Anda di halaman 1dari 4

Como Recuperar o Machado Perdido

Aldenir Araujonovembro 07, 2011Esboços de Sermões7

Texto: II Reis 6:1-7


Introdução: A escola dos profetas havia crescido a ponto de que eles precisavam
providenciar novas instalações. Enquanto eles estão no processo de cortar árvores para
construir sua nova casa, um dos profetas perdeu o machado no rio Jordão. Ele fica
perturbado, porque o machado era emprestado. Ele comunica o problema a Eliseu e o grande
profeta realiza um milagre e o machado flutua à superfície e o homem estende a mão e o
pega. Agora, para que não sejamos tão duros com este pobre homem que perdeu o machado,
lembremos-nos que ele está envolvido em uma grande obra. Ele está ocupado! No entanto,
se há uma falha em sua atividade, encontra-se no seguinte: ele estava trabalhando, mas ele
não estava vigiando! Como consequência, ele perdeu o machado e foi incapaz de continuar
seu trabalho. Ele havia perdido o machado.[post_ad]Podemos olhar para esta história e
perguntar se há alguma coisa aqui para a igreja moderna. Eu acredito que há muito aqui para
nós aprendermos. Você observa que, o machado representa o poder de fazer o trabalho!
Nenhum homem pode derrubar árvores batendo com um cabo de machado! É preciso o
poder cortante do machado para cortar através da madeira e derrubar a árvore. Na igreja,
precisamos perceber que sem o poder do corte, que é o poder do Espírito Santo, nunca
seremos capazes de servir ao Senhor de forma adequada, nem vamos ser capazes de fazer
diferença neste mundo. Nós precisamos de Deus e Seu poder para fazer o trabalho para a
Sua glória! Infelizmente, a igreja moderna como se tornou tão ligado às suas tradições e
seus programas que, na maioria das vezes, o machado se perdeu. Como resultado, não há
poder na igreja, na vida dos santos, ou em qualquer coisa que fazemos. Perdemos o
machado! A maior parte do que fazemos na igreja pode ser feito sem a direção ou o poder
do Espírito Santo! Nós somos tão bons no que fazemos que podemos operar no poder da
carne e ninguém percebe a ausência de Deus! No entanto, embora possamos ser capazes de
operar nossas igrejas, nossos programas e nossas vidas sem o poder de Deus, nós nunca
vamos fazer incursões no mundo sem o poder de Deus. Nós nunca seremos capazes de servir
ao Senhor de maneira eficaz, até que o serviço que realizamos seja feito Seu poder!
Enquanto levamos alguns minutos para ver como esta situação foi tratada naquele dia,
podemos aprender algumas lições valiosas sobre como a igreja deve lidar com a situação
em que ela se encontra esta noite. Deus nos ajude a recuperar o machado.
Esta passagem nos diz como! Observe as etapas envolvidas na recuperação do
machado.
I. Envolve preocupação. V.5
A. Assim como este homem sente o ferro do machado voando, ele grita em desespero.
Ele sabe que não pode continuar o que está fazendo até que ele recupere o machado.
B. O primeiro passo para a recuperação do poder do Espírito é chegar ao lugar onde
sabemos que não o temos. Estou convencido de que muitas pessoas andam por esta vida
achando que estão cheios do Espírito, quando eles perderam o seu poder e nem sequer sabem
disso. Eles estão tentando viver para Deus e fazer a Sua obra no poder da carne e nem sequer
percebe que Ele está longe. Esta condição de muitas igrejas modernas, e das pessoas
modernas da igreja, se parece com a de Laodicéia antiga, Apocalipse 3:14-20.
C. Eu me pergunto se nós nos preocupamos o suficiente para procurar em nossos
corações, nossas vidas e na vida da nossa igreja e descobrir se ou não o que estamos fazendo
é do homem ou do Espírito? Estamos preocupados com a presença e o poder de Deus estar
no meio de Sua Igreja? Amigo, estamos sempre felicitando a nós mesmos o fato de que
"onde dois ou três estiverem reunidos, Ele está no meio" O Espírito do Senhor está em nós.
Quando nos apresentamos na igreja, Ele se apresenta na igreja! Eu não estou falando sobre
a Sua mera presença. Estou falando de sua presença manifesta. Onde Deus não só aparece,
mas quando Ele também mostra sua gloria!
D. Que o Senhor nos ajude a se contentar com nada menos que o melhor que Deus
pode nos dar!
II. Envolve confissão. V.5
A. Quando este homem percebeu que o machado tinha desaparecido, ele
imediatamente disse a Eliseu o que tinha acontecido. Ele confessou o fato de que ele havia
perdido o machado. Ao admitir que o machado tinha desaparecido, ele estava também
admitindo o fato de que o cabo do machado estava frouxo e ele não se preocupou em apertá-
lo.
B. Depois que descobrimos que nos falta algo, devemos chegar ao lugar onde
podemos admitir que falta para o Senhor e uns aos outros. Esta é uma pílula difícil de
engolir, mas é necessário recuperar o machado. Acho que uma das coisas mais difíceis para
qualquer um de nós fazer é admitir a falta. Queremos que todos pensam que estamos no topo
da pilha; que não precisamos de nada, e que estamos no controle. Onde estão os corações
honestos que vão gritar e dizer: "Eu simplesmente não tenho o fogo que eu costumava ter!
Eu não estou tão perto do Senhor, como eu costumava estar! Eu preciso do poder de Deus
operando através de mim para fazer o trabalho!" O que precisamos são corações honestos
que diga a verdade sobre a nossa condição. Nós precisamos confessar e dizer ao Senhor a
verdade sobre onde estamos! Ele já sabe, mas Ele quer que a gente saiba tão bem.
Precisamos reaprender o caminho para o altar. Nós precisamos dele e Seu poder em nosso
meio, mas há um preço a pagar. Parte do preço é confessar nossa falta de poder.
C. Antes de recuperar o machado, como indivíduos e como igreja, devemos primeiro
chegar ao lugar onde podemos honestamente admitir que não podemos fazê-lo, mas Deus
pode! Temos de encontrar esse lugar de dependência total e absoluta em Deus e no Seu
poder! Quando o fizermos, vamos ver almas salvas. Vamos ver o poder manifesto de Deus
em nossos cultos. Vamos experimentar o Seu poder na igreja, mais uma vez!
III. Envolve compreensão. V.5
A. Uma das razões deste homem estar tão chateado é porque o machado nem sequer
pertencia a ele. Ele havia tomado emprestado de alguém, a fim de ser capaz de ajudar a
construir a escola. Agora, perder um machado pode não parecer tão grande problema a você
e a mim. Nós podemos ir à loja e comprar vários, se quisermos. No entanto, as ferramentas
e outras coisas feitas de ferro eram muito escassas e insuficientes. Isto é ilustrado por uma
história em I Samuel 13:22. Além disso, o fato de que era uma ferramenta emprestada era
exigido deste homem substituir o machado, que ele obviamente não poderia fazer uma vez
que ele teve que pegar emprestado. O fato de uma pessoa emprestar a este homem uma
ferramenta de tal valor era um sinal de que o dono do machado tinha confiança no jovem
profeta. Ele não queria violar essa confiança!
B. Eu acho que a lição para a igreja é cristalina. Quando estamos trabalhando para o
Senhor, como deveríamos, estamos operando com poder emprestada! O poder para servir
ao Senhor não vem de dentro de nossa própria natureza humana, mas vêm do Senhor, Atos
1:8. Portanto, precisamos ter um cuidado especial com o poder que nos foi confiado. Nunca
podemos chegamos ao lugar onde agimos como se nada pudesse tomar o nosso poder. Deus
nos ajude a nunca violar sua confiança! Tão certo como o Senhor dá Seu poder, Ele pode
retira-lo novamente.
C. Se vamos servir ao Senhor e ver os resultados eternos do nosso serviço, temos de
aceitar o fato de que somos incapazes de fazer o trabalho com nossa própria força.
Precisamos de poder do alto. Precisamos do poder emprestado! No entanto, devemos
também compreender que o mesmo Deus que tão livremente salva o pecador, também de
graça dá Seu poder para aqueles que o buscam e estão qualificados para recebê-lo.
IV. Envolve voltar. V.6
A. Assim que Eliseu ouviu falar sobre o problema, ele chamou o profeta de volta para
o lugar onde o machado foi perdido. Antes que pudesse ser recuperado, eles tiveram que ir
para ao lugar onde ele tinha sido perdido.
B. Assim, é no âmbito espiritual. Antes que possamos recuperar o poder de Deus em
nossas vidas e em nossa igreja, devemos voltar ao lugar onde nós perdemos o poder. Ou
seja, temos de descobrir a razão pela qual o poder foi perdido. É por causa de algum pecado
que tenha sido cometido? Será que é porque nossas prioridades tornaram-se equivocadas?
Será que é porque nós somos culpados de confiar no braço da carne em vez do poder do
Espírito? Onde foi que perdemos o poder?
C. Se fôssemos honestos, esta noite, todos nós poderíamos identificar as áreas de
nossas vidas que estão entre nós e ter o glorioso poder de Deus em nossas vidas. O que
precisamos fazer é voltar atrás e descobrir onde saímos do caminho. Nós precisamos voltar
a esse ponto e fazer uma correção do caminho. Quando o fizermos, podemos nos preparar
para a glória do retorno.
V. Envolve confronto. V.6
A. A resposta de Eliseu à situação foi cortar uma árvore e lançá-la no rio. Quando ele
faz, o machado flutua à superfície. Um milagre acontece quando os meios humanos são
abandonados e a ajuda divina é solicitada.
B. Quando chegamos ao lugar onde reconhecemos a perda do machado, só há uma
maneira de recuperá-lo. Deve haver um confronto com o divino! Primeiro, deve haver uma
árvore envolvida. A árvore que eu me refiro é a cruz de Jesus. Quando levamos a sério a
questão sobre como lidar com nossos pecados e falhas, o Senhor vai responder com o perdão
e restauração, 1 João 1:9. Então, deve haver um abandono total de toda a ação e poder
humano. Confiar em um pedaço de pau para fazer o machado flutuar parece loucura, mas
funcionou! Para nós, parar de tentar fazer a obra do Senhor, e dar um passo atrás e, colocar
tudo em Suas mãos e confiar nEle completamente é difícil. No entanto, é a única solução.
C. Queridos, um dos principais passos na recuperação do machado do poder na igreja
é um retorno ao altar de Deus. Quando a igreja lida com seus pecados, e o caminho entre
nós e o Senhor é livre de todas as obstruções, podemos contar com o retorno de Seu poder
e glória na casa de Deus.
VI. Envolve compromisso. V.7
A. A última coisa que esse rapaz fez foi estender a mão e pegar o machado. Ele se
comprometeu a receber pela fé o que o Senhor tinha feito. Este pode ser o fim da história,
quanto o registro bíblico, mas podemos ter certeza do que aconteceu em seguida. Este jovem
firmemente recolocou o machado no cabo e voltou ao trabalho de cortar as árvores. Ele
havia recuperado o machado e foi capaz de fazer o que precisava ser feito.
B. Deus tem poder disponível para aqueles que pagam o preço para isso e que o toma
pela fé. Quando chegamos ao lugar onde estamos cansados das velhas historias de sempre e
estamos dispostos a lidar com nossa perda do machado da maneira de Deus, Ele vai nos dar
de volta o poder de fazer a Sua obra da Sua maneira. No entanto, não é para os fracos de
coração! É pela fé de coração, somente!
C. A que ponto estamos comprometidos com a ideia de experimentar a presença
manifesta de Deus e poder na igreja? Nosso nível de comprometimento será revelado pelo
que estamos dispostos a fazer para vê-lo se tornar uma realidade!

Conclusão: Onde está o machado esta noite? Para a maioria de nós, está no fundo do
rio, totalmente fora do nosso alcance e além de nossa capacidade de recuperação. Podemos
obtê-lo de volta? Sim! Se tomarmos as medidas que nos foi dada esta noite. Você está
disposto? Esse é o primeiro passo. O segundo é no sentido de entrar diante do Senhor e lidar
com o problema do seu jeito!