Anda di halaman 1dari 28

AVALIAÇÃO NA

EDUCAÇÃO PROFISSIONAL
E TECNOLÓGICA
MÓDULO 03
ESPECÍFICO

“CADA DIA É, POR SI SÓ, UMA VIDA - SÊNECA”


1
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
Olá!

Este é o seu Caderno de Apoio para a Disciplina de Avaliação na


Educação Profissional e Tecnológica.

Este material foi elaborado com a finalidade de tornar seu processo


de obtenção de conhecimento mais prático e efetivo.

Lembre-se que este não deve ser seu único objeto de estudos e que os
cursos de especialização demandam uma dedicação mais acentuada na
busca pelo saber.

É proibida a venda ou reprodução deste material sem autorização


prévia, conforme disposições da Lei 9.610/98.

Bons estudos!

Equipe Gênio

2
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E
TECNÓLOGICA

CONCEITO DE AVALIAÇÃO:

Avaliar é fazer, cautelosamente, um julgamento a fim de analisar de


maneira processual o progresso dos alunos, para identificar o que eles
aprenderam e o que ainda não aprenderam, de forma a reorganizar o
processo pedagógico.

A avaliação não deve ser uma ferramenta de punição, mas sim, um


mecanismo de diagnóstico que tenha como objetivos centrais a produção
de conhecimento.

A avaliação na educação profissional e tecnológica possui uma


importância muito específica, uma vez que a modalidade de ensino que
visa uma contextualização direta entre teoria e prática deve avaliar
conforme estas competências.

3
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
O principal objetivo da educação é criar homens de
fazer , não simplesmente de repetir o que outras
gerações fizeram.

O segundo objetivo da educação é formar mentes que possam ser


, possam verificar e não aceitar o que lhes é oferecido. O
maior perigo, hoje, é o dos slogans, opiniões coletivas, tendências de
pensamento ready-made.
Temos que estar aptos a resistir individualmente, a criticar, a
distinguir entre o que está provado e o que não está. Portanto,
precisamos de , que aprendam cedo a encontrar
as coisas por si mesmos, em parte por sua atividade espontânea e, em
parte, pelo material que preparamos para eles; que aprendam cedo a
dizer o que é verificável e o que é simplesmente a primeira idéia que lhes
veio.
Jean Piaget (1886 - 1980)

4
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
AVALIAÇÃO – O QUE É? PARA QUE SERVE?

A avaliação é parte de um processo natural e necessário


em diversos aspectos da vida social. Avaliamos o tempo todo,
das sensações climáticas ao preço de produtos nas prateleiras.
Inevitavelmente a avaliação se tornou elemento
necessário em nosso processo educativo, tendo seus aspectos
positivos e negativos.
Entre os aspectos negativos da avaliação está o fato de
que em alguns processos de ensino e aprendizagem ela se
tornou protagonista, pouco importando o conhecimento amplo
e integral, sendo a capacidade do aluno reduzida a elementos
meramente quantitativos e limitados.
Bem sabemos da necessidade de um mecanismo justo e
funcional no que tange aos processos avaliativos, mas também
temos plena clareza de que conhecimento não pode ser
reduzido a números.
A avaliação na escola deve possuir caráter complementar
e totalmente voltado ao processo de ensino e aprendizagem.
Deve-se prezar pelos processos diagnósticos onde o
professor faz uso da avaliação como ferramenta para identificar
fragilidades e flexibilizar a abordagem.

5
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
Como não podemos dissociar a avaliação de nossa vida e
muito menos da educação, devemos prezar em fazer uso deste
elemento de forma positiva, ainda que a avaliação seja
meramente informal.
Não é raro ver professores aplicando avaliações como se
fossem , estigmatizando os alunos a partir de um
resultado puramente matemático e prejudicando toda a
formação do discente.
O processo avaliativo, quando formal, deve servir para
estimular o aluno a vencer suas dificuldades partindo da
identificação destas e, para o professor, deve servir como base
para o ajuste do processo de ensino.
Quando informal, jamais devemos utilizar os rótulos
que o senso comum transmite.

6
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
Ser professor é uma atividade de
visto que, bem ou mal, deixamos nossas
marcas em nossos alunos e não queremos que estas marcas
sejam negativas com base na interpretação errada de um
processo avaliativo.

7
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
AVALIAÇÃO NA HISTÓRIA

A avaliação é um elemento muito complexo, tanto na


educação regular quanto na educação especial.

Conforme os pensamentos de Luckesi (2006), a avaliação


é constituída de instrumentos de diagnóstico, que levam a uma
intervenção visando à melhoria da aprendizagem.

A avaliação é porque o estudante vai ser


ajudado a dar um passo à frente.

Historicamente a avaliação passou por uma série de


processos evolutivos, principalmente em épocas em que se
questionava sua real função e eficácia.

8
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
A legislação também teve seu papel na modernização do
processo.
Inicialmente, a avaliação servia tão somente para julgar o
desempenho do aluno de forma imparcial e objetiva, partindo
da análise de acertos e erros apresentados na realização de
provas e exames.
Posteriormente a avaliação ganhou critérios mais
subjetivos, baseando-se mais na resposta do aluno, de uma
forma ampla e contínua durante todo processo de formação.

EVOLUÇÃO HISTÓRICA

As notas eram atribuídas objetivamente em relação ao


resultado no exame, como base para promoção ou
retenção dos alunos.
Era inflexível e imparcial, sendo realizada através de
arguição oral ou trabalhos escritos sob a
responsabilidade direta do professor;

O exame voltava-se agora com foco no efetivo


rendimento do aluno e visava classificar este aluno
conforme seu nível de aproveitamento. Era uma
avaliação bastante objetiva, realizada através de
exercícios e provas sob a responsabilidade do
professor.
9
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
A avaliação visava julgar o aproveitamento do aluno
conforme o grau de satisfação das habilidades exigidas
para a série em curso.
A avaliação visava auferir se alguns alunos poderiam
ser promovidos e classificados imediatamente.
Adquire caráter de continuidade e compatibilidade
imediata com o trabalho desenvolvido, sendo
realizada através de provas, exames e outros
instrumentos julgados adequados pelo professor.

Início de um ideal mais diagnóstico da avaliação,


visando à determinação dos pontos atingidos pelas
metas propostas. Neste período a avaliação já visava
adequar o planejamento através dos resultados da
avaliação. A avaliação é continua e ampla, através
apenas de instrumentos elaborados pelo professor. É o
processo adotado até a atualidade.

Hoje temos uma compreensão muito mais ampla do que


realmente é a avaliação.
Paramos, ou deveríamos ter parado, de utilizar a
avaliação como punição e passamos a investir em métodos
muito mais amplos e funcionais de avaliar.

10
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
A AVALIAÇÃO PASSOU A SER UM PROCESSO
COM VÁRIOS ELEMENTOS OBSERVÁVEIS E
INSTRUMENTOS MENSURÁVEIS PARA SER
APLICADA DE MANEIRA CONTÍNUA
DURANTE TODO PROCESSO EDUCATIVO, DE
FORMA DIAGNÓSTICA.

A avaliação subsidia elementos para uma sobre


sua prática, para criação de novos instrumentos de trabalho e retomada
de aspectos a serem revistos, ajustados ou reconhecidos como adequados
para o processo de aprendizagem do indivíduo ou do grupo.

A avaliação é um de suas
conquistas, dificuldades e possibilidades para a reorganização de seu
investimento na tarefa de aprender.

11
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
A avaliação possibilita definir prioridades e localizar quais
aspectos das ações educacionais demandam maior apoio.

PARA O ACOMPANHAMENTO E
REORGANIZAÇÃO DO PROCESSO DE
ENSINO, É NECESSÁRIO QUE HAJA
UMA AVALIAÇÃO INICIAL E OUTRA
AO FINAL DA ETAPA.

- COMO INCENTIVAR O ALUNO E DESPERTAR O DESEJO PELO


CONHECIMENTO, QUANDO HÁ FORÇAS TÃO FORTES QUE
FAZEM O MOVIMENTO CONTRÁRIO?

- COMO DESPERTAR NO ALUNO O DESEJO DE APRENDER, DE


CONHECER, SE LÁ FORA TEM MUITO MAIS ATRATIVOS?

12
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
TIPOS DE AVALIAÇÃO E SUAS ABORDAGENS

Avaliar possui diversas conotações diferentes


dependendo da abordagem que se atribui ao processo
avaliativo.
Na abordagem a avaliação serve a um ideal
de formação seletivo, uniformizador e transmissor.
A avaliação é pautada apenas na busca de resultados
concretos, onde o sujeito avaliado é apenas o aluno e seu
conhecimento “decorado”. Nestes moldes a avaliação é vista
como uma forma de punição.
Nesta abordagem o conhecimento do indivíduo é
“medido” de forma .
Na abordagem a avaliação não se foca apenas
nos resultados, mas desloca a atenção para o processo de
aprendizagem.
O sujeito da avaliação são todos os envolvidos, não
apenas os alunos. O conhecimento avaliado não vem apenas
das disciplinas rígidas e curriculares, mas de um amplo
espectro de capacidades.

13
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
A avaliação na abordagem serve como
ferramenta de aprendizagem e não como punição, sendo
possível ainda utilizá-la como ferramenta diagnóstica para o
estudo de novas abordagens. O conhecimento não é
quantificado, mas descrito e através dos
resultados da avaliação.
não é apenas medir ou testar o conhecimento
do aluno. Avaliar compreende uma flexibilização dos critérios
com base no conhecimento da realidade do indivíduo.
refere-se à mera quantificação do conhecimento
no processo avaliativo com base em resultados concretos nem
sempre adequados.
corresponde à verificação do conhecimento de
um indivíduo expondo-o a uma situação previamente
planejada.

14
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
Existem diversos tipos de avaliação. Cada uma com suas
próprias funções.
A que pode se dar de
maneira informal e contínua visa informar ao professor as
condições de aprendizado do aluno, garantindo a possibilidade
de adaptações e modificações das abordagens metodológicas
em prol destes.
A considera num
crescente tudo o que o aluno produziu no decorrer do processo
de aprendizagem.
A visa sondar as
dificuldades dos alunos e informar se há necessidade de
alguma abordagem diferenciada.
A trata do documento
normalmente utilizado para a promoção ou retenção do aluno.
Leva apenas em conta a soma de resultados anteriores.

15
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
AVALIAÇÃO E APROVEITAMENTO NA
EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA 1

A avaliação da aprendizagem dos estudantes visa sua


progressão para o alcance do perfil adequado de conclusão,
sendo contínua e , com prevalência dos aspectos
, bem como dos resultados
ao longo do processo sobre os de eventuais provas finais.
A avaliação da aprendizagem utilizada para fins de

desenvolvidos em experiências de trabalho ou de estudos


formais e não formais, deve ser propiciada pelos sistemas de
ensino como uma forma de
dos educandos, objetivando a continuidade de
estudos segundo itinerários

Os sistemas de ensino devem elaborar diretrizes


metodológicas para avaliação e validação dos saberes
desenvolvidos pelos estudantes em seu itinerário
profissional e de vida, para fins de
ou para
1 Excerto de http://www.educacao.pr.gov.br/arquivos/File/det/2013/novas_diretrizes_ed_profissional.pdf

16
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
fins de certificação profissional, de acordo com o
correspondente perfil profissional de conclusão do respectivo
curso técnico de nível médio.
Os sistemas de ensino devem, respeitadas as condições de
cada instituição educacional, oferecer oportunidades de
, visando a suprir eventuais
constatadas na avaliação.
Para prosseguimento de estudos, a instituição de ensino
pode promover o
anteriores do estudante, desde que diretamente
relacionados com o perfil profissional de conclusão da
respectiva qualificação ou habilitação profissional, que tenham
sido desenvolvidos:

I - em qualificações profissionais e etapas ou módulos de nível


técnico regularmente concluídos em outros cursos de Educação
Profissional Técnica de Nível Médio;
II - em cursos destinados à formação inicial e continuada ou
qualificação profissional de, no mínimo, 160 horas de duração, mediante
avaliação do estudante;
III - em outros cursos de Educação Profissional e Tecnológica,
inclusive no trabalho, por outros meios informais ou até mesmo em
cursos superiores de graduação, mediante avaliação do estudante;
IV - por reconhecimento, em processos formais de certificação
profissional, realizado em instituição devidamente credenciada pelo
órgão normativo do respectivo sistema de ensino ou no âmbito de
sistemas nacionais de certificação profissional.

17
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
Saber identificar, avaliar e valorizar suas possibilidades,
direitos, limites e necessidades;

Saber formular e conduzir projetos e desenvolver


estratégias, individualmente ou em grupo;

Saber analisar situações, relações e campos de força


sistêmica.

Saber cooperar, agir em sinergia, participar de uma


atividade coletiva e partilhar liderança;

Saber construir e estimular organizações e sistemas de ação


coletiva do tipo democrático;

Saber gerenciar e superar conflitos. † Saber conviver com


regras, servir-se delas e elaborá-las;

Saber construir normas negociadas de convivência que


superem as diferenças culturais.

18
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
ORIENTAÇÕES PARA AVALIAÇÃO

Para alcançar o máximo de objetividade possível, é


fundamental a utilização de diferentes códigos, como o ,o
, o , o ou o , de forma a se
considerar as diferentes aptidões dos alunos.
Pensando dessa forma, o professor pode realizar a
avaliação por meio das seguintes formas:

Consiste em planejar,
marcar com antecedência, com dia e hora pré-
agendadas, utilizando instrumentos, como registros
em tabelas, listas de controle, diário de classe e outros.

Acontece à medida que a aula vai se desenvolvendo e


o professor percebe sinais de compreensão ou não em
seus alunos. Assim, o docente deverá organizar-se
para dentro de um curto espaço de tempo, muitas
vezes de uma aula para outra, buscar novos caminhos,
novas alternativas para o entendimento do aluno.

19
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
Se a avaliação se dá acerca de uma produção de texto, deve-se
considerar a , que envolve desde as primeiras
pesquisas até os registros de atividades no caderno, a finalização do
texto e de que forma será passado para o professor.

É útil para que os alunos tenham objetividade ao falar sobre um


determinado tema, ou responder um questionário.
Para isso, é importante, em primeiro lugar, garantir que as

estruturadas em sala de aula. Em segundo, deve-se


explicar aos alunos o que se pretende avaliar.

“A avaliação, apesar de responsabilidade do professor, não deve


ser considerada função exclusiva dele. Delegá-la aos alunos, em
determinados momentos, é uma para que
construam instrumentos de autorregulação para as diferentes
aprendizagens. A autoavaliação é uma situação de aprendizagem em
que o aluno desenvolve estratégias de análise e interpretação de suas
produções e dos diferentes procedimentos para se avaliar.”

(Parâmetros Curriculares Nacionais).

20
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Ao elaborar uma avaliação devemos ter claros os rumos e


intentos que vislumbramos com esta ferramenta.
São perguntas essenciais que o professor deve se fazer
antes de elaborar uma avaliação:

Deve o professor efetivamente entender a serventia de uma


avaliação. Avaliar não é punir, mas sim descobrir se todo o
processo de construção do conhecimento está sendo efetivo.

É o avaliador competente para executar uma avaliação eficaz?


O professor é o responsável direto pela avaliação de
conhecimentos.

Conhecer o aluno avaliado, suas limitações e potencialidades e


tão importante quanto ter adequada formação na disciplina de
trabalho.

Hoje o professor, na maioria dos casos já tem a liberdade de


escolher quais mecanismos de avaliação serão utilizados.
Muita coisa já sabemos que funciona e outras são passíveis de
teste. O importante é termos claro que não é necessário nos
prendermos a um método avaliativo tradicional apenas para
cumprir formalidades.
Os mecanismos de avaliação devem levar em conta as
peculiaridades de cada aluno, em relação às suas
potencialidades e dificuldades.

21
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
A avaliação deve ser contínua, durante todo processo de
construção do conhecimento.
A avaliação não é só para avaliar o aluno, mas sim o sistema
educacional e a metodologia como um todo, bem como o
trabalho do professor.

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA

Muito se fala sobre avaliação diagnóstica e às vezes se


tem a impressão de que todos repetem este termo apenas por
parecer um termo bonito, que inspira conhecimento naquele
que o diz.
Devemos ter claro o que é a avaliação diagnóstica:

EM LINHAS GERAIS, AVALIAÇÃO


DIAGNÓSTICA É AQUELA QUE APONTA AS
FRAGILIDADES DO ALUNO E DO PROCESSO
AO MESMO TEMPO, NOS LEVANDO À
PROPOSIÇÃO DE UMA METODOLOGIA MAIS
ADEQUADA.

22
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
A avaliação é essencial à prática educacional e serve para:

Identificar como está o aluno, o professor, a equipe e o


sistema como um todo;
Identificar o quanto foi possível avançar na construção
do conhecimento;
Considerar como alcançar “aquilo” que não foi
possível;
Considerar como integrar todo o sistema no processo
avaliativo para conseguir mais eficácia;

O processo avaliativo não deve jamais ser a mera seleção


de algumas perguntas do conteúdo que serão colocadas em
uma prova para alunos que decoraram o currículo proposto.
A prática avaliativa deve envolver uma observação
detalhada de todas as atividades propostas em sala e fora dela e
o levantamento de um registro detalhado destas observações
para só então, de posse destas informações, escolher o melhor
método e a melhor ferramenta avaliativa.
Sem conhecer os alunos, suas potencialidades e
dificuldades, a “prova” se torna nada mais do que uma

23
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
ferramenta de tortura que visa tão somente segregar o
indivíduo com base em resultados inválidos.
Uma avaliação ideal deve agrupar em si três
características básicas:
Deve ser:

Permitindo que o processo avaliativo seja questionado pelos


próprios resultados apresentados. O professor ao construir a
avaliação ou o método avaliativo deve ser ,
aprendendo a ouvir o ambiente educacional que o cerca de
maneira receptiva, de forma a elaborar uma avaliação que não
seja um fim em si mesma, mas cumpra seu propósito no
processo pedagógico.

A avaliação em seus resultados deve permitir ao professor


perceber as potencialidades e dificuldades de seus alunos,
bem como as fragilidades de seu próprio sistema avaliativo,
em busca de melhores resultados.

Não se pode imaginar a avaliação como um conjunto de


questões ou como um teste final.
A avaliação é um processo e está inclusa na própria
metodologia.
Deve ocorrer avaliação todo o tempo, ainda que informal.

24
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
AVALIAÇÃO FORMAL E INFORMAL

A avaliação, enquanto instrumento do processo


pedagógico pode ser formal ou informal em sua estrutura.
Avaliações formais são aquelas compostas pelas famosas
provas ou testes padronizados com critérios rígidos e correção
objetiva.
As avaliações informais são, de maneira geral, todos os
procedimentos de avaliação criados e utilizados de forma
flexível, seguindo a necessidade de cada aluno e uma análise
mais subjetiva dos resultados esperados.
São avaliações:

Observação pelo professor;


Teste baseado no currículo;
Análise de produção;
Análise de tarefas;
Inventários;
Ensino diagnóstico;
Checklists;
Entrevistas e questionários;

O professor é livre para avaliar baseado em sua


experiência e conhecimento pedagógico, utilizando-se dos

25
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
instrumentos informais que julgar mais adequados aos alunos e
suas peculiaridades.
No decorrer do processo educativo é essencial que exista
um elemento avaliativo completo que vise mensurar a real
efetividade do processo educacional, mas jamais devemos nos
esquecer de que não há uma receita pronta e simples para
educação.
A avaliação deve ser um PROCESSO e não apenas
CLASSIFICATÓRIA.
Trata-se de uma tarefa que nos ajude a perceber o que foi
adquirido como conhecimento ou não.
A atividade de avaliação exige que
orientem a leitura dos aspectos a serem avaliados, pois
explicitam as
Os critérios de avaliação apontam as experiências
educativas a que os alunos devem ter acesso e são consideradas
essenciais para seu desenvolvimento e socialização.

“Os critérios não expressam todos os conteúdos que foram


trabalhados no ciclo, mas apenas aqueles que são fundamentais para
que possa considerar que um aluno adquiriu as capacidades previstas
de modo a poder continuar aprendendo no ciclo seguinte, sem que seu
aproveitamento seja comprometido”.
(Parâmetros Curriculares Nacionais)

26
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
Os critérios utilizados para avaliar o conhecimento dos
alunos serão estabelecidos pelo professor.
Devem refletir os conteúdos e servir para encaminhar a
programação e atividades para uma determinada série.
A prática pedagógica, incluindo a avaliação como um dos
pontos centrais para a aprendizagem, deve assumir um
compromisso político de instaurar uma escola não excludente e
seletiva, ou seja, uma escola para todos, uma escola democrática
Cada vez mais a avaliação é considerada como um fim:
fim de conteúdo, de programa, de currículo, de bimestre e não
como um processo de aprendizagem.

27
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA
A avaliação é um mecanismo essencial em todas as modalidades
de ensino e se apresenta nas mais diversas formas.

Na Educação Profissional e Tecnológica a avaliação continua


sendo importante, principalmente enquanto ferramenta diagnóstica do
processo de ensino e aprendizagem.

A avaliação não pode ser vista como um castigo e tampouco pode


ser abandonada ou desvalorizada no processo educativo.

Exige-se do docente consciência para uma avaliação de caráter


mais subjetivo, diagnóstico e comprometido com o desenvolvimento do
aluno.

Atente-se ao conteúdo deste livro.

Em caso de dúvidas, contate-nos em pedagogico@genioapoio.com.br.

28
MATERIAL EXCLUSIVO GÊNIO
VENDA E REPRODUÇÃO PROIBIDA