Anda di halaman 1dari 27

Aplicando as Leis do Sucesso Corporativo

O guia definitivo do profissional de engenharia & construção (E&C)


Introdução 03

Panorama do mercado de engenharia & construção 05

Principais desafios da área 08

Oportunidades 12

Leis do Sucesso Corporativo 16

Conclusão 23

Sobre a JPFO Treinamentos 26


INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO

O setor de engenharia & construção (E&C) é, muitas vezes, sujeito a oscilações e interferências de outros
agentes econômicos, políticos e sociais externos a ele. Principalmente quando o cenário macroeconômico
é enfraquecido e as perspectivas são nebulosas para os próximos meses, resta aos empresários, gestores
e profissionais de engenharia & construção, trabalhar fortemente, buscar qualificação especializada e
esperar a recuperação do mercado.

Porém, mesmo em um cenário desfavorável, agentes do setor de E&C podem e devem buscar meios para
conseguir contornar esses desafios. Dentre estes meios, os mapeamentos e otimizações de processos
gerenciais e construtivos possibilitam ganhos de eficiência e produtividade. E paralelamente, as análises
mais detalhadas do mercado permitem o melhor direcionamento de investimentos para as obras prioritárias
do Brasil, em especial para os setores de Infraestrutura como um todo.

Em um mercado tão complexo e que movimenta bilhões, é fundamental que os profissionais estejam
atualizados e cada vez mais preparados. Neste e-book, você terá dicas valiosas de “Leis do Sucesso
Corporativo” e informações importantes de um expert do setor, o engenheiro civil José Paulo Faria de
Oliveira – JPFO, que auxiliarão os interessados a conquistarem o verdadeiro destaque no mercado e uma
carreira de sucesso. Boa leitura!

4
PANORAMA DO MERCADO DE
ENGENHARIA & CONSTRUÇÃO
PANORAMA DO MERCADO DE ENGENHARIA & CONSTRUÇÃO

Estamos vivendo uma crise no mercado brasileiro de construção civil. Demissões, recuo nas vendas,
queda no lucro e no valor das ações das empresas de capital aberto, a prisão de executivos das maiores
empreiteiras do país e gigantes do setor em processo de recuperação judicial, indicam a atual realidade.

A retomada será lenta e sentida apenas em meados de 2016 em diante. Até lá, muitos negócios poderão
não resistir a tantos impactos negativos, como a combinação de inflação alta, desemprego crescente,
restrição de crédito e ainda, as provas que confirmam grandes esquemas de corrupção, que afetam
diretamente a credibilidade do setor, do governo e de aliados.

Dois fatores relacionados a engenharia & construção contribuíram prontamente para o fracasso da economia.
O primeiro foi a euforia que tomou conta das construtoras de imóveis por alguns anos, fazendo com
que inúmeros lançamentos fossem ofertados. O segundo, é a Operação Lava Jato, que colabora para a
paralisação do setor responsável por cerca de 6,5% do produto interno bruto do Brasil e que emprega mais
de 3 milhões de profissionais. Esse segundo fator impactou diretamente todo o mercado de E&C no Brasil.

Além disso, o governo não tem conseguido administrar as contas públicas e já anunciou alterações em
programas de infraestrutura, com diversos cortes previstos. Porém, no caso das empreiteiras, há a esperança

6
PANORAMA DO MERCADO DE ENGENHARIA & CONSTRUÇÃO

de pacotes de concessão envolvendo portos, aeroportos, rodovias, ferrovias, linhas de transmissão e


usinas de geração de energia, que atrairão novos investidores e novas construtoras, menores e até
mesmo estrangeiras, para o mercado brasileiro, gerando empregos e colaborando para a recuperação
do segmento.

De qualquer forma, é fácil perceber que as circunstâncias são extremamente delicadas e exigem uma
gestão ainda mais inteligente e enxuta por parte de todas as empresas, a fim de suportar a crise e
manter a competitividade, até a retomada da economia. Paralelamente, os profissionais de engenharia
& construção devem apostar em aperfeiçoamento, especialização e fortalecimento do networking, para
conquistar destaque no mercado e novas possibilidades de ascensão na carreira.

