Anda di halaman 1dari 88

Rubens M.

Kiso
Linha de Montagem Ford

4ª Revolução – Ciber-físico -
Cibernética


Revolução
Era da Automação
2
0

1 1
Revolução
Linha de Produção em Massa 9 0
6
1 9
9

Revolução 1
Maquina a Vapor e
Indústria Têxtil 3
1
7 IoT
Cloud
1
2
Computador no Chão de Fábrica
PLC – DCS - PC
A Indústria 4.0 é um novo conceito que seguramente será uma
realidade, mudará a forma como lidamos hoje com a produção
de bens de consumo e materiais, tendo uma melhor
distribuição de riquezas e um planeta mais sustentável
CONCEITO

PESSOAS INFORMAÇÃO INTERNET

MÁQUINAS / INTERNET
PESSOAS INFORMAÇÃO
EQUIPAMENTOS INDUSTRIAL

INTERNET DAS COISAS


BENEFÍCOS

Redução de Custos Economia de Energia Aumento de Segurança

Conservação
Redução de Erros Fim do Desperdício
Ambiental

Personalização em
Transparência nos Aumento da Qualidade
Escala sem
Negócios de Vida
Precedentes
TECNOLOGIA E FUNCIONAMENTO

INTERNET DAS COISAS


• IoT – Internet of Things
• M2M – Machine to Machine

TUDO ESTÁ CONECTADO ATRAVÉS DO:


