Anda di halaman 1dari 2

PATRICK, Darrin. O plantador de igreja: o homem, a mensagem, a missão.

Tradução de Daniel Hubert Kroker. São Paulo: Vida Nova, 2013. 304 p.

Resenha do livro “O plantador de igreja: o homem, a mensagem, a


missão”

Tese
O plantador ou pastor de igreja precisa ser um homem alcançado
pelo evangelho e que sirva a igreja pelo poder do Espírito Santo, que acredita
nas boas novas como a verdadeira história da humanidade e as prega
fielmente e que vive a missão de Deus em comunidade, com o amor, a
contextualização e o cuidado necessários para transformar a cidade.

Implicações da tese
- Em meio a uma sociedade de “homeninos”, o plantador ou pastor
de igreja precisa ser resgatado pela mensagem que proclamará, chamado pelo
próprio Deus de forma clara, qualificado pelo Espírito com o caráter de Jesus,
dependente de Deus ao viver uma espiritualidade profunda, habilidoso através
ofícios de Cristo, com um coração disposto a cuidar das ovelhas e determinado
a usar seu tempo com sabedoria e atual de forma holística.
- O plantador ou pastor de igreja precisa crer que o evangelho é uma
declaração pública de boas novas para toda a humanidade, uma mensagem
que salva o pecador da ira de Deus e lhe traz benefícios eternos, um anúncio
baseado na centralidade de Jesus na Escritura que combate as ideologias no
nosso tempo, uma mensagem que revela a ofensa a Deus contida no pecado e
que destrói os ídolos do nosso coração.
- O plantador ou pastor de igreja vive a missão de Deus que está
sensível e se compadece dos que sofrem, leva a igreja a viver a missão vista
em Atos de plantar igrejas, se preocupa em contextualizar tanto as boas novas
como o desafio de se arrepender da idolatria cultural, vive o amor ao próximo e
a satisfação das necessidades da comunidade e se engaja no cumprimento do
mandato cultural e na esperança de transformar a cidade.

Aplicações para vida e ministério


- É necessário buscar a maturidade necessária para não viver a
postura de “homenino” vista em nossa cultura, buscando viver o caráter de
Cristo que é modelo do homem perfeito, vivendo a transformação do evangelho
pregado, estando certo do chamado, dependendo de Deus para viver o
ministério de forma eficaz, buscando as habilidades inspiradas nos ofícios de
Cristo, um coração pastoral e determinado a enfrentar a realidade e usar o
tempo com sabedoria.
- É fundamental ter um conhecimento claro do evangelho, de forma
que ele seja uma narrativa histórica e transformadora para o plantador ou
pastor de igreja, uma mensagem que traz salvação ao pecador, centrada no
assunto fundamental da Bíblia, que é Cristo, que denuncia o pecado e destrói
os ídolos do coração.
- É imprescindível viver a missão do próprio Deus que se
compadece das pessoas, vive uma comunidade transformada que busca agir
como o modelo de Atos, contextualização tanto sua mensagem de boas novas,
quanto a denuncia ao pecado, demonstra o cuidado com o necessitado e
busca ser benção no contexto onde está inserida.