Anda di halaman 1dari 16

88º CONCURSO DE INGRESSO NA CARREIRA DO MINISTÉRIO PÚBLICO

– 2011

DATA 02.03.2012

BANCA EXAMIDORA:

DR. ARTHUR MEDEIROS NETO

DIREITO PENAL

DIREITO DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE

DRª. MÔNICA DE BARROS MARCONDES DESINANO

DIREITO PROCESSUAL PENAL

DIREITO ELEITORAL

DR. ANTONIO CARLOS FERNANDES NERY

DIREITO ADMINISTRATIVO

DIREITO PROCESSUAL CIVIL


DR. ARYSTÓBULO DE OLIVEIRA FREITAS

DIREITO CIVIL

DIREITO COMERCIAL E EMPRESARIAL

DR. CARLOS ALBERTO DE SALLES

TUTELA DE INTERESSES DIFUSOS, COLETIVOS E INDIVIDUAIS


HOMOGÊNEOS

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITOS HUMANOS
01

DIREITO PENAL:

1. Em que hipótese a omissão culposa pode ser penalmente relevante?


Como o agente vai ser responsabilizado?

2. O crime omissivo admite tentativa?

3. Qual é a diferença entre tentativa e desistência voluntária?

4. Qual é a natureza jurídica da desistência voluntária? A conduta do


agente deve ser obrigatoriamente espontânea?

5. É possível a coexistência do crime tentado com a desistência voluntária?

6. O que é tentativa imperfeita?

7. A tentativa imperfeita poderia coexistir com a desistência voluntária?

8. O que vem a ser a bigamia? Se o casamento anterior for nulo, subsiste a


bigamia? E se o casamento anterior for religioso apenas? E se o
casamento for realizado em outro país?

DIREITO DA INFÂNCIA E JUVENTUDE:

1. Quem pode integrar o Conselho Tutelar? Qual é o órgão que regula a


eleição o Conselho Tutelar? Numa comarca onde não exista o Conselho
Tutelar, quem faz as vezes?

DIREITO PROCESSUAL PENAL:

2. O que é a inspeção judicial? É admitida pelo sistema processual penal?


Há previsão legal?

3. O que é acareação? É possível a acareação entre acusado e ofendido?


E entre ofendido e testemunha?

4. O que é a acareação à distância? Qual é o valor dessa prova? Há


previsão legal para acareação à distância?

5. É possível a busca e apreensão em escritório de advocacia? Quais as


regras para cumprir essa diligência? Há necessidade de mandado
judicial?

DIREITO ELEITORAL:

1. Qual é o sistema adotado para campanhas eleitorais? Como se dá o


financiamento público para as campanhas?

DIREITO PROCESSUAL CIVIL:

2. O que se entende pelo princípio do promotor natural? Quais garantias


são necessárias para o promotor natural?

3. Qual é a finalidade do HD? Essa ação pode ser proposta por


pessoa jurídica? Nesta ação constitucional, o MP deve atuar como
custos legis?

4. A reabilitação criminal torna inacessível os dados criminais da pessoa?


A Constituição Estadual tem alguma regra sobre este assunto?

DIREITO ADMINISTRATIVO:

1. O que se entende pelo princípio da continuidade do serviço público?

DIREITO CIVIL:

1. Quais são os bens imóveis por ficção? Por que o legislador teve a
necessidade de criar essa ficção jurídica? Há bens móveis por ficção?
DIREITO COMERCIAL:

1. O que vem a ser cláusula compromissória?

2. O que é arbitragem? As partes se vinculam obrigatoriamente na


arbitragem? Essa característica da obrigatoriedade da arbitragem é
constitucional? Quais são os tipos de arbitragem? Se uma das partes
em conflito não cumprir a cláusula compromissória?

3. A sentença arbitral pode ser revista no Judiciário?

DIREITO CONSTITUCIONAL:

1. Qual é a diferença entre direitos e garantias constitucionais?

2. As garantias também compõem o art. 5º, CF/88?

3. A inviolabilidade do domicílio e o sigilo das comunicações são garantias


ou direitos?

4. A liberdade de expressão é direito ou garantia?

5. No estado de sítio poderão ser suspensas somente garantias ou


também os direitos?

DIFUSOS E COLETIVOS:

1. Em que termos é garantido constitucionalmente o transporte do idoso? É


necessário comprovar a idade para quem? A implantação dessas
medidas é exigível mesmo que não haja fonte de custeio?

DIREITOS HUMANOS:

1. Existe direito a não discriminação?


02

DIREITO PENAL:

2. Quais são os elementos do fato típico?

3. Qual é a teoria adotada pelo CP quanto à causalidade?

4. O que vem a ser a teoria da equivalência dos antecedentes causais?


Como limitar a aplicabilidade desta teoria?

5. Se vigilantes de um carro forte trocam tiro no estacionamento de um


supermercado e atingem terceiros, como fica a responsabilidade deles?
A atitude dos vigilantes é lícita?

6. O que é a teoria da imputação objetiva?

7. Presentear uma pessoa com uma viagem para um país em guerra, com
alta probabilidade de morte do presenteado, incorre na teoria da
imputação objetiva?

DIREITO DA INFÂNCIA E JUVENTUDE:

1. Um menor que pratica tráfico de drogas poderá ser internado?

DIREITO PROCESSUAL PENAL:

1. Quais são as hipóteses de cabimento da revisão criminal? Qual é a


natureza jurídica da revisão criminal?

2. Cabe revisão criminal em face da sentença de pronúncia?

3. Como é classificada a decisão de pronúncia?

4. Há necessidade de esgotamento das vias recursais para a revisão


criminal?

5. Cabe revisão criminal de uma sentença condenatória?

6. O que é uma decisão complexa?

7. Quais os requisitos intrínsecos e extrínsecos da sentença?

8. Toda sentença deve conter relatório?

DIREITO ELEITORAL:

1. Qual é a composição da Justiça eleitoral?

DIREITO PROCESSUAL CIVIL:

1. O que é um ato complexo? Em um órgão colegiado, quem responde


pelo fato?

2. Quais são os deveres do juiz previstos no CPC?

3. O juiz tem poder hierárquico em relação ao promotor e o advogado?

4. O juiz pode julgar por equidade? Em que casos? E nos Juizados


Especiais?

5. O direito comparado pode ser adotado pelo juiz para compor o direito?

DIREITO ADMINISTRATIVO:

1. O que se entende por descentralização e desconcentração das


atividades da Administração?

DIREITO CIVIL:

1. O que é o direito de superfície? Esse direito pode incidir sobre imóvel


urbano e rural? Esse direito deve ser contratado por instrumento
público?

2. Quais leis disciplinam o direito de superfície?

3. O poder público pode contratar direito de superfície?

DIREITO COMERCIAL:

1. O que vem a ser o Conselho Fiscal na sociedade?

2. O Conselho Fiscal é um órgão da administração da sociedade?

3. Quem pode ser membro do Conselho Fiscal?

4. Há obrigatoriedade de Conselho Fiscal em alguma sociedade?

5. O conselheiro fiscal é equiparado ao administrador?

6. O sócio acionista pode votar as contas se for membro do Conselho


Fiscal?

DIREITO CONSTITUCIONAL:

1. Quais são as formas de expressão da liberdade de religião?

2. O que vem a ser a liberdade de culto? A utilização de animais para


sacrifícios está incluída nesta liberdade?

3. Neste conceito de liberdade religiosa, inclui-se a organização religiosa?


A organização religiosa repercute no direito tributário?

4. A igreja pode cobrar a quantia que quiser dos fiéis para sua
manutenção?

5. Um fiel que é demitido e entrega o cheque da rescisão à igreja, poderá


exigir a devolução deste valor?
DIFUSOS E COLETIVOS:

1. Pode haver participação de recursos de empresas privadas no SUS?

2. Entidades privadas podem receber recursos públicos?

3. Quais são os instrumentos legislativos do orçamento público? São leis


ordinárias ou complementar?

4. Qual deve ser o conteúdo da lei de diretrizes orçamentárias?

5. O não cumprimento de normas constantes do orçamento anual gera


consequências ao administrador? E se não houver dolo nem dano?

6. O que vem a ser o princípio da exclusividade em matéria orçamentária?


Qual o fundamento dessa norma?

DIREITOS HUMANOS:

1. No direito civil, o MP cuida de preservar direitos humanos?

2. Apenas como autor o MP defenderia os direitos humanos?


03

DIREITO PENAL:

1. No que consiste o sistema trifásico de aplicação da pena? Porque na


primeira fase o juiz está adstrito a fixar a pena entre o mínimo e o
máximo?

2. Na segunda fase, havendo circunstancias agravantes e atenuantes, o


juiz poderá alterar a pena mais de uma vez?

3. Em quais hipóteses o juiz poderá alterar a pena mais de uma vez?

4. O que se entende por circunstância preponderante?

5. Se o juiz pode mexer mais de uma vez na pena, porque o CP dispõe


sobre as circunstâncias preponderantes?

DIREITO DA INFÂNCIA E JUVENTUDE:

1. A partir de que momento o menor é considerado reincidente?

2. Quando é cabível a internação provisória?

DIREITO PROCESSUAL PENAL:

1. Qual é a característica da decisão do Júri quanto à fundamentação?


Qual é a razão da impossibilidade da fundamentação da sentença no
tribunal do júri?

2. Como é formulado o questionário no rito do júri? O questionário pode ser


extraído de alguma peça processual? O interrogatório do réu pode
embasar o questionário?
3. O juiz presidente pode fazer inserir alguma tese de defesa cuja inclusão
não houver sido requerida pelas partes?

4. O que ocorre na decisão dos jurados que desclassifica o crime? Quem


julga esse crime?

5. O que é um aparte?

DIREITO ELEITORAL:

1. Quais são as formas para arguição de inelegibilidade?

2. É possível a desistência de ação de investigação eleitoral?

3. É possível litispendência entre a captação ilícita de sufrágio e


investigação eleitoral?

DIREITO PROCESSUAL CIVIL:

1. O juiz deve julgar a causa nos limites da lide? Quem fixa esses limites?

2. O direito de defesa deverá sempre ser garantido?

3. O que é procedimento?

4. Quantos tipos de procedimento existem no rito comum?

5. Quais ações podem adotar o procedimento sumaríssimo?

6. O que se entende por devido processo legal?

7. O que se entende por ampla defesa?

8. A falta de defesa técnica ofende o principio da ampla defesa?

DIREITO ADMINISTRATIVO:

1. Os agentes políticos vitalícios estão sujeitos aos poderes hierárquico e


disciplinar?

2. Como é o regime disciplinar dos agentes políticos?

DIREITO CIVIL:

1. O que vem a ser os princípios gerais do direito?

2. O que é equidade?

3. O que vem a ser a curatela?

4. Quem são os curatelados?

5. Quem pode pedir a interdição? Há possibilidade de ser nomeado


curador antes de decretada a interdição?

6. Se o MP requer a interdição, quem defende os interesses do interditado?

7. O membro do MP deve ser nomeado para defender os interesses do


incapaz?

8. Existe obrigação de prestação de contas do curador?

DIREITO COMERCIAL:

1. O que é uma sociedade simples?

DIREITO CONSTITUCIONAL:

1. Qual é a natureza do inquérito civil?

2. Como se dá o controle de constitucionalidade no nosso ordenamento


jurídico?

3. De quem é a competência para o controle de constitucionalidade em


âmbito de lei estadual? E em relação às leis municipais?
DIFUSOS E COLETIVOS:

1. Como se verifica processualmente a legitimidade para a ação civil


pública? Em que momento?

2. Pode haver legitimidade sem haver interesse?

3. O MP tem legitimidade para executar o TAC firmado por outro


legitimado?

DIREITOS HUMANOS:

1. O que vem a ser o incidente de deslocamento de competência?


04

DIREITO PENAL:

1. Qual a diferença entre anistia, graça e indulto?

2. A anistia pode ser concedida em caráter individual?

3. Quem pode conceder anistia?

4. Há alguma vedação constitucional para se conceder a anistia? Em quais


crimes não se admite anistia?

5. Qual a diferença entre graça e indulto?

DIREITO DA INFÂNCIA E JUVENTUDE:

1. Quem pode dar inicio ao processo para perda do poder familiar? O que
deve constar no pedido de destituição do poder familiar?

DIREITO PROCESSUAL PENAL:

1. O que é a mutatio libelli? Esse aditamento é obrigatório pelo MP?

2. O promotor está adstrito, por ocasião do aditamento, aos limites do juiz?

3. O que é o livramento condicional? Decorrido o período de prova do


livramento condicional, o juiz pode, sem a ocorrência de causa de
revogação do benefício, deixar de extinguir a pena? Qual o fundamento?

4. Como se dá a progressão de regime no caso de concurso de crimes


hediondos com comuns?
DIREITO ELEITORAL:

1. O que é propaganda partidária?

2. Há restrições à propaganda partidária?

3. O que é a propaganda intrapartidária? Há limite de tempo para sua


realização?

DIREITO PROCESSUAL CIVIL:

1. Em quais momentos pode-se utilizar da ação cautelar?

2. De quem é a competência nas ações cautelares preparatórias?

3. O que é o poder geral de cautela do juiz?

DIREITO ADMINISTRATIVO:

1. Qual é a diferença entre processo e procedimento administrativo?

2. É possível haver processo administrativo sigiloso?

3. O que é procedimento na esfera administrativa?

4. Para quê serve a sindicância? Nesse procedimento vigora no princípio


do inquisitório ou do contraditório? Quais seriam os pressupostos de
validade para esse processo?

5. Quais as fases do processo disciplinar?

DIREITO CIVIL:

1. Qual é a definição de ato ilícito?

2. Há algum ato que embora cause dano não configure ato ilícito?

3. Qual é a diferença entre ato e negócio jurídico?


4. Quais as hipóteses de invalidade do negócio jurídico?

5. A nulidade ocorre em que casos?