• Uso do Protocolo IPV6
• Uso do Wireless
• Uso de Virtualização
• Uso do Cloud
• Uso do Big Data
• Uso de RFID
TUDO ESTÁ CONECTADO
TECNOLOGIAS
● Diversas tecnologias são utilizadas
para a implementação de
aplicações e plataformas de Cidades
Inteligentes
● Três tecnologias mais citadas:
○ Internet das Coisas (IoT)
○ Computação em Nuvem (Cloud
Computing)
○ Big Data
○ Inteligência Artificial
Internet das Coisas (IoT)
Interação entre tudo e todos, provendo serviços
avançados por meio de comunicação “inteligente”,
permitindo o processamento das informações
trafegadas para a atuação, autônoma ou não, com
foco no aumento da eficiência produtiva e
melhoria da qualidade de vida.
10 Aplicações possíveis de Internet das Coisas
1. Design e Marketing de Produtos
2. Manutenção de Produtos
3. Vendas de Produtos
4. Engenharia de Produtos
5. Logística
6. Processos de Fabricação
7. Manutenção de Frota
8. Transporte
9. Agricultura
10.Engenharia de Produto
1.DESIGN E MARKETING DE PRODUTO
Sensores podem reportar
exatamente onde, quando e
como um produto é usado
para ajudar em processos de
design e marketing. O
processo de coleta de dados
em tempo real pode ter um
custo menor, ser mais rápido
e mais preciso que pesquisas
com o consumidor e
pesquisas de mercado.
2. MANUTENÇÃO DE PRODUTOS
Informação sobre desgaste
de componentes pode
ajudar a cortar custos de
manutenção e operação,
além de identificar potenciais
falhas de equipamento antes
que quebrem
completamente.
3. VENDA DE PRODUTOS
Monitorando a condição e o
uso de componentes
conectados, Podem prever
quando consumidores
precisarão de peças de
substituição e garantir que
tenham os produtos certos
disponíveis no inventário.
Vendas proativas de partes
de reposição podem também
prevenir perda de receita.
4. ENGENHARIA DE PRODUTOS
Monitorar condições
das máquinas,
configurações e uso
pode resultar em
ajustes que podem
melhorar escolhas de
materiais e de design.
5. LOGISTICA
Sensores em grandes
contêineres de entrega podem
receber dados em tempo real
sobre onde está um pacote, qual
a frequência de manuseio e qual
sua condição. Ao conectar esta
informação com o sistema de
gerenciamento do depósito,
empresas podem aumentar sua
eficiência, acelerar o tempo de
entrega e melhorar o
atendimento ao consumidor.
6. PROCESSO DE FABRICAÇÃO
Ao monitorar a condição,
as definições e o uso do
equipamento de produção,
os problemas que
impactem os níveis de
saída podem ser
identificados para ativar
ações de correção e
aumentar o tempo de
funcionamento e a
eficiência.
7. MANUTENÇÃO DE FROTA
Ao monitorar a condição do
veículo e problemas de uso,
reparos podem ser
agendados evitando
interrupções inesperadas na
logística, comportamentos
que diminuam a eficiência do
combustível podem ser
identificados e dicas de
condução customizadas
podem ser distribuídas.
8. TRANSPORTE
Ex. Barcelona oferece parquímetros
inteligentes que operam através de Wi-
Fi na cidade toda, fornecendo aos
moradores atualizações em tempo real
sobre vagas disponíveis e permitindo
que paguem com seu próprio telefone.
Pontos de ônibus inteligentes exibem
os horários de chegada de forma
precisa e possibilitam que os
passageiros recebam atualizações
adicionais em tempo real através de
painéis touch screen.
9. AGRICULTURA
Sensores podem ser usados
para monitorar temperatura do
ar, do solo, velocidade do
vento, umidade, radiação solar,
probabilidade de chuva,
umidade das folhas e coloração
das frutas. Agricultores podem
melhorar seus rendimentos
utilizando estes dados para
ajustar fatores como horários e
quantidades de irrigação e
períodos de colheita.
10.ENGENHARIA DE PRODUTO
Monitorar condições das máquinas,
configurações e uso pode resultar em
ajustes que podem melhorar escolhas
de materiais e de design.
Dados de sensores e dispositivos
remotos precisam estar combinados
com um ou mais sistemas,
gerenciamento de depósito,
pagamento, atendimento ao cliente
ou outras aplicações para ativar
automaticamente notificações ou
processos de negócios completos.
Computação em Nuvem
● Infraestrutura elástica, robusta, escalável e confiável para
o armazenamento e processamento dos dados
● Requisitos não funcionais essenciais para Cidades
Inteligentes
● Cloud of Things
○ Armazenamento e processamento dos dados de sensores em um
ambiente de computação em nuvem
● Sensing as a Service
○ Fornecer os dados dos sensores para aplicações como serviços na
nuvem
Big Data
● Conjunto de técnicas e ferramentas para a
manipulação e armazenamento de grandes volumes
de dados
● Quatro características principais:
○ Volume: grande quantidade de dados gerados e que devem
ser coletados, armazenados e processados
○ Variedade: dados de diferentes fontes e com diferentes estruturas
○ Velocidade: muitos serviços dependem de processamento rápido,
ou até mesmo em tempo real dos dados
○ Veracidade: garantia de que os dados coletados são
confiáveis e consistentes
Inteligência Artificial
A inteligência artificial (IA) possibilita que as máquinas
aprendam com a experiência, ajustem-se a novas entradas e
realizem tarefas semelhantes às humanas.
Exemplos:
• computadores que jogam xadrez
• carros autônomos
Depende muito do aprendizado profundo e do processamento
de linguagem natural. Usando essas tecnologias, os
computadores podem ser treinados para realizar tarefas
específicas, processando grandes quantidades de dados e
reconhecendo padrões nos dados.
8 MANEIRAS QUE A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL IRÁ MUDAR
PROFUNDAMENTE A NOSSA VIDA

