Procurar

Arquivo”

● Para cada documento anexado, clique em

Veja as especificações de cada um dos documentos a serem anexados ao


CANDex para compor o arquivo com o pedido de registro para entrega à
Justiça Eleitoral:

ATENÇÃO! Documento Tamanho Observações


(pdf, jpg ou jpeg) máximo

Certidão 1 Mb Caso o documento seja maior,


entregue o arquivo em mídia
diretamente à Justiça
Comprovante de
Eleitoral.
escolaridade

37
Comprovante de
desincompatibilização

Proposta de governo 3 Mb Caso o documento seja maior,


informe apenas no campo
apropriado o endereço onde a
proposta estará disponível ou
entregue o arquivo em mídia
diretamente na Justiça
Eleitoral

ÇA ELEITORAL – MANUAL CANDex 2016


g) RRC – Foto

A foto do candidato anexada ao CANDex (Resolução-TSE nº 23.548/2017 Art. 28) constará da

urna eletrônica e também da página do TSE de divulgação dos candidatos e sua inclusão no

RRC no momento da geração do arquivo de pedido é obrigatória.

38
● Na aba “Foto”, indique, no campo “Arquivo da foto”, o local do computador onde se

encontra gravado o arquivo a ser anexado correspondente à foto do candidato, clicando

no botão “Procurar Foto”

Não será possível o encaminhamento de nova foto pelo Candex, depois de


encaminhado o pedido do RRC à Justiça Eleitoral. Eventual substituição da
foto deverá ser peticionada diretamente ao tribunal eleitoral correspondente.

Veja o padrão recomendado do arquivo com a foto, para obter uma boa
ATENÇÃO!
resolução na urna eletrônica:

Largura x altura 161 x 225 pixels

Margem de erro para + ou – 5 pixels


a largura

Margem de erro para + ou – 7 pixels


a altura

39
Tom colorido Escala de 256

Profundidade de cor 24 bpp em


escala colorida

Cor de fundo Branca

Formato do arquivo JPG ou JPEG

5. ENTREGA DOS PEDIDOS DE REGISTRO À JUSTIÇA ELEITORAL


A entrega do pedido de registro à Justiça Eleitoral pode ser feita de duas formas, obedecidos os

prazos legais (Resolução-TSE nº 23.548/2017 Art. 22):

● mediante transmissão dos dados biográficos pela internet e entrega da mídia

posteriormente à Justiça Eleitoral, contendo os documentos exigidos pela legislação.

● mediante entrega do arquivo completo gerado pelo CANDex, diretamente à Justiça

Eleitoral, em arquivo único gravado em mídia.

5.1. Conferência da digitação do DRAP e dos RRCs

Antes de emitir os documentos, transmitir os dados biográficos e gerar os arquivos que devem

ser entregues à Justiça Eleitoral, confira os relatórios disponíveis no sistema.

5.1.1 DRAP e RRC para conferência

● Em “Relatórios e Documentos”, no item “Conferência”, à esquerda, clique em “RRC para

Conferência”

○ Selecione os candidatos

○ Clique no botão “Imprimir”

○ Confira os RRCs cadastrados um a um

● Em “Relatórios e Documentos”, no item “Conferência”, à esquerda, clique em “DRAP

para Conferência”

○ Selecione o pedido

○ Clique no botão “Imprimir”

○ Confira o DRAP cadastrado

5.1.2. Outras conferências

40
Todos os demais relatórios do menu “Conferência” são úteis para conferir os dados e os

documentos anexados antes da geração dos arquivos que serão entregues à Justiça

Eleitoral.

Imprima ou visualize na tela para conferir cada um deles.

Lista de Ocorrências – Apresenta as ocorrências impeditivas e as não impeditivas para a

geração do arquivo a ser entregue à Justiça Eleitoral.

Impeditivas: requerem correções; caso contrário, não ocorre a transmissão dos dados

biográficos nem a geração de arquivo para a Justiça Eleitoral.

Não impeditivas: permitem a transmissão dos dados biográficos e a geração do

arquivo, porém é importante verificar se as ocorrências podem ser reparadas antes de

prosseguir.

Lista de Candidatos – Apresenta a lista de candidatos cadastrados no CANDex no respectivo

pedido. Essa lista é de muita utilidade antes de gerar o DRAP definitivo, pois indicará se

todos os candidatos escolhidos em convenção estão compondo o mesmo pedido.

Lista de Documentos – Apresenta a lista de documentos anexados ao CANDex, associados ao

respectivo candidato.

Declaração de Bens – Apresenta os itens constantes da Declaração de Bens informados no

CANDex relativos a cada candidato.

ANDex 2016

5.2. Documentos de impressão obrigatória para guarda dos partidos e


coligações

Com a adoção do Processo Judicial Eletrônico – PJe para o processamento do registro de

candidaturas, está dispensada a entrega de alguns documentos em meio físico à Justiça

Eleitoral. Porém, essa prática não desobriga a assinatura e guarda desses documentos pelos

candidatos, partidos e coligações, de forma que seja possível apresentá-los ao juiz eleitoral,

em caso de solicitação.

41
São eles:

DRAP – Demonstrativo de Atos Partidários, assinado pelos respectivos subscritores

legitimados

RRC – Requerimento de Registro de Candidaturas, assinado pelo candidato

Declaração de bens, assinada pelo candidato

Declaração de entrega de documentos, assinada pelo representante do partido ou coligação

legitimado

Observe que o CANDex não gerará o arquivo com o pedido caso os respectivos documentos

não tiverem sido devidamente impressos. Para imprimi-los, siga os seguintes passos:

5.2.1 Documentos do candidato

● Na barra inferior da tela inicial, clique no ícone “Relatórios e Documentos”

● No menu à esquerda da tela, selecione o item “Documentos para Entregar à Justiça

Eleitoral”

● Selecione o item RRCs, Declaração de Bens, Certidões e Propostas

● Selecione o pedido e, em seguida, os candidatos

● Clique no botão “Imprimir”

● Selecione os documentos a serem impressos:

○ RRC/RRCI

○ Lista de Certidões

○ Declaração de Bens

● Imprima, confira, recolha a assinatura do candidato ou do subscritor legitimado e reserve

para eventual apresentação à Justiça Eleitoral, se assim requerido

5.2.2 Documentos do partido ou coligação

● Na barra inferior da tela inicial, clique no ícone “Relatórios e Documentos”

● No menu à esquerda da tela, selecione o item “Documentos para Entregar à Justiça

Eleitoral”

● Selecione o item DRAP

● Siga os mesmos passos do item 5.2.1, relativo aos candidatos.

42
O arquivo a ser entregue à Justiça Eleitoral não será gerado sem a impressão
ATENÇÃO!
dos RRCs correspondentes, seguidos da impressão do DRAP.

5.3. Transmissão de dados biográficos para a Justiça Eleitoral

Para 2018, a Justiça Eleitoral implementou a possibilidade de que os dados biográficos que

compõem o DRAP e os RRCs, incluindo a relação de bens e a foto, sejam transmitidos pela

internet, com antecedência à entrega do pedido completo, que necessariamente deverá ser

apresentado no Tribunal Eleitoral correspondente até as 19h do dia 15 de agosto.

A transmissão dos dados biográficos poderá ser feita até 14 de agosto de 2018, 23h59m.

Encerrado o prazo, a entrega do pedido só poderá ser feita em mídia, juntamente com os

arquivos de documentos.

Antes da transmissão do arquivo, certifique-se de que todos os RRCs e o DRAP estão

impressos e corretos e siga os seguintes passos:

● Na barra inferior, clique no ícone “Gerar/Enviar Arquivo”

● No menu “Geração de Arquivo”, selecione a opção “Transmitir dados biográficos”

● Selecione o pedido na lista à direita da tela

● Clique no botão “Transmitir arquivo para a Justiça Eleitoral”

● Na tela “SELECIONE A ELEIÇÃO”, selecione a “Eleição”

● Informe a “Chave de Transmissão”

● Clique no botão “Continuar”

● Imprima o recibo de transmissão

43
44
5.4. Geração de arquivos para a Justiça Eleitoral

A mídia entregue será parte do processo de registro, permanecendo sob a


ATENÇÃO!
guarda da Justiça Eleitoral, e não será devolvida.

Ainda que os dados biográficos tenham sido transmitidos pela internet, todos os demais

documentos deverão ser entregues à Justiça Eleitoral em formato digital, em arquivo gerado

pelo CANDex e gravado em mídia, depois de anexados os documentos ao pedido, nos

moldes do tópico 4.

45
Antes de gerar os arquivos, certifique-se de que todos os RRCs e o DRAP estão impressos e

corretos.

Para gerar o arquivo complementar, siga os seguintes passos, caso os dados biográficos já

tenham sido transmitidos pela internet:

● Clique no ícone “Gerar/Enviar Arquivo”

● Clique no menu à esquerda “Gerar arquivo complementar”

● Selecione o pedido na lista

● Clique no botão “Gerar arquivo para a Justiça Eleitoral”

Para gerar o arquivo completo, siga os seguintes passos, caso os dados biográficos não

tenham sido transmitidos pela internet:

● Clique no ícone “Gerar/Enviar Arquivo”

● Clique no menu à esquerda “Gerar arquivo completo”

● Selecione o pedido na lista

● Clique no botão “Gerar arquivo para a Justiça Eleitoral”

46
Para gerar o arquivo de documento avulso (apenas declaração de bens), siga os seguintes

passos, caso os dados biográficos já tenham sido transmitidos para a Justiça Eleitoral ou

recebidos pela Justiça Eleitoral:

● Clique no ícone “Gerar/Enviar Arquivo”

● Clique no menu à esquerda “Gerar documento avulso”

● Selecione o pedido na lista

● Selecione o Candidato

● Clique no botão “Gerar arquivo para a Justiça Eleitoral”

● Selecione o tipo do documento (apenas declaração de bens)

● Selecione OK

47
Para gerar qualquer tipo de arquivo:

Leia com atenção a lista de ocorrências e verifique se há necessidade de retificar os dados

constantes do pedido

● Se for necessário corrigir dados, clique em “Cancelar” para não gerar o arquivo e efetue

as devidas correções

● Se todos os dados estiverem corretos, clique no botão “Continuar” para gerar o arquivo

● Selecione o nome da pasta onde será salvo o arquivo

● Clique em Salvar

48
Não altere o nome do arquivo gravado, pois ele não será reconhecido pelo
ATENÇÃO!
Sistema de Candidaturas.

5.5 RRC – Resumo dos documentos que compõem o processo de registro de


candidatos

O quadro a seguir apresenta um resumo dos documentos que devem compor o processo

original do processo de registro do candidato, sem prejuízo de outros que porventura venham

a ser solicitados pela Justiça Eleitoral.

Documento Como Quem deve Observações


entregar? entregar?

Relação atual de bens Digitada no Todos os A relação de bens impressa deve ser
CANDex candidatos assinada pelo candidato e mantida
sob a posse do partido ou coligação,
para eventual solicitação pela Justiça
Eleitoral, podendo ser assinada por
procurador constituído com poder

49
específico para o ato.

Os bens declarados pelo candidato


constarão da página de divulgação
de candidatos do TSE:
http://divulgacandcontas.tse.jus.br/div
ulga/#/

Fotografia recente Anexada ao Todos os Eventuais substituições deverão ser


CANDex candidatos, feitas mediante entrega do arquivo
inclusive vices e diretamente à Justiça Eleitoral.
suplentes
A foto do candidato constará da
página de divulgação de candidatos
do TSE:
http://divulgacandcontas.tse.jus.br/div
ulga/#/

Certidão criminal Anexada ao Todos os Eventuais complementos deverão


fornecida pelos órgãos CANDex candidatos ser feitos mediante entrega do
de distribuição da arquivo diretamente na Justiça
Justiça Federal, de 1º e Eleitoral.
2º graus, de acordo
com a circunscrição do As certidões fornecidas pelo
domicílio eleitoral do candidato constarão da página de
candidato divulgação de candidatos do TSE:
http://divulgacandcontas.tse.jus.br/div
ulga/#/

Certidão criminal Anexada ao Todos os Eventuais complementos deverão


fornecida pelos órgãos CANDex candidatos ser feitos mediante entrega do
de distribuição da arquivo diretamente na Justiça
Justiça Estadual, de 1º Eleitoral.
e 2º graus, de acordo
com a circunscrição do As certidões fornecidas pelo
domicílio eleitoral do candidato constarão da página de
candidato divulgação de candidatos do TSE:
http://divulgacandcontas.tse.jus.br/div
ulga/#/

Certidão criminal Anexada ao Apenas os Eventuais complementos deverão


fornecida pelos órgãos CANDex candidatos que ser feitos mediante entrega do
de distribuição dos gozarem de foro arquivo diretamente na Justiça
tribunais competentes especial por Eleitoral.
prerrogativa de
função As certidões fornecidas pelo
candidato constarão da página de
divulgação de candidatos do TSE:
http://divulgacandcontas.tse.jus.br/div
ulga/#/

50
Comprovante de Anexada ao Todos os Eventuais complementos deverão
alfabetização CANDex candidatos ser feitos mediante entrega do
arquivo diretamente na Justiça
Eleitoral.

Pode ser suprida por declaração de


próprio punho, realizada diretamente
na Justiça Eleitoral.

Documento oficial de Anexada ao Todos os Eventuais complementos deverão


identificação CANDex candidatos ser feitos mediante entrega do
arquivo diretamente na Justiça
Eleitoral.

Comprovante de Anexada ao Apenas os http://www.tse.jus.br/eleitor-e-


desincompatibilização CANDex candidatos que eleicoes/eleicoes/desincompatibilizac
exercem funções ou ao
atividades que
exigem Eventuais complementos deverão
afastamento. ser feitos mediante entrega do
arquivo diretamente na Justiça
Eleitoral.

Proposta de governo Anexada ao Apenas candidatos Alternativamente, a proposta de


CANDex que concorrem aos governo pode ser apresentada
cargos de mediante fornecimento do endereço
Presidente da da página da internet onde estarão
República e disponíveis.
Governador de
Estado

Certidão criminal Obtida pela Todos os Estão dispensadas as certidões que


eleitoral própria Justiça candidatos são
Eleitoral emitidas pela Justiça Eleitoral.

Certidão de quitação Obtida pela Todos os Estão dispensadas as certidões que


eleitoral própria Justiça candidatos são
Eleitoral emitidas pela Justiça Eleitoral.

Depois de gerado o arquivo completo pelo CANDex, não será mais possível
alterar dados os dados biográficos dos candidatos.

ATENÇÃO! Havendo necessidade de envio posterior de comprovante de escolaridade,


comprovante de desincompatibilização, identidade, certidões, assim como
proposta de governo, o documento deverá ser apresentado diretamente na
Justiça Eleitoral, em formato *.pdf ou *.jpeg.

51
5.6. Locais de entrega

Os pedidos de registro deverão ser entregues nos tribunais eleitorais competentes (Res. TSE

nº 23.548/2017 Art. 21) para o registro de candidatos, até as 19h do dia 15 de agosto de 2018:

● Presidente e Vice-Presidente da República – Tribunal Superior Eleitoral

● Governador e Vice-Governador – Tribunal Regional Eleitoral correspondente


● Senador e respectivos suplentes – Tribunal Regional Eleitoral correspondente
● Deputado Federal – – Tribunal Regional Eleitoral correspondente
● Deputado Estadual – Tribunal Regional Eleitoral correspondente
● Deputado Distrital – – Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal

6. RECURSOS TÉCNICOS
Para a elaboração dos pedidos de registro, é possível estabelecer uma sistemática para

cadastrar vários candidatos concomitantemente em equipamentos diferentes, centralizando

posteriormente todos os RRCs num só arquivo.

Dado o volume de dados digitados e arquivos digitalizados, é de fundamental importância a

realização de cópias de segurança.

Veja como operacionalizar esses dois recursos.

6.1. Como trabalhar com mais de um computador

Especialmente quando houver muitos RRCs, os pedidos de registro de candidatos podem ser

digitados separadamente, em computadores diferentes, pois o sistema permite a exportação

dos dados relativos aos candidatos e de suas respectivas declarações de bens e

documentos.

Para trabalhar descentralizadamente e gerar o DRAP definitivo, siga os seguintes passos:

● Nos computadores onde serão digitados os RRCs descentralizadamente, cadastre um


partido ou uma coligação com os vários partidos dos candidatos que serão cadastrados
(vide item 4.2.1)
● Cadastre cada um dos candidatos dos partidos do pedido, de acordo com o item 4.2.4

52
● Ao final do cadastramento do conjunto de RRCs, exporte os candidatos, de acordo com o
item 6.1.1
● No computador onde será gerado o pedido principal (DRAP e RRCs), crie um pedido, de
acordo com o item 4.2.1
● Gere o DRAP do partido ou da coligação completo, de acordo com o item 4.2.2
● Importe os arquivos com os candidatos exportados de outros computadores onde foi
descentralizada a digitação dos RRCs, conforme o item 6.1.2
● Faça as conferências, impressões e geração dos arquivos conforme o tópico 5

6.1.1. Para exportar dados de candidatos

No CANDex do computador de origem:

● Na barra inferior, clique no ícone ”Manutenção”

● Selecione o menu “Exportar/Importar Candidatos”

● Selecione o pedido na lista e, em seguida, os candidatos cujos dados deseja exportar

● Clique no botão “Exportar”

● Na tela “Salvar”, escolha a pasta em que o arquivo será gravado e identifique o nome do

arquivo no campo “Nome”.

6.1.2. Para importar dados de candidatos

No CANDex, que irá receber o arquivo exportado contendo os dados dos candidatos a serem

importados:

● Na barra inferior, clique no ícone “Manutenção”

● Selecione o menu “Exportar/Importar Candidatos”

● Selecione o pedido na lista que irá importar os candidatos

● No menu “Importar Dados de Candidatos”, clique no botão “Procurar”, para localizar o

arquivo que foi exportado pelo outro CANDex

● Selecione os candidatos que deseja importar

● Clique no botão “Importar”

53
6.2. Como gerar cópias de segurança

As cópias de segurança são necessárias para evitar transtornos com perda de dados no

processo de cadastramento dos candidatos. Os itens seguintes detalham como esse

procedimento deve ser feito.

6.2.1. Gerar cópia de segurança

A cópia de segurança deve ser realizada diariamente, sobretudo pelo grande volume de

informações armazenadas no CANDex.

Para armazená-la, escolha preferencialmente uma mídia externa. Para gerar a cópia de

segurança no CANDex:

● Na barra inferior, clique no ícone “Manutenção”

● No menu à esquerda, clique em “Gerar Cópia de Segurança”

● Selecione a pasta onde será armazenada a cópia de segurança

● Clique no botão “Salvar”, cuidando para que não seja alterado o nome do arquivo que

consta do campo “Nome do Arquivo”

6.2.2. Restaurar cópia de segurança

Para restaurar uma cópia de segurança no CANDex:

● Na barra inferior, clique no ícone “Manutenção”

● Selecione o menu “Restaurar Cópia de Segurança”

● Selecione a pasta onde está armazenada a cópia de segurança

● Selecione o arquivo com os dados que quer restaurar (formato ZIP)

● Clique em “Restaurar”

● Feche e abra novamente o CANDex, para que os novos dados possam ser acessados.

Ao restaurar uma cópia de segurança, toda a base atual será substituída pela
ATENÇÃO!
base de dados constante do arquivo restaurado.

54
7. LEGISLAÇÃO
As normas que tratam de todo o processo eleitoral estão disponíveis na página da internet do

TSE, em http://www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-2018/normas-e-documentacoes-eleicoes-

2018

55