Anda di halaman 1dari 7

Actos Administrativos Definição Exemplo

Quanto à Exigibilidade Meirelles (2003) Define como aquele é que reúne Exarar Um Despacho
1. Actos Perfeitos todos os elementos necessários à sua exequibilidade
ou operabilidade, apresentando-se apto e disponível
para produzir seus regulares efeitos.
2. Actos Imperfeitos Meirelles (2003) defende que é o que se apresenta Falta de Data na Emanação do Despacho
incompleto na sua formação ou carente de um acto
complementar para tornar-se exequível e operante
3. Actos Pendentes Di Pietro (2003) diz que é o que está sujeito a Necessidade de uma deliberação para completar
condição ou termo para que comece a produzir a processo decisório de um órgão colegial
efeitos. Distingue-se do acto imperfeito porque já
completou o seu ciclo de formação e está apto a
produzir efeitos; estes ficam suspensos até que ocorra
a condição ou termo.
4. Actos Consumados Di Pietro (2003) defende que é o que já exauriu os Quando se arquiva um requerimento que foi
seus efeitos. Ele se torna definitivo, não podendo ser deferido
impugnado, quer na via administrativa, quer na via
judicial
5. Acto Perfeito, Válido e Di Pietro (2003) diz que é aquele que está concluído A Promulgação de uma norma jurídica pelo
Eficaz no seu ciclo obediente as normas legais e aptos para a Presidente da República. Esta prerrogativa é
produção dos seus efeitos jurídicos. conferida pela Constituição no seu Título VI,
Capítulo I, Artigo 163, nº 1.
6. Acto Perfeito, Inválido e Di Pietro (2003) Concluiu o ciclo, está apto à Quando um funcionário um funcionário sem
Eficaz produção de efeitos jurídicos, porém inválido ante o competência para tal difere o pedido de licença
não atendimento das normas legais. de construção de uma habitação e o cidadão
constrói.
7. Perfeito, Válido e Ineficaz Di Pietro (2003) Concluiu o ciclo, respeitante das Quando o funcionário com competência para
normas legais, mas os seus efeitos somente serão deferir ou indeferir o processo, difere-o e os
produzidos se verificada uma condição suspensiva. funcionários de base arquivam o processo sem
que o administrado tenha conhecimento
8. Perfeito, Inválido e Ineficaz Di Pietro (2003) porque concluído com violação das Quando um funcionário intermédio difere um
normais legais e, ainda, sujeito a uma condição documento e de seguida arquiva-o na sua
suspensiva secretária
Quanto ao Número de Vontades Di Pietro (2003) diz que são os que decorrem da Acórdão do Conselho Constitucional
declaração de vontade de um único órgão, seja ele
1. Acto Simples singular ou colegiado.
2. Acto Composto Meirelles (2003) é o que resulta da vontade única de Para que o processo administrativo para anulação
um órgão, mas depende da verificação por parte de de matrícula chegue ao director do Registo
outro, para se tornar exequível académico é necessário a assinatura da secretária
do registo académico e depois a do chefe do
departamento de registo académico
3. Acto Complexo Di Pietro (2003) quando fundem-se vontades para Quando os Ministro das Obras Públicas,
praticar um acto só Habitação e Recursos Hídricos, o
Ministro do Mar, Águas Interiores e
Pescas e o Ministério da Defesa Nacional
se juntam para vigiar o espaço aquático de
Moçambique
Quanto aos destinatários Di Pietro (2003) são aqueles que atingem todas as Dissolução de um órgão colegial
1. Actos Gerais pessoas que se encontram na mesma situação.
2. Actos Individuais Meirelles (2003) são os que produzem efeitos Exoneração de um Conselheiro do Presidente
jurídicos no caso concreto.
Quanto ao Alcance Em Meirelles (2003) são os destinados a produzir Quando o Superior Hierárquico exara uma
1. Actos Internos efeitos no recesso das repartições administrativas, e portaria no Ministério
por isso mesmo incidem, normalmente, sobre os
órgãos e agentes da Administração que os expediram.
São actos de operacionalização caseira, que não
produzem efeitos em relação a estranhos
2. Actos Externos Meirelles (2003) os actos externos têm como Afixação da Visão e Missão do Ministério dos
destinatárias pessoas além da Administração Pública, Transportes e Comunicações
e, portanto, necessitam de publicidade para que
produzam adequadamente seus efeitos.
Quanto ao Objecto Meirelles (2003) diz que é todo aquele que contém Decisão do Município de demolir uma infra-
1. Actos de Império uma ordem ou decisão coactiva da Administração estrutura de um particular, tendo como
para o administrado. motivação subjacente o facto de naquele trajecto
passar uma estrada.