1. Transporte
2. A casa e os robôs serviçais
3. Cuidados de Saúde
4. Educação
5. Comunidades com Poucos Recursos
6. Segurança Pública e Proteção
7. Emprego e Trabalho
8. Entretenimento
1.TRANSPORTE 2020
Veículos auto
condutores serão
amplamente adotados,
e não serão apenas
carros, caminhões de
entrega sem motorista,
drones de entrega
autônomos e robôs
pessoais serão comuns.
2. CASA E ROBÔ SERVIÇAIS
Robôs que fazem coisas como
2025
entregar pacotes e limpam
escritórios irão se tornar muito
mais comuns nos próximos 15
anos. Fabricantes de chips
móveis já estão aumentando
drasticamente a capacidade
computacional dos robôs.
Conectados na nuvem serão
capazes de compartilhar
dados para acelerar a
aprendizagem.
3. CUIDADO DE SAÚDE 2025
Andadores, cadeiras de
rodas, e exoesqueletos
inteligentes irão ajudar
a manter os idosos
ativos, enquanto a
tecnologia da casa
inteligente será capaz
de apoiar e monitorá-
los para mantê-los
independentes.
4. EDUCAÇÃO 2030
A realidade virtual sofisticada
permitirá que os alunos
mergulhem em mundos
históricos e fictícios ou
explorem ambientes e objetos
científicos difíceis de se
envolver no mundo real.
Dispositivos de leitura digital
vão se tornar muito mais
inteligentes, links para
informações complementares
e tradução entre línguas.
5. COMUNIDADES COM POUCOS
RECURSOS
2030
A análise preditiva permitirá
que as agências
governamentais aloquem
melhor os recursos limitados,
ajudando-os prever os
riscos. O planejamento com
IA ajudará a distribuir o
excesso de comida de
restaurantes a bancos de
alimentos e abrigos antes
que estrague.
6. SEGURANÇA PÚBLICA E PROTEÇÃO 2030
O processamento
automático do
monitoramento por
câmeras e o patrulhamento
feito por drones irão tornar
possível a detecção rápida
de comportamento
anômalo. Isto não só irá
permitir que a aplicação da
lei seja ágil, mas também
prevê quando e onde crimes
serão cometidos.
7. EMPREGO E TRABALHO 2030
IA substituirá tarefas, em vez de
empregos a curto prazo, e
também irá criar novos
empregos e mercados. Embora
possa reduzir os rendimentos e
as perspectivas de emprego,
aumentando a automação
também irá reduzir o custo de
bens e serviços, efetivamente
tornando todos mais ricos.
8. ENTRETENIMENTO 2030
O entretenimento vai ser
interativo, personalizado, e
incomensuravelmente mais
envolvente do que hoje.
Avanços em sensores e
hardware vão permitir
cada vez mais que a
realidade virtual, as haptics
(qualquer interação
relacionado ao toque) e
robôs companheiros
entrem nas casas.
INDUSTRIA 4.0 – IoT Ajudará a Indústria ?
De acordo com a consultoria McKinsey

20% é a redução no consumo de energia

25% é a redução nos custos com mão de obra

30% é o aumento da produtividade


MAIS PRODUTIVIDADE
é a redução de custos operacionais
5% estimada com a adoção de sistema de
automação na indústria

2,3 é o impacto econômico global dos


sistemas de automação
Trilhões de
dólares

DEMANDA ANUAL DE ROBÔS INDUSTRIAIS POR SETOR NO MUNDO


Em 2012 (em números de unidades)
Automotivo
Elétrico e eletrônico
Químico, plástico e borracha
Metalurgia
20 000 40 000 60 000
Fontes: Statista Federação Internacional de Roboôs e Mckinsey
MAIS PRODUTIVIDADE
60 De empregos industriais deverão ser
milhões substituído por robôs até 2025 no mundo

15,7milhões De empregos industriais deverão ser


substituído por robôs até 2025 no Brasil
Quantidade de robôs Industriais no mundo (em milhão de unidade)
1,06

0,75

0,45

1990 2000 2010


Fontes: Statista Federação Internacional de Robôs e Mckinsey
EM 2001 EXISTIAM
360 mil estavam no Japão

756 mil Robô industriais o mundo

e outros 99 mil na Alemanha

EM 2012 EXISTIAM
373 mil estavam no Japão

+900 mil Robô industriais o mundo


168 mil na América do Norte

297 mil na Europa

2.600 no Brasil
Fontes: Federação Internacional de Robôs
ATUALMENTE NO BRASIL

16mil Robô industriais instalados

80% Indústria automobilística

1,5mil Robô instalados por ano

Fontes: Rede de Automação da Manufatura (Manet)


EM 2014 NO MUNDO

225mil Robôs industriais foram vendidos no


mundo todo

2milhões É o número de pessoas que poderiam


ser empregadas com os 900 mil robôs
instalados
Fontes: Revista Exame (http://www.exame.com.br/topicos/robos) / Organização das Nações Unidas (ONU)
ROBOS VS TRABALHADORES

10 No Brasil são 10 robôs por 10 mil


trabalhadores

300 No Japão, Singapura e Alemanha são


300 robôs por 10 mil trabalhadores

531 Na Coréia do Sul são 531 robôs por 10


mil trabalhadores
Fontes: Revista Exame (http://www.exame.com.br/topicos/robos) / Organização das Nações Unidas (ONU)
ROBÔS E EMPREGOS
A taxa de crescimento da população brasileira,

2% caiu de 3% ao ano na década de 50 para menos


de 2% nos dias atuais.

A população mundial de robôs, no início da


74% década de 80, cresceu à base de 45% ao ano e
no meio da década, saltou para 74%.
Fontes: Valor Online
A estimativa é que existirão 200 Atualmente, as novas fábricas
bilhões de aparelhos conectados instaladas são modernas e
na internet até 2020. O CEO automatizadas, ou seja, uma planta
do Google, Eric Schmidt, diz que que empregava duas mil pessoas
"existirão tantos sensores e na China, conta apenas com 20
dispositivos ligados que as engenheiros nos Estados Unidos
pessoas nem perceberão que responsáveis por apenas apertar os
esses aparelhos lhes cercarão". botões e monitorar os robôs.
Acredita-se também que este
ambiente dominado pela
tecnologia deve impactar
profundamente a vida moderna em
diversos aspectos, inclusive se Softwares, robôs, drones e outras
assemelhando à ficção científica. tecnologias devem substituir cerca de
um terço da mão de obra humana até
o ano de 2025. Para o diretor de
pesquisas do Gartner, Peter
Sondegaard, a tecnologia deve
substituir uma variedade de funções,
tanto braçais quanto intelectuais, que
se tornarão padrão em diversas
indústrias como a agricultura, óleo,
gás, entre outros.
CENÁRIO DA INDÚSTRIA 4.0 NO BRASIL
Setores que MAIS usam
Químicos 45%
Veículos Automotivos 46%
Produtos Têxteis 47%
Produtos Diversos 49%
Produtos de Material Plástico 49%
Metalurgia 61%
Máquinas e Equipamentos 53%
Coque, derivados de petróleo e biocombustíveis 53%
Máquinas, aparelhos e materiais elétricos 60%
Equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos 61%
CENÁRIO DA INDÚSTRIA 4.0 NO BRASIL
Setores que MENOS usam
Calçados e suas partes 29%

Vestuário e acessórios 29%

Minerais não metálicos 28%

Farmacoquímicos e farmacêuticos 27%

Manutenção, reparação e instalação de máquinas e 25%


equipamentos

Outros equipamentos de transporte 23%


Definição
CIDADE INTELIGENTE
“Uma cidade que conecta a
infraestrutura física, a infraestrutura
de TI, a infraestrutura social e
infraestrutura de negócios para
alavancar a inteligência coletiva da
cidade”
(Harrison et al., 2010)
ONDE VIVERÃO OS HABITANTES URBANOS EM 2050?

Em cidades
18% com menos
de 500 mil
habitantes

Em cidades com
mais de 5 milhões
de habitantes 51%
Em cidades
entre 500 mil e
31% 5 milhões de
habitantes

Fonte: Banco Mundial, 2013


PROCESSO DE EVOLUÇÃO PARA CIDADE INTELIGENTE

Fase 1 Fase 2 Fase 3 Fase 4


PRESENÇA LOCAL CIDADÃO CIDADE
DIGITAL E-GOV DIGITAL INTELIGENTE
Presença na web Governo eletrônico Integração da Infraestrutura de TIC
e disponibilização local e integração comunidade e (Tecnologia da Informação
de informações dos níveis de infraestrutura e Comunicação)
serviço e digital otimizada para um
informação crescimento econômico
sustentável, qualidade de
vida, gestão de recursos
naturais e governança
participativa
Fonte: Gouveia, L.B., 2015 (Univ. Lusófona)
Livre Livre

ESTACIONAMENTO
INTELIGENTE
• Guia residentes
e turistas para a
vaga disponível
• Ajuda o tráfego
a fluir
• Reduz a emissão Livre
de CO2
AUTOMAÇÃO
RESIDENCIAL
• Controla acessos
• Temperatura
automática
• Iluminação
econômica
• Som ambiente
• Detecta
incêndios e
vazamentos
COLETA DE LIXO
• Rotas dinâmicas
baseadas no
trânsito e nos
resíduos das
lixeiras
• Reduz custo
para as
empresas de
reciclagem
MEDIDOR
INTELIGENTE
• Reduz perdas
técnicas e não
técnicas
• Transparência no
consumo
• Oferece dicas para
reduzir a conta de
energia elétrica,
água, esgoto e gás
SMART GRID
Rede Elétrica Inteligente

• Monitoramento :
Do consumo energético
de uma comunidade
• Perfis de consumo da
população
• Qualidade da
transmissão ou falha
• Diminuição do roubo de
energia
SEGURANÇA
PÚBLICA
• Facilita a
investigação
policial
• Ferramenta para
combater a
violência e o
terror
• Reduz custos
MEIO AMBIENTE
• Uso de tecnologias
para otimizar os
processos urbanos
sem perder de vista
os princípios da
sustentabilidade e a
preservação do
meio ambiente Do
consumo
energético de uma
comunidade
TRÂNSITO

• Várias tecnologias
já estão sendo
testadas e aplicadas
para prever
engarrafamentos e
otimizar o tempo
dos semáforos
Como a INDUSTRIA 4.0
mudará a sociedade e o consumo

O que muda com a indústria 4.0?

• Antes, a indústria balizava o comportamento da


sociedade, ditava tendências.
• Inversão, atualmente são as pessoas e a sociedade que
influenciam a indústria.
• A indústria é forçada a se reinventar e participar desse
novo conjunto – com áreas de serviço, transporte, etc.
• O alicerce para essa mudança é a tecnologia.
Como a INDUSTRIA 4.0
mudará a sociedade e o consumo

O perfil do trabalhador da indústria muda?


• No Brasil temos entre 3 e 3,5 milhões de
trabalhadores diretamente nas fábricas
brasileiras.
• A questão é de valor agregado. A mão de
obra braçal não é de alto valor agregado.
• Existe uma mudança, onde antes
existiam várias pessoas em trabalhos
operacionais, existirão engenheiros ou
especialistas trabalhando.
Como a INDUSTRIA 4.0
mudará a sociedade e o consumo
Com essa nova revolução, como muda a economia ?
• A participação da população alocada na indústria diminui.

• A indústria cresce, a população nesse processo diminui. A


tecnologia pode ocupar essas posições.

• Países com iniciativa em indústria 4.0, como Alemanha, França e


EUA, têm seus governos visando aumentar e continuar a produzir
tecnologia industrial.

• Países em desenvolvimento como Brasil, China, Índia, vão começar


a consumir essa tecnologia para continuar tendo uma manufatura
eficiente.
Como a INDUSTRIA 4.0
mudará a sociedade e o consumo
E o Brasil nessa história ? O que esperar ?
• Brasil está muito atrasado em relação à Quarta Revolução
Industrial. A aplicação de tecnologias digitais em diversos
elos da cadeia produtiva ajudaria a colocar a indústria
brasileira no rumo da competitividade internacional e do
crescimento econômico.
• É um movimento de tecnologia que virá de países
desenvolvidos para emergentes.
• A Alemanha está com iniciativa de repassar as tecnologias
que estão envolvidas na Industria 4.0 para mostrar como
elas podem ajudar empresas brasileiras a entrar nessa
revolução.
Como a INDUSTRIA 4.0
mudará a sociedade e o consumo
E o Brasil nessa história ? O que esperar ?
• No Brasil as indústrias se interessam em tornar
suas operações mais digitais, ainda falta uma
compreensão maior sobre os benefícios que a
adoção dessas tecnologias possam gerar.
• Fazer parte da nova era industrial é um fator
de extrema importância para o
desenvolvimento sustentável do Brasil.
• Os benefícios são claros.
Como a INDUSTRIA 4.0
mudará a sociedade e o consumo
E para onde vão os empregos?
• Redundância da mão de obra humana e as consequências da proliferação das máquinas.
• Algumas previsões estimam que em duas décadas 47% dos empregos serão automatizados, o que deixará
milhões de trabalhadores desempregados.
• A troca de mão de obra humana por máquinas
é mais característica da terceira revolução
industrial, que provocou um enorme aumento
no maquinário automatizado.
• O objetivo da quarta revolução industrial é
fazer com que essas máquinas se comuniquem
sem interferência humana.
Como a INDUSTRIA 4.0
mudará a sociedade e o consumo
E para onde vão os empregos?

• A Indústria 4.0 permitirá que as empresas aumentem


sua produção sem necessariamente criar novos
empregos, algo que será um grande problema nessa
época de crescimento populacional.
• Essa tendência poderá prejudicar os países em
desenvolvimento.
• Iremos mergulhar numa era inteligente, na qual todos
os objetos se comunicarão constantemente,
supostamente para nos servir.
Próxima Geração de Colaboradores

• Colaboração, Telepresença e Trabalho Remoto


ou Home-Office farão, cada vez mais, parte da
nossa realidade.
• (OIE) Internet of Everything reúne pessoas,
processos, dados e coisas para fazer conexões de
rede mais relevante e valioso, transformando as
informações em ações que criam novas
capacidades, experiências mais ricas e
oportunidade econômica sem precedentes para
as empresas , indivíduos e países.
Próxima Geração de Colaboradores

• Os colaboradores vão acessar a rede


corporativa com seus próprios
dispositivos para realizar suas tarefas
ou até mesmo para controlar
processos industriais complexos, de
qualquer lugar, a qualquer hora.
• A velocidade de implementação e
aceitação de novas tecnologias será
muito maior.
• Outra grande vantagem é que as
empresas poderão contratar
profissionais em qualquer lugar do
mundo, criando uma rede de
talentos sem fronteiras altamente
produtiva.
Impactos nas indústrias e modelos de negócios
IMPACTO JÁ SENTIDO
w Internet móvel e tecnologia de 2015-2018
nuvem
w Avanços na capacidade de w Entrada de novas e 2019-2020
computação e Big Data tecnologias
w Abastecimento de informações w A Internet das Coisas w Robótica avançada e
em massa, a partilha plataformas w Fabricação avançada e transporte autônomo
econômicas e pessoa para pessoa impressão 3D w Inteligência artificial e
w Ascensão para a classe média w Longevidade e aprendizado de manutenção
nos países de mercados emergentes envelhecimento das em robótica
w Demografia de jovens em sociedades w Materiais avançados,
mercados emergentes w Novas preocupações dos biotecnologia e genômica
w A rápida urbanização consumidores sobre questões
w Alteração do ambientes de éticas e de privacidade
trabalho e w Crescentes aspirações e
regimes de trabalho flexíveis poder econômico das
w As alterações climáticas, mulheres
recursos naturais em colapso e a
transição para uma economia mais
verde
Fonte: World Economic Forum - Executive Summary: The Future of Jobs and Skills
Jovens trabalhadores não estão preparados
Porcentagem de todos os para a Indústria 4.0
millennials cujas
organizações os estão
ajudando a se preparar
para as mudanças da
Industria 4.0

Millennials e Gen Z reconhecem a importância


atual e futura da Industria 4.0 , mas muitos se
sentem despreparados para as mudanças que
Porcentagem de todos os
trarão. Menos de quatro em 10 milênios (36%)
trabalhadores da Geração
Z cujas organizações os
e três em cada 10 gen Z atualmente em
estão ajudando a se
preparar para as
atividade (29%) acreditam ter as habilidades e
mudanças da Indústria 4.0
os conhecimentos de que precisam para
prosperar.
Estratégia

44% dos executivos brasileiros já enxergam mudanças em


função da adoção de novas tecnologias

Tecnologia

39% Dos executivos brasileiros indicam


que a tecnologia é a motivadora da
Quarta Revolução Industrial como o
grande diferencial competitivo
Talentos e força de trabalho

71% dos executivos brasileiros afirmam que seus funcionários


precisam ser treinados para as novas habilidades nessa
nova fase industrial

Impacto social
dos brasileiros estão confiantes com a sociedade que será

93% criada a partir da Revolução


Industrial 4.0. Eles acreditam
Que a Indústria 4.0 conduzirá à
igualdade social e à
estabilidade econômica.
Emprego, Competências e Estratégia da força
de trabalho para o Quarta Revolução Industrial
O FUTURO DOS EMPREGOS
A Quarta Revolução Industrial está interagindo com outros fatores
socioeconômicos e demográficos para criar uma mudanças no modelo
de negócios em todas as indústrias, resultando em grandes perturbações
nos mercados de trabalho. Surgirão novas categorias de empregos, em
parte ou totalmente deslocando outros. Os conjuntos de habilidades
necessários em ocupações antigas e novas mudarão
na maioria das indústrias e transformarão como e
onde as pessoas trabalham. Também pode afetar
os trabalhadores femininos e masculinos
de forma diferente e transformar a
dinâmica do hiato de gênero da
indústria.
Visão
Emprego por família de trabalho, 2015-2020
Empregados (em milhares, todos países prioritários)