7
PRINCIPAIS DESAFIOS DA ÁREA
PRINCIPAIS DESAFIOS DA ÁREA

Há vários desafios a serem superados pelo mercado de construções civil, no trajeto para o fim da crise
e do crescimento dos negócios.

Além da conhecida escassez de mão-de-obra qualificada, é preciso mencionar outros


aspectos relacionados a investimentos, confiança e gerenciamento. Conheça agora alguns
dos principais desafios do setor.

INVESTIMENTOS PÚBLICOS E PRIVADOS

A superação da crise está intimamente vinculada aos investimentos públicos e privados. Desde 2014, muitos
investimentos foram reduzidos, adiados ou até mesmo cancelados. Porém, para que esses investimentos
aconteçam, é essencial que o governo reorganize as contas e seja capaz de destinar parte da arrecadação
de impostos às obras de infraestrutura e que empresas públicas também reiniciem projetos engavetados.
É claro que isso depende de medidas como o ajuste fiscal, aumento de impostos e redução das despesas
secundárias. Somente através de ações efetivas do governo federal, haverá uma reação por parte da
iniciativa privada, de modo que os investimentos nesses setores também sejam retomados

9
PRINCIPAIS DESAFIOS DA ÁREA

GESTÃO EFICIENTE E CUMPRIMENTO DE CRONOGRAMAS E PLANEJAMENTO

Em qualquer situação de mercado ou segmento de atuação, é fundamental contar com uma gestão
verdadeiramente eficiente e, neste sentido, já existem soluções para que gestores possam ter uma visão
mais abrangente das operações, por meio de indicadores como prazos de entrega, andamento dos
projetos, performance das equipes de campo, distribuição e controle de EPIs, planejamento e evidências
de treinamentos e armazenamento de documentos. Ou seja, aspectos operacionais, administrativos
e estratégicos são centralizados e bem controlados, permitindo um gerenciamento mais completo e
profissional. Para tanto, a utilização de softwares e sistemas adequados contribuem para a integração
das informações, facilitando a comunicação, a gestão e as tomadas de decisões.

INOVAÇÃO PARA UMA GESTÃO EFICIENTE

Diante de um mercado cada vez mais competitivo, empresários e gestores se veem obrigados a encontrar
alternativas que garantam redução de custos, otimização dos processos e aumento dos índices de
produtividade, com assertividade, para manter a operação e partir para a elaboração de estratégias
de crescimento. Porém, durante épocas de crise, muitas vezes, os investimentos são evitados, a fim de

10
PRINCIPAIS DESAFIOS DA ÁREA

preservar o caixa. Entretanto, a falta de investimentos estratégicos pode colocar a empresa em risco, já
que interferem na velocidade das rotinas, na qualidade das entregas, no desempenho das equipes, no
controle dos gastos e consequentemente, na competitividade da empresa. Mais uma vez, é importante
adotar o uso de ferramentas, softwares e sistemas que favoreçam a gestão mais eficiente e assertiva,
conquistando assim, resultados sustentáveis e de longo prazo.

Além disso, um dos grandes obstáculos encontrados pela indústria da construção civil no Brasil, está
relacionado ao custo da mão-de-obra. Os principais motivos deste encarecimento são os encargos sociais
impostos pela legislação trabalhista, a carência de profissionais qualificados para determinadas funções, o
que inflaciona os salários médios e principalmente, os longos prazos para execução dos empreendimentos.
Uma solução para esse dilema, é investir em tecnologias que agilizem e encurtem os prazos de cada
etapa da obra, promovendo mais qualidade nos serviços e reduzindo os custos com os colaboradores.
Essa carência de profissionais qualificados, por si só, já é mais um desafio do setor de engenharia &
construção, pois exige, além de processos de recrutamento e seleção especializados, a implementação
de políticas de atração e retenção de talentos, de planos de carreira, cargos e salários alinhados ao
mercado, e ainda, um planejamento especial para o treinamento desta mão-de-obra contratada, o que
implica em despesas adicionais para a o projeto e para a empresa.

