Anda di halaman 1dari 122

AUTO CAD – PLANT 3D

2014
Este é um material de apoio e deverá ser utilizado durante o treinamento tanto
para acompanhamento das aulas quanto para posterior consulta.

DIREITOS AUTORAIS ADQUIRIDOS PELA DIGICAD TREINAMENTO EM


TECNOLOGIA E GESTAO LTDA. PROIBIDA A REPRODUÇÃO DOS
TEXTOS ORIGINAIS, MESMO PARCIAIS, POR QUALQUER PROCESSO,
SEM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DA DIGICAD TREINAMENTO EM
TECNOLOGIA E GESTÃO LTDA.

REVISÃO: 01
30/05/2014
INFORMAÇÕES AOS ALUNOS
Prezado aluno a Digicad tem um imenso prazer em contar com sua presença em nossos
treinamentos. Esperamos que você tenha um excelente aproveitamento, replicando os
conhecimentos na área profissional e pessoal.
Abaixo algumas informações e procedimentos importantes para um perfeito andamento de seu
treinamento.

 Assinar a lista de presença em todas as aulas em que estiver presente, conferindo a


grafia do nome, pois assim será impressa no certificado.
 Todo atraso e saída antecipada será anotada pelo instrutor na lista de presença.
 Desligar ou colocar em modo silencioso seu aparelho celular.
 Não comer ou beber em sala de aula.
 Haverá, em todas as aulas, um intervalo de 15 minutos para café.
 Para a certificação, o aluno deve ter frequência mínima de 80% e aproveitamento
mínimo, na avaliação do instrutor.
 Para o curso de Autocad Plant 3D, além do item acima, será efetuada uma prova de
avaliação prática.
 Cancelamento de aula em cursos VIP: conforme contrato os alunos de curso VIP
devem desmarcar aulas com 12 horas de antecedência para as aulas diurnas e 6 horas
de antecedência para as aulas noturnas, caso contrário as horas agendadas serão
consideradas como ministradas. Ressaltamos que em cada curso o aluno poderá
desmarcar até 2 aulas.
 Você terá suporte permanente mesmo após o curso podendo tirar suas dúvidas
pertinentes ao treinamento e obter outras informações pelo e-mail:

duvidas@digicad.com.br
Agradecemos sua confiança em nossos treinamentos.

Atenciosamente
Direção
AutoCad – Plant 3D 2014

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 4


AutoCad – Plant 3D 2014

Sumário

1. Introdução ....................................................................................................................... 9
Auto Cad ............................................................................................................................ 11
Tipos de Coordenadas .................................................................................................... 11
Interface ........................................................................................................................... 12
Ribbon (ABA).................................................................................................................... 13
Criação de Perfil do Projeto ........................................................................................... 13
Configurando a interface ............................................................................................... 14
Organização de pastas ................................................................................................... 15

2. Estrutura Metálica ....................................................................................................... 16


Criando um grid .............................................................................................................. 18
Editando um Grid ............................................................................................................ 19
Inserindo um perfil ......................................................................................................... 21
Inserindo Chapas/Grades .............................................................................................. 24
Criando um Guarda-Corpo............................................................................................. 25
Inserindo um Guarda-Corpo.......................................................................................... 27
Criando uma Escada ....................................................................................................... 28
Inserindo uma Escada .................................................................................................... 29
Criando uma Escada marinheiro ................................................................................. 31
Inserindo uma Escada marinheiro .............................................................................. 33
Criando as bases da estrutura ...................................................................................... 36
Inserindo uma base ........................................................................................................ 36
Comando Structure Explode .......................................................................................... 37
Comando Export to SDNF files ....................................................................................... 37

3. Equipamentos ............................................................................................................... 38
Criando Equipamentos ................................................................................................... 38
Ferramenta de modelagem de equipamentos............................................................ 38
Criando os bocais dos equipamentos ........................................................................... 39
Editando os bocais dos equipamentos ......................................................................... 39
Criando um template novo para equipamento .......................................................... 43
Convertendo um sólido para equipamento................................................................. 47
Anexando elementos aos equipamentos ..................................................................... 48

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 5


AutoCad – Plant 3D 2014

Importando equipamentos do inventor ...................................................................... 49

4. Configurações gerais .................................................................................................... 50


Project Setup .................................................................................................................... 50
Gerenciamento da atribuição de layers e cores ......................................................... 52
Gerenciamento do status da tubulação ....................................................................... 53
Configuração dos padrões de isométricos .................................................................. 54
Annotations ...................................................................................................................... 55
Dimensions ....................................................................................................................... 56
Sloped and Offset Piping ................................................................................................ 57
Title Block and Display ................................................................................................... 59
Configuração das plantas .............................................................................................. 66

5. P&ID.............................................................................................................................. 69
Interface ........................................................................................................................... 69
Workspace ........................................................................................................................ 69
Palette ............................................................................................................................... 70
Layout de Equipamentos................................................................................................ 71
Roteamento no P&ID ...................................................................................................... 73
Tagueamento ................................................................................................................... 74
Linhas ................................................................................................................................ 74

6. Spec Editor .................................................................................................................... 76


Criando uma Spec............................................................................................................ 76
Branches ........................................................................................................................... 80
Exportar e Importar ....................................................................................................... 84
Catalog Editor .................................................................................................................. 84

7. Tubulação...................................................................................................................... 85
Interface ........................................................................................................................... 85
Workspace ........................................................................................................................ 85
Palette ............................................................................................................................... 86
Roteamento ...................................................................................................................... 87
Roteamento a partir de um equipamento................................................................... 89
Roteamento a partir de referência externa ................................................................ 89
Comandos auxiliares de roteamento ........................................................................... 89
Offset ................................................................................................................................. 90

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 6


AutoCad – Plant 3D 2014

Inserção de componentes .............................................................................................. 90


Visibilidade....................................................................................................................... 90
Parafusos e junta de vedação........................................................................................ 91
Nomeando rotas .............................................................................................................. 91
Suportes para a tubulação ............................................................................................ 92

8. Data Manager ............................................................................................................... 93


Localizando........................................................................................................................ 93
Alterando informações ...................................................................................................... 94
Exportando informações ................................................................................................... 94
Filtros ................................................................................................................................. 94
Classificação ...................................................................................................................... 95

9. Ferramentas de geração de isométricos ..................................................................... 96


Quick Iso ........................................................................................................................... 96
Production Iso .................................................................................................................. 96
PCF to Iso .......................................................................................................................... 99
Iso message ..................................................................................................................... 99
Floor symbol .................................................................................................................. 100
Flow arrow ..................................................................................................................... 100
Insulation symbol.......................................................................................................... 100
Location point ................................................................................................................ 101
Break point ..................................................................................................................... 101
PCF export....................................................................................................................... 101

10. Geração de plantas ................................................................................................. 102


Ferramentas para geração de plantas ............................................................................ 103
Configurações para geração de plantas: ........................................................................ 106
Hidden Line Piping ......................................................................................................... 107
Matchlines ....................................................................................................................... 107
Cut Pipe Symbols ............................................................................................................. 107
Escalas ............................................................................................................................. 107
Edição de plantas .......................................................................................................... 108
New View......................................................................................................................... 108
Adjacent View ................................................................................................................ 108
Edit View ......................................................................................................................... 108
Update View ................................................................................................................... 108

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 7


AutoCad – Plant 3D 2014

Delete View ..................................................................................................................... 109


Plant Object Tools ......................................................................................................... 109
Annotation...................................................................................................................... 109

11. Report Creator ....................................................................................................... 110


Iniciando .......................................................................................................................... 110
Configurando relatórios .................................................................................................. 112
Criando um relatório ....................................................................................................... 114

12. Navisworks .............................................................................................................. 115


Adicionando desenhos..................................................................................................... 115
Visualização ..................................................................................................................... 115
Selection tree ................................................................................................................... 116
Ferramentas de seleção ................................................................................................... 117
Visibility ........................................................................................................................... 117
Properties ......................................................................................................................... 117
Measure ........................................................................................................................... 118
Comments ........................................................................................................................ 119
Navegação ........................................................................................................................ 121

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 8


AutoCad – Plant 3D 2014

1. Introdução
O AUTOCAD PLANT 3D é um software aplicado em projetos de Plantas Industriais,
sendo este utilizado por empresas do segmento Petroquímico, Químico, Bebidas,
Alimentícias, Sanitárias, Agroindustrial, Fertilizantes, Farmacêuticas, Cosméticos,
Cerâmica, e segmentos derivados, com interface para as disciplinas Civil, Mecânica,
Estruturas Metálicas, Tubulações, Elétrica e Instrumentação, inclusive nos novos projetos
das plantas PETROBRAS.
O Plant3D tem tido uma boa aceitação no mercado pelos usuários devido á facilidade de
modelamento e simplicidade no momento de extração de desenhos de plantas, isométricos
de tubulações e fluxograma de processo através do módulo de P&ID.

O AutoCAD P&ID é direcionado a profissionais da área de Engenharia de Processo, com o


programa, é possível criar, modificar e gerenciar diagramas de instrumentação e tubulações,
ideal para engenheiros e projetista gerenciar os projetos usando o AutoCAD P&ID.

Com o programa, os engenheiros e projetistas podem iniciar seus trabalhos rapidamente,


pois ele permite diminuir e automatizar, os trabalhos de desenvolvimento do projeto, com
precisão na elaboração, emissão e verificação da documentação de projeto.

Funcionalidades:

 Gerenciamento de dados.

 Criação de linhas dinâmicas e componentes simplifica tarefas repetitivas através de


um intuitivo sistema de edição.

 Biblioteca de Símbolos de acordo com as normas PIP, ISA, JIS, ISO e DIN.

 Cria, edita, e customiza diferentes tipos de tag’s e anotações, podendo arrastar e


soltar informações para o Gerenciador de Dados;

 Relatórios e troca de informações, importa dados em tabelas, podendo exportá-las


para diversos formatos de arquivo;

 Validação incluem buscas para reduzir erros e diminuir o tempo de identificação de


problemas.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 9


AutoCad – Plant 3D 2014

A DIGICAD é um Centro de Treinamento Autorizado pela Audodesk (ATC), por isso você
pode baixar o Autocad Plant 3D original diretamente do site da Autodesk.
A versão para ser baixada é a versão de estudante. Ela é uma versão idêntica àquela utilizada
pelas empresas e sem limitações ou bloqueios. Você receberá uma licença e o prazo de
validade é por tempo indeterminado.
Para baixar o Autocad Plant 3D acesse o site da Autodesk em www.autodesk.com, clique no
link Community/Students e Educators, e faça seu registro e crie uma conta.
Após esse registro você terá permissão para baixar o Autocad Plant 3D e também para
utilizar todos os serviços que a Autodesk colocado a sua disposição como Autodesk 360
(para arquivamento por meio de nuvens “cloud” disponível a qualquer momento), Autodesk
University, entre outros.

Recursos de Hardware
Configuração de sistema como referencia para projetos usuais de peças e montagens em
geral:

Sistema Operacional 32bits

- Microsoft® Windows® 7 Enterprise, Ultimate, Professional, or Home Premium ou


Microsoft® Windows® XP Professional or Home edition (SP3).
- Para Windows 7: Intel® Pentium® 4 or AMD Athlon™ dual-core processor, 3.0
GHz ou higher with SSE2 technology.
- Para Windows XP: Pentium 4 or AMD Athlon dual-core processor, 1.6 GHz ou
higher with SSE2 technology.
- 2 GB RAM (4 GB recomendado).
- 8 GB free disk space for installation.
- 1,024 x 768 display resolution with true color (1,600 x 1,050 with true color
recommended).
- Microsoft® Internet Explorer® 7.0 or later web browser.
- Install from download or DVD.

Sistema Operacional 64bits

- Microsoft Windows 7 Enterprise, Ultimate, Professional, or Home Premium


(compare Windows 7 versions) or Microsoft Windows XP Professional (SP2 or
later).
- AMD Athlon 64 with SSE2 technology, AMD Opteron® processor with SSE2
technology, Intel® Xeon® processor with Intel EM64T support and SSE2
technology, or Intel Pentium 4 with Intel EM64T support and SSE2 technology.
- 2 GB RAM (4 GB recomendado).
- 8 GB free space for installation.
- 1,024 x 768 display resolution with true color (1,600 x 1,050 with true color
recommended).
- Internet Explorer 7.0 or later.
- Install from download or DVD.

