Anda di halaman 1dari 2

Plano de Aula: Apelação - Procedimento do Tribunal do Júri

PRÁTICA SIMULADA III (PENAL) - CCJ0149


Título
Apelação - Procedimento do Tribunal do Júri

Número de Aulas por Semana

Número de Semana de Aula


12

Tema

Apelação

Objetivos

O aluno deverá ser capaz de:

 Identificar no caso concreto o direito do recorrente e a forma de garanti -lo através da


impugnação da sentença;

 Compreender que para cada decisão judicial interlocutória ou de mérito, haverá um meio de
impugnação próprio.

Redigir a peça processual de interposição e suas razões, direcionando ao órgão julgador


competente.

Estrutura do Conteúdo

Recurso de apelação - art. 593, I do CPP. Pressupostos, requisitos, prazos.

Aplicação Prática Teórica


George foi pronunciado, na forma do art. 413 do CPP, pelo crime previsto no art. 121, § 2º, II do CP, por
em tese ter matado a vítima Leonidas Malta em uma briga na saída da boite TheNight.

O processo tramitou regularmente na primeira fase do procedimento , com designação de AIJ para o dia
11 novembro de 2015, tendo sido o acusado pronunciado no dia 2 de março de 2016. Assim, o
julgamento em Plenário ocorreu efetivamente no dia 9 de dezembro de 2016.

Após a oitiva das testemunhas arroladas para o julgamento em Plenário, como tese defensiva, o
acusado, orientado por seu advogado, optou por exercer a garantia constitucional prevista no art. 5º, LXIII
da CRFB/88.

Em sede de debates orais o MP sustentou a acusação nos limites da denúncia, sendo certo que a defe sa
técnica sustentou a tese de legítima defesa e a ausência de provas nos autos que comprovassem o que
fora sustentado pela acusação.

Em réplica, o ilustre membro do Parquet apontou para o acusado e sustentou para os jurados que “se o
acusado fosse inocente ele não teria ficado calado durante o interrogatório, que não disse nada porque
não tem argumentos próprios para se defender e que, portanto, seria efetivamente o responsável pela
morte da vítima, pois, afinal, quem cala consente”. A defesa reforçou seus argumentos de defesa em
tréplica, contudo, George foi condenado pelo Conselho de Sentença e o Juiz Presidente fixou a
reprimenda estatal em 15 anos de reclusão em regime inicialmente fechado por homicídio qualificado por
motivo fútil (art.121, §2º, II, CP).

Na condição de advogado de George, adote a medida cabível para impugnar a decisão utilizando todos
os argumentos cabíveis, e indique o último dia do prazo.