Anda di halaman 1dari 1

CONSTRUÇÃO POLÍTICA DOS DESASTRES COM BARRAGENS

As barragens em geral e as de rejeitos de mineração são artefatos tecnológicos de alto


risco e, portanto objeto de uma política governamental específica que, em principio deve
ter como meta não só adotar medidas preventivas que evitem os acidentes, mas também
mitigar e adaptar-se os efeitos dos acidentes.

O PROJETO CONSTRUÇÃO POLÍTICA DOS DESASTRES COM BARRAGENS é uma


iniciativa que visa contribuir com o aperfeiçoamento da politica brasileira de barragens,
processando as evidências a partir da perspectiva da Nova Economia Institucional
(Ambiental) e da Análise Econômica do Direito.
.
O projeto tem como foco a experiência do Brasil, incorporando em seguida os principais
países mineradores.

Os objetivos são: i) levantar e sistematizar a legislação brasileira (e dos principais países


mineradores) dedicada a segurança das barragens, ou seja, o ambiente institucional que
agasalha os referidos artefato e que é em última instância a materialização das politicas
governamentais voltadas a (in)segurança das barragens do Brasil e dos principais países
mineradores.; ii) ) Extrair a lógica subjacente dos mecanismo de incentivo e desincentivo
não só as ações preventivas, mas também as ações de adaptação e de mitigação aos
desastres iii) Elaborar “revisões bibliográficas sistemáticas” na literatura técnica para
identificar lacunas a ser preenchidas, e, por fim iv) Produzir uma série de Position Paper
e Policy Paper focado na alteração dos mecanismos de incentivos embutidos na
legislação, como uma contribuição ao aperfeiçoamento da nossa política de barragens de
forma a torná-la mais eficiente e eficaz.