Para acessar outras opções de hardware certificado, acesse:


http://www.autodesk.com.br/products/autodesk-autocad-plant-3d/overview

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 10


AutoCad – Plant 3D 2014

Auto Cad

Tipos de Coordenadas

Coordenadas Cartesianas, Cilíndrica e Esférica:

A forma mais comum de introdução de coordenadas 3D é em coordenadas


Cartesianas. Neste modo, os pontos são definidos pelas coordenadas X, Y e Z,
conforme os três eixos ortogonais. (Figura-1)

Figura-1: Coordenadas Cartesianas


Exemplo: 100,110,50
@20,20,20

As coordenadas Cilíndricas são dadas através de coordenadas polares (distância e ângulo no


plano) às quais é acrescentada uma altura Z. (Figura-2)

Figura-2: Coordenadas Cilíndricas

Exemplo: 100,110,50
@20,20,20

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 11


AutoCad – Plant 3D 2014

A introdução de pontos em coordenadas Esféricas, faz-se com a distância real


(3D) entre o ponto e a origem (ou ponto anterior em coordenadas relativas), o
ângulo da projeção no plano XY (Angulo1) e o ângulo a partir do plano XY
(Ângulo2), separados por sinais de menor. (Figura-3)

Figura-3: Coordenadas Esféricas

Exemplo: 100<45<30
@50<30<60

Interface
Janela de boas-vindas

Ao clicar-se no ícone do programa o Autocad


Plant 3D é carregado e abre-se a janela de
Boas-vindas
Através dessa janela pode-se abrir um projeto,
criar um projeto ou abrir um arquivo. Também
é possível acessar o Autocad Plant Exchange
que é uma comunidade voltada para Plantas de
óleo e gás.

Barra de títulos
Contém teclas de atalho para manipulação de
arquivos, o nome do arquivo em uso, o nome
do workspace em uso e o atalho para conexão
a sites da Autodesk, inclusive à nuvem
Autodesk 360.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 12


AutoCad – Plant 3D 2014

Ribbon (ABA)

A ABA contém os comandos que você precisa para criar e modificar um modelo de
tubulação e demais itens como equipamentos, suportes de tubulação e estruturas metálicas.
Por ser um software de plataforma CAD da Autodesk, temos ainda as abas já conhecidas no
curso de Auto Cad 2D / 3D, como aba de modelagem 3D, render e anotações. Cada aba é
composta de uma série de painéis que são organizados em guias rotuladas por tarefa.

Criação de Perfil do Projeto

Para iniciarmos nossos trabalhos deveremos criar o perfil de nosso projeto, de forma a
organizar as disciplinas como Estrutura, Tubulação, Equipamentos e demais “áreas” quando
necessário.

Para criar o perfil do projeto abra a caixa de seleção do Project Manager e clique em New
Project. Se o Gerenciador de projetos (Project Manager) não estiver visível, clique no botão
“Project Manager” localizada na “Ribbon” ou digite na barra de comando “projectmanager”.

Ao clicar em New Project, aparecerá uma janela onde iremos criar


nosso projeto em 6 passos.

1) Na janela que se abre informe os seguintes dados:

- O nome do projeto: TREINAMENTO. Se for o caso, adicione


uma descrição ao seu projeto;

- No campo “Specify the directory where program-generated files


are stored” clique em (...) para informar a localização da pasta onde
deseja criar o projeto. Para mantermos um padrão, criaremos nosso
projeto na pasta Aula Plant 3D, localizada em Documentos;

Obs.: Para copiarmos as propriedades de outro projeto, basta selecionar a opção


“Copy settings from existing Project” e selecionar o arquivo XML desejado.

Em seguida clique em Next.

2) Na janela Unit settings informe que trabalharemos com unidades do sistema Metric e em
Inches (Mixed Metric); Clique em Next;

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 13


AutoCad – Plant 3D 2014

3) Na janela P&ID settings selecione PIP e clique em Next;

4) Na janela Plant 3D directory settings, deixaremos por padrão o caminho criado pelo
próprio programa. Clique em Next;

5) Na janela Database settings, selecione SQLite local database e clique em Next. Assim os
dados serão gravados no computador que estamos utilizando;

6) Na janela Finish, podemos editar algumas configurações adicionais do projeto, porém não
o faremos nesse momento. Clique em Finish para finalizar e criar o projeto.

Configurando a interface

Após criação do projeto, para nossa organização, podemos modificar a visualização da nossa
“área de trabalho”, ou seja, organização dos Palettes da maneira que nos convém. Isso nos
permitirá um ganho significativo em tempo de trabalho. Em nosso curso iremos utilizar
principalmente os Palettes Properties (MO), Layers (LA), Tool Palettes, Project Manager e
External References (XRef).
A janela do Project Manager é uma das mais utilizadas, pois é nela em que organizaremos
nosso trabalho, dividiremos as pastas por disciplinas e os arquivos por áreas do projeto (aba
Source Files). É onde abrimos, criamos, deletamos, renomeamos e fazemos “links” de
modelos 3D e desenhos P&ID para o projeto. Nela também se encontram as abas Isometric
DWG e Orthographic DWG, que são onde são mostradas as plantas geradas e os
isométricos das linhas que contém TAG.

Podemos salvar nosso “layout” de Palettes como um novo workspace. Faremos isso para
cada situação, de acordo com o tipo de trabalho a ser executado, para facilitar nosso
trabalho.
Para isso, ao organizar a área de trabalho conforme desejarmos, basta clicar em Save Current
As... da lista suspensa de workspace.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 14


AutoCad – Plant 3D 2014

Organização de pastas
Organizaremos nosso trabalho, iremos dividi-lo em três disciplinas e duas áreas.
- Disciplinas: Estrutura (EST), Tubulação (TUB) e Equipamentos (EQP).
- Áreas: 001 e 002.

Para criar pastas e desenhos, ou simplesmente fazer um link, basta clicar com o botão direito
do mouse onde se deseja criar ou copiar o desenho ou pasta e selecionar a opção desejada:

- New Drawing: Cria novo desenho no


projeto.

- New Folder: Cria nova pasta no projeto.

- Copy Drawing to Project: Copia um


desenho para o projeto (link drawing).

Exercício:
Criar a seguinte estrutura de pastas:

Nota: Verifique que tudo que é criado nessa estrutura é feito também na pasta onde o
projeto foi criado.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 15


AutoCad – Plant 3D 2014

2. Estrutura Metálica
O plant 3D possui uma ferramenta específica para criação de modelos simplificados de
estruturas metálicas. A principal funcionalidade é a reprodução de projetos estruturais
existentes para que este seja utilizado como referência para o projeto de tubulações
industriais. Estas estruturas podem ser Pipe-rack’s, projetos estruturais de edificações,
projeto básico de estruturas para suportação a serem repassados aos profissionais
responsáveis por tais projetos.
O programa possui uma biblioteca própria que engloba as seguintes normas de perfis:
- DIN
- AISC
- CISC

As ferramentas para modelar uma estrutura metálica são encontradas quando a Ribbon
“Structure” é acessada no painel principal do programa, conforme figura abaixo:

O programa só permite a construção dos componentes metálicos em um desenho que esteja


salvo dentro do projeto, caso contrário se abrirá a seguinte janela, solicitando que você salve
o desenho em que está trabalhando dentro do banco de dados do projeto.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 16


AutoCad – Plant 3D 2014

Deste modo, conforme o critério de nomenclatura estabelecido pela empresa que está
desenvolvendo o projeto, é escolhido o nome do desenho e inicia-se o modelo de estrutura.

Os sete primeiros botões presentes na Ribbon (destacados pelo contorno na imagem) são
responsáveis pela criação dos elementos que são:
- Perfis metálicos
- Grid
- Guarda-corpo
- Escada
- Chapa
- Base
- Escada marinheiro
Os outros dois botões são responsáveis pela visualização dos perfis e as configurações
individuais de cada tipo de componente a ser inserido no modelo.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 17


AutoCad – Plant 3D 2014

Criando um grid

Ao clicar no botão “Grid” se abre essa janela

No campo “Grid name” deve ser especificado o nome do objeto em questão.

“Axis value” representa o valor X em coordenadas absolutas dos eixos Y. Para determinar a
distância entre os eixos basta digitar o valor em X do primeiro eixo Y e separando por uma
vírgula valor do eixo seguinte. Após determinar a cota de cada eixo, clica-se na seta à direita
e o programa nomeará automaticamente os eixos especificados.

“Row value” e “Platform” funcionam do mesmo modo, porém, este especifica a coordenada
em Z dos níveis e aquele a coordenada em Y para os eixos em X, presentes no “Grid”.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 18


AutoCad – Plant 3D 2014

Exercício
Criar um “Grid” com as características do desenho a seguir:

Editando um Grid
Caso seja necessário editar o grid após inseri-lo no desenho, basta seleciona-lo e clicar com
o botão direito do mouse. Uma caixa de diálogo se abrirá e ao clicar na opção “Edit grid” a
janela para criação do “Grid” se abrirá novamente com as informações do objeto em
questão. Basta modifica-lo e clicar em OK que ele será atualizado imediatamente.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 19


AutoCad – Plant 3D 2014

Criando um perfil
Antes de criar um perfil é necessário configurar o tipo de perfil desejado

As listas suspensas Shape standard, Shape type e Shape size, é onde o usuário escolhe
respectivamente a norma do perfil desejado, o tipo de perfil e o tamanho do perfil.

As listas suspensas Material standard e Material code são responsáveis pelo tipo de norma e
a designação dentro da mesma do material do perfil.

Match properties é um botão que pode ser utilizado para utilizar a configuração de algum
perfil que já se encontra dentro do desenho.

O ponto azul na janela denominada “Orientation” diz respeito ao modo de inserção do perfil,
que é inserido através de uma linha normal ao mesmo ponto.

O campo Angle permite configurar a orientação da inserção ao longo da linha normal de


inserção.

Já as configurações Horizontal/Vertical podem customizar o ponto de inserção para posições


diferentes às originais partindo do centro de gravidade de cada formato de perfil.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 20


AutoCad – Plant 3D 2014

Inserindo um perfil
Para inserir um perfil existem dois métodos:
- Inserir da mesma forma como se o usuário estivesse desenhando uma linha
no AutoCAD
- Após clicar no botão “Member” digitar “L” apertar ENTER e clicar em uma
linha existente.

Editando um perfil
Ao selecionar o perfil inserido, dentro da janela “Properties” nota-se todas as informações
do perfil. Para editá-lo basta clicar no botão que está destacado na figura abaixo. A janela de
configuração de perfil se abrirá novamente para que as alterações sejam feitas.

Exercício
Utilizando o grid do exercício anterior, inserir os seguintes perfis na estrutura:

- Colunas: AISC S12x35


- Perfil -1: AISC S10x35
- Perfil -2: AISC S6x17,2
Observações:
- Inserir os perfis 1 e 2 alinhados pelo topo na estrutura nos níveis indicados no grid.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 21


AutoCad – Plant 3D 2014

Arremates:

As ferramentas de arremate são necessárias para determinar o modo como os perfis se


conectam. São elas:

Lengthen Member: Utilizada para adicionar ou reduzir uma dimensão delta


específica ou inserir a dimensão total do perfil selecionado. Seleciona-se primeiro
o perfil, depois escolhe o tipo de informação que será inserida (Delta/Total) e
consequentemente o valor desejado.

Cut Back Member: Utilizada para reduzir o tamanho de um perfil que esteja em interferência
a outro. Seleciona-se primeiro o perfil limitador e em seguida o perfil a ser cortado.

Miter Cut Member: Utilizada para fazer arremates em perfis que se interseccionem em um
mesmo plano. Seleciona-se um perfil em seguida ao outro para utilizar a ferramenta.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 22


AutoCad – Plant 3D 2014

Trim/Extend Member: Utilizadas para cortar/alongar um perfil em um ponto determinado.


Seleciona-se a ferramenta e o tipo de referência que será utilizada para cortar/estender o
perfil. A mais simples é a opção 2 points, na qual através de uma linha você determina como
será cortado o perfil. Feito isso seleciona-se a ponta do perfil que será cortada/estendida.

Restore Member: Utilizado para remover os arremates inseridos nos perfis e restaura-los à
forma original. Para utilizar a ferramenta basta clicar no botão e selecionar a ponta que se
deseja restaurar.

Exercício
Fazer o arremate da estrutura desenvolvida nos exercícios anteriores conforme o seguinte
critério:

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 23


AutoCad – Plant 3D 2014

- Para reproduzir a situação “A”, utilizar o comando “Trim Member” e para reproduzir a
situação “B”, o comando “Cut Back Member”.

Inserindo Chapas/Grades

A configuração das Chapas/Grades é feita automaticamente quando se aciona o botão


“Plate”. São possíveis as seguintes configurações:

As listas suspensas “Material standard”, “Material code” e “Thickness”, são onde o usuário
escolhe respectivamente a norma do material da chapa desejado, o tipo de material e a
espessura da chapa.
“Justification” refere-se ao plano que a chapa será inserida no modelo.
Em “Shape”, escolhe-se o método de inserção da chapa. Que pode ser: Desenhando um
retângulo, uma polyline ou utilizando uma polyline existente.
A diferença entre as chapas e as grades é que, quando se opta por inserir uma grade no
modelo, o que se reflete nas plantas extraídas não são modelos sólidos, mas um quadro com
uma hachura, simulando uma grade. A escala e o tipo da hachura são escolhidos na janela de
configuração das grades.

Exercício
Modelar as chapas para a estrutura dos exercícios anteriores segundo os desenhos à seguir.
As chapas serão ASTM A36 com espessura de 10mm.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 24


AutoCad – Plant 3D 2014

E todos os cantos devem ter esse recorte

Criando um Guarda-Corpo
Antes de criar um Guarda-corpo é necessário configurar os perfis que o compõem.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 25


AutoCad – Plant 3D 2014

Os campos à esquerda da imagem são próprios para configuração dos espaçamentos entre os
componentes:
- Handrail height (1): é a distância do ponto de inserção até a face superior do corrimão.
- 1st mid rail height (2): é a distância do ponto de inserção até o centro do primeiro perfil
intermediário do guarda-corpo.
- 2nd mid rail height (3): é a distância do ponto de inserção até o centro do segundo perfil
intermediário do guarda-corpo.
- Quick plate height (4): é a distância entre o ponto de inserção à face superior da chapa de
proteção na parte inferior do guarda-corpo.
- First post: é a distância em que é colocado o primeiro perfil vertical após uma quebra de
direção.
- Second post: é a distância em que são colocados os demais perfis verticais após o primeiro
(first post).
Os campos à direita são utilizados para configurar os tipos de perfis do guarda corpo. Ao
clicar nas reticências (...) logo à direita é possível trocar os perfis originais por novos
desejados.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 26


AutoCad – Plant 3D 2014

Inserindo um Guarda-Corpo

Para inserir um perfil existem dois métodos:


- Inserir da mesma forma como se o usuário estivesse desenhando uma linha no AutoCAD
- Após clicar no botão “Railing” digitar “O” apertar ENTER e clicar nos perfis que
necessitem de guarda-corpo.

Editando um Guarda-corpo
Ao selecionar o guarda-corpo inserido, dentro da janela “Properties” nota-se todas as
informações dele. Para editá-lo basta clicar no botão que está destacado na figura abaixo. A
janela de configuração de guarda-corpo se abrirá novamente para que as alterações sejam
feitas.

Exercício
Colocar guarda-corpo no perímetro da estrutura dos exercícios anteriores, conforme
indicado abaixo

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 27


AutoCad – Plant 3D 2014

Criando uma Escada


Antes de criar uma Escada é necessário configurar os perfis, degraus, e dimensões que
compõem o padrão de escada.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 28


AutoCad – Plant 3D 2014

Os campos à esquerda da imagem são próprios para configuração do vão da escada [Stair
width (1)] e o passo entre os degraus [Maximum tread distance (2)]
Também é possível trocar o tipo de perfil que sustenta a escada (Stair shape) e o tipo dos
degraus (Step data).

Inserindo uma Escada

A forma mais simples de se inserir uma escada é através da construção de linhas de


referência.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 29


AutoCad – Plant 3D 2014

Com essas linhas desenhadas dentro do ambiente 3D, basta clicar no comando “Stair” e
clicar nos pontos (a/b/c/d). A escada pode ser direta ou ter vários patamares.

Editando uma Escada


Ao selecionar a escada inserida, dentro da janela “Properties” notam-se todas as informações
dele. Para editá-la basta clicar no botão que está destacado na figura abaixo. A janela de
configuração da escada se abrirá novamente para que as alterações sejam feitas.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 30


AutoCad – Plant 3D 2014

Exercício
Colocar uma escada de acesso na estrutura dos exercícios anteriores, conforme indicado
abaixo.

Criando uma Escada marinheiro


Antes de criar uma Escada é necessário configurar os perfis, degraus, e dimensões que
compõem o padrão de escada marinheiro.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 31


AutoCad – Plant 3D 2014

Os campos à esquerda da imagem são próprios para configuração do vão da escada


marinheiro [Width (1)], a largura no ponto superior da escada marinheiro [Exist width(2)], a
altura até o fim do corrimão [Projection 3)] e o passo entre os degraus [Rung distance (4)]
Também é possível trocar o tipo de perfil que sustenta a escada (Ladder shape) e o tipo dos
degraus (Rung shape).

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 32


AutoCad – Plant 3D 2014

Cage é a proteção da escada que pode ser configurada da seguinte forma nos campos à
direita da imagem:
- Start height (1): distancia do piso ao início da proteção;
- Maximum distance (2) distância entre as chapas calandradas que se encontram na proteção;
- From top (3): Folga entre o final do corrimão e o início da proteção;
- Radius (4) : Raio das chapas calandradas da proteção;
- Angle (1)/(2): Ângulos em que estão dispostas as chapas verticais da proteção;
- Height (7): Altura da chapa vertical da proteção;
- Width (8): Largura da chapa vertical da proteção.

Inserindo uma Escada marinheiro

A forma mais simples de se inserir uma escada marinheiro é através da construção de linhas
de referência.
É necessário um ponto inicial e um ponto final que seriam respectivamente o nível superior
e o nível inferior da escada, feito isso o programa solicita você determine a direção da
proteção da escada. Essa direção é obtida com o mouse (ortho ativo), então se digita uma
distância (offset) dos pontos de inserção em que a escada foi construída.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 33


AutoCad – Plant 3D 2014

Acima, as duas linhas de referências. Para inserir a escada basta clicar nos pontos (a/b/c)
respectivamente.

Editando uma Escada marinheiro

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 34


AutoCad – Plant 3D 2014

Ao selecionar a escada marinheiro inserida, dentro da janela “Properties” notam-se todas as


informações dele. Para editá-la basta clicar no botão que está destacado na figura abaixo. A
janela de configuração da escada se abrirá novamente para que as alterações sejam feitas.

Exercício
Colocar uma escada marinheiro na estrutura dos exercícios anteriores, conforme indicado
abaixo.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 35


AutoCad – Plant 3D 2014

Criando as bases da estrutura


Antes de criar as bases é necessário configurá-las.

Nesta janela, é necessário configurar a norma do material a ser construída a base (Standard),
o tipo de material (Code), e as dimensões de comprimento (lenght), largura (width) e altura
(Depth).

Inserindo uma base

A inserção das bases é pontual. O ponto de inserção está demonstrado na figura abaixo.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 36


AutoCad – Plant 3D 2014

Editando uma base


Ao selecionar a base inserida, dentro da janela “Properties” notam-se todas as informações
dela. Para editá-la basta clicar no botão que está destacado na figura abaixo. A janela de
configuração da base se abrirá novamente para que as alterações sejam feitas.

Exercício
Colocar bases em todas as colunas da estrutura modelada nos exercícios anteriores, com as
dimensões 300x500x600.

Comando Structure Explode

Esse comando desagrupa os templates padrões (Railing/Stair/Ladder) para que caso haja
necessidade, o modelador possa trabalhar em suas partes individuais.

Exercício
Desagrupar a escada de acesso da estrutura modelada nos exercícios anteriores e inserir
guarda corpo no perfil “C” da escada através do comando Railing/”O”bject.

Comando Export to SDNF files

Esse serve para exportar seu arquivo estrutural para mecanismos específicos de projetos e
detalhamento de estruturas metálicas, como o Revit Structure ou o AutoCAD Structural
Detailing.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 37


AutoCad – Plant 3D 2014

3. Equipamentos

Criando Equipamentos
O programa possui uma ferramenta para criação de equipamentos. Nessa ferramenta existem
alguns templates dos equipamentos mais comuns, porém, também é possível a criação de novos
templates, a conversão de modelos sólidos em equipamentos, ou até mesmo importar um
equipamento desenvolvido no Autodesk Inventor.
As ferramentas voltadas aos equipamentos estão localizadas na ribbon “Home” e se apresentam
dessa forma:

Ferramenta de modelagem de equipamentos

Esse botão abre a janela para modelagem dos equipamentos

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 38


AutoCad – Plant 3D 2014

Na lista suspensa que se encontra na parte superior esquerda dessa janela, estão listados diversos
tipos de equipamentos. Alguns deles já possuem templates, como é o caso dessa bomba
centrífuga na imagem acima.
Quando se abre um template, a imagem dele se encontra ao lado esquerdo e possui uma série de
dimensões cotadas e representadas por letras. Essas dimensões se apresentam à direita da
imagem do template e podem ser alteradas. Nesta mesma aba definimos a descrição e o tag do
equipamento. Já na aba properties se encontram algumas outras informações que podem ser
preenchidas como: Fabricante, Status, Material, descrição dos bocais, etc.
Após configurado o equipamento, basta clicar em create e posicioná-lo na maquete eletrônica.

Criando os bocais dos equipamentos


Para criar um bocal no equipamento deve-se selecioná-lo e clicar no ícone que tem o formato de
um bocal com um sinal de positivo (+).
O bocal será inserido e na janela de edições sua posição pode ser alterada.

Editando os bocais dos equipamentos


Existem dois tipos de equipamentos. Os equipamentos que foram convertidos de sólidos para
equipamentos e os equipamentos inseridos através de templates.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 39


AutoCad – Plant 3D 2014

Para editar a posição/dimensão dos bocais dos equipamentos inseridos à partir de templates
(exceto as bombas) é necessário clicar no bocal pressionando a tecla “control”. Desse modo o
bocal fica destacado e aparece o ícone de um lápis. Ao clicar nesse ícone abre a seguinte janela:

Na aba Change type pode ser alterado o tipo, as dimensões, e o tipo de faceamento dos bocais.
Após escolher o tipo de bocal e configurar as dimensões, deve-se clicar duas vezes sobre a linha
que represente o bocal com o tipo de faceamento desejado. Desse modo as alterações serão
aplicadas no modelo.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 40


AutoCad – Plant 3D 2014

Esta lista suspensa representa os bocais do equipamento. Nela encontram-se todos os bocais
deste equipamento e para fazer modificações em outros bocais, basta selecioná-lo nessa lista.

Para trocar a nomenclatura do bocal é preciso clicar no botão à direita do nome do bocal.
Abrem-se dois campos: Para troca da numeração e troca da letra, que representam o bocal.
Alterado o nome é necessário clicar em close para as modificações surtirem efeito.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 41


AutoCad – Plant 3D 2014

Na aba Change location a posição do bocal no equipamento pode ser alterada.

Exercício
Criar dois tipos de bombas centrífugas com as seguintes dimensões.

- B-001/002: Sucção DN 6” 150# RF

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 42


AutoCad – Plant 3D 2014

Recalque DN 4” 150# RF

- B-003/004: Sucção DN 2.1/2” 150# RF


Recalque DN 2” 150# RF

Criando um template novo para equipamento


Para criar um template novo, deve-se clicar em create new vertical/horizontal equipment

Os equipamentos comumente apresentam um corpo composto com formas geométricas


complexas. O template é uma composição de formas geométricas simples adicionadas uma em
sequência a outra.
Cada peça que compõe o equipamento possui dimensões próprias configuráveis.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 43


AutoCad – Plant 3D 2014

Para salvar/carregar o template basta clicar no local indicado na figura abaixo.

A inserção e edição de bocais respeita o critério apresentado anteriormente para os


equipamentos inseridos através de templates existentes.

Exercício
Criar e salvar um template para o seguinte equipamento:
Os bocais deverão ser 150# RF

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 44


AutoCad – Plant 3D 2014

- B1: DN 3” 150# RF
- B2: DN 4” 150# RF
- B3: DN 2” 150# RF
- B4: DN 3” 150# RF

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 45


AutoCad – Plant 3D 2014

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 46


AutoCad – Plant 3D 2014

Convertendo um sólido para equipamento


Para criar um equipamento dessa forma, primeiramente, é necessário modelar o equipamento em
sólidos (3d solid – para melhor desempenho). Com o modelo do equipamento cria-se um bloco
para facilitar posteriores alterações. Feito isso já é possível converter o bloco para equipamento
com o botão “Convert equipament”.

Nesta parte seleciona-se na lista o tipo de equipamento que você está criando

Feito isso, o programa solicita a escolha de um ponto de inserção para o equipamento, e depois
abre a janela para configuração: Preenchimento de informações e tag.
Os critérios de inserção e edição de bocais são os mesmos apresentados anteriormente.

Exercício

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 47


AutoCad – Plant 3D 2014

Modelar a torre de resfriamento abaixo e converter para equipamento


Os bocais são de 8” 150# RF
Não modelar a base metálica

Anexando elementos aos equipamentos

Essa ferramenta permite que objetos sejam anexados ao equipamento.

Utilizado para anexar componentes ao equipamento.

Utilizado para remover componentes anexados ao equipamento.

Exercício

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 48


AutoCad – Plant 3D 2014

Modelar a base metálica da torre de resfriamento do exercício anterior e anexá-la ao


equipamento.

Importando equipamentos do inventor

Essa ferramenta permite que equipamentos sejam importados do inventor. O arquivo do inventor
transmite as informações dos bocais.

Porém, deve-se informar, já no Plant, DN dos bocais, tipo de conexão e classe de pressão
quando necessário.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 49


AutoCad – Plant 3D 2014

4. Configurações gerais
O projeto é composto por um banco de dados e através do “Project setup” as configurações de
gerenciamento desse banco de dados pode ser configurada. Nesta apostila abordaremos alguns a
configuração dos dados gerais do projeto, gerenciamento de layers, cores e status dos elementos
3D, gerenciamento de status, configurações gerais para geração de isométricos e plantas.

O Project setup pode ser acessado conforme indicado na imagem abaixo.

Project Setup
Essa janela é o Project setup. As configurações subdividem-se em 5 partes:

- General settings
- P&ID dwg settings
- Plant 3D DWG settings
- Isometric DWG settings
- Ortho DWG settings

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 50


AutoCad – Plant 3D 2014

Em general settings, estão as informações gerais do projeto. Podem ser preenchidas a critério de
organização.
O default Project possui 3 categorias de informações
- General properties: que engloba o nome, a descrição e o número do projeto.
- Project data: que traz as informações mais detalhadas do projeto: endereço, cidade, estado,
código postal, telefone e o nome do gerenciador do projeto.
- Client information: Nome do cliente, responsável da empresa contratante.

Caso seja necessário há a possibilidade de adicionar novas categorias e informações para serem
preenchidas no projeto.

Para criar/deletar uma categoria: Clicar em Add/Delete.


Para inserir outro campo dentro de uma categoria existente: Clicar em Add Row.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 51


AutoCad – Plant 3D 2014

Gerenciamento da atribuição de layers e cores


Para acessar esse tipo de configuração, na lista hierárquica, deve-se selecionar:
- Plant 3D DWG Settings.
-> Layer and Color Settings.

Automation schemes são os padrões existentes. Para criar um novo padrão clicar em “New”.
Para efetuar a troca de um padrão “a” para “b” selecionar o padrão desejado e clicar em “Set
current”.

Em pipping settings a lista à esquerda enumera as possibilidades que o usuário pode escolher
para atribuir os layers ao criar as linhas.
E a lista à direita enumera as possibilidades de atribuição de cores às linhas. Após escolher uma
forma de atribuir as cores, aparecem abaixo as possibilidades listadas e suas respectivas cores,
sendo que estas podem ser alteradas.
Os suportes seguem um critério um pouco diferente. Podem ser agrupados em um único layer ou
manterem o mesmo layer da linha a que pertencem, com a possibilidade de adicionar ou não
prefixos ou sufixos a esse layer.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 52


AutoCad – Plant 3D 2014

Gerenciamento do status da tubulação


O status da tubulação é uma ferramenta destinada a projetos de reforma. O plant separa a
tubulação em três status básicos:
- New;
- Existing;
- Demolition.
Isso possibilita uma diferenciação entre os status durante o processo de geração de documentos.

Para acessar esse tipo de configuração, na lista hierárquica, deve-se selecionar:


- Plant 3D DWG Settings.
->Plant 3D Class Definitions.
->Piping and equipment.

Caso o projeto contemple a tubulação de uma nova instalação, é recomendado que a “Row”
(linha) “Status” possua como valor padrão (default) “New”, mas se o projeto referir a uma
reforma ou a uma nova linha em unidade que já apresente outros grupos de tubulação, manter
como padrão “Existing” até finalizar o cadastramento a antes de iniciar a modelagem das novas
linhas, retornar o padrão para “New”.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 53


AutoCad – Plant 3D 2014

Configuração dos padrões de isométricos


Existem várias configurações possíveis para os isométricos. Cada tipo de isométrico necessita de
informações específicas, por exemplo: Um isométrico destinado à análise de stress deve conter
as dimensões em que há quebra de direção e o posicionamento dos suportes, já um isométrico
destinado à construção da tubulação necessita de um número muito maior de informações.

Os típicos que estão configurados no default Project são:


- Check A2
- Check A3
- Stress A2
- Spool A3
- Final A2
- Final A3

Para acessar esse tipo de configuração, na lista hierárquica, deve-se selecionar:


- Isometric DWG Settings.

Alterando as configurações:
Iso style information: possibilita a escolha entre gerar isométricos ou Spools.
- Os isométricos respeitam o número do tag ao gerar os desenhos. Caso a linha não couber
dentro de 1 folha, ela é dividida em outros desenhos.
- Os spools acompanham o número do spool que foi atribuído no modelo 3D, são destinados à
construção das linhas. E podem ser configurados de modo que o conteúdo de uma folha não
ultrapasse os limites de determinado tamanho e peso (facilidade de transporte de spools prontos).

Selecionar a opção “Add make-up lenght to BOM for field fit Welds habilita a soma de um
sobremetal (mm) à cada pedaço de tubo para contemplar possíveis problemas na montagem.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 54


AutoCad – Plant 3D 2014

- File naming: tipo de numeração das folhas de um isométrico que pode ser numérica ou
alfabética. Por exemplo: isométrico-1 e isométrico-2 ou isométrico-a e isométrico-b,
representando as duas folhas que compões a linha.

Annotations

Annotations show on drawings:


Apresenta 4 tipos de listas inseridas em um isométricos:
- Lista de materiais (BOM);
- Lista de soldas (Welds);
- Lista de peças para corte (Cut piece list);
- Lista de spools (Spool list).

BOM annotations:
- Numbering: tipo de numeração das peças, que pode ser configurada para que se apresente em
forma de letras ou números.
- Enclosure type: tipo de moldura que irá envolver os números (numeração na lista de materiais)
dentro do desenho.
- Flanged prefixes: prefixos que aparecem nos itens Flanjes/Guarnições/Prisioneiros.
A opção show in isoplane faz com que o número das peças seja inserido no desenho no plano
isométrico acompanhando a tubulação.

Cada uma das demais listas podem ser configuradas nesta mesma página de modo similar à
configuração da “BOM”, demonstrada acima.

End connection annotations:


- Habilita/ desabilita o aparecimento das informações nas extremidades de uma linha, além de
apresentar a possibilidade de configuração do texto que é inserido quando a opção está
habilitada;

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 55


AutoCad – Plant 3D 2014

- Habilita/ desabilita o aparecimento das coordenadas absolutas do projeto nas extremidades de


uma linha;
- O prefixo das coordenadas X / Y / Z podem ser modificados. Os valores padrão são: E / N /
EL+.

Valve annotations:
Define se o tag das válvulas/válvulas de controle será inserido no isométrico.

Dimensions

As cotas inseridas nos isométricos são divididas em três categorias:


- End to end type dimension: cotas que amarram as extremidades e as quebras de direção das
linhas;
- String type dimension: cotas que amarram todos nos “Nodes” de cada componente. Torna o
desenho mais congestionado;
- Locating type dimension: Cotas de locação de componentes.

Cada tipo de componente possui 3 colunas que representam esses três tipos de cotas, então
individualmente avalia-se a necessidade do tipo de cota que cada elemento necessita para um
bom entendimento do isométrico, sem congestionamento de informações.

As válvulas são configuradas separadamente, e há a possibilidade de diferentes configurações


para diferentes tipos de válvulas:
Butt welded (válvulas para solda de topo);
Threaded (válvulas roscadas);
Socket welded (válvulas encaixe de solda);
Flanged ends (flanges cegos);
Compression ends (cap).

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 56


AutoCad – Plant 3D 2014

Dimensionamento das juntas:


As juntas podem ser encaradas de três formas nos desenhos:
- Incluir dimensão da junta à dimensão da válvula;
- Cotar as juntas separadamente das válvulas;
- Não exibir a dimensão das juntas e não adicioná-las à dimensão das válvulas.

Dimension stacking distance: é a distância entre a linha (tubulação) e a cota mais próxima.

Dimension offset distance: é a distância que a segunda cota ficará da primeira, a terceira ficará
da segunda, e assim subsequentemente.

Sloped and Offset Piping

Nessa página há a possibilidade de configuração da indicação de inclinação na tubulação.

Configuração do tipo de indicação de inclinação.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 57


AutoCad – Plant 3D 2014

Configuração da tolerância (em graus) para que a tubulação possa ser considerada inclinada.

Campo que possibilita a configuração da percentagem do triângulo de inclinação que será


hachurado e habilita/desabilita a cota que indica o ângulo da inclinação (cota indicada
abaixo).

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 58


AutoCad – Plant 3D 2014

A forma como as inclinações são indicadas pode ser modificada alterando os campos
abaixo.
Quando se altera a forma de representação, a imagem à direita é atualizada e apresenta um
“preview” de como será cotada sua tubulação em tais casos.

Title Block and Display

Ao clicar em “Setup title block”, abre a janela para configurar a folha do isométrico.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 59


AutoCad – Plant 3D 2014

A área preenchida com hachura:


- Verde é a área útil do formato (área utilizada pelo desenho);
- Azul é a área utilizada para inserção da lista de materiais;
- Vermelha cancela a área verde.

Ferramentas de configuração:

Draw area: determinação da área verde


No-Draw área: determinação da área vermelha
Area visibility: habilita a visualização das áreas (coloridas)

Esses botões inserem as respectivas listas

Em table setup, é possível alterar as configurações de cada tipo de lista.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 60


AutoCad – Plant 3D 2014

Em “Table type” é feita a troca entre as listas.


Em BOM layout template é possível escolher o layout da lista, que pode ser simplificada,
com todos os elementos do modelo, ou com os elementos subdivididos por categorias.
Ainda há a possibilidade de escolher as colunas que farão parte da lista. Caso necessite
adicionar outro campo à lista, clicar em “Add column...”.

Em settings:

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 61


AutoCad – Plant 3D 2014

“Sort BOM” modifica o sistema de ordenação da lista de materiais:


- Ascending Size: agrupa a lista do menor para o maior diâmetro;
- Ascending Description: agrupa a lista em função da descrição dos elementos.

A descrição pode ser o campo:


- Long description size;
- Long description family.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 62


AutoCad – Plant 3D 2014

Long description size é a descrição com todas as informações e o diâmetro.


Long description family é a descrição sem o diâmetro. Esse tipo de descrição é adotado
quando além do campo descrição a lista apresenta o campo size.

Além de configurar o formato da folha dos Isométricos, podemos configurar se as curvas e


cotovelos serão arredondados ou retos, e habilitar/desabilitar o aparecimento dos suportes
nos isométricos.

Escolher o diâmetro limite para diferenciação entre PIPPING e PIPPING SMALL BORE

“Place North arrow”

Posiciona a indicação de norte no desenho. Acima do símbolo do Norte, criar uma “No-
Draw Area” para que não haja sobreposição entre isométrico e o símbolo.

Iso Themes:

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 63


AutoCad – Plant 3D 2014

Utilizado para configurar o padrão de cotas, texto e os layers dos isométricos. Podem ser
criados novos layers ou alterar as configurações dos layers existentes: cor, espessura, tipo de
linha, etc.

Title Block Attributes:

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 64


AutoCad – Plant 3D 2014

Permite inserir no formato informações do projeto ou das tubulações que são preenchidos
automaticamente quando os isométricos são criados.
Caso haja necessidade de modificar o formato do isométrico, isso deve ser feito através
desse comando (editando o title block).

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 65


AutoCad – Plant 3D 2014

Configuração das plantas

Nessa página inicial há a possibilidade de alterar a configuração das linhas de centro nas
curvas. O programa apresenta duas opções que podem ser alternadas com um clique.

Para alterar o formato padrão é preciso clicar em “Setup title block”.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 66


AutoCad – Plant 3D 2014

Para configurar o formato padrão use o comando “Block edit” – (BED).

Para mais opções, clicar em:

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 67


AutoCad – Plant 3D 2014

Aqui é possível alterar os estilos de cotas, leaders, texto, o critério de classificação entre
PIPPING/SMALL BORE.

Os layers das plantas podem ser administrados de duas formas distintas:


- Usando a divisão do programa por categoria de componentes:
- Centerlines;
- Equipment;
- Existing centerlines;
- etc.
- Utilizando os layers do modelo 3D. Clicando na opção “Use 3D model layers”

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 68


AutoCad – Plant 3D 2014

5. P&ID

Interface
Criaremos um fluxograma de processo para nosso projeto e para isso iremos primeiramente
conhecer a interface e algumas funções e Palettes do P&ID.

Primeiramente devemos criar os arquivos onde trabalharemos, e nesse caso iremos separar
por área, conforme as áreas separadas no projeto anteriormente para mantermos uma
coerência. Dependendo do tipo ou da maneira que será executado o trabalho, poderíamos
criar um arquivo somente com as linhas referentes às tubulações, sem estarem interligadas a
equipamentos ou entre si, sem as características da planta, somente para criação de TAG.

Workspace
Antes de tudo, devemos selecionar o Workspace do P&ID de acordo com a norma que
utilizaremos. Para nosso projeto utilizaremos a simbologia da norma PIP.

Ao selecionar o Workspace desejado, irão aparecer na ABA Home todos os botões com os
comandos necessários para criação do nosso P&ID.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 69


AutoCad – Plant 3D 2014

Palette
No Tool Palette do P&ID temos as seguintes abas:

- Lines: É onde se encontram as linhas de tubulação e instrumentação.


- Equipment: É onde encontramos alguns equipamentos padrões.
- Valves: Nessa aba encontramos as válvulas mais utilizadas em alguns processos.
- Fittings: Encontramos alguns itens de tubulação que aparecem nos fluxogramas.
- Instruments: Encontramos alguns itens de instrumentação mais utilizados.
- Non-engineering: Nessa aba encontramos indicadores de fluxo, Tie-In, Miscelâneas e
“bandeirolas”.

Caso o Palette não esteja aparecendo, basta clicar com o botão direito do mouse sobre
qualquer aba e selecionar “Tool Palette Group” e escolher o Palette desejado. Em seguida
clique novamente com o botão direito sobre qualquer Ribbon e selecione “Show Related
Tool Palette Group”.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 70


AutoCad – Plant 3D 2014

Criando componentes no P&ID


Apesar da gama de componentes que temos em nossa
biblioteca sempre temos algum item ou equipamento
que não consta em nossos Palettes. Podemos, portanto,
criar equipamentos e componentes para que possamos
utilizar em nosso desenho.

Para isso deveremos ter um Bloco do equipamento ou


componente já criado, selecioná-lo e clicando com o
botão direito do mouse, vá até o ítem “Convert to
P&ID Object...”

Em seguida selecione a que classe se destina seu


componente ou equipamento.

Ao fazer isso, automaticamente o componente mudará


de cor, e irá adquirir o layer “Equipment”.

Se caso estiver criando um equipamento, para colocar


um bocal, basta chegar com uma linha até o
equipamento que automaticamente assumirá um bocal.
Outra maneira é adicionar um bocal ao equipamento é
selecionar um “Nozzle” que está na aba Fittings.

Para modificar o tipo de conexão, basta selecionar o bocal ou conexão que deseja alterar e
clicar no grip de substituição e alterar para o tipo de conexão desejado.

Layout de Equipamentos
Devemos montar nosso layout dos equipamentos para que possamos assim gerar nosso
fluxograma com as tubulações, válvulas, equipamentos e componentes. Iremos montar o
layout em dois arquivos (PID-001 e PID-002) da seguinte forma:

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 71


AutoCad – Plant 3D 2014

PID-001

PID-002

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 72


AutoCad – Plant 3D 2014

Roteamento no P&ID
Para executarmos o traçado das linhas de tubulação basta selecionarmos no Tool Palette o
tipo de linha que iremos desenhar de acordo com sua função. Podemos também clicar em
DRAW do grupo “Schematic Line” da aba home.

Ao fazer o roteamento das linhas, note que o próprio programa trata de


fazer as quebras de linhas necessárias quando do cruzamento das
mesmas.

Podemos fazer algumas edições na linha, como por exemplo


reversão de fluxo, inserção e remoção de GAP, inserção de
canto, dentre outras. Para isso basta clicar em Edit no grupo
“Schematic Line”, selecionar a linha que deseja alterar e fazer
a alteração conforme necessário.

Outra maneira de se fazer isso é selecionando a linha que


deseja fazer a edição, clicar com o botão direito do mouse, ir
até a opção “Schematic Line Edit...” e selecionar uma das
opções conforme lista ao lado.

Podemos também alterar o tipo de linha, selecionando a linha desejada, clicando com o
botão direito do mouse, selecionando a opção “Substitute...” e alterando para o tipo de linha
adequada .

Um dos passos mais importantes no P&ID é o agrupamento de linhas.


Devemos ter um cuidado especial no momento do traçado, pois quando formos “taguear” as
linhas, essas devem estar devidamente agrupadas de acordo com a maneira que foi
determinado o tagueamento. Caso contrario teremos um problema com os TAG’s.

Ao fazermos uma “derivação” de uma linha qualquer, essa nova linha assume as
propriedades da linha tronco. Se precisarmos separar essa linha que derivamos da linha
principal, devemos clicar em uma das opções do grupo “Line Group”.

- Select group: Seleciona as linhas do mesmo grupo.


- Make Group: Adiciona uma linha à linha desejada.
- Edit Group: Faz edições como adicionar ou remover linhas de um
agrupamento, adiciona o “line number” ou “serviço na linha”. Essas
últimas não precisamos nos preocupar, pois podemos alterá-las quando
formos taguear as linhas.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 73


AutoCad – Plant 3D 2014

Tagueamento

EQUIPAMENTOS.
Ao inserirmos um equipamento qualquer da nossa biblioteca, aparecerá uma tela para
informarmos seu TAG.

Podemos no momento da inserção do equipamento ou a qualquer momento informar seu


TAG. Para informar depois da inserção ou alterar o TAG de um equipamento copiado, basta
selecioná-lo e na janela “Properties” clicar em (...) do campo TAG, ou ainda clicarmos no
botão “Assign Tag” do grupo P&ID da aba home.

Quando um equipamento é copiado, este virá com o mesmo TAG seguido de (?). Por
exemplo: “T-001?”

No campo “Number” temos um botão de sequencia de TAG , que nos deixa tranquilos
quanto ao sequencial de equipamentos. Basta clicar neste botão que automaticamente o
equipamento assumirá o próximo número da sequencia. No caso do equipamento acima, seu
novo TAG será “T-002”.

Linhas
Para taguearmos as linhas, basta selecionarmos, depois de agrupadas corretamente, aderir a
umas das opções de tagueamento, como feito anteriormente para os equipamentos. Em
seguida aparecerá uma janela com alguns campos que serão preenchidos adequadamente.

Esses campos que aparecem podem ser editados conforme necessário, sem nos
preocuparmos com o que aparece na lista. Podemos assim colocar o número de campos a
serem preenchidos conforme o projeto ou exigências do cliente.

O número sequencial para as linhas são definidas pelo cliente ou por quem está projetando
no P&ID.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 74


AutoCad – Plant 3D 2014

COMPONENTES.

Para taguearmos componentes como válvulas, por exemplo, basta selecionarmos o item e
aderirmos a umas das opções de tagueamento, como feito anteriormente para os
equipamentos e linhas.

No campo “Number” temos um botão de sequencia de TAG , como no tagueamento de


equipamentos, mas esse segue uma sequencia que quem está tagueando deve se atentar com
um detalhe. Se clicarmos nesse botão algumas vezes, notamos que o número sequencial que
não foi aderido em alguma válvula é “pulado”, podendo assim ter uma válvula com TAG
“001” e a próxima válvula com TAG “005”, por exemplo.

Podemos verificar alguma inconsistência no desenho clicando em “Drawing Checker”.


Quando estivermos modelando nosso projeto, poderemos fazer a verificação de todos os
componentes, linhas e equipamentos que estão desenhados no P&ID com o modelo 3D.
Porém veremos isso mais adiante, onde voltaremos para usar o “Run Validation”.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 75


AutoCad – Plant 3D 2014

6. Spec Editor
O SPEC EDITOR é um programa que acompanha o pacote do Autocad Plant 3D, mas que
funciona independentemente.
Ao clicar-se no ícone do Spec Editor o programa é carregado e surge a janela de boas-vindas.
Nela encontramos os menus Spec, Catalog e Resources.

Uma boa forma de entender a relação entre Spec e Catalog é imaginar que Catalog é o catálogo
informativo do produto de fabricantes e Spec são tabelas e gráficos com especificações desse
produto, onde quem determina qual SPEC utilizar é o cliente.

Em Resources temos um manual de ajuda para o Spec Editor (Help), um link para acessar o site
da Autodesk com treinamento e ferramentas e arquivos para usarmos.

Criando uma Spec


Uma Spec pode ser criada a partir de uma existente ou do zero. Neste curso criaremos uma Spec
básica e didática do zero, com tudo que é necessário para criarmos nosso projeto, onde
selecionaremos os catálogos adequados de tubos e conexões e o catálogo de válvulas.
Para isso clique em “Create” na janela de boas vindas, ou em “New” na parte superior esquerda
do programa.

A seguir abrirá uma janela onde informaremos o nome da SPEC, local onde iremos salvá-la,
podemos colocar uma descrição e já selecionar um catálogo inicial onde selecionaremos
alguns componentes.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 76


AutoCad – Plant 3D 2014

Note que no canto superior direito temos três abas “Spec Editor”, “Branch Table Editor” e
“Catálog Editor”.

Podemos selecionar nossos componentes de duas formas. Uma delas é selecionar o catálogo
desejado e aplicar filtros na parte inferior do “Spec Editor”, como a seguir, e selecionar os
componentes conforme necessidade ou conforme pede a SPEC do cliente:

Outra maneira é ir até a aba “Catalog Editor”, selecionar o catálogo desejado e também aplicar
filtros na parte inferior do “Catalog Editor”, porém para adicionar o componente selecionado
deve-se clicar com o botão direito do mouse e selecionar a opção “Add to Spec”. A vantagem de
se criar a Spec pelo “Catalog Editor” é que conseguimos aplicar filtros por tamanho (SIZE) ou
família (FAMILIES).

Sabendo disso, já podemos selecionar os componentes para nossa SPEC:

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 77


AutoCad – Plant 3D 2014

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 78


AutoCad – Plant 3D 2014

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 79


AutoCad – Plant 3D 2014

Branches
Após selecionarmos todos os componentes exigidos pela SPEC, iremos preencher o “Branch
Table” clicando na aba “Branch Table Editor”. Os branches são as derivações que a tubulação
apresenta e pode ser feito de várias maneiras. Podemos fazer derivações da linha tronco com
conexões como um “T”, sendo reto ou de redução, com colar roscado, soldado ou de encaixe, e
ainda fazer derivação com “boca de lobo”.
Assim, devemos preencher corretamente a tabela para que não haja conflitos na inserção desses
componente.

A seguir temos outro exemplo da tabela de derivação:

Antes de preencher a tabela devemos criar uma legenda dos itens conforme SPEC.

Na aba “Branch Table Editor” clique em . Abrirá a seguinte janela:

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 80


AutoCad – Plant 3D 2014

Nesse momento daremos nomes aos componentes de derivação, que são tês, tês de redução,
colar de encaixe, soldado, roscado e derivação com boca de lobo.
Por fim a legenda das conexões ficará da seguinte forma:

Devemos colocar algumas informações como “Legend Symbol” e “Legend Name”, para nossa
facilidade no momento em que montaremos a tabela

O próximo passo é inserir os componentes na tabela


conforme pede a SPEC. Para isso devemos selecionar
o campo desejado, clicar com o botão direito do mouse
e escolher uma das opções, conforme montamos
anteriormente na simbologia.

Podemos também após a seleção do campo desejado,


selecionar o Branch Fitting na lista que fica na parte
superior da tabela:

Se o campo desejado tiver apenas um componente, basta selecionar o item específico. Caso o
campo tenha mais de um componente, depois de clicar como botão direito do mouse ou abrir a
lista do “Branch Fittings”, selecione a opção “Multi Branch Selection...”.
Abrirá a seguinte janela:

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 81


AutoCad – Plant 3D 2014

Na primeira coluna selecionamos os componentes que precisamos.


Na segunda e terceira coluna temos as informações que colocamos na legenda dos componentes
anteriormente.
Na coluna “Part Use Priority” aparece um numeral que será a ordem de prioridade de cada item
no momento da modelagem. A imagem acima mostra como prioridade um colar soldado e em
seguida uma boca de lobo como derivação. Podemos tomar como exemplo uma derivação de
uma linha tronco de DN8” para DN3” para a nossa SPEC.
Para selecionarmos vários campos de uma vez, temos que pressionar o “Ctrl” e os campos
desejados.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 82


AutoCad – Plant 3D 2014

Finalizando a Branch Table, podemos voltar na aba Spec Editor e notar que os componentes que
utilizamos na tabela mostram um ícone de na coluna “Branch In Use”.

Na mesma aba do “Spec Editor”, temos uma coluna que mostra a prioridade no momento da
montagem do modelo que é a “Part Use Priority”. Podemos escolher os componentes que
desejamos que sejam montados como Default.
Basta clicar no ícone para abrir a seguinte janela:

Nesse caso temos como prioridade o te de redução antes do te reto.


Apesar de termos essa opção de prioridade, não precisamos nos preocupar, pois conseguiremos
alterar o componente quando estivermos modelando. Ela é interessante para ganharmos tempo
na modelagem.
Para nosso curso, iremos selecionar todos os diâmetros pressionando o “Shift” e clicar em
“Mark as resolved”. Faremos isso para todos os componentes.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 83


AutoCad – Plant 3D 2014

Exportar e Importar
Podemos fazer uma tradução quando do pedido do cliente ou quando for necessário. Clicando
sobre os ícones conforme imagem a seguir, exportamos nossa SPEC e a importamos com as
alterações feitas.

Após alteração, iremos importar o arquivo alterado e aparecerá a seguinte janela:

As alterações efetuadas aparecerão destacadas para que seja feita a verificação. Podemos aceitar
ou rejeitar as alterações, conforme verificação.

Após isso, finalizamos nossa SPEC.

Catalog Editor
Abrindo a aba “Catalog Editor”, podemos verificar que temos alguns campos para editarmos as
informações dos componentes. Por ser algo que exige tempo e conhecimento, não somente de
sobre componentes, mas também do próprio software, nós não iremos abordar em nosso curso
essa fase. Porém, para conhecimento, é nessa página onde criaremos ou duplicaremos
componentes para editá-los e inseri-los em nossa SPEC caso não tenhamos o componente nos
catálogos do programa.
Podemos também, no momento em que abrimos o programa, criar um novo catálogo, e nessa
aba serão feitas todas as alterações a partir de componentes dos catálogos existentes no Spec
Editor.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 84


AutoCad – Plant 3D 2014

7. Tubulação

Interface
Criaremos um dois modelos em nosso projeto, interligados através de arquivos XRef,
juntamente com os modelos que já criamos de ESTRUTURA METÁLICA e
EQUIPAMENTOS, e para isso iremos primeiramente conhecer a interface e algumas
funções e Palettes do 3D Moldels.

Iremos utilizar os arquivos que criamos para as disciplinas, onde separamos por áreas de
atuação, nesse caso os arquivos TUB-001 e TUB-002.

Workspace
Selecionaremos o Workspace do 3D Piping.

Ao selecionar o Workspace 3D Piping, irão aparecer na ABA Home todos os botões com os
comandos necessários para criação do nosso modelo 3D.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 85


AutoCad – Plant 3D 2014

Palette
No Tool Palette do 3D Piping temos duas abas:

- Dynamic Pipe Spec: Onde se encontram todos os componentes da Spec selecionada.


- Pipe Supports Spec: É onde constam alguns suportes padrões da biblioteca do Plant.

Para selecionar a Spec que criamos, primeiramente devemos coloca-la na pasta de trabalho
do nosso projeto.

Siga até o caminho da Spec que criamos e copie dois arquivos:

Cole esses dois arquivos na pasta Spec Sheets na raiz de nosso projeto.
Após isso vá até “Spec Selector”, que fica no grupo “Part Insertion” e escolha a Spec que
criamos.

Note que no “Tool Palettes –


AutoCAD Plant 3D – Piping
Components” aparecem todos
os componentes que colocamos
em nossa Spec.

Da mesma forma que fizemos


na aula de P&ID, iremos fazer
nessa aula de modelagem.

Selecione todos os Palettes que


usaremos para agilizarmos
nosso trabalho:

- Project Manager;
- Tool Palette;
- External References;
- Layer;
- Properties;

Salve seu workspace.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 86


AutoCad – Plant 3D 2014

Roteamento

Alguns dos comandos que mais utilizaremos estão localizados no grupo “Part Insertion”.

Podemos fazer nossa rota com a linha tagueada de três formas:

- “Route New Line...”: Rota com nova linha, onde colocaremos um


TAG independentemente dos TAG’s criados no P&ID.

- “Show all line numbers”: Selecionaremos algum TAG que criamos


no P&ID.

- Unassigned: Rota sem TAG.

Em seguida, selecione o DN da tubulação e clique em “Route Pipe” para começar o


roteamento.
Essa é uma das maneiras de começar um roteamento.

Clique num ponto desejado no espaço arraste para qualquer direção e veja que aparecerá um
circulo orientativo para nossa rota, que iremos detalhar mais adiante. Caso não esteja
aparecendo, vá até o grupo “Compass” da aba home e habilite em “Toggle Compass”.

Outros comandos desse grupo que utilizaremos com frequência são:

Stub In: Utilizado para fazer boca de lobo. Para acioná-lo, basta clicar neste botão ou digitar
“ST” após ter selecionar “Route Pipe”.

Pipe Bends: Esse comando nos possibilita colocar um tubo dobrado no lugar de uma curva.
Porém irá contar como item em nossa lista de materiais.

Cutback Elbows: Nos possibilita cortar uma curva durante o roteamento na “angulação” que
desejamos. Para funcionar, o “ortho” deve estar desativado.

Custom Parts: Podemos com esse comando criar alguns itens que precisamos colocar em
nosso projeto, porém que não temos na Spec exigida pelo cliente, como por exemplo um
manômetro ou válvula específica.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 87


AutoCad – Plant 3D 2014

P&ID Line List: Este comando nos permite visualizar e inserir os itens desenhados no
fluxograma. A partir dessa inserção podemos ativar o workspace do P&ID para utilizarmos
o “Run Validate” e verificar a utilização dos itens inseridos no P&ID.

Spec View: Podemos visualizar os itens que inserimos em nossa Spec, caso gere alguma
dúvida durante a criação do projeto com relação à Spec. Podemos também inserir itens a
partir desse comando, porém não é tão prático quanto o Tool Palette.

Assign Tag: Para inserirmos Tag’s nas linhas basta acionarmos esse botão. Podemos
também colocar tag nas linhas selecionando o tubo desejado e clicando com o botão direito
do mouse, selecionar a opção “Assign Tag...” e taguear conforme fluxograma.

Com esse comando podemos transformar linhas em tubos, como seu próprio nome
diz.
Em alguns projetos, existe a necessidade de gerar rotas com um traçado em linhas
antes de gerarmos a tubulação em si, pois precisamos antes de tudo fazer os
cálculos para acharmos os DN das tubulações, e nesse caso gerar somente linhas
em 3D nos ajudaria em acharmos os comprimentos dos tubos. Para não termos um
retrabalho, podemos gerar primeiramente essas linhas. Em seguida simplesmente
selecionamos as linhas e convertemos para tubulação no DN que desejamos ou calculamos.

Nas opções do Compass, podemos habilitar ou desabilitar para que nossa


tubulação seja modelada no “Snap” desejado. Basta habilitar ou desabilitar
o botão “Toggle Snaps”, que contém um ímã.

Podemos habilitar e desabilitar também as marcas do “Compass” através do


botão “Toggle Tick Marks”.

Para as duas opções (Toggle Tick Marks e Toggle Snaps) podemos informar qual angulação
desejamos modelar nossa tubulação.
Para mudarmos o plano de roteamento, ainda com o “Route Pipe” acionado, pressionamos
“Ctrl” e clicamos com o botão direito do mouse até o “Compass” ficar no plano desejado.

Podemos gerar nossa rota numa determinada elevação.


Para isso basta colocar a elevação que desejamos modelar e fazer o
traçado.

Para não alterarmos a elevação que estamos trabalhando, clique em


“Toggle Elevation Snap”.

Ainda podemos escolher o ponto de conexão do tubo:


- TOP: Top of Pipe (topo do tubo).
- COP: Center of Pipe (centro do tubo).
- BOP: Bottom of Pipe (fundo do tubo).

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 88


AutoCad – Plant 3D 2014

Utilizamos o comando “Slope” para fazermos linhas inclinadas, ou fora


do plano. Informamos a inclinação proporcional e ativamos o botão
“Toggle Slope”.

Sabendo desses comandos, já podemos fazer o roteamento de nosso projeto.

Roteamento a partir de um equipamento


Abra o arquivo que contém um equipamento. Clique sobre qualquer parte desse
equipamento e verifique que em cada bocal surge o símbolo .
Para iniciar o roteamento de tubulações clique no símbolo e observe que a mesma
ferramenta Compass vista anteriormente aparece na tela. Podemos então gerar nosso
roteamento dessa forma.
Outra forma de fazermos o traçado é a partir de uma referência externa, como mostra a
seguir.

Roteamento a partir de referência externa


Nesta técnica não se modela a tubulação a partir de um equipamento, pois não aparece o símbolo
e sim através de uma referência externa. Para se trabalhar com essa forma de roteamento é
necessário ter-se um desenho como referência. Usaremos a estrutura e os equipamentos
modelados no curso, cada um em suas respectivas áreas.Para inserirmos uma referencia externa,
digite “XREF”, clique em “Attach DWG...”.

Na aba Home, grupo Part Insertion, selecione o tag da linha que iremos modelar, mas atente-se
em colocar o DN da tubulação de acordo com o fluxograma, porque o Plant não acusa erro de
diâmetro com relação ao P&ID, que é colocado um “TAG” à linha, ou seja, um nome.

Clique, então, no comando Route Pipe e aproxime o cursor do bocal que receberá a tubulação
até surgir a ferramenta de precisão “Center”. Clique e inicie o roteamento com o auxílio do
Compass.

Comandos auxiliares de roteamento


Durante o roteamento podemos alterar o diâmetro e a Spec da tubulação. Também podemos
selecionar uma inclinação e como será o componente quando da mudança de direção (cotovelo
ou tubo dobrado). Esses comandos auxiliares estão na linha de comando e também na guia
Home, grupo Part Insertion, como foi visto anteriormente.

Alterando diâmetro do tubo


Durante o roteamento, quando for necessário alterar-se o diâmetro do tubo, clique em SIZE na
linha de comando, ainda com o Route Pipe acionado, informe o novo diâmetro e continue o
roteamento. Automaticamente irá adicionar uma redução à linha.

Alterando a especificação do tubo


Quando for necessário alterar a SPEC do tubo, clique em Spec Selector e escolha a SPEC
desejado, durante o roteamento.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 89


AutoCad – Plant 3D 2014

Offset
Quando uma tubulação corre próximo a uma superfície horizontal ou vertical, pode-se definir
qual é essa distância e o Autocad Plant 3D irá posicionar a tubulação.
O comando Offset encontra-se na guia Home, grupo Elevation & Routing.

Inserção de componentes
Para inserir flanges, válvulas e outros componentes use a opção Dynamic Pipe Spec do Tool
Pallets.
Para rotacionar um componente clique em Plane na linha de comando.
Para inserir componentes que não estão no Tool pallets (instrumentos por exemplo) usar
comando Custon Parts, no grupo Part Insertion, como dito anteriormente.

Visibilidade
Durante o roteamento, a estrutura, os equipamentos ou mesmo as tubulações
podem se tornar dificultadoras do processo de modelagem. Quando isso acontecer
pode-se ocultar o componente em questão através do comando Hide Selected
localizado na guia Home, grupo Visibility.

Para ocultar um componente selecione o comando Hide Selected e clique sobre o componente a
ser ocultado. Para finalizar tecle ENTER.

Para apenas um componente visível na área gráfica, clique sobre ele e depois em Hide Others.
Para tornar o componente visível selecione o comando Show All.

Para verificar se a tubulação esta conectada, clique em “Toggle Disconnect Markers”.

Para visualizar a tubulação com isolamento, basta clicar no botão “Toggle Insulation Display”.

Para visualizar a solda feita na tubulação com mais ênfase, basta clicar no botão “Toggle Weld
Display”.

Para visualizar itens, “Placeholder” basta selecionar “Toggle Placeholder Display”.

Para visualizar todos os componentes que “escondemos”, basta clicar em “Show All” que
aparecerão novamente.
Tome cuidado para não movimentar equipamentos e linhas com algum item desligado.

Outro símbolo que pode estar presente é o de EXCLAMAÇÃO (Exclamation Mark). Sempre
que aparecer a exclamação amarela pode haver um “erro” no modelo. Ela pode indicar, por
exemplo, quando o diâmetro ou SPEC do flange e do tubo são incompatíveis.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 90


AutoCad – Plant 3D 2014

Simbolo
Nome do Grip Descrição
do Grip
Inicia ou continua o roteamento da tubulação.
Grip de Continuação
Pode-se também fazer uma derivação.

Define a elevação da tubulação. Para navegar


Grip de Elevação
pelas elevações basta teclar “TAB”

Grip de Rotação Rotaciona os componentes.

Grip de Flip Inverte a direção do componente.

Exibe uma lista dos componentes compativeis


Grip de Substituição com o item selecionado, para permutar
conforme necessidade.

Grip de Movimentação Move o componente para a posição desejada.

Parafusos e junta de vedação


Para alterar a junta de vedação (Gasket) ou o parafuso (Bolt Set) de um componente, selecione
“Ctrl” e clique sobre um dos itens. Verifique que os GRIPS ficam amarelos. Clique sobre o
GRIP Substitute Part e escolha a nova junta ou parafuso.

Nomeando rotas
Para geração de desenhos isométricos é necessário que a linha (ou rota) tenha um nome. Isso é
feito com o comando Route New Line, na guia Home, grupo Part Insertion, campo Line Number
Selector, como visto anteriormente, porém utilizaremos a lista de TAG’s que temos do P&ID.
Podemos também criar um TAG sem ter o fluxograma. Para isso selecione o comando Route
New Line e na janela que se abre informe o número da linha. Informe também o diâmetro e a
Spec. Para finalizar clique em Assign.
Para linhas que não foram nomeadas no momento de sua criação, não é necessário excluí-la e
roteá-la novamente. Siga o procedimento a seguir:
- Selecione todos os componentes da linha clicando sobre cada um;
- Abra a caixa de propriedades clicando com o botão direito do mouse sobre a área gráfica. No
menu contextual escolha “Assign Tag...”;
- Informe o número da linha e clique em Assign.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 91


AutoCad – Plant 3D 2014

Suportes para a tubulação


Para se inserir suportes na linha roteada use o comando Create Supports.
Se não houve suporte adequado podemos modelar o suporte no Autocad 3D e inseri-lo em nosso
modelo através do comando Convert Supports.
Para inserir suporte para tubulação utilize a opção Pipe Suports Spec do Tool Pallets.
Modificar suporte significa transladá-lo ou rotacioná-lo. Essa modificações são realizadas pelos
GRIPS.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 92


AutoCad – Plant 3D 2014

8. Data Manager

Durante a elaboração do modelo 3D forneceu-se uma grande quantidade de informações para o


sistema. Foram informações sobre a estrutura, os equipamentos e sobre a tubulação e seus
componentes. Também gerou-se desenhos isométricos e desenhos ortográficos.
Para gerenciar essas informações o Autocad Plant 3D possui o Data Manager, isto é, um
gerenciador de informações. Essas informações podem ser agrupadas para se gerar relatórios
para as mais diversas finalidades.

Há várias maneiras de se iniciar o Data Manager. A mais imediata é clicar no ícone presente na
guia Home, grupo Project.
Com o Data Manager aberto verifica-se três opções gerenciamento:
- Current Drawing Data: Planilha informações do arquivo aberto;
- Plant 3D Project Data: Planilha informações de todos os arquivos pertencentes ao do projeto;
- Project Reports: Podemos extrair algumas informações a partir deste comando;
Na janela do lado esquerdo tem-se as pasta Piping and Equipaments e Steel Structure. Clicando
no sinal [+] a pasta se expande e seleciona-se o item que se deseja analisar. Na janela da
esquerda visualiza-se todas as informações sobre esse item.

Localizando
O Data Manager apresenta duas formas de localização:
- Visualização de um componente do Data Manager: ativer o Zoom On, selecione um
componente e leve o cursor do mouse para primeira coluna. Com o cursor em forma de lupa, ao
clicar sobre o ícone de linha selecionada o Data Manager traz o componente para área gráfica;

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 93


AutoCad – Plant 3D 2014

- Visualização dos dados de um componente: com o Data Manager aberto e o toogle Show
Selected Items ativo, clique sobre um componente do modelo e o Data Manager mostrará as
informações desse componente.

Alterando informações
O Data Manager pode ser utilizado para inserir ou alterar informações sobre os
componentes.
Para inserir ou alterar informações clique sobre a célula desejada e digite a informação
que deseja alterar. Pode-se utilizar as teclas de atalho CTRL C e CTRL V para copiar e
colar informações nas células.

Exportando informações
Todos os dados desejados podem ser exportados para o Excel. Para isso clique no comando
Export do Data Manager.

Na janela Export Data há duas opções para exportação. No “Active node and all child nodes”
exporta-se tanto os os dados visíveis no Data Manager assim como os que estão ocultos. No
“Active node only” exporta-se somente os dados visíveis no Data Manager.

Filtros
Para utilizar o filtro, clique com o botão direito do mouse sobre o título de uma coluna da
planilha de informações do “Data Manage”. Na janela que se abre informe o filtro no campo
“Filter for” utilizando a seguinte convenção:

Exemplo Descrição da Operação


= igual = 10 Mostra somente resultados iguais a 10
<> Não igual <> 10 Mostra somente resultados diferentes de 10
> Maior que > 10 Mostra somente resultados maiores que 10
< Menor que < 10 Mostra somente resultados menores que 10
>= Igual ou Superior >= 10 Mostra somente resultados maiores ou iguais a 10
<= Igual ou Inferior <= 10 Mostra somente resultados menores ou iguais a 10
Like - Busca de um padrão
Is null Is null Mostra células vazias
Is not null Is not null Mostra células não vazias

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 94


AutoCad – Plant 3D 2014

Após a aplicação do filtro os dados são analisados e/ou exportados. Ao término da análise o
filtro deve ser retirado através do comando “Remove filter”.

Classificação
Para classificar dados, clique sobre o título de uma coluna.
Verifique que surge uma seta. Clicando nessa seta os dados são classificados em ordem
crescente ou decrescente.
Para auxiliar na análise de dados colunas podem ser ocultadas (Hide) e congeladas (Freeze).
Para se ocultar todas as colunas em branco clicar em Hide Blank Column.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 95


AutoCad – Plant 3D 2014

9. Ferramentas de geração de isométricos

A ribbon Isos apresenta as ferramentas de geração de isométricos e ferramentas para inserir


informações adicionais nas linhas.

Quick Iso
Ferramenta que possibilita selecionar os elementos no modelo 3D e criar um isométrico com as
partes selecionadas.

Production Iso
Ferramenta usada para gerar os isométricos respeitando os tags das linhas no modelo 3D.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 96


AutoCad – Plant 3D 2014

Na janela que abre, deve-se escolher o padrão de isométricos em que serão gerados os desenhos,
o número da revisão, e as linhas que serão geradas (em Line Numbers).

Ao clicar em “advanced” temos algumas possibilidades:


- Nível de congestionamento;

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 97


AutoCad – Plant 3D 2014

O isométrico de uma linha com muitas informações, quando gerada com alto nível de
congestionamento, pode ficar difícil de ser interpretado. Caso haja esse problema, gerar a linha
novamente com nível mais baixo de congestionamento.

- Ignore break points from model;


Ignora os pontos de divisão do isométrico, inseridos no modelo 3D.

- Ignore Iso annotations from model;


Ignora as informações (textos) que foram inseridas no modelo 3D.

- Reverse Iso start and end points;


O ponto que seria o inicial e estaria na folha 01 do isométrico, agora será o ponto final e estará
na última folha.

- Override default North Arrow direction.


Comando usado caso seja necessário gerar um isométrico com a orientação do Norte diferente
das demais linhas.

Export settings:
Ao gerar o DWG, pode-se também gerar uma lista de materiais individual por isométrico nos
formatos (.xlsx/.xls/.txt/.csv), e um arquivo “.PCF”.
Os arquivos PCF são arquivos que mantém todas as informações das linhas. Pode ser importado
em outros programas e podem ser utilizados para gerar os isométricos em outras máquinas.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 98


AutoCad – Plant 3D 2014

A divisão das folhas podem ser alteradas para respeitar mudanças de:
- Line number (alteração de linhas -> definição padrão)
- Service (fluido)
- Spec (especificação técnica de materiais)
- Nominal Diameter (diâmetro)
- Material (material das peças)

A opção force Iso onto one sheet, procura o maior nível possível de congestão para os desenhos.
Algumas vezes isso pode dificultar a interpretação dos desenhos.

PCF to Iso
Ferramenta utilizada para transformer um arquivo pcf em um desenho.

Iso message
Ferramenta que possibilita a inserção de notas em pontos específicos que são reproduzidas nos
desenhos 2D. Essas notas podem estar amarradas à tubulação com cotas ou não.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 99


AutoCad – Plant 3D 2014

Floor symbol
Ferramenta que possibilita inserir um símbolo de piso na tubulação quando esta ocupar mais de
um nível dentro de um ambiente industrial.

Flow arrow
Ferramenta que possibilita inserir o símbolo de fluxo no modelo para que este seja reproduzido
nos desenhos 2D.

Ao inserir o símbolo no modelo 3D ele informa o sentido de fluxo. Caso necessário há a


possibilidade da reversão do fluxo. Ao inserir o programa solicita a confirmação do sentido.
Caso estiver correto digitar “A/ENTER” (accept), caso não esteja digitar “R/ENTER” (reverse).

Insulation symbol
Ferramenta que permite inserir o símbolo de isolamento térmico para que este seja reproduzido
nos desenhos 2D.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 100


AutoCad – Plant 3D 2014

Location point
Insere um ponto de locação no modelo para que este seja reproduzido nos desenhos 2D.

Break point
Ferramenta que permite a divisão das folhas do isométrico em pontos específicos determinados
pelo usuário do programa.

PCF export
Ferramenta usada para exportar e compilar as informações de uma linha em um arquivo “.PCF”.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 101


AutoCad – Plant 3D 2014

10. Geração de plantas


O comando responsável pela criação das plantas está na Ribbon “Home”.

Você pode criar uma vista em uma planta existente, ou pode criar uma nova planta.
Quando criada a planta, ela abre o modelo do qual será extraídas as informações e ao redor dele
cria um cubo. Esse cubo representa os limites da planta tanto em X e Y como em Z.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 102


AutoCad – Plant 3D 2014

A face do cubo que está vermelha pode ser alterada e representa qual a vista que será extraída

Ferramentas para geração de plantas

Com a ferramenta à esquerda podem ser alterados qual o tipo de vista que será gerada.
(Front/Back/Left/Right/Top/Back)

Com a ferramenta à direita podem ser gerados cortes em desvio. Para criar o desvio basta clicar
no botão e em uma das arestas do cubo e depois movimentar as faces do cubo para gerar o corte
desejado conforme as figuras abaixo.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 103


AutoCad – Plant 3D 2014

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 104


AutoCad – Plant 3D 2014

Caso para gerar sua planta/vista você necessite carregar mais de um desenho (DWG), você deve
clicar no botão “3D model selection”, e selecionar os desenhos necessários.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 105


AutoCad – Plant 3D 2014

A configuração do cubo para geração de vistas pode ser salva para ser utilizada posteriormente.
Utiliza-se os comandos:
- Load Ortho Cube;
- Save Ortho Cube.

Configurações para geração de plantas:

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 106


AutoCad – Plant 3D 2014

Hidden Line Piping


Essa é a opção padrão quando se cria uma planta. Com essa configuração as tubulações que
estiverem atrás de uma parede, ou um piso, serão apresentadas tracejadas.
Clicando nesse botão outras duas opções podem ser escolhidas:
- No Hidden Lines: Nenhuma linha aparecerá como tracejada;
- All Hidden Lines: Não somente as tubulações ocultas serão tracejadas como também qualquer
aresta não visível dos elementos 3D do desenho.

Matchlines
Habilita/desabilita em sua vista uma linha traço dois pontos que demonstra o limite de desenho.

Cut Pipe Symbols


Habilita/desabilita o símbolo de tubo seccionado quando seu cubo cortar alguma tubulação.

Escalas

Neste campo pode-se alterar a escala da vista.


Para criar uma nova escala, o usuário deve ir ao layout, clicar duas vezes dentro de uma
viewport, desprotegê-la caso esteja protegida e clicar no botão “Custom”.

Configurar a descrição e a proporção (redução/ampliação) da nova escala.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 107


AutoCad – Plant 3D 2014

Após configurar a vista o próximo passo é cria-la efetivamente.

Edição de plantas

New View
Comando utilizado para criar uma nova vista em seu desenho.

Adjacent View
Cria uma vista adjacente utilizando a mesma configuração da vista selecionada.

Edit View
Permite a edição das vistas já criadas.

Update View

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 108


AutoCad – Plant 3D 2014

Quando o modelo 3D é atualizado, as vistas não são atualizadas automaticamente, porém,


clicando nesse botão e posteriormente clicando na vista, ela é atualizada.

Delete View
Deleta a vista selecionada.

Plant Object Tools

Ao selecionar a ferramenta e clicar em um componente de sua vista, o programa irá abrir o


DWG que contém o elemento 3D e direcioná-lo para a peça que foi selecionada.
“Pipe Gap Tool”: Ferramenta utilizada para criar uma descontinuidade nos tubos afim de
demonstrar algum elemento em um nível inferior. Clica-se na ferramenta, depois no tubo
desejado. Para acertar a distância em que ficarão as duas extremidades basta selecionar os
símbolos de secção e movê-los à posição desejada. Feito isso, clique em “Update View”.

Annotation

O sistema de cotas é similar ao AutoCAD. A diferença fica por conta da ferramenta “Ortho
Annotate”, que extrai as informações do modelo 3D.
“Para saber quais tipos de informações são possíveis de se extrair do modelo, clicar no botão
“Ortho Annotate”, clicar em um tubo, digitar “?” e depois clicar em ENTER. Apertando F12
a caixa de diálogos se ampliará e estarão listados os padrões de cotagem.
Para cotar clicar no botão “Ortho Annotate”, clicar no elemento desejado, digitar o padrão
de cota escolhido e clicar em ENTER.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 109


AutoCad – Plant 3D 2014

11. Report Creator

O Report Creator é um software que acompanha o Autocad Plant 3D. Ele permite analisar os
relatórios padrão, criar relatórios a partir dos existentes ou criar um relatório a partir do zero.
O Report Creator também permite formatar textos, inserir figuras, inserir marca d’água, pre-
visualização e impressão do relatório.

Iniciando
Para iniciar dê um duplo clique no ícone do programa. Abre-se a caixa de dialogo Report
Creator.

Para carregar as informações de um projeto clique no campo Project. Escolha a opção Open e
informe o caminho.
No campo “Report Configuration” seleciona-se o tipo de relatório. Temos as seguintes opções:
- New: para criar um relatório novo;
- 3D Part
- Drawinglist
- Equipamentlist Extended
- Equipamentlist
- Instrumentationlist
- Linelist
- Pump Spec Sheet
- Valvelist

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 110


AutoCad – Plant 3D 2014

No campo Data Source informamos se usaremos os dados do projeto (Project Data) ou dados de
arquivos específicos (Drawing Data). Para opção Drawing Data marcar qual (ais) desenho (s)
será (ão) utilizado (s).

Para visualizar o relatório clique em “Preview”.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 111


AutoCad – Plant 3D 2014

Para voltar ao Report Creator clique no ícone .

Configurando relatórios
Para configurar relatórios clique em “EDIT...”
para abrir a caixa “Report Configuration”.
No campo “Report Configuration” selecione o
relatório que será configurado.

Em Query Edit define-se quais parâmetros estarão disponíveis para inserção no relatório.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 112


AutoCad – Plant 3D 2014

Clicando-se em “Edit Report Layout” abre-se o Report Designer onde é possível configurar-se o
relatório. É possível configurar tamanho e cor de texto, posição do texto no relatório, quais
informações estarão presentes, classificar em ordem crescente ou decrescente, entre outras.

No campo “Output Type” tem-se as seguintes opções:

- One report / project: será gerado um relatório com o número de folhas necessárias;
- One report / drawing: será gerado um relatório com a mesma quantidade de folhas que a
quantidade de desenhos no projeto. Assim, se o projeto tem 5 desenhos, o relatório terá 5 folhas;
- One report / object: será inserido um objeto por folha. Assim, se o projeto tem 100 objetos, o
relatório terá 100 folhas.
No campo Target informa-se o formato em que o relatório será salvo no dispositivo de
armazenamento.
No campo “Export File Path” informa-se onde o relatório será salvo. Clique em “...” para
informar o caminho. Nesse campo podemos incluir alguns códigos para informar quais dados
serão salvos junto com o arquivo. Para conhecer os códigos clique em .

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 113


AutoCad – Plant 3D 2014

Também é necessário informar como será executada a gravação do arquivo no dispositivo de


armazenamento. As opções são:
- Overwrite existing file: sobrescreve o arquivo;
- Show options when Printing / Exporting: exibe um caixa de diálogo quando o relatório é
exportado;
- All reports in one file: todos os relatórios ficarão em um mesmo arquivo.

Criando um relatório
A criação de um relatório pode partir do zero ou de um relatório existente.
Para criar um relatório clique em NEW no campo “Report Configuration”, na caixa de dialogo
“Report Creator”. "
Na caixa que se abre marque a opção desejada e clique em “OK” para abrir o “Report Designer”.

A criação de um relatório pode partir do zero ou de um relatório existente.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 114


AutoCad – Plant 3D 2014

12. Navisworks
O navisworks é um programa da Autodesk desenvolvido como ferramenta de visualização e
verificação de projetos. Nele podemos importar os desenhos do AutoCAD Plant 3D para validar
o projeto e realizar apresentações a clientes.
O programa possui estrutura similar ao AutoCAD Plant 3D de modo que suas ferramentas estão
divididas em “Ribbons”.

Adicionando desenhos

Na Ribbon Home, A ferramenta “Append” é responsável pela inclusão de informações ao


arquivo do navisworks (.nwd/.nwf). Ao clicar no botão, uma janela aparecerá para que sejam
escolhidos os desenhos a serem inseridos no modelo. Além de arquivos DWG o navisworks
suporta diversas outras extensões de arquivos provenientes de diversos outros programas.

Visualização
Na aba Viewpoint temos:

O programa propõe dois tipos de visualização:


- Ortográfica
- Perspectiva
A visão Ortográfica se apresenta de forma similar a uma perspectiva isométrica, respeitando
as dimensões reais sob qualquer ponto de vista.
A visão perspectiva amplia o campo de visão facilitando a navegação. O campo de
visualização pode ser configurado, e representa o ângulo de visão do observador.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 115


AutoCad – Plant 3D 2014

Esses são os tipos de visualizações que o programa permite o usuário escolher.

Esse comando “Enable Sectioning” permite que o usuário crie uma secção ou um cubo de
visualização para facilitar a visualização de componentes que estejam em locais muito
congestionados ou dentro de um edifício, etc.

Após escolher utilizar o cubo ou o plano de secção, deve-se manipulá-lo para atingir a
visualização desejada.
As opções são:
- mover;
- rotacionar;
- ampliar/reduzir;
- ajustar a um objeto selecionado (FIT).

Quando a ferramenta não for mais necessária, clicar novamente em “enable sectioning” que
o plano/cubo será removido.

Selection tree
Selection tree é a estrutura que apresenta os desenhos que estão anexados ao modelo. Cada
desenho fica subdividido em função dos layers em que estão os componentes dentro do
DWG.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 116


AutoCad – Plant 3D 2014

Ferramentas de seleção

Acima algumas ferramentas de seleção:


- A seta branca à esquerda seleciona um objeto específico
- A seta com retêngulo tracejado cria uma caixa de seleção que seleciona os elementos que a
caixa englobar;
- Select All: seleciona todos os componentes;
- Select None: Desfaz a seleção;
- Invert Selection: Inverte a seleção.

Visibility
Dentro do programa há ferramentas que permitem ocultar elementos.

Hide: Oculta o elemento selecionado;


Hide unselected: Oculta todos elementos exceto os que estiverem selecionados;
Require: Obriga o objeto a se manter visível durante a visualização interativa;
Unhide All: Torna todos os objetos visíveis.

Properties

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 117


AutoCad – Plant 3D 2014

Habilitando a caixa de propriedades você tem acesso às informações contidas nas peças,
conforme exemplo abaixo:

O objeto selecionado é um tubo

Measure

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 118


AutoCad – Plant 3D 2014

São ferramentas de inspeção da tubulação


O programa apresenta as coordenadas do ponto inicial e final em X/Y/Z, então devolve a
diferença (delta) também em X/Y/Z.

Comments
Para ser utilizado como ferramenta de revisão de projetos, o navisworks apresenta uma
ferramenta que salva um vista e adiciona comentários (correções a serem feitas, novo
encaminhamento de tubulação, notas para remoção de componentes, etc.)

Para criar um comentário, clicar no botão “ADD TAG” , em seguida clice no ponto alvo do
comentário e depois no ponto em que será colocado o TAG (número sequencial) do
comentário.
Feito isso, o comentário é registrado na caixa de diálogo que aparece.
Os comentários tem Status (registro de histórico) e podem ser classificados como:
- New;
- Active;
- Approved;
- Resolved.

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 119


AutoCad – Plant 3D 2014

Ao usar as ferramentas “Redline” podem ser adicionados ao comentário desenhos ou textos

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 120


AutoCad – Plant 3D 2014

Para acessar esses comentários abrir a Ribbon Viewpoints, clique no botão destacado e
aparecerá uma aba como nome “ Saved Viewpoints” em que constará o tag do seu
comentário.

Ao clicar duas vezes sobre ele, o programa será redirecionado para ao ponto de vista em que
estava quando o tag foi criado.

Se clicar em “View Comments”, será possível visualizar o comentário.

Navegação

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 121


AutoCad – Plant 3D 2014

A navegação dentro do programa pode ser feita de duas maneiras.


- Fly;
- Walk.

Em Fly, o programa simula a sensação de estar dentro de um avião, que é controlado com o
mouse.

Em Walk, o programa simula a sensação de estar caminhando através do ambiente 3D.

Ainda podem ser adicionados os efeitos de visualização em terceira pessoa, efeito da


gravidade, colisão e Crouch (em terceira pessoa, o avatar abaixa perante um obstáculo em
que colidiria a cabeça).

Fone: (11) 4121-6166 Reprodução Proibida Pág.: 122