Anda di halaman 1dari 11

Respostas às Questões sugeridas no Livro de História no Fim da cada Capítulo.

 Más condições de vida de grande parte da população.


 Ultimato daGrã-Bretanha.
 O regicídio que levou D. Manuel II a ser declarado rei, sem estar preparado para governar.

2 Indica o Interesse das Potencias Europeias em África


Os europeus tinham interesse em África porque este continente possuía muitas
matérias-primas necessárias às fábricas europeias e era ainda em África que alguns
países europeus vendiam os seus produtos.
A Grã-Bretanha, a França e a Alemanha pretendiam ocupar territórios em África para
se apoderarem de riquezas, como cobre, diamantes, ouro, marfim.

3 Relaciona a Conferência de Berlim com Mapa Cor-de Rosa


Em 1884-85, realizou-se a Conferência de Berlim, tendo ficado decidido que os
territórios eram de quem os ocupasse efetivamente, não importando quem os tivesse
descoberto. Esta decisão prejudicou Portugal que procurou ocupar alguns territórios
entre Angola e Moçambique.
O governo português apresentou o Mapa cor-de-rosa, onde assinalava os territórios a
que se achava com direito.
4 Reação dos Ingleses A Grã-Bretanha, que também pretendia alguns desses
territórios, enviou um ultimato ao governo português. Portugal acabou por ceder.

Quando Portugal recebeu um ultimato da Grã-Bretanha exigindo a retirada dos


Portugueses dos territórios entre Angola e Moçambique, o rei e o seu governo cederam.
O descontentamento da população em relação à Monarquia amentou muito tendo o
partido Republicano ganhado muitos apoiantes.

1
Respostas às Questões sugeridas no Livro de História no Fim da cada Capítulo.

O Partido Republicano organizou uma revolta no Porto, em 31 de Janeiro de 1891. Nesta


revolta participaram, também, militares e populares. Em 1908, deu-se o regicídio, tendo
morrido também o herdeiro do trono D. Luís Filipe. D. Manuel II foi aclamado rei de
Portugal.
Agora que já conheces melhor estes motivos vais gostar de ver o seguinte quadro

PAG 101
As Mudanças que o Regime Republicano trouxe a partir da Constituição de 1911
Quanto ao Direito dos Cidadãos:
 A lei era igual para todos
 Não havia privilégios para nobreza
 Liberdade de escolha da religião
 Ensino Primário obrigatório e gratuito para todos
 Liberdade de Expressão
Quanto à organização de Poderes: Os 3 poderes eram: Poder Legislativo, Executivo
e Judicial (O parlamento era quem tinha mais Poder)

Quanto ao Direito de voto: Na


constituição de 1911 o direito de voto
ainda era muito limitado Só permitido
para quem soubesse ler e escrever.
Maiores de 21 anos ou que fossem
chefes de família há mais de 1 ano

2
Respostas às Questões sugeridas no Livro de História no Fim da cada Capítulo.
Os Republicanos assumiram o poder e formaram o governo provisório presidido por Dr. Teófilo
Braga, que governou até às eleições. Nesse tempo, preparam-se as eleições e aprovaram-se os
novos símbolos da Republica (alterando assim os que tinham sido criados pela Monarquia)

3
Respostas às Questões sugeridas no Livro de História no Fim da cada Capítulo.

Quais as Medidas Educativas e Sociais tomada pelos governos republicanos


Medidas Educativas
Criou-se um Plano de Alfabetização com as seguintes medidas
• Escolaridade gratuita e obrigatória entre os 7 e os 12 anos
• Aumento de número de escolas primárias e de escolas para formar professores
• Reforma da Universidade de Coimbra e Criação das Universidades de Lisboa e Porto
Estas medidas conseguiram um amento de alfabetização de 13% entre 1900 e 1930
Medidas Sociais
Diminui-se o poder da Igreja
Deram-se Melhores condições de trabalho:
 1 Dia de descanso semanal obrigatório
 Diminuição das horas semanais para 48horas
 Criação de seguros para acidentes de trabalho
 Direito à greve
 Proteção social na doença e velhice.

Surgiram os primeiros SINDICATOS que são associações de trabalhadores que


defendem os seus direitos

Descreve os fatores de instabilidade governativa da 1º republica


Os partidos do governo não reuniam a maioria dos votos e não conseguiam assim
aprovar leis propostas no parlamento. Assim entravam e saíam governos (Foram 45
governos e 8 presidentes entre 1910 e 1926)

O que gerou uma grande instabilidade política que levou à subida dos preços dos
produtos alimentares, ao aumento da dívida externa e ao aumento de greves. Estes
fatores agravaram com a entrada de Portugal na 1.a Guerra Mundial para defender
as colónias. Provocou o descontentamento de grande parte da população.

4
Respostas às Questões sugeridas no Livro de História no Fim da cada Capítulo.

Como se deu o fim da 1ª República


No dia 28 de maio de 1926, o general Gomes da Costa revoltou-se e, com o seu
exército, marchou da cidade de Braga para Lisboa. O então Presidente da República,
Bernardino Machado, entregou o poder aos militares revoltosos. Terminava, assim,
a I República.

Que mudanças trouxeram aos cidadãos o fim da 1ª República quanto ao nível


político e quanto ao direito dos cidadãos (podes comparar antes e após e concluir)
Iª RÉPÚBLICA Iniciou-se a 5 de outubro de 1910 e terminou em 1926
• O Governo era nomeado pelo presidente da República
• As mudanças de Governo eram frequentes.
• Foi concedido o direito à greve
• Os deputados ao Parlamento eram eleitos pelos cidadãos.
• O valor das despesas do Estado era muito superior ao valor das receitas
DITADURA MILITAR Iniciou-se a 28 de maio de 1926 (até 1933) 7 anos
As eleições foram impedidas e o Governo era nomeado pelos militares.
 As mudanças de Governo eram Frequentes
 Terminou a Liberdade de Expressão que a constituição de 1911 permitia
 Foi proibido o direito à greve e às manifestações
 O Parlamento foi encerrado
 O valor das despesas do Estado continuava muito superior ao valor das receitas.

Conclusão: Da I República para a Ditadura foram retirados alguns direitos, como o


direito à greve, e a instabilidade política e os problemas financeiros continuaram.

5
Respostas às Questões sugeridas no Livro de História no Fim da cada Capítulo.

Explica Os resultados obtidos por Salazar enquanto ministros das Finanças


Em 1928, aceitou o convite do Presidente Óscar Carmona para o cargo de ministro das
Finanças. Logo no primeiro ano do seu mandato conseguiu equilibrar as contas públicas.
Para isso, Salazar:

 aumentou os impostos para conseguir mais dinheiro para o estado


 diminuiu as despesas do Estado, na Educação, Saúde e na ajuda social
 Cortou os salários dos funcionários públicos.
 Incentivou as exportações

O êxito da sua política financeira contribuiu para que, em 1932, fosse nomeado
presidente do Conselho de Ministros.

Constituição de 1933 – Deu Origem à Ditadura do Estado Novo

6
Respostas às Questões sugeridas no Livro de História no Fim da cada Capítulo.

Identifica como o Poder Executivo foi reforçado na Constituição de 1933 assim


como a existência de um Partido Único
O Governo Passou a ser o órgão com mais poder incluindo o de publicar leis e a
Assembleia Nacional era constituída por um Partido Único onde estaria representado
apenas pelos deputados do próprio governo. Salazar não respeitou a Constituição,
pois era o seu Governo que fazia as leis mais importantes e era ele que, na realidade,
escolhia o presidente da República. Assim, podemos concluir que Salazar governou
em ditadura.

Explica o Caráter Ditatorial do Estado Novo Com a aprovação da Constituição de


1933 Salazar passou a controlar todos os ministérios, Assembleia Nacional e era ele
que escolhia o presidente da República governando, assim, em ditadura. Salazar
conseguiu manter-se muito tempo no poder porque utilizou a repressão e a
propaganda para se manter no poder.

Identifica os Valores defendidos pelo Estado Novo com destaque para a


máxima: «Deus, Pátria e Família» Exemplifica.
O Estado utilizou um sistema de Propaganda para conseguir uma sociedade
obediente. Utilizando como máxima de Vida «Deus, Pátria e Família» e considerar o
chefe de Governo como o Salvador da Pátria.

Exemplos:
Opinião pública: Influenciava o povo com cartazes com mensagens positivas do
regime (afixadas por exemplo nas escolas)
Organizava grandes exposições para divulgar grandes feitos do Estado Novo

Na educação, Salazar controlava os programas escolares e escolia os livros escolares.


Assim só aprendiam valores defendidos pelo Estado e só liam elogios ao Governo
Mocidade Portuguesa, criada em 1936 com a intenção de formar desde cedo os mais
jovens numa lógica de obediência ao Estado

7
Respostas às Questões sugeridas no Livro de História no Fim da cada Capítulo.

Identifica e descreve o modo como atuavam os mecanismos de repressão do


Estado Novo
Mecanismos de repressão de Estado Novo
Para Salazar conseguir tanto tempo no poder teve vários suportes:

Censura: da imprensa, teatro, cinema, rádio e televisão, e à liberdade de Expressão


que impedia a divulgação de opiniões contra o regime salazarista. Quem o fizesse era
preso
Prisões Políticas como a do Tarrafal em Cabo Verde, Aljube em Lisboa, Caxias e Forte
de Peniche
Polícia Política: Criada em 1945 chamada PIDE, inspetores secretos vigiavam as
pessoas que criticassem o Governo (opositores ao regime de Salazar). Eram
perseguidas, presas e torturadas. Não respeitavam assim a Liberdade dos Cidadãos.
Legião Portuguesa: organização armada que defendia o Estado Novo e combatia o
Comunismo.

De que forma a candidatura de Humberto Delgado representou o Principal momento


de Oposição à Ditadura.

A candidatura de Humberto Delgado às presidenciais de 1958 com o apoio da


oposição (população) foi muito importante pois foi a primeira oposição formal feita a
Salazar, demonstrando- lhe que afinal muitas pessoas não concordavam nem
estavam satisfeitos com os seus ideias e valores políticos.

Houve outro candidato Américo Tomás, apoiado pela União Nacional. Apesar do
grande apoio popular que Humberto Delgado conseguiu, Américo Tomás foi
declarado vencedor. Muitos resultados das votações foram alterados a favor de
Américo Tomás. Em 1965 Humberto Delgado foi assassinado pela PIDE .

8
Respostas às Questões sugeridas no Livro de História no Fim da cada Capítulo.

Na década de 60 muitas potências europeias deram independência às suas Colónias.


Não foi o caso de Portugal. Salazar entendia que estas colónias faziam parte da Unidade
Territorial de Portugal, queria continuar a controla-las. Salazar não queria negociar.

O Governo não queria negociar a Independência das Colónias Portuguesas em África,


onde existiam as chamadas GEURRILHAS apoiadas pelas populações locais, que lutavam
pela Independência. Em 1961, deu-se um grande ataque de Guerrilheiros a colonos
portugueses, em Angola, dando inicio à Guerra Colonial.

O governo mandou de imediato tropas para Angola com objetivo de defender a


população e o território. Esta guerra estendeu-se à Guiné (1963), A moçambique (1964).

Começou em África,
em 1961 e terminou
em 1974. 13 anos de
Guerra

9
Respostas às Questões sugeridas no Livro de História no Fim da cada Capítulo.

Ou

De que forma as guerras coloniais contribuíram para o descontentamento dos


portugueses com o regime do Estado Novo.

O povo continuava sem Liberdade e a Guerra Colonial aumentou ainda mais o


descontentamento da população. Portugal perdeu muitos milhares de homens
nesta guerra e muitos outros que não morreram ficaram feridos e
traumatizados. As famílias sofriam muito e para além disso gastou-se muito
dinheiro com esta guerra.

10
Respostas às Questões sugeridas no Livro de História no Fim da cada Capítulo.

Explicação à parte Sobre:

Porque motivo a 1ª Republica trouxe tanta instabilidade ao País?

Apesar de os Governos republicanos terem tomado algumas medidas favoráveis aos


trabalhadores, o descontentamento popular era cada vez maior. Muitos motivos
contribuíram para este descontentamento: o elevado número de greves que fazia com
que nada funcionasse no país e que os produtos faltassem; as revoltas dos
monárquicos que não desistiam de restaurar a monarquia; a instabilidade política, ou
seja, a constante mudança de governo e a participação de Portugal na I Guerra Mundial
contribuiu para agravar os problemas: para além dos muitos soldados que morreram
ou ficaram feridos, originou uma falta de produtos alimentares e, assim, o seu aumento
de preço. Para pagar a importação dos produtos que faltavam e as despesas de guerra,
o Governo teve de pedir empréstimos ao estrangeiro. Para pagar estes empréstimos
foi necessário aumentar os impostos. Os portugueses começaram, então, a desejar um
Governo forte que trouxesse a paz e a estabilidade política ao país.

11