11
OPORTUNIDADES
OPORTUNIDADES

Considerando também as tendências sociais e ambientais que cercam a engenharia e a construção civil,
é preciso que os profissionais busquem especialização em outros nichos, mais específicos, que passam
a ser mais demandados.

Neste contexto, um nicho importante e que demanda bastante investimentos e mão de obra está relacionado
a geração de energia limpa, em especial, através do crescimento do número de usinas eólicas no país,
da expansão do uso de placas fotovoltaicas e de aterros sanitários inteligentes, capazes de gerar créditos
de carbono e energia, por meio da queima controlada de gases e resíduos. Outro nicho que sempre
demanda altos investimentos e mão de obras especializada é a construção de plataformas, refinarias e
usinas termo elétricas (UTE), com montagens eletromecânicas elaboradas e complexas que envolvem
disciplinas variadas como civil, montagem eletromecânica e instrumentação/automação.

O desenvolvimento de projetos desta tipologia são fundamentais para o avanço do


desenvolvimento do país.

Para aqueles que desejam experiências internacionais, existem também oportunidades através de
programas e bolsas especiais, oferecidas para engenheiros, em países como Canadá e Austrália. Para

13
OPORTUNIDADES

tanto, o candidato deve ter domínio de outros idiomas e passar por um processo de seleção. Algumas
universidades, inclusive, já firmaram parcerias com empresas estrangeiras, para oferecer estágios,
experiências temporárias durante um determinado projeto ou mesmo, oportunidades definitivas de trabalho.

Assim, é preciso que os profissionais apostem em atualização, pesquisas e estudos, de modo a ser tornarem
mais capacitados, detentores de conhecimentos específicos e interessantes ao mercado, aumentando assim
sua empregabilidade. Vale a pena ressaltar também, a importância da formação gerencial para os técnicos
e engenheiros, de modo que possam compreender melhor, todos os aspectos relacionados ao negócio
E&C e assim, também aumentar sua empregabilidade e valor no mercado. . A especialização e cursos/
treinamentos incrementam o currículo e favorecem a conquista de novas oportunidades, principalmente,
para cargos mais estratégicos, como os de gestão e de liderança.

É preciso lembrar que o conceito de empregabilidade está intimamente relacionado ao conhecimento,


ao know-how e a experiência, fazendo com que a necessidade de atualização esteja mais presente no
cotidiano dos profissionais e também, das organizações. Também é importante compreender que existe
sempre uma grande concorrência no mercado, que se torna ainda mais dura e acirrada com a evolução
do mesmo, que passou a exigir mais conhecimento e preparo de seus profissionais.

14
OPORTUNIDADES

Neste contexto, a capacitação é fundamental para o sucesso e a ascensão na carreira de engenharia


& construção. E no caso dos empreendedores, para a sobrevivência e crescimento dos negócios.
Conhecimentos técnicos, pensamento criativo, habilidades gerenciais e competências comportamentais,
como maturidade, inteligência emocional, empatia, poder de negociação e capacidade de construir
relacionamentos produtivos, são recursos bastante requisitados pelo mundo corporativo e também muito
necessários para todos os profissionais que buscam destaque na carreira.

Além disso, todo profissional deve elaborar um plano de carreira, que sirva como um guia para a conquista
dos seus principais objetivos. Deste modo, é importante estabelecer metas, prazos e definir também as
etapas a serem cumpridas. Neste sentido, é preciso incluir aspectos como análise do mercado, novas
tendências, qualificação, experiências, intercâmbios e desenvolvimento de novas habilidades. Buscar
conhecimento com profissionais mais experientes e referências no mercado faz toda a diferença e pode
acelerar seu processo de desenvolvimento profissional.

15
LEIS DO SUCESSO CORPORATIVO
LEIS DO SUCESSO CORPORATIVO

Estude as LEIS DO SUCESSO CORPORATIVO, implemente-as no seu cotidiano de trabalho e aumente


exponencialmente suas chances de obter mais êxito e conquistas na sua carreira como profissional.

Fundamental destacarmos que dentro de uma Organização Corporativa o relacionamento com pessoas é
a base do sucesso e do seu crescimento. Líderes, pares, colegas e equipe são os pilares que sustentam
nossa atuação profissional e cada um deles tem seu peso e relevância, bem como a maneira adequada
de lidar e gerenciar.

1ª LEI: SAIBA GERENCIAR SEU LÍDER

Procure identificar o tipo de líder que é o seu, pois cada tipo tem uma forma de ser atendido; procure
também interagir com ele de forma a extrair o melhor dele. Respeite as diferenças e sempre lembre-se
que ele é o seu principal cliente e precisa ser bem atendido.

É fundamental saber como deixar o seu líder satisfeito e feliz com o seu trabalho e desta
forma obter resultados a seu favor.

17
LEIS DO SUCESSO CORPORATIVO

Não seja “puxa-saco”. Seja honesto, alinhado, comprometido e demonstre que ele pode contar com você,
principalmente nas situações mais difíceis e adversas.

2ª LEI: SAIBA GERENCIAR SEUS PARES E COLEGAS

Primeiramente você deve obter o respeito e reconhecimento dos seus colegas, assim como perceber e
se engajar na política da empresa, do projeto ou cliente.

Em nosso mercado, de Engenharia & Construção, temos uma diversificação muito grande neste aspecto.
Desenvolva sua capacidade de se relacionar com seus colegas, respeite as diferenças, valorize os
momentos de lazer e diversão com os colegas de trabalho tais como happy hours, almoços, churrascos.

Seja honesto, colaborativo, atencioso e evite a qualquer custo estar envolvido em fofocas e conversas
de corredor.

Mantendo uma postura séria e profissional você será respeitado pelos seus pares e colegas e isso lhe
trará bons frutos dentro da Organização onde trabalha.

18
LEIS DO SUCESSO CORPORATIVO

3ª LEI: SAIBA GERENCIAR SEUS COLABORADORES

A todo momento temos que nos auto avaliar para que tenhamos um ótimo desempenho como Gestores
– Líderes. Auto crítica diariamente é fundamental.

Devo me perguntar diariamente:

»» Fui atencioso com minha equipe?

»» Facilitei o andamento do trabalho deles?

»» Demonstrei que estou disponível para apoia-los?

»» Fui claro na comunicação?

»» Mantive todos alinhados com as diretrizes a serem seguidas?

19
LEIS DO SUCESSO CORPORATIVO

»» Tratei todos de maneira equivalente e profissional?

»» Dei feedback da maneira adequada?

»» Motivei a equipe a superar os desafios?

»» Demonstrei que acredito no sucesso do nosso negócio – projeto por meio de atitudes positivas?

Além destas perguntas que você como Líder deve fazer diariamente, tenha atenção redobrada com o
excesso de reuniões e saiba que no Segmento de E&C as reuniões são muito extensas e para tanto, você
precisa estar bem preparado para defender suas posições e ideias.

4ª LEI: SAIBA GERENCIAR SUA CARREIRA

Você precisa ter consciência e certeza que seu sucesso será conquistado mediante esforço, dedicação,
planejamento e aprendizado constante. Você é o principal responsável pela sua carreira e pelo seu crescimento.
A relação com outras pessoas dentro do ambiente de trabalho é primordial e sem ela você terá grandes
dificuldades em evoluir, porém, tão importante quanto ou até mais, é a sua relação com você mesmo.

20
LEIS DO SUCESSO CORPORATIVO

Tenha em mente que você precisa priorizar estes pontos para gerenciar sua carreira:

»» Tenha conhecimento da sua situação atual. Você está empregado ou desempregado? Tem plano de
trabalhar em qual segmento? Saiba que o mercado de E&C é promissor, paga bem e tem muito espaço
para se desenvolver. Estima-se que aproximadamente R$ 1.2 Trilhões de reais serão investidos em
obras até 2020.

»» Tenha em mente onde almeja estar nos próximos 5, 10, 15 e 20 anos. É difícil, sim, sei bem disso!
Entretanto, é necessário. Faça um plano no papel, num caderno, anote, escreva, sonhe, converse com
sua família, converse consigo mesmo.

»» Com base no seu planejamento de 20 anos, coloque o passo a passo, degrau por degrau que deverá
percorrer até chegar lá. Exemplos: curso de especialização X, treinamento especializado Y, aprimoramento
da língua inglesa, experiência internacional, certificação PMI, e assim você enxergará cada etapa do
processo de crescimento até chegar no seu objetivo maior.

»» Para cada etapa você colocará os passos para atingi-la. Precisará dedicar tempo para fazer seu Plano
de Carreira e de recursos financeiros para implementá-lo. Tudo isso faz parte do processo e somente os

21
LEIS DO SUCESSO CORPORATIVO

profissionais mais diferenciados e que “pensam fora da caixa” fazem isso e assim, tornam-se grandes
executivos e ocupam cargos de alto escalão dentro das Empresas.

»» Durante o percurso surgirão imprevistos, adversidades e dificuldades das mais diversas. Mantenha-se
focado, acredite em você. Altere o plano se for necessário, mas nunca deixe de almejar evoluir e crescer.
O desafio nos movimenta, nos faz querer seguir em frente e todos nós somos capazes de conquistar o
sucesso. Basta perseverar, sempre acreditar em você e nunca desistir!

22
CONCLUSÃO
CONCLUSÃO

Segundo levantamentos do setor de infraestrutura, estima-se que R$ 1.2 Trilhões de reais serão investidos
em obras até 2020. Uma demanda gigantesca em um mercado que oferece muitas oportunidades de
crescimento para profissionais capacitados e dedicados. Cabe ao profissional estar antenado!

Em uma sociedade em constante transformação, cada vez mais conectada e integrada, onde as informações
e o conhecimento estão sempre disponíveis, é normal que o mercado de trabalho e as profissões também
ganhem outra dinâmica. Vários assuntos passaram a ser tratados de forma estratégica e por isso, exigem
mais pesquisa e planejamento. A mudança na dinâmica do mercado de infraestrutura, as carências sociais
que encontramos em nosso país e a chegada de novas tecnologias, são apenas alguns elementos que
fazem parte do cotidiano atual e estão intimamente relacionados aos mercado de engenharia & construção.
Todos esses fatores, criam também novas oportunidades de negócio, que podem ser melhor aproveitadas.

É preciso lembrar que a atual crise é passageira, mas que essa nova realidade traz mudanças significativas
nas prioridades, expectativas e perfil empresarial do setor de E&C, que por sua vez, podem incentivar
a criação de novas áreas de atuação, novos mercados e novas demandas. Assim, é preciso reforçar a
criatividade e a análise crítica, de modo a encontrar soluções inovadoras e interessantes para a empresa
e para você.

24
CONCLUSÃO

Desta forma, é essencial que os profissionais de engenharia & construção, reconheçam a necessidade
constante de aperfeiçoamento, reciclagem e especialização, através de cursos específicos, de leitura e
pesquisa, para que sejam capazes de colaborar verdadeiramente para a expansão das operações e dos
negócios. Além disso, é importante investir em outras ferramentas para estar alinhado com as tendências
do mercado, por exemplo, a participação ativa em redes sociais dedicadas como o LInkedIn, a ampliação
do networking, a presença em eventos e congressos do setor, e a troca de experiências e ideias com
outros engenheiros, gestores e empresários.

Essa dedicação ao aprendizado costuma ser um diferencial no mercado, por isso, é


essencial investir em qualificação e desenvolvimento. O melhor investimento que você
pode fazer é em você mesmo!

25
Fundada em 2015 por José Paulo Faria de Oliveira
(JPFO), engenheiro civil pela UNICAMP, MBA Gestão
Empresarial pela Universidade Mauá e mais de 35
anos de experiência no mercado de Engenharia &
Construção e Infraestrutura tendo atuado em diversas
posições gerenciais nas maiores Construtoras que
atuam no Brasil, a JPFO Treinamentos em E&C tem
como objetivo fomentar conhecimento técnico em
Planejamento, Programação e Controle de Projetos
E&C por meio de treinamentos e cursos voltados
aos profissionais deste mercado.

Todo o conhecimento, dicas e “macetes” de JPFO


serão fornecidos de maneira organizada, sintetizada
e aplicável para potencializar resultados e agregar
valor ao currículos dos alunos e profissionais que
atuam neste segmento de mercado.
Acesse: jpfotreinamentos.com.br