2. Actos de Gestão Di Pietro (2003) diz que são aqueles praticados pela Quando o Município aluga um camião
Administração em situação de igualdade com os
particulares, para a conservação e desenvolvimento
do património público e para a gestão de seus
serviços
3. Actos de Expediente Meirelles (2003) É todo aquele de preparo e Tramitação de um processo administrativo
movimentação de processos, recebimento e
expedição de papéis e de despachos rotineiros, sem
decisão do mérito administrativo.
Quanto ao regramento ou Para Meirelles (2003) os actos vinculados ou Pedido de licença pré-natal
vinculação regrados são aqueles para os quais a lei estabelece os
1. Actos Vinculados requisitos e condições de sua realização. Nessa
categoria de actos, as imposições legais absorvem,
quase que por completo, a liberdade do
administrador, uma vez que sua acção fica adstrita
aos pressupostos estabelecidos pela norma legal para
a validade da actividade administrativa.
2. Actos Discricionários Meirelles (2003) defende que Actos discricionários Quando um agente de trânsito devidamente
são os que a Administração pode praticar com trajado e identificado, manda avança os
liberdade de escolha de seu conteúdo, de seu condutores, mesmo diante do sinal vermelho
destinatário, de sua conveniência, de sua
oportunidade e do modo de sua realização. A rigor, a
discricionariedade não se manifesta no ato em si, mas
sim no poder de a Administração praticá-lo pela
maneira e nas condições que repute mais
convenientes ao interesse público.
Quanto a Vinculação Para Meirelles (2003) são os que provém de A aplicação de multa pelo agente de trânsito
1. Actos Válidos autoridade competente para praticá-lo e contém todos
os requisitos necessários à sua eficácia.
2. Actos Nulos Meirelles (ibidem) defende que É o que nasce Declaração de Inconstitucionalidade proveniente
afectado de vício insanável por ausência ou defeito do Tribunal Administrativo
substancial em seus elementos constitutivos ou no
procedimento formativo.
3. Acto Inexistente Para patrícia é aquele que apenas aparenta ser um Receita passada pelo falso médico
acto administrativo, manifestação de vontade da
Administração Pública
Quanto aos Efeitos para Meirelles (ibid.) É aquele pelo qual a Quando um funcionário é suspenso
1. Constitutivo Administração cria, modifica ou suprime um direito
do administrado ou de seus servidores. Tais actos, ao
mesmo tempo que geram um direito para uma parte,
constituem obrigação para a outra.
2. Acto Declatório Em Meirelles (ibid.) é aquele que visa preservar Quando a Administração emite a um visto a um
direitos, reconhecer situações preexistentes ou cidadão
mesmo seu exercício.
3. Actos Enunciativos Meirelles (2003) são todos aqueles em que a Quando a administração presta informações a um
Administração se limita a certificar ou a atestar um cidadão
fato, ou emitir uma opinião sobre determinado
assunto, sem se vincular ao seu enunciado.
Outros Actos Administrativos
1. Acto negativo Estes actos são caracterizados pelo indeferimento e Quando a Administração indefere um pedido de
recusa de apreciação; um administrado
2. Acto Positivo Este ainda saliente que maior característica deste acto Quando a Administração defere manifestamente
é o deferimento, manifesto da Administração um pedido de um administrado
3. Acto definitivo são aqueles que não abrem espaço para recurso tanto Demolição de uma infra-estrutura pelo
no Tribunal Administrativo assim como no judicial Município
4. Acto não definitivo Este acto depende de uma futura pronúncia definitiva Suspensão temporária de exercício de actividades
económicas a um cidadão pela Administração
5. Acto Executório é aquele que produz efeitos jurídicos a partir do Quando a Administração anuncia a prisão de um
momento que for exaurido; cidadão
6. Acto definitivo e executório é aquele cujo efeito não se esgota no momento da sua Nomeação do Ministro
prática e criam uma relação jurídica que se prolonga
no tempo
7. Actos Primários São um dos tipos de normas infraconstitucionais, isto A prerrogativa que a assembleia da república tem
é, leis que se encontram abaixo da Constituição. São de discutir propostas ou projectos de lei
todos aqueles que têm fundamento no próprio texto
constitucional, ou seja, no processo legislativo
inserido na Constituição
8. Actos Secundários Actos que visam modificar, total ou parcialmente, A Revogação do decreto-lei nº 23229 de 15 de
actos administrativos (revogação parcial, reforma Novembro de 1933 pela lei nº 14/2011 de 10 de
substituição do conteúdo de uma) rectificação Agosto que Regula a formação da vontade da
(expurgação de erros) e prorrogação (dilação dos Administração Pública, estabelece as normas de
limites temporais de vigência de um acto. defesa dos direitos e interesses dos particulares.
9. Actos permissivos São aqueles que conferem situações de vantagem, Quando a administração disponibiliza a rua para
isto é fala-se aqui das concessões (domínio próprio realização de festas
de actuação da Administração: exercício de poderes
próprios da Administração ou a criação, reservada a
esta, de situações de especial benefício para os
particulares).
10. Actos impositivos Fala-se aqui dos comandos são actos que impõem Quando a administração através de uma postura
obrigações de conteúdo positivo, não só como municipal proíbe o cidadão de urinar na árvore.
também, fala-se também das proibições de conteúdo
negativo.