-4.759 Escritórios e Administrativos +492 Negócios e Operações Financeiras

-1.609 Manufatura e Produção +416 Gestão

-497 Construção e Extração +405 Tecnologia

-151 Artes, Design, +339 Arquitetura e Engenharia


Entretenimentos, Esportes e
Comunicação
-109 Jurídico +303 Vendas e Afins

-40 Instalação e Manutenção +66 Educação e Treinamento


Fonte: Future of Jobs Report, World Economic Forum
Profissões mais e menos sujeitas a automação
Com dias contados Com menos chances de desaparecer
• Operador de Telemarketing • Assistentes Sociais
• Contador • Médicos e Cirurgiões
• Corretores de Seguro • Psicólogos
• Árbitros, juízes e outros • Gerentes de Recursos Humanos
profissionais do mundo dos • Analista de Sistemas de
esportes Computador
• Secretárias e assistentes • Antropólogos e Arqueólogos
administrativos
• Entregadores e mensageiros

Fonte: Future of Jobs Report, World Economic Forum


Profissões do FUTURO
Analista de SEO
do inglês Search Engine Optimization também é traduzido no Brasil como “Otimização
para mecanismos de busca” ou simplesmente “Otimização de Sites”

Otimização de sites (SEO) é o conjunto de estratégias com o objetivo de


potencializar e melhorar o posicionamento de um site nas páginas de
resultados naturais ou orgânico nos sistemas e mecanismos de busca
como Google, Bing, Yahoo etc.

Fonte: Future of Jobs Report, World Economic Forum


Profissões do FUTURO
Analista de SEO
do inglês Search Engine Optimization também é traduzido no Brasil como “Otimização
para mecanismos de busca” ou simplesmente “Otimização de Sites”

Otimização de sites (SEO) é o conjunto de estratégias com o objetivo de


potencializar e melhorar o posicionamento de um site nas páginas de
resultados naturais ou orgânico nos sistemas e mecanismos de busca
como Google, Bing, Yahoo etc.

Fonte: Future of Jobs Report, World Economic Forum


Profissões do FUTURO
Detetive de Dados
Investiga mistérios em Big Data. “O que nossos dados estão nos contando? Que segredos
contêm?”

Facilitador de TI
Explora tendências digitais e cria uma plataforma self-service automatizada para que
usuários construam seus próprios ambientes colaborativos, incluindo assistentes virtuais.

Oficial de ética de sourcing


Investiga, acompanha, negocia acordos de bens e serviços para garantir que gastos
indiretos da empresa (em energia, restos e relações sociais) estão alinhados com os
padrões de ética de seus stakeholders.

Fonte: Future of Jobs Report, World Economic Forum


Profissões do FUTURO

Gestor de desenvolvimento de negócios de inteligência artificial


Define, desenvolve e implementa programas eficazes para acelerar vendas e negócios de
inteligência artificial (IA).

Analista de cybercidade
Garante a segurança e funcionalidade da cidade ao garantir o fluxo saudável de dados
(ambientais, populacionais, etc.) pelo sistema.

Gerente de equipe humanos-máquinas


Desenvolve um sistema de interação para que seres humanos e máquinas conversem
melhor, o que aprimora essa equipe híbrida.

Fonte: Future of Jobs Report, World Economic Forum


Profissões do FUTURO

Chief Trust Officer


Trabalha com equipes de relações públicas e finanças para construir relações de
confiança no setor financeiro e encorajar transparência e responsabilidade no mercado de
criptmoedas.
Construtor de jornadas de realidade aumentada
Projeta, escreve, cria, calibra, gamifica, constroi e personaliza jornadas de realidade
aumentada.
Oficial de diversidade genética
Facilita a lucratividade e a produtividade da organização e, ao mesmo tempo, cria um
ambiente de inclusão genética, operando de acordo com as leis e guias relacionados à
força de trabalho geneticamente aprimorada.

Fonte: Future of Jobs Report, World Economic Forum


O Potencial Técnico para automação

Muitos tipo de atividades em setores industriais têm o potencial


técnico para serem automatizados, mas esse potencial varia
significativamente entre atividades
Na prática, a automação dependerá de mais do que apenas viabilidade
técnica. Cinco fatores estão envolvidos:

Viabilidade técnica

Custos para automatizar

A relativa escassez

Habilidades

Custos dos trabalhadores


Distribuição dos Empregos no Brasil

• Essas mudanças tendem a aumentar a


flexibilidade do mercado, com crescimento do
trabalho autônomo ou independente
DUVIDAS