Anda di halaman 1dari 19

BANCO DE QUESTÕES DE FISIOLOGIA d) O T3 é capaz de atravessar a membrana plasmática

devido à sua baixa polaridade.


MÉDICA e) Mensageiros secundários são necessários para a
resposta celular a hormônios peptídicos.
- FISIOLOGIA ENDÓCRINA -
05. Com base nas características gerais dos hormônios
Vinícius Antônio Antunes dos Santos produzidos pelo Sistema Endócrino Humano, escolha a
alternativa INCORRETA:

a) Os hormônios peptídicos, geralmente, são heterodímeros


01. A natureza química dos hormônios sintetizados no que compartilham uma cadeia  comum, variando apenas a
organismo humano pode ser um indicativo de suas funções cadeia .
ou das relações entre a dieta e a deficiência desses b) A mitocôndria é essencial para a síntese de esteroides que
hormônios. A partir disso e de seus conhecimentos acerca serão utilizados na produção de hormônios do córtex das
do assunto, escolha a alternativa CORRETA: adrenais.
c) Altos níveis de glicose plasmática induzem ao aumento do
a) A ingestão de tirosina, um aminoácido essencial, é processo traducional de insulina, através da estabilização
necessária à produção dos hormônios sintetizados na das moléculas de RNAm.
medula das adrenais. d) Indivíduos que têm deficiência na produção de hormônio
b) Hormônios esteroides são armazenados em grande de secreção pulsátil, ao utilizarem drogas de ação contínua,
quantidade nas vesículas do retículo endoplasmático liso terão resultados diferentes dos observados em estados
das células do córtex das adrenais. fisiológicos.
c) Tiroxina (T4) e tri-iodotironina (T3) têm natureza química e) Modificações pós-traducionais, como a glicosilação de
semelhante ao fator inibidor da prolactina (PIF). hormônios gonadotróficos, geralmente, inativam estas
d) Os hormônios peptídicos são produzidos pelo retículo moléculas endócrinas, em resposta a feedback negativo.
endoplasmático rugoso já na configuração ativa, não
sofrendo modificações do complexo de Golgi em diante. 06. Em relação à interação entre o hipotálamo e a hipófise,
e) A medula das adrenais produz em maior quantidade o escolha a alternativa INCORRETA:
hormônio norepinefrina em relação à epinefrina.
a) Os hormônios hipofisiotróficos provenientes dos neurônios
02. São hormônios dependentes da síntese de novo ou parvicelulares da eminência mediana hipotalâmica são
ingestão de colesterol, EXCETO: liberados, em sua maioria, na artéria hipofisária inferior.
b) Os neurônios magnocelulares localizam-se, em sua
a) Cortisol. maioria, nos núcleos supra-óptico e paraventricular do
b) Tiroxina. hipotálamo.
c) Aldosterona. c) A adeno-hipófise recebe hormônios reguladores através
d) Estrogênio. do sistema porta hipotálamo-hipofisário provenientes dos
e) 1,25-Diidroxicolecalciferol neurônios parvicelulares hipotalâmicos.
d) Os neurônios magnocelulares, produtores de ADH e
03. Em relação ao mecanismo de regulação dos hormônios, ocitocina, armazenam os hormônios em vesículas axonais,
escolha a alternativa CORRETA: que são liberadas por deflagração de potenciais de ação e
entrada de cálcio no ambiente intracitoplasmático.
a) A ligação dos hormônios tireoidianos com as proteínas e) A neuro-hipófise é constituída por axônios provenientes de
plasmáticas é necessária para a sua ativação. neurônios hipotalâmicos peptidérgicos, os quais liberam
b) Alterações nas vias neurais podem modificar a secreção hormônio envolvido no balanço hidrosmótico do organismo
do hormônio do crescimento (GH). humano.
c) A concentração dos hormônios na corrente sanguínea é
muito alta, uma vez que as células-alvo devem ser 07. São hormônios hipotalâmicos de ação estimulatória da
estimuladas por numerosas moléculas ao mesmo tempo. secreção na adeno-hipófise, EXCETO:
d) Durante a gravidez, observa-se diminuição significativa da
globulina ligadora de tiroxina no sangue. a) TRH.
e) Altos níveis séricos de cortisol podem geram hipoglicemia. b) GHRH.
c) GnRH.
04. Em relação aos receptores hormonais, escolha a d) CRH.
alternativa INCORRETA: e) Dopamina.

a) A ligação da epinefrina a receptores ligados à proteína G 08. Em relação ao hormônio liberador de tireotrofina (TRH),
promove a troca de GTP para GDP.
escolha a alternativa INCORRETA:
b) O receptor de membrana da insulina é do tipo tirosina-
cinase.
c) É necessária a atuação de fatores de transcrição para a a) Apresenta a capacidade de induzir a liberação de
interação funcional entre o complexo receptor nuclear prolactina.
hormonal e o DNA. b) Sua secreção é inibida pelo hormônio antidiurético (ADH).
c) No jejum, tem sua liberação reduzida, para evitar gastos e) Drogas antipsicóticas, as quais bloqueiam os receptores
metabólicos estimulados pelos hormônios tireoidianos. de dopamina, têm efeitos inibitórios na via túbero-
d) A presença de altas concentrações plasmáticas de tiroxina infundibular, podendo levar a quadros de lactação anormal,
(T4) gera feedback negativo sobre a sua secreção. mesmo em homens.
e) Estimula a síntese e a secreção de TSH pelas células
tireotróficas da adeno-hipófise. 13. São feitas as seguintes afirmativas acerca da síntese e
secreção do hormônio liberador de corticotrofina (CRH):
09. Em relação ao hormônio liberador de gonadotrofinas
(GnRH), escolha a alternativa INCORRETA: I. Regiões do SNC relacionadas ao estresse
neurogênico, como o corpo amigdaloide e o hipocampo, têm
a) O padrão de liberação desse hormônio passa de contínuo aferências com os neurônios CRHérgicos, estimulando a
para pulsátil no início da puberdade. produção do hormônio.
b) Enquanto a testosterona tem ação inibitória sobre sua II. Altos níveis de glicocorticoides, como o cortisol,
secreção, o estrogênio, em certas circunstâncias, tem ação são potentes inibidores da secreção de CRH e,
estimulatória, induzindo, secundariamente, a ovulação. consequentemente, de ACTH.
c) As conexões do hipotálamo com o sistema límbico indicam III. A hipoglicemia constitui fator fisiológico indutor
que certas situações emocionais podem alterar os padrões da secreção de CRH, da mesma forma como contribui
de liberação desse neuro-hormônio. também para a secreção de GHRH pelo hipotálamo.
d) Os opioides endógenos têm função estimulatória crônica
sobre sua secreção. São afirmativas CORRETAS:
e) Altos níveis de CRH, observados em situações de
estresse, inibem a liberação de GnRH, retardando o a) Apenas I.
desenvolvimento das gônadas e o desempenho sexual. b) Apenas II.
c) Apenas III.
10. Qual dos seguintes fatores não pode ser apontado como d) Apenas I e II.
potencial inibidor do crescimento? e) I, II e III.

a) Diabetes mellitus em crianças. 14. É interessante notar que a secreção hipotalâmica


b) Insônia. obedece a ritmos que derivam de fatores filogênicos e
c) Sedentarismo. genéticos, os quais são importantes na manutenção do
d) Uso de medicamentos agonistas -adrenérgicos. equilíbrio do homem com os ciclos extracorpóreos, como o
e) Uso de medicamentos antagonistas de receptores SS. dia e a noite. Em relação a esse assunto e a partir de seus
conhecimentos, escolha a alternativa INCORRETA:
11. Em relação ao hormônio inibidor da liberação de GH
(GHIRH) ou Somatostatina (SS), escolha a alternativa a) Apesar de sua fotorregulação, a melatonina não tem
CORRETA: influência na secreção circadiana dos hormônios
glicocorticoides, como o cortisol.
a) Tem ação semelhante à somatocrinina. b) Momentos antes do despertar, mais especificamente no
b) É também produzido na mesma configuração pelas terceiro terço do sono noturno, observa-se um pico de
células D do pâncreas. glicocorticoides na corrente sanguínea.
c) Sua síntese e secreção é estimulada pela somatomedina c) O núcleo supraquiasmático (SQN) do hipotálamo mantém
C ou IGF-1. conexões com a retina, indicando forte influência do grau de
d) Sua síntese e secreção é inibida em situações de incidência de luz na secreção hormonal.
estresse. d) Em condições fisiológicas normais, há maior secreção de
e) Tem ação majoritariamente na neuro-hipófise. hormônio do crescimento (GH) durante o primeiro terço do
sono noturno, coincidindo com a fase de ondas lentas.
12. São afirmações corretas acerca da síntese e secreção de e) Ritmos infradianos, ou seja, que acontecem em tempos
prolactina, EXCETO: superiores ao de um dia, são observados na secreção de
gonadotropinas pelas mulheres.
a) O peptídeo intestinal vasoativo (VIP), o peptídeo histidina-
isoleucina (HIP), a serotonina (5-HT) e o TRH são fatores 15. Em relação à síntese, à secreção e às ações do hormônio
estimulantes da liberação de prolactina. tireotrófico (TSH), escolha a alternativa INCORRETA:
b) A sucção das mamas constitui fator físico desencadeador
da secreção desse hormônio pelos lactotrofos da adeno- a) É produzido pelas células tireotróficas da adeno-hipófise.
hipófise. b) Aumenta a síntese de tireoglobulina pelas células
c) Neurônios dopaminérgicos têm papel essencial na inibição foliculares da tireoide.
da secreção de prolactina, sendo esta amina biogênica – a c) Sua síntese é inibida por altas concentrações de TRH no
dopamina – conhecida como PIF (fator de inibição da sangue portal hipotálamo-hipofisário.
secreção de prolactina). d) Provoca hipertrofia e hiperplasia da glândula tireoide.
d) Pacientes mulheres com hipotireoidismo podem e) Estimula o aumento da síntese de proteínas-chave
apresentar hipoprolactinemia com alterações na lactação. envolvidas na produção dos hormônios tireoidianos (T3 e T4).
Observe a seguinte imagem para responder às questões de e) Na neuro-hipófise, são encontradas células gliais
números 16 e 17. conhecidas como pituícitos, derivadas do SNC.

19. São possíveis alterações nas estruturas bioquímica e


histofisiológica da glândula tireoide decorrentes da queda
dos níveis plasmáticos de TSH, EXCETO:

a) Células foliculares adquirem aspecto pavimentoso.


b) Haverá redução da formação e da atividade das
microvilosidades no ápice dos tireócitos.
c) Observa-se redução da quantidade de coloide
intrafolicular.
d) Altos níveis de TRH no sangue porta hipotálamo-
hipofisário.
e) Diminuição da atividade da enzima 5’-desiodase do tipo I
tireoidiana.

20. Exercem atividade inibitória sobre a secreção de TSH,


EXCETO:

a) Somatostatina (SS).
b) Altos níveis plasmáticos de T3 e de T4.
16. Em relação à interpretação da numeração, escolha a c) Altos níveis plasmáticos de glicocorticoides.
alternativa INCORRETA: d) Dopamina (DA).
e) Altos níveis plasmáticos de estrógenos.
a) O neurônio de número 1 pode localizar-se no núcleo
arqueado do hipotálamo, sendo secretor de fatores 21. Em relação às ações das gonadotrofinas, escolha a
reguladores das secreções identificadas por 5. alternativa INCORRETA:
b) O neurônio de número 2 é magnocelular e secreta ADH
ou ocitocina. a) As células de Leydig, presentes no interstício dos
c) A secreção de número 6 entra na circulação sanguínea testículos, têm receptores para o LH, razão pela qual também
através dos capilares da artéria hipofisária inferior, que é é conhecido como ICSH (hormônio estimulante das células
ramo da artéria carótida interna. intersticiais).
d) A estrutura de número 4 tem origem na evaginação do b) As células da granulosa respondem aos altos níveis de
diencéfalo, enquanto a estrutura de número 6, do teto da FSH produzindo peptídeos, como inibina, ativina e folistatina,
cavidade bucal, com formação da Bolsa de Rathke. de ação estimulatória da secreção desse hormônio pelos
e) As estruturas identificadas pelos números 3 e 7 fazem gonadotrofos.
parte, exclusivamente, do Sistema Nervoso Central. c) O FSH e os estrógenos estimulam a expressão de
receptores para LH nas células foliculares.
17. São tipos celulares encontrados na estrutura de número d) As células de Sertoli produzem altos níveis de fatores de
4, EXCETO: crescimento e da proteína ligadora de andrógenos (ABP) em
resposta ao FSH.
a) Lactotrofos. e) As células da teca expressam grande quantidade de
b) Gonadotrofos. receptores para LH, os quais estimulam a síntese e secreção
c) Somatomamotrofos. de androstenediona para as células da granulosa.
d) Pituícitos.
e) Tireotrofos. 22. Os mecanismos de feeback negativo e positivo são
essenciais para a regulação da secreção de gonadotropinas
18. Em relação à anatomia e à histologia da glândula e para o desenvolvimento e manutenção normais das
hipófise, escolha a alternativa INCORRETA: funções sexuais. A partir de seus conhecimentos, escolha a
alternativa INCORRETA:
a) As células cromófilas basófilas são produtoras de TSH,
FSH, LH ou ACTH. a) A produção de progesterona pelas células da teca é inibida
b) Na pars intermedia, localizada entre a adeno e a neuro- por ação do LH, uma vez que a redução desse hormônio na
hipófise, existem células produtoras de -MSH (hormônio circulação sanguínea é necessária à integridade do tecido
melanotrófico), um peptídeo importante no desenvolvimento uterino gravídico.
embrionário. b) Na menopausa, a ausência de processos ovulatórios
c) Células cromófobas são células maduras com alta reduz os níveis plasmáticos de esteroides sexuais,
produção de hormônios, principalmente glicoproteicos, como provocando liberação excessiva de gonadotropinas, as quais
GH e Prolactina. são encontradas na urina sob a designação de menotrofinas.
d) A proteína POMC, pró-opiomelanocortina, é um precursor
dos hormônios adrenocorticotrópico e melanotrófico.
c) O mecanismo de ação das pílulas anticoncepcionais d) IGF-1.
baseia-se na administração de concentrações e) Ácidos graxos.
suprafisiológicas de estrógeno e progesterona, inibindo por
retroalimentação a síntese e secreção de gonadotropinas. 27. São fatores que estimulam a secreção de GH, EXCETO:
d) As células de Sertoli, no homem, respondem à
estimulação pelo FSH com a produção de inibina, a qual irá a) Hiperglicemia.
inibir a liberação do mesmo pelos gonadotrofos adeno- b) Sono.
hipofisários. c) Atividade física.
e) Os altos níveis plasmáticos de estrógeno no período pré- d) Situações de estresse.
ovulatório estimulam a secreção de GnRH pelo hipotálamo, e) Descargas -adrenérgicas.
ao mesmo tempo em que reduzem a liberação de FSH pela
hipófise. 28. Em relação ao hormônio prolactina, escolha a alternativa
INCORRETA:
23. L.F.G., 45 anos, apresenta prognatismo tardio, aumento
da caixa craniana, das cartilagens nasais e do pavilhão a) Apresenta semelhanças estruturais com o hormônio do
auricular, além de extensão das falanges distais das mãos e crescimento (GH), sendo também um fator diabetogênico.
dos pés. No exame radiológico, observa-se b) Os altos níveis circulantes de estrógenos e progesterona
hepatoesplenomegalia. Qual dos seguintes achados clínicos durante a gravidez reduzem o número de receptores de
pode justificar o quadro do paciente? prolactina nos alvéolos mamários, reduzindo a
galactogênese até o momento do parto.
a) Doença de Graves. c) Promove, juntamente com a progesterona, o
b) Síndrome de Cushing. desenvolvimento do sistema lóbulo-alveolar das glândulas
c) Tumor pituitário. mamárias, além da produção de lactose e caseína pelas
d) Diabetes mellitus. mesmas.
e) Tireoidite de Hashimoto. d) É essencial no processo de desenvolvimento do folículo
ovariano e na manutenção do corpo lúteo em humanos.
24. São efeitos provocados pelos altos níveis plasmáticos de e) Em indíviduos com hipogonadismo, encontra-se em
GH, EXCETO: concentrações elevadas na corrente sanguínea, indicando
que sua secreção é fortemente inibida por GnRH.
a) Aumento da resistência periférica à insulina.
b) Lipólise e gliconeogênese. 29. São ações fisiológicas da prolactina, EXCETO:
c) Proliferação de condrócitos nos discos epifisários.
d) Aumento das forças sistólica e diastólica. a) Não promove o desenvolvimento dos ductos das
e) Redução da resposta imune a antígenos. glândulas mamárias ao longo da gravidez.
b) Estimula a síntese de enzimas essenciais à formação do
25. Em relação à síntese, à secreção e às ações do hormônio leite materno.
do crescimento (GH) no organismo, escolha a alternativa c) Fortalece o sistema imune adaptativo.
INCORRETA: d) É hiperglicemiante.
e) Juntamente com a testosterona, promove o aumento do
a) Esse hormônio é secretado pelos somatotrofos da adeno- anabolismo proteico.
hipófise em resposta ao GHRH produzido pelo núcleo
arqueado do hipotálamo que segue a via hipotálamo- 30. Em relação à síntese, à secreção e às ações do hormônio
hipofisária. prolactina (Prl), escolha a alternativa INCORRETA:
b) Crianças que apresentam baixas concentrações desse
hormônio por algum fator fisiopatológico podem desenvolver a) É produzido pelos lactotrofos da adeno-hipófise sob
nanismo. estímulo do TRH.
c) É capaz de estimular a produção de IGF-1 (fator de b) Acredita-se que aumenta a sensibilidade das células de
crescimento semelhante à insulina-1) nos fígados e nos rins, Leydig ao hormônio luteinizante (LH).
o qual está envolvido no processo de crescimento epifisário c) Sua secreção é inibida pela dopamina, também conhecida
dos ossos longos. como fator inibitório da secreção de prolactina (PIF).
d) Sua utilização para fins estéticos é comum, uma vez que d) O estrógeno e o estresse têm ações inibitórias sobre a
tem ação anabólica – aumenta a síntese proteica, aumenta secreção de Prl.
a lipólise e reduz a captação periférica da glicose. e) A sucção das mamas é essencial na geração de um
e) A hipoglicemia constitui potente fator inibitório da secreção reflexo neurogênico serotoninérgico que estimula a secreção
de GH, atuando, principalmente, no aumento da síntese do hormônio.
hipotalâmica de somatostatina (SS).
31. São afirmativas corretas acerca do hormônio
26. Altos níveis plasmáticos das seguintes substâncias são adrenocorticotrópico (ACTH), EXCETO:
apontados como inibidores da secreção de GH, EXCETO:
a) Sua secreção é estimulada conjuntamente por CRH e
a) Somatostatina. ADH produzidos no núcleo paraventricular do hipotálamo. No
b) GH. entanto, o potencial estimulatório do primeiro é muito maior
c) Aminoácidos. que do segundo.
b) A administração de dexametasona na eminência mediana c) A união das vesículas ricas em hormônios com a
do hipotálamo constitui forte fator estimulatório da secreção membrana axonal dos neurônios magnocelulares ocorre por
de ACTH. geração de potencial de ação e consequente influxo de íons
c) Tem ações estimulatórias, principalmente, nas zonas cálcio (Ca2+) para o ambiente citoplasmático.
fasciculada e reticulada do córtex das adrenais. d) Os neurônios produtores de ADH e ocitocina localizam-se
d) Em casos de hemorragia, sua secreção é prontamente nos núcleos supraóptico e paraventricular do hipotálamo, e
estimulada por ativação das vias -adrenérgicas. um mesmo neurônio é capaz de produzir os dois hormônios
e) Durante a embriogênese, os corticotrofos, as células conjuntamente.
produtoras de ACTH, são os primeiros a surgir na adeno- e) A deficiência da produção de ADH pode provocar um
hipófise. quadro conhecido como diabetes insipidus.

32. Observe a imagem a seguir e escolha a alternativa 34. O hormônio antidiurético (ADH) também recebe o nome
INCORRETA: de arginina-vasopressina (AVP), uma vez que possui ações
tanto renais, quanto vasculares. A partir de seus
conhecimentos acerca do assunto, escolha a alternativa
INCORRETA:

a) As células epiteliais do ducto coletor dos rins apresentam


receptores V2, os quais são estimulados pela ligação do
ADH, promovendo o acoplamento de aquaporinas na
membrana luminal dessas células.
b) Na parte espessa da alça de Henle ascendente, o ADH
promove o aumento da reabsorção de cloreto de sódio
(NaCl) e da secreção de íons potássio (K+).
c) O ADH estimula, através de receptores basolaterais, o
acoplamento de co-transportadores 1Na+/1K+/2Cl- na
membrana luminal da alça de Henle ascendente espessa.
d) A musculatura lisa das arteríolas apresenta receptores V1
para ADH, os quais, quando ativados, promovem a
contração dessa camada muscular e o aumento da
resistência periférica total.
e) Em animais hipofisectomizados, observa-se hipertensão
arterial crônica e resposta fisiológica exacerbada a
hemorragias.

35. Aumento da osmolaridade plasmática provoca, EXCETO:

a) Aumento da secreção de ADH.


b) Aumento da osmolaridade urinária.
c) Aumento da reabsorção de água nos rins.
a) São drenados por 1 os hormônios produzidos pelos d) Redução da frequência de emissão de sinais dos
neurônios magnocelulares dos núcleos supraóptico e osmorreceptores.
paraventricular. e) Aumento da resistência vascular periférica total.
b) Existem capilares curtos que conectam a região 4 à região
3, havendo processos de estimulação por fatores produzidos 36. A imagem abaixo aponta o órgão vascular da lâmina
no primeiro. terminal (OVLT), uma importante estrutura circunventricular
c) Células gliais, conhecidas como pituícitos, são para a regulação da osmolaridade plasmática.
encontradas em 3, tendo funções de nutrição e proteção
neuronal.
d) Lesões na região 4 podem provocar hipotensão arterial e
aumento da frequência urinária.
e) O sangue que circula pelas estruturas 1 e 2 é drenado para
os seios cavernosos do crânio.

33. Em relação aos hormônios armazenados e liberados na


neuro-hipófise, escolha a alternativa INCORRETA:

a) O ADH e a ocitocina são sintetizados no pericário e


transportados dentro de vesículas citoplasmáticas em
direção axonal.
b) Tais hormônios mantêm-se acoplados a neurofisinas
dentro das vesículas citoplasmáticas antes de serem
liberados nos capilares sanguíneos.
Em relação à função dessa estrutura e das alterações estresse, inibem a secreção desse hormônio.
subsequentes à sua ativação, escolha a alternativa
INCORRETA: 40. Alguns estudos apontam que a ocitocina tem um forte
papel no desenvolvimento e manutenção de relações
a) Constitui um osmorreceptor central capaz de detectar monogâmicas, uma vez que, durante o ato sexual, a
alterações na osmolaridade do líquido cefalorraquidiano estimulação de mecanorreceptores vaginais gera potenciais
(LCR) e do plasma sanguíneo. também de natureza estimulatória sobre os núcleos
b) Apresenta conexões sinápticas com os neurônios dos ocitocinérgicos do hipotálamo. Acredita-se que essas
núcleos supraóptico e paraventricular. mesmas funções são exercidas, no homem, pelo ADH. A
c) Pertence ao grupo dos órgãos circunventriculares, os ocitocina, no entanto, exerce também as seguintes funções
quais não possuem barreira hematoencefálica. no organismo, EXCETO:
d) O aumento da osmolaridade liquórica e plasmática
provoca o aumento da frequência dos potenciais de ação de a) Estimula, em conjunto com a prolactina, o processo de
seus neurônios e, portanto, sua excitabilidade. lactogênese nas glândulas mamárias, uma vez que lesões
e) Sua excitabilidade está relacionada indiretamente à nos núcleos ocitocinérgicos provocam agalactia.
redução da expressão de aquaporinas nas células do ducto b) Mantém as contrações uterinas durante o processo do
coletor dos rins. parto, sendo que sua ausência na circulação dificulta muito a
expulsão do feto pela mãe.
37. (Correlação com Neuroanatomia Médica) Estão c) Está envolvida na formação de vínculos entre mães e
distribuídos ao longo dos principais vasos sanguíneos filhos e na memória social.
torácicos osmorreceptores e barorreceptores periféricos. Em d) Aumenta a contração das células mioepiteliais
relação à integração dessas estruturas com o Sistema subjacentes aos alvéolos e ductos galactóforos, facilitando a
Neuroendócrino, escolha a altenativa INCORRETA: expulsão do leite durante a amamentação.
e) Promove a contração rítmica da musculatura lisa do trato
a) A vagotomia não exerce grandes influências na liberação genital feminino no momento da cópula, facilitando o
de ADH pela neuro-hipófise, uma vez que a participação dos deslocamento dos espermatozoides em direção às tubas
seios carotídeos é bem maior do que os volorreceptores uterinas.
localizados no átrio esquerdo.
b) As aferências dos barorreceptores aórticos e carotídeos 41. (Correlação com Anatomia Topográfica e Imagem) A
chegam ao núcleo do trato solitário, o qual faz conexões com figura abaixo representa a maior glândula endócrina do corpo
os núcleos supraóptico e paraventricular hipotalâmicos. humano, a tireoide.
c) A manutenção do tônus inibitório decorrente de altas
pressões sanguíneas reduz a secreção de ADH pela neuro-
hipófise.
d) A ingestão de água estimula osmorreceptores localizados
na veia porta hepática, os quais enviam sinais estimulatórios
ao SNC para a liberação de ADH.
e) O órgão subfornicial e o órgão vascular da lâmina terminal
são estruturas localizadas no assoalho do III ventrículo
capazes de perceber variações na osmolaridade plasmática.

38. São fatores que estimulam a secreção de ADH,


EXCETO:

a) Angiotensina II.
b) Álcool.
c) Náusea.
d) Estresse.
e) Hipóxia.
Em relação aos aspectos anatômicos dessa estrutura,
39. Em relação à síntese, à secreção e às ações do hormônio escolha a alternativa INCORRETA:
ocitocina, escolha a alternativa INCORRETA:
a) A glândula tireoide encontra-se ventralmente à cartilagem
a) É sintetizado pelos neurônios magnocelulares dos núcleos cricoide na parte superior da traqueia.
supraóptico e paraventricular do hipotálamo. b) É formada por dois lobos, direito e esquerdo, unidos por
b) É responsável pelo início das contrações uterinas que um istmo de parênquima glandular.
desencadeiam o parto nos humanos. c) É irrigada pelas artérias tireóideas superior e inferior,
c) A estimulação de mecanorreceptores, como os sendo a primeira ramo da artéria carótida externa.
corpúsculos de Meissner, localizados nas mamas, tem ação d) Tem inervação parassimpática pelos nervos laríngeos
estimulatória sobre a sua secreção. recorrentes, os quais passam posteriormente entre a
d) Atua nas células mioepiteliais das glândulas mamárias, traqueia e o esôfago.
impulsionando o leite produzido em direção às auréolas. e) Em algumas pessoas, existe um terceiro lobo, decorrente
e) Descargas noradrenérgicas, decorrentes de situações de da permanência da porção distal do ducto cricotireoideo,
conhecido como lobo piramidal. econômico, a adição de iodo no sal alimentar tem sido o
método de preferência e difundido pelo Programa de
42. (Correlação com Embriologia Médica) Em relação à Erradicação da Deficiência de Iodo da Organização Mundial
formação embrionária das glândulas tireoide e paratireoides, da Saúde (OMS). Apesar desta intensa campanha de
escolha a alternativa INCORRETA: erradicação da carência de iodo na população nas últimas
décadas do século XX, ainda hoje cerca de 15% da
população mundial tem ingestão insuficiente em iodo.
a) A glândula tireoide se forma a partir da invaginação do
assoalho faríngeo entre a primeira e a segunda bolsa
Em relação à bioquímica desse elemento no metabolismo
faríngea, com a formação de uma massa celular dividida humano, escolha a alternativa INCORRETA:
distalmente.
b) Enquanto a massa celular que constitui o primórdio da a) Os hormônios tireoidianos são as únicas moléculas ativas
glândula tireoide desce em direção caudal, há a formação do do organismo que possuem o iodo em sua composição
ducto tireoglosso, que pode possuir dois vestígios no química.
organismo adulto, o forame cego, proximalmente, e o lobo b) Não só as células foliculares da tireoide podem armazenar
piramidal, distalmente. iodo, como também as glândulas sudoríparas e os
c) As células parafoliculares ou células C, produtoras de enterócitos.
calcitonina, provêm do corpo ultimofaríngeo. c) O iodo é transportado conjuntamente com íons sódio
d) As paratireoides, localizadas na porção dorsal da glândula através da membrana basolateral dos tireócitos por co-
tireoide, são derivadas, assim como as células C, do corpo transportadores Na+-I-, os quais retiram 2 íons Na+ para cada
íon I- absorvido.
ultimofaríngeo.
d) O iodo é incorporado às moléculas de T3 e T4 através da
e) Fatores de transcrição são essenciais à formação da iodação de resíduos de tirosina.
glândula tireoide e à diferenciação do parênquima em células e) A pendrina é um canal de ânions, presente na membrana
foliculares produtoras de tiroxina e tri-iodotironina. luminal das células foliculares, essencial para a passagem
do iodo do interior do tireócito para o interior do folículo.
43. J.C.S., 3 meses, apresenta lentidão nos movimentos,
crescimento físico lento e desenvolvimento mental deficiente. 45. São eventos que ocorrem na formação dos hormônios
A mãe, G.C.S., 24 anos, é residente em zona rural interiorana tireoidianos (HT), EXCETO:
e tem dieta de produtos da sua terra. Ao exame físico,
observa-se bócio endêmico tanto na mãe, quanto na criança. a) A tireoperoxidase (TPO) está envolvida na formação de
O quadro clínico apresentado caracteriza um bebê com: radicais livres de di-iodotirosina (DIT), os quais se
desprendem da molécula de tireoglobulina juntamente com
outro resíduo de iodotirosina livre no lúmen folicular.
a) Tireoidite de Hashimoto.
b) A oxidase tireoidiana (THOX) é uma NADPH oxidase
b) Doença de Graves.
capaz de catalisar a formação de peróxido de hidrogênio
c) Hipertireoidismo. (H2O2) no lúmen dos folículos, o qual é essencial à oxidação
d) Ausência de tireoide. dos íons iodeto (I-).
e) Cretinismo. c) A tireoperoxidase (TPO) é essencial à organificação do
iodo, que consiste na incorporação do iodo oxidado aos
A compreensão dos mecanismos envolvidos na biossíntese resíduos de tirosina da molécula de tireoglobulina (TG).
dos hormônios tireoidianos (HT) é de fundamental d) Em mulheres grávidas, há o aumento da expressão de co-
importância para o entendimento dos distúrbios relacionados transportadores Na+-I- na membrana basolateral das células
à glândula tireoide. A figura abaixo representa alveolares e ductais das glândulas mamárias, com
esquematicamente o funcionamento de uma célula folicular, consequente excreção de iodetos no leite materno.
ou tireócito, e teve suas legendas apagadas. Utilize-a, além e) A união de uma monoiodotirosina (MIT) com uma di-
de seus conhecimentos, para responder às questões de iodotirosina (DIT) pode gerar uma molécula de T3 ou de T3r
(tri-iodotironina reversa).
números 44, 45, 46 e 47.
46. Em relação à secreção e à regulação da glândula
tireoide, escolha a alternativa INCORRETA:

a) Fisiologicamente, as microvilosidades da membrana


luminal dos tireócitos captam, através de micropinocitose,
gotículas do coloide. No entanto, quando estimulados pelo
TSH, ocorrem a formação de pseudópodes e a captação do
coloide por macropinocitose.
b) A união dos fagossomos com os lisossomos é essencial
ao funcionamento normal da glândula tireoide, uma vez que
as proteases irão clivar as moléculas de tireoglobulina (TG)
em fragmentos de T3 e T4, principalmente.
c) A desalogenase de tirosina (DHAL) é uma enzima
citoplasmática capaz de retirar o iodo das moléculas de
monoiodotirosina (MIT) e di-iodotirosina (DIT), devolvendo-
os livres ao citoplasma.
44. Ao longo do último século, diferentes estratégias foram d) Quando a ingestão de iodo encontra-se no nível
utilizadas para adequar a ingestão de iodo pela população. recomendado ao funcionamento normal da glândula, haverá
Dentre estas medidas, pela facilidade, estabilidade e custo maior produção de T3 em relação à T4.
e) Dentro das células foliculares é possível haver a a) Sais de iodo, como o iopodato de sódio, são utilizados no
transformação de uma parte de T4 em T3 por ação da tratamento agudo de casos de hipertireoidismo muito severo,
enzima 5’-desiodase. justamente devido ao mecanismo supracitado.
b) Nessas situações, haverá diminuição do efeito Wolff-
47. Altos níveis circulantes de TSH promovem, direta ou Chaikoff, devido ao aumento da atividade da oxidase
indiretamente, os seguintes eventos nos folículos tireoidiana (THOX).
tireoidianos e nas células hipofisárias, EXCETO:
c) A principal inibição do excesso de íons iodeto no sangue
ocorre na enzima oxidase tireoidiana (THOX), impedindo a
a) Redução da quantidade de coloide no interior dos
folículos. formação de H2O2, essencial à oxidação do iodo.
b) Hiperplasia da glândula, podendo ocasionar bócio d) A inibição promovida por altos níveis de iodo no sangue
endêmico. tem duração de 2 a 3 dias, uma vez que a redução na
c) Células foliculares sofrem hipertrofia, adquirindo aspecto concentração de iodo organificado é identificada pelas
cilíndrico. células foliculares e há retorno na captação desse halogênio
d) Aumento da expressão de receptores para TRH nos (escape ao efeito Wolff-Chaikoff).
tireotrofos. e) Dentre os efeitos promovidos pela alta concentração de
e) Aumento da atividade da enzima 5’-desiodase do tipo II íons iodeto no sangue, destacam-se a diminuição da
hipofisária. atividade do co-transportador Na+-I- e da secreção de T3 e
T4.
48. Em relação às relações entre os níveis plasmáticos de
TSH e a sua participação na função das células foliculares
51. O transporte dos hormônios tireoidianos T3 e T4 ocorre
da tireoide, escolha a alternativa INCORRETA:
majoritariamente por proteínas plasmáticas com alta
a) Altos níveis plasmáticos de TSH são indicativos de afinidade por esses substratos. A partir de seus
hipofunção da glândula, ou seja, de hipotireoidismo. conhecimentos acerca do assunto, escolha a alternativa
b) Alterações nos níveis plasmáticos de T3, com INCORRETA:
manutenção dos valores de T4 constantes, podem
desencadear respostas secretórias de TRH e TSH a) Três proteínas plasmáticas têm destaque no transporte
hipotalâmico-hipofisárias. dos hormônios tireoidianos, a proteína globulina ligadora de
c) Recém-nascidos apresentam altas concentrações tiroxina (TBG), a transtirretina (TTR) e a albumina.
plasmáticas de TSH, sendo que ao longo da vida esses b) A síntese hepática de TBG é influenciada positivamente
níveis sanguíneos têm a tendência de diminuírem. pelos níveis de estrógenos circulantes, com isso, mulheres
d) Autoanticorpos podem ser produzidos contra os grávidas apresentam aumento acentuado dessas proteínas
receptores de TSH das células foliculares. A ligação
transportadoras no sangue.
dessas imunoglobulinas pode provocar hiperfunção e
c) A transtirretina (TTR) tem pouco afinidade por T3, no
hiperplasia da glândula.
e) O “teste do pezinho” é essencial no diagnóstico precoce entanto, transporta grande quantidade de T4 para o SNC,
do hipotireoidismo congênito. uma vez que se encontra em altas concentrações nos plexos
corioides.
49. Relacione de maneira correta as descrições d) O nome da transtirretina (TTR) é derivado da capacidade
identificadas com números e as patologias identificadas que essa proteína plasmática tem de transportar vitamina A,
com letras. o retinol.
e) Os hormônios tireoidianos livres estão em equilíbrio com
A. Doença de Graves os ligados às TBGs, dessa forma, em casos de gravidez ou
B. Bócio Endêmico uso de anticoncepcionais, o aumento do número de TBGs
C. Tireoidite de Hashimoto plasmáticas irá reduzir a secreção de TSH pela hipófise.
I. Doença auto-imune considerada a principal causa de
52. São hormônios tireoidianos gerados, majoritariamente,
bócio e hipotireoidismo adquirido em crianças e
nos tecidos periféricos por ação das desiodases, EXCETO:
adolescentes em áreas não endêmicas.
II. Doença autoimune que leva à superatividade da
glândula tireoide (hipertireoidismo). a) Tiroxina (T4).
III. Aumento de tamanho da tireoide, formando um inchaço b) Tri-iodotironina (T3).
no pescoço, sendo causado pela falta de iodo na dieta. c) Tri-iodotironina reversa (T3r).
d) Di-iodotironinas (T2).
a) IA, IIB, IIIC e) Monoiodotironinas.
b) IA, IIC, IIIB
c) IB, IIA, IIIC 53. As desiodases exercem papel essencial na geração de
d) IB, IIC, IIIA tri-iodotironinas a partir de tiroxina nos tecidos periféricos,
e) IC, IIA, IIIB além de inativar grande parte dos hormônios tireoidianos
circulantes. São afirmativas corretas acerca das
50. O excesso de iodo na dieta pode ser um fator inibitório classificações e dos papéis das desiodases humanas,
da secreção de hormônios tireoidianos, em um mecanismo EXCETO:
conhecido como autorregulatório. A partir de seus
conhecimentos acerca do assunto, escolha a alternativa a) A 5-desiodase, ou desiodase tipo III (D3), encontrada no
INCORRETA: SNC e na pele, tem papel essencial na inativação periférica
de T3 e T4.
b) As desiodases contêm o aminoácido selênio-cisteína em expressa no tecido adiposo marrom, uma vez que essas
sua estrutura proteica, dessa forma, uma dieta pobre nesse células possuem uma grande quantidade de mitocôndrias
mineral pode provocar distúrbios relacionados à atividade em seu citoplasma.
dos hormônios tireoidianos.
c) Na síndrome do T3 baixo com eutireoidismo em doença 56. São ações dos hormônios tireoidianos no metabolismo
sistêmica severa, há redução da atividade da enzima 5’- de lipídios, proteínas e carboidratos, EXCETO:
desiodase tipo I (D1), com consequente redução da
disponibilidade periférica de T3. a) Promove aumento da sensibilidade dos tecidos à insulina,
d) Na placenta, a D3 evita a passagem de excesso de T4 e por aumento da expressão de GLUT (proteína
T3 materno para o feto, protegendo seletivamente os tecidos transportadora de glicose).
em formação contra a exposição precoce ao hormônio b) No hipotireoidismo, observa-se aumento dos níveis
tireoidiano (HT) durante a embriogênese. plasmáticos de colesterol e LDL (lipoproteína de baixa
e) A enzima 5’-desiodase tipo II (D2), encontrada na maioria densidade).
dos tecidos periféricos, é responsável, majoritariamente, pela c) No hipertireoidismo, há aceleração do processo de
formação de T3 a partir de T4, e sua atividade está catabolismo proteico, com balanço nitrogenado negativo.
aumentada em casos de hipertireoidismo. d) Aumenta a lipólise e acelera a formação de adipócitos a
partir de pré-adipócitos.
54. Em relação aos mecanismos de entrada e ação nas e) Em conjunto com a adrenalina, reduz a glicogenólise e a
células-alvo dos hormônios tireoidianos, escolha a gliconeogênese.
alternativa INCORRETA:
57. São sintomas/eventos decorrentes da diminuição da
a) Os hormônios tireoidianos, como T3 e T4, apesar de secreção de hormônios tireoidianos (HT), quadro conhecido
apresentarem alto lipofilismo, entram nas células-alvo como hipotireoidismo, EXCETO:
através de transportadores como NTCP, OAT e MCT8.
b) Ao se ligarem a receptores nucleares (TR), os hormônios a) Aumento da produção de 2,3-difosfoglicerato (2,3-DPG).
tireoidianos podem promover a ligação de fatores de b) Fraqueza muscular.
transcrição e da RNA polimerase ao DNA, com consequente c) Redução do débito cardíaco.
aumento da expressão gênica. d) Menorragia.
c) As proteínas desiodases, que irão catalisar a formação de e) Retardo no crescimento e desenvolvimento, em crianças.
T4 em T3, estão localizadas na membrana celular das
células-alvo, sendo essenciais à passagem do hormônio 58. São sintomas/eventos decorrentes do aumento da
tireoidiano através da membrana plasmática. secreção de hormônios tireoidianos (HT), quadro conhecido
d) Existem regiões específicas do DNA às quais se ligam os como hipertireoidismo, EXCETO:
receptores de hormônios tireoidianos (TR), conhecidas como
elementos responsivos aos hormônios tireoidianos (TREs). a) Osteoporose.
e) O hormônio tiroxina (T4) parecer ter um importante papel b) Exoftalmia.
nas ações não-genômicas dos hormônios tireoidianos (HT), c) Elevação plasmática da prolactina.
uma vez que sua ligação a integrinas de membrana ativa a d) Aumento da síntese de eritropoetina.
fosfolipase C (PLC) e a proteína quinase C (PKC). e) Efeito cronotrópico e ionotrópico.

55. (Correlação com Bioquímica I) Sabe-se que uma das 59. O cálcio é o íon mais abundante e o quinto elemento mais
principais funções dos hormônios tireoidianos nos tecidos encontrado do organismo humano, participando de inúmeras
periféricos é a manutenção da termogênese basal, além da reações químicas essenciais à homeostase. São papéis
geração de termogênese facultativa em ambientes com desempenhados pelo cálcio, EXCETO:
baixas temperaturas. Sobre esse mecanismo regulado por T3
e T4, escolha a alternativa INCORRETA: a) No processo de coagulação sanguínea, o cálcio é
essencial para a conversão de trombina em protrombina,
a) Os hormônios tireoidianos (HT) têm a capacidade de através da ação do complexo tromboplastina-Ca2+ mediada
aumentar a expressão das proteínas de desacoplamento por vitamina K.
(UCPs) das mitocôndrias, as quais promovem a passagem b) Entra na composição do mineral hidroxiapatita,
de íons H+ do ambiente intermembranar para a matriz celular Ca10(PO4)6(OH)2, importante para a mineralização dos
por uma via alternativa não ligada a ATPase. tecidos ósseos e do esmalte dentário.
b) Pacientes com hipotireoidismo apresentam menor c) Liga-se à calmodulina, participando dos processos de
resistência a ambientes com baixas temperaturas, uma vez sinalização celular, uma vez que o complexo calmodulina-
que sua termogênese facultativa está comprometida. Ca2+ é um importante ativador da adenilil-ciclase membranar.
c) Esses hormônios aumentam a passagem de íons K+ para d) A liberação dos estoques de cálcio do retículo
o ambiente intracelular e de íons Na+ para o ambiente sarcoplasmático é essencial à contração muscular mediada
extracelular, aumentando a atividade da bomba de sódio- pela captação de acetilcolina na junção neuromuscular.
potássio. e) Participação da geração dos potenciais de ação no nó
d) T3 e T4 são capazes de aumentar a entrada de íons Ca 2+ sinoatrial do coração, uma vez que é transportado para o
no retículo sarcoplasmático, fenômeno que provoca o interior desses cardiomiócitos especializados através de
aumento da atividade da Ca2+-ATPase. canais lentos de Ca2+ voltaico-dependentes.
e) A UCP1, proteína de desacoplamento-1, é altamente
60. Em relação à absorção dos íons cálcio no intestino, c) Os osteoblastos são células de origem mesenquimal que
escolha a alternativa INCORRETA: são responsáveis pela síntese e secreção do osteoide, o
componente orgânico da matriz extracelular dos ossos. Eles
a) Os íons cálcio são majoritariamente absorvidos por via respondem aos hormônios PTH (paratormônio) e vitamina D.
transcelular na porção proximal do intestino delgado – d) No momento da formação da matriz óssea, alguns
duodeno e parte inicial do jejuno – através da regulação da osteoblastos são isolados pela própria matriz dando origem
vitamina D. aos osteócitos. Essas células são ricas em expansões
b) Uma pequena parte dos íons cálcio é absorvida por via celulares que se comunicam com outros osteócitos através
paracelular mediante a diferença entre a concentração do de canalículos presentes na matriz mineralizada.
elemento no líquido extracelular e no lúmen do intestino e) Osteoclastos são células que se localizam na periferia da
delgado. matriz óssea, sendo derivadas da fusão de células do
c) A presença excessiva de íons potássio no alimento reduz sistema monocítico fagocitário (SMF). Participam dos
a absorção intestinal de íons cálcio mediada pela vitamina D, processos de reabsorção óssea, uma vez que são capaz de
enquanto que a presença de lactose aumenta tal absorção. degradar a matriz extracelular.
d) Em casos de intoxicação por vitamina D, haverá aumento
da captação de cálcio no intestino e, consequentemente, 63. (Correlação com Biologia Celular aplicada à
redução da reabsorção nos túbulos renais. Medicina) Em relação aos processos de formação e de
e) Ao longo das fases da vida, não há grandes modificações remodelação óssea, escolha a alternativa INCORRETA:
na necessidade diária de cálcio na dieta, devendo-se sempre
mantê-la no nível do balanço de cálcio igual a zero. a) No processo de formação óssea intramembranosa,
osteoblastos são formados diretamente a partir da
61. Em relação à concentração citosólica do cálcio e a seus diferenciação de células mesenquimais, os quais irão
papéis nas funções celulares, escolha a alternativa produzir a matriz óssea orgânica (osteoide), com a formação
INCORRETA: de um osso de aspecto desorganizado.
b) No processo de formação óssea endocondral, há
a) A concentração intracelular de cálcio, em condições primeiramente a formação de um tecido cartilaginoso que
fisiológicas, é sempre menor que a concentração de cálcio formará o molde de mineralização do osso, com a formação,
do líquido extracelular. ao final, de uma matriz extracelular organizada em lamelas
b) A ativação do sistema PIP2, com a formação de trifosfato concêntricas.
de inositol (IP3) e diacilglicerol (DAG), é capaz de alterar a c) Os discos epifisários são formações cartilaginosas
permeabilidade do retículo endoplasmático e da membrana presentes nas extremidades dos ossos longos, responsáveis
celular aos íons cálcio. pelo crescimento longitudinal ósseo, observado ao longo da
c) A liberação de acetilcolina nas fendas sinápticas das infância e adolescência, através de formação óssea
junções neuromusculares provoca ativação de receptores intramembranosa.
colinérgicos nicotínicos, os quais estão relacionados ao d) A prática de exercícios físicos é essencial para a
influxo de cálcio para o citoplasma. prevenção da fraqueza óssea observada em pessoas idosas,
d) A manutenção da concentração ideal de cálcio no uma vez que a pressão constante sobre a matriz óssea ativa
ambiente citoplasmático em repouso, ou seja, com potencial o sistema de formação e mineralização do osso, dependente
basal de membrana, é feita através de canais de transporte dos osteócitos.
passivo de cálcio a favor de um gradiente eletroquímico. e) Um dos grandes problemas fisiológicos desencadeados
e) O restabelecimento das baixas concentrações de cálcio pela estadia de astronautas no espaço é a desmineralização
no ambiente intracitoplasmático é feito rapidamente após a óssea proeminente, uma vez que a ausência de gravidade
despolarização de membrana e consequente influxo desse constitui fator positivo à atividade de reabsorção da matriz
íon, evitando permenência do estímulo. mineralizada pelos osteoclastos.

62. (Correlação com Biologia Celular aplicada à 64. Sabe-se que as células que constituem o tecido ósseo
Medicina) O tecido ósseo é um tipo de tecido conjuntivo respondem a sinais químicos e hormonais, aumentando ou
especializado, o qual é responsável, em parte, pela formação diminuindo a reabsorção óssea, no intuito de manter a
do esqueleto axial e apendicular humano. Em relação à renovação do osso e a homeostase do cálcio. A partir de
constituição e formação desse tecido, escolha a alternativa seus conhecimentos acerca do assunto, escolha a
INCORRETA: alternativa INCORRETA:

a) O tecido ósseo é formado por uma matriz mineralizada rica a) Os osteoblastos são capazes de produzir e secretar duas
em fosfato de cálcio. A mineralização ocorre pela ligação de substâncias de ações distintas, o RANKL (ligante do receptor
cristais de hidroxiapatita às moléculas de osteocalcina e ativador do fator nuclear B) e a OPG (osteoprotegerina).
osteonectina, as quais se ligam às fibras de colágeno tipo I. b) O PTH (paratormônio) e o 1,25-di-hidroxi-colecalciferol
b) Os componentes celulares do osso podem ser divididos (vitamina D) estimulam a síntese e secreção de RANKL pelos
em mortos (inativos) e vivos (ativos). Osteoclastos e osteoblastos. Tais ligantes irão ativar a produção de células
osteoblastos fazem parte dos componentes vivos, do sistema monocítico fagocitário na medula óssea.
participando da remodelação óssea, enquanto que os c) Os osteoclastos não possuem ligantes para a calcitonina,
osteócitos são células mortas sem atividade celular a qual é capaz de estimular indiretamente a produção de
essencial. fatores que impedem a fusão das células monocíticas
fagocitárias.
d) Os estrógenos e a BMP (proteína morfogenética óssea) via adenilil-ciclase-AMPc.
estimulam a síntese e secreção de OPG, que nada mais é c) Aumento da reabsorção óssea, uma vez que estimula a
que um receptor sequestrador de RANKL circulantes, secreção de fatores osteoblásticos que provocam o aumento
diminuindo, dessa forma, a reabsorsção óssea. da atividade das células osteoclásticas, com consequente
e) Os osteoclastos têm a função de degradar a matriz óssea osteopenia.
inorgânica através da formação de lacunas de Howship, na d) Redução da atividade das células osteoblásticas, com
qual são liberados íons hidrogênio (H+) através de canais aumento da atividade das células osteocíticas, uma vez que
transportadores presentes na membrana dessas células. se observa aumento das lacunas ocupadas por esse tipo
celular, indicando que houve reabsorção óssea local.
65. Em relação às glândulas paratireoides, é INCORRETO e) Aumento da atividade da 1--hidroxilase renal, com
afirmar: consequente elevação da produção de 1,25-di-hidroxi-
colecalciferol, a qual estimula a absorção intestinal de cálcio.
a) Localizam-se na parte posterior da tireoide e secretam o
hormônio PTH (paratormônio) em resposta às baixas 69. Em relação à fisiologia do metabolismo osteomineral,
concentrações plasmáticas de cálcio (hipocalcemia). escolha a alternativa INCORRETA:
b) As paratireoides superiores derivam do quarto par de
arcos faríngeos embrionários, enquanto as paratireoides a) Mulheres pós-menopausa, por produzirem baixos níveis
inferiores derivam do terceiro par, sendo que ambas têm de estrógeno, terão aumentada a produção de RANKL e
origem endodérmica. diminuída a produção de OPG, com consequente perda
c) No parênquima da glândula encontram-se, basicamente, óssea progressiva, podendo evoluir para um quadro de
dois tipos celulares, um produtor do hormônio PTH, a célula osteoporose.
principal da paratireoide, e o outro sem função descrita, mas b) Um peptídeo relacionado ao paratormônio (PTHrp) é
que sofre aumento de seu número ao longo da vida, a célula encontrado em altos níveis no plasma fetal, tendo importante
oxifílica. papel na manutenção da hipercalcemia do feto em relação à
d) O hormônio PTH é produzido como pré-pró-PTH no mãe. Acredita-se que ele estimule a atividade da Ca2+-
retículo endoplasmático rugoso, porém é secretado como ATPase placentária.
PTH, uma vez que seus resíduos são removidos no próprio c) A intoxicação por vitamina D deve ser considerada nos
retículo endoplasmático e no complexo de Golgi. casos de hipercalcemia com níveis baixos ou suprimidos de
e) As células principais da paratireoide secretam o hormônio paratormônio (PTH).
PTH intacto e uma forma clivada na região aminoterminal, d) Em casos de hiperparatireoidismo, observam-se
sendo que ambas as formas apresentadas têm a mesma comprometimento ósseo intenso, pedras nos rins e
ação nas células-alvo. síndromes neuropsiquiátricas, como depressão e confusão
mental.
66. Altas concentrações plasmáticas das seguintes e) A hiperfosfatúria e o aumento da fosfatase alcalina óssea
substâncias aumentam a reabsorção óssea e, podem ser observados em pacientes com
consequentemente, a perda da matriz óssea, EXCETO: hipoparatireoidismo, provocando diminuição da
concentração plasmática de fosfato (PO43-).
a) Insulina.
b) Paratormônio (PTH). 70. Em relação às células parafoliculares ou células C da
c) 1,25-di-hidroxicolecalciferol. tireoide e à síntese do hormônio calcitonina, escolha a
d) Glicocorticoides. alternativa INCORRETA:
e) Prostaglandina E.
a) Em pacientes tireoidectomizados, observa-se a presença
67. São fatores que inibem a secreção de paratormônio de calcitonina no sangue, uma vez que outras células, como
(PTH) pelas glândulas paratireoides, EXCETO: células tímicas e pulmonares, são também capazes de
sintetizar esse hormônio peptídico.
a) Altos níveis de cálcio (Ca2+) no plasma sanguíneo. b) As células C pertencem ao conjunto de células APUD, as
b) Altos níveis de magnésio (Mg2+) no plasma sanguíneo. quais são capazes de captar DOPA e 5-hidroxitriptofano,
c) Altos níveis de 1,25-di-hidroxi-colecalciferol no plasma transformando-os em dopamina e serotinina,
sanguíneo. respectivamente.
d) Altos níveis de prolactina no plasma sanguíneo. c) As células C têm origem no corpo ultimobranquial
e) Ativação de receptores alfa-adrenérgicos. embrionário e estão presentes no parênquima glandular da
tireoide, não entrando em contato com o coloide do folículo
68. São ações decorrentes do aumento da síntese e dessa glândula.
secreção de paratormônio (PTH) pelas glândulas d) Na espécie humana, homens apresentam maiores níveis
paratireoides, EXCETO: plasmáticos basais de calcitonina em relação às mulheres.
No entanto, ambos os sexos apresentam queda nesses
a) Aumento da reabsorção de cálcio na porção ascendente níveis com o envelhecimento.
da alça de Henle e na porção final do túbulo contorcido distal e) Altos níveis plasmáticos de hormônios gastrointestinais
através da ativação da via adenilil-ciclase-AMPc. como gastrina e colecistocinina (CCK) são fortes inibidores
b) Diminuição da excreção de água e íons sódio, fosfato e da secreção de calcitonina pelas células C tireoidianas.
bicarbonato, uma vez que aumenta a reabsorção desses
íons pelos túbulos contorcidos proximais renais através da 71. Em relação ao controle dos níveis plasmáticos de
calcitonina e às suas ações no organismo humano, escolha d) Tanto a síntese de 25-hidroxi-vitamina D, quanto a síntese
a alternativa INCORRETA: de 1,25-di-hidroxi-vitamina D não são reguladas por
mecanimos endógenos hormonais ou de retroalimentação.
a) A calcitonina promove a redução da atividade da enzima Portanto, a relação entre a concentração dessas duas
renal 1--hidroxilase, provocando, portanto, redução da substâncias é diretamente proporcional à ingestão ou à
absorção de cálcio pelo intestino e, consequentemente, síntese epidérmica de vitamina D.
reduzindo os níveis plasmáticos desse íon. e) Nos rins, existem enzimas presentes na membrana interna
b) Hipercalcemia crônica, ou seja, altas concentrações das mitocôndrias das células epiteliais dos túbulos
plasmáticas de íons Ca2+ durante um longo período de contorcidos proximais, as 1--hidroxilases, que convertem a
tempo, como as observadas em casos de 25-hidroxi-vitamina D em 1,25-di-hidroxi-vitamina D.
hiperparatireoidismo primário, não provocam aumento da
síntese e secreção de calcitonina, observando-se, na 74. Qual dos seguintes fatores inibe a atividade da 1--
verdade, redução da sua concentração plasmática. hidroxilase renal, com consequente redução da síntese de
c) No período pós-prandial, por ação dos hormônios 1,25-di-hidroxi-vitamina D?
gastrointestinais, há aumento da secreção de calcitonina,
impedindo que haja uma hipercalcemia após as refeições. a) Aumento dos níveis plasmáticos de PTH.
d) A síntese e a secreção desse hormônio são estimuladas b) Aumento da concentração plasmática de 1,25-di-hidroxi-
pela ligação de peptídeos ativos a receptores ligados à colecalciferol.
proteína G estimulatória (Gs), a qual é capaz de ativar a via c) Redução da concentração plasmática de fosfato
adenilil-ciclase-ATP ou a via da fosfolipase C (PLC). (hipofosfatemia).
e) Os osteoclastos têm receptores para a calcitonina, os d) Aumento dos níveis plasmáticos de calcitonina.
quais, quando ativados, reduzem as atividades promovidas e) Aumento da concentração plasmática de 25-hidroxi-
pelo PTH, ou seja, há redução da síntese de enzimas calciferol.
lisossomais e da borda em escova.
75. Sabe-se que a vitamina D, apesar de receber essa
72. Em relação à vitamina D, escolha a alternativa denominação, pode ser produzida endogenamente pelo
INCORRETA: tecido cutâneo humano através da exposição aos raios UV e
agir modificando a expressão de certos genes em diversas
a) Existem disponíveis ao homem duas formas de vitamina linhagens celulares, aproximando-a das características de
D, o ergosterol (vitamina D2), de origem vegetal, e o um hormônio esteroide. A partir de seus conhecimentos
colecalciferol (vitamina D3), de origem animal, sendo que acerca da síntese, da secreção e das ações da vitamina D,
ambas as formas têm o mesmo potencial de ação no escolha a alternativa INCORRETA:
organismo.
b) Se um ser humano recebe uma quantidade suficiente de a) A vitamina D ativada (1,25-di-hidroxi-vitamina D) é capaz
radiação ultravioleta na pele, através da exposição solar de se ligar a receptores nucleares dos enterócitos,
diária, não haverá necessidade de adquirir vitamina D aumentando a síntese da proteína calbindina D, ou mesmo
através da alimentação. de se ligar a receptores de membrana também dos
c) A exposição excessiva aos raios ultravioletas solares pode enterócitos, aumentando o processo de transcaltaquia,
ser um fator desencadeador da intoxicação por vitamina D, eventos que levam à maior absorção intestinal de cálcio.
caracterizada por hipercalcemia crônica, afetando os tecidos b) Aumentos da concentração plasmática de 1,25-di-hidroxi-
neurais e cardiovasculares. colecalciferol ou de fosfato levam à maior atividade da
d) Na pele, através da ação dos raios ultravioletas (raios UV), enzima renal 24-hidroxilase, com maior produção da forma
haverá a conversão de 7-desidrocolesterol em vitamina D3 24,25-di-hidroxi-colecalciferol.
ou pré-vitamina D3, as quais mantêm-se em equilíbrio nesse c) A vitamina D é essencial à mineralização óssea, uma vez
compartimento corporal. que estimula a absorção de cálcio e fósforo pelas células
e) A vitