Anda di halaman 1dari 5

ArcelorMittal Inox Brasil

Aço Inoxidável Ferrítico


ACE P444A

transformando
o amanhã
2 3

ACE P444A
O aço inoxidável ferrítico ACE P444A é um material que possui elevada resistência à corrosão, em Tabela III – Propriedades Físicas dos Aços Inoxidáveis Recozidos
muitos casos superior à do aço inox ferrítico AISI 304.
Coeficiente de expanção térmica médio de 0°C a Condução térmica
Possui também algumas vantagens que são próprias da estrutura ferrítica deste aço e que serão Aço 100°C 315°C 538°C a 100°C a 500°C
detalhadas posteriormente. (μm/m.°C) (μm/m.°C) (μm/m.°C) (W/m.K) (W/m.K)

Composição Química AISI 304 17,2 17,8 18,4 16,2 21,5


A composição química do ACE 444A está demonstrada na Tabela I. Ela é equivalente ao aço AISI 316 15,9 16,2 17,5 16,2 21,5
inoxidável AISI 444 para a UNS S4400 da norma ASTM A240 e também do aço com designação
AISI 444 10,0 10,6 11,4 26,8 -
européia EN 1.4521.

Tabela I – Composição Química Módulo de Calor específico Resistividade Permeabilidade


Aço Densidade
elasticidade (GPa) (J/kg.K) elétrica (nW.m) magnética (aproximada)
C Mn P S Si Cr Ni Outros AISI 304 8,0 193 500 720 1,02
0,2+4(C+N) ≤ (Ti+Nb ) ≤ 0,80 AISI 316 8,0 193 500 740 1,02
≤ 0,025 ≤ 1,00 ≤ 0,040 ≤ 0,030 ≤ 1,00 17,5 - 19,5 ≤ 1,00 N ≤ 0,025
AISI 444 7,8 200 420 620 -
Mo = 1,75 - 2,50
Fonte : ASM SPECIALTY HANDBOOK - STAINLESS STEELS
Fonte : norma ASTM A240 (2001)

Na composição química do aço ACE 444A destacam-se: 1) Presença de Mo, o que melhora a O coeficiente de expansão térmica médio e a condutividade térmica estão diretamente ligados à maior
resistência à corrosão por pite e por fresta e 2) Bi-estabilização do Ti e Nb. resistência à corrosão sob tensão, isto é, os aços inoxidáveis ferríticos apresentam menores valores de
coeficiente de expansão térmica e maior condutividade térmica que os aços austeníticos, fazendo com
A ausência de níquel faz com que este material tenha um preço muito competitivo. que sejam menos suscetíveis às tensões internas que podem ocorrer quando submetidos a variações de
temperaturas em meios corrosivos.
Propriedades Mecânicas
Estão apresentadas na Tabela II as propriedades mecânicas típicas do aço inoxidável ACE 444A. Esta Por isso o aço ACE P444A é muito apreciado para a fabricação de tubos com elevada resistência à
tabela nos permite comparar as propriedades do aço ACE 444A com os aços ACE P304A e ACE corrosão para evaporadores e trocadores de calor.
P316B. O aço ACE 444A apresenta um elevado limite de escoamento.
A alta condutividade térmica e o baixo coeficiente de dilatação (comparado com os aços austeníticos)
Tabela II – Propriedades Mecânicas Típicas dos Aços Inoxidáveis da ArcelorMittal Inox Brasil permitem a realização de soldas sem muitas distorções na forma.

Limite de resistência à Limite de escoamento A baixa dilatação térmica (muito próxima à do aço-carbono) é também uma vantagem no projeto de
Aço Alongamento (%) Dureza HRB
tração (MPa) 0,2% (MPa) equipamentos que combinam uma utilização do aço inox com o aço-carbono em partes estruturais. O
ACE P444A 517 347 30 80 inox ACE P444A pode ser usado também em revestimentos internos de equipamentos fabricados em
aço-carbono.
ACE P304A 710 312 56 81
ACE P316B 645 322 54 77 Outras Propriedades e Características
Os aços inoxidáveis ferríticos estabilizados, como o ACE P444A, têm muito bom comportamento de
Fuente : ArcelorMittal Inox Brasil
conformação para fabricação de tubos soldados pelo processo ERW e também para a estampagem de
O limite de escoamento é importante e benéfico no momento da realização do projeto de equipamentos peças complexas. Evidentemente, estampados muito profundos exigem a utilização de aços inoxidáveis
industriais. O alongamento é bom, mas é inferior comparado aos aços austeníticos, que neste aspecto austeníticos.
são praticamente incomparáveis. O aço ACE 444A, assim como os demais ferríticos, pode ser dobrado,
A rugosidade do ACE P444A varia entre 0,10 a 0,28 μm (microns.metro) Ra. Este valor refere-se à
estampado e conformado, ampliando sua gama de aplicações.
rugosidade do acabamento 2D de laminação a frio. Trata-se do acabamento mais utilizado neste aço, no
Propriedades Físicas entanto, também pode ser usado o acabamento 2B. Em acabamento a frio 2B, a rugosidade varia muito
As principais propriedades físicas do aço AISI 444 estão apresentadas na Tabela III. São mostrados em função da espessura: quanto mais fino for o material, menor será a rugosidade.
também os austeníticos AISI 304 e AISI 316.
4 5

Microestrutura 600
Resistência à corrosão

Potencial de pite (mV) x SCE


A figura ao lado mostra a microestrutura Solução 3,5% NaCl pH=8
500 Solução 3,5% NaCl pH=3 453 intergranular
típica dos aços inoxidáveis ferríticos
400 377
408
Um problema que pode ser encontrado
estabilizados com Ti e Nb. O ataque
309
333
nos aços inoxidáveis quando expostos
metalográfico foi realizado com reativo 300 278
a altas temperaturas, seja em uso ou
Vilella por 1,5 min em acabamento 2B.
200
195 quando submetidos a um processo
O aumento é de 1000X. O tamanho de 151
de soldagem, é o da sensitização e a
grão ASTM em acabamento 2B varia 100 conseqüente corrosão intergranular.
entre 6 e 8.
0
O problema é relacionado com a
Aço 439 Aço 304 Aço 444 Aço 316
precipitação de Cr23(C,N)6 nos
Resistência à corrosão contornos de grão e empobrecimento de Cr nas regiões adjacentes.
Para que isso seja minimizado são adicionados nos aços inoxidáveis elementos fortemente formadores
do aço ACE P444A
de carbonetos a fim de remover o C e o N e eliminar a formação de Cr23(C,N)6; este processo é
O aço ACE P444A é um aço inoxidável Microestrutura típica do ACE P444A.
chamado de estabilização. O aço inoxidável ferrítico 444 é protegido contra a sensitização devido
ferrítico de elevada resistência à corrosão.
aos baixos teores de C+N e por ser estabilizado com a adição de Ti e Nb; esta liga não é suscetível
Esta característica é uma conseqüência 550
à corrosão intergranular.
direta da sua composição química, onde
Densidade de corrente crítica

450
se destacam um alto teor de Cr e a
presença de Mo. 350
Resistência à corrosão atmosférica
O aço ACE 444P apresenta uma resistência à corrosão atmosférica muito boa em ambientes urbanos.
µA/cm2)

Aço Inoxidável 444


250 A resistência à corrosão em ambientes marítimos é muito superior ao AISI 304.
Resistência à corrosão Aço Inoxidável 304
Na fotografia, pode-se ver o estado em que ficaram as amostras, uma de ACE P444A e outra de ACE
150
sob tensão P304A, abandonadas (portanto sem limpeza) durante dois anos, nas proximidades do mar no estado do
O aço ACE 444A (como todos os aço 50 Espírito Santo, Brasil.
ferríticos) é imune à corrosão de baixa
tensão em meios que contêm cloretos.
-50
0.0 1.0 2.0 3.0 4.0 5.0 Soldabilidade
O aço ACE P444A pode ser utilizado
em vários processos de solda. Quando
Resistência à corrosão por pite e corrosão por frestas for necessário utilizar metais de adição,
Trata-se de um material com excelente resistência à corrosão por pite e por frestas. Isto porque
este deve ser o aço 316L.
contém 18% de Cr e 2% de Mo em sua composição. O potencial de pite do aço ACE P444A em uma
solução de cloreto de sódio, 3,5% com pH=3 (meio ácido) ou com pH=8 (meio básico), é superior ao O gás de proteção usado deve ser
do aço AISI 304. Em alguns ensaios, é equivalente ao potencial de pite do aço AISI 316. o argônio ou argônio com adição de
hélio. A adição de 1 a 2% de O2
Na figura a seguir, são apresentados os potenciais de pite por ensaios realizados. Quanto maior for pode ser considerada para melhorar
o potencial de pite, maior será a resistência à corrosão. Na figura, o ACE P444A é comparado com o o aspecto da região soldada. Não se
ACE P304A, ACE P316A e ACE 439. deve usar nitrogênio, hidrogênio e nem
dióxido de carbono.
A presença de Mo também melhora a resistência à corrosão por frestas. Nesta forma de corrosão,
um parâmetro muito importante é o pH de depassivação, o menor valor de pH com o qual ainda é Quando são soldados os aços ferríticos,
possível manter a película passiva na superfície do material. Naturalmente, quanto menor for este é muito importante não cometer
valor, maior será a resistência à corrosão por frestas. excessos na aplicação de energia durante a soldagem (aporte térmico), a fim de evitar o crescimento
do grão, que pode fragilizar o material.

Devido à presença de estabilizadores, a soldagem ao aço ACE P444A não forma martensita, nem
precipita carbonetos de cromo.
6 7

Aplicações do aço ACE P444A


- Tubos para trocadores de calor e evaporadores.
- Tubos para transferência de fluidos.
- Tubos para corrimão (ambientes internos e externos).
- Tubos para fabricação de móveis.
- Tubos e chapas para usinas de açúcar, tanques, evaporadores, recozimento,
secadores, cristalizadores e fermentadores.
- Tanques para fermentação e armazenamento na fabricação de vinhos.
- Diversos equipamentos da indústria de alimentos.
- Revestimento interno de equipamentos fabricados com aço-carbono.
- Equipamentos da indústria do petróleo.
- Reservatórios de água.
- Termotanques e aquecedores solares.
- Revestimento de fachadas externas de edifícios, inclusive em cidades próximas ao mar.
- Cozinhas industriais.
Elevador NeoLift com BioPass
Atlas Schindler
Tanque de armazenamento
de cerveja

Ed. Platinum – Dória Lopes Fiúza Arquitetura


Evaporador de usina de açúcar.
Placas e tubos de ACE P444A
ArcelorMittal Inox Brasil

Sede
Av. João Pinheiro, 580 - Centro
CEP 30130-180 - Belo Horizonte - MG - Brasil
Tel: 31 3235-4200
Fax: 31 3235-4294

Usina
Praça 1º de Maio, 9 - Centro
CEP 35180-018 - Timóteo - MG - Brasil
Tel: 31 3849-7000
Fax: 31 3848-4699

Escritório Comercial
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1.355 - 20º andar
CEP 01452-919 - São Paulo - SP - Brasil
Tel: 11 3818-1700
Fax: 11 3816-1812

www.arcelormittalinoxbrasil.com.br