Anda di halaman 1dari 7

ISTOCK

ISTOCK

Veja algumas curiosidades sobre os


queijos mais consumidos no inverno
Gruyère, emmental, brie, gouda, camembert e
parmesão têm especificidades bem distintas cada um

Gabriela de Almeida
03/08/2016 5:30 , atualizado em 03/08/2016 7:51

0
0
1

Consumido durante todo o ano, o queijo ganha ainda mais adeptos quando chega o
inverno. Derretido em forma de fondue, o queijo tem uma enorme variedade de tipos
que se destacam por características bem distintas.

Um dos principais fabricantes de queijos especiais, a Faixa Azul selecionou algumas


curiosidades dos tipos de queijo mais consumidos durante o inverno.
Gruyère
· Foi criado nos Alpes Suíços e tem mais de 900 anos
· Feito exclusivamente com leite de vaca cru (não-pasteurizado)
· Recebe fermento em sua formulação, o que resulta nos famosos “furinhos”
· É curado por um período que pode variar de 5 meses a 18 meses
· Seu aroma é frutado e o sabor adocicado, ficando mais picante com o passar do tempo
· Guarde-o em um lugar fresco, enrolado em um tecido umedecido com água salgada
· Outra opção é embalar duas vezes em papel-alumínio e colocá-lo na geladeira para
maior duração depois de aberto
· Sua temperatura ideal de armazenamento é de 1 a 10ºC
Emmental
· É outro queijo suíço de excelência
· As peças costumam ter grandes proporções, chegando até a 100 kg cada
· Para produzir apenas uma, são necessários cerca de mil litros de leite
· A matéria-prima do Emmental Faixa Azul é o leite de vaca
· É curado por um período que vai de quatro a 12 meses
· Sua massa fica semidura, com sabor intenso e frutado
· Em comparação ao gruyère, tem dimensão maior, orifícios irregulares, textura mais
elástica, aroma menos pronunciado, sabor mais adocicado e menos picante

Brie
· Queijo francês apreciado desde o século 8, quando surgiu na região de Île-de-France,
bem próxima a Paris.
· É um dos queijos brancos moles de sabor mais acentuado.
· Seu interior é cremoso e a crosta branca.
· Seu processo de maturação leva quatro semanas, no mínimo.
· O cheiro frutado de cogumelos é característico, finalizado por leve sabor de avelãs.
· O brie Faixa Azul é importado da Dinamarca.
· Precisa ser conservado em temperatura entre 2 e 5ºC, bem como retirado cerca de 30 a
45 minutos antes do consumo.
· Caso sobre algum pedaço, guarde-o fechado em saco plástico, com ar, sempre na parte
inferior da geladeira.

Camembert
· Muitos confundem o camembert com o brie. Afinal, ambos são queijos franceses de
massa mole e de casca branca aveludada
· A receita, aliás, é a mesma: registros citam que o camembert foi criado em 1791 na
cidade homônima, que fica na região da Normandia
· A fazendeira Marie Harel pediu a ajuda de um sacerdote de Brie, que lhe ensinou o
preparo do queijo típico daquela cidade
· O camembert Faixa Azul é feito na Dinamarca com leite de vaca cru (não-
pasteurizado)
· Tem entre 45% a 50% de teor de gordura e é curado por no mínimo um mês
· De textura macia (mas mais firme que a do brie) e massa de cor amarelo-palha, possui
aroma herbáceo, com notas de cogumelos
· Não se esqueça de retirar o queijo e deixá-lo em temperatura ambiente (até 25ºC) cerca
de 30 a 45 minutos antes de servi-lo
Gouda
· Queijo holandês.
· O Gouda Faixa Azul é um queijo semiduro, de textura flexível, com aroma
amanteigado, leve sabor frutado e de nozes
· Feito com leite de vaca, é maturado por no mínimo um mês
· Tem de 48% a 52% de teor de gordura
· Na tábua de queijos, deve ser o primeiro a ser degustado, pelo seu sabor suave e
cremoso
· Deve ser mantido em temperatura entre 1 a 10ºC
· Depois de aberto e cortado, guarde-o em saco plástico individual
Parmesão
· Nascido na Itália, o parmesão era consumido em Parma já no século 13
· Elaborado com leite de vaca, faz parte dos queijos de massa dura
· O parmesão Faixa Azul segue a tradicional receita italiana e é maturado por até 18
meses, o que resulta em um queijo firme e consistente
· De cor levemente amarelada, tem crosta dura, lisa e não pegajosa. A borda é grossa,
dourada e arredondada
· A massa não possui olhaduras (os famosos furinhos), é granulosa e seu aroma é
agradável e bem desenvolvido
· Se for servido sozinho, o parmesão precisa estar em temperatura ambiente para
aproveitar melhor seu potencial
· Ao compor uma tábua de queijos, corte-o em lascas ou fatias, mas mantenha a casca e
só a retire na hora de degustar (assim é preservado por mais tempo)
· E deixe para experimentar o parmesão por último: seu sabor concentrado pode
mascarar queijos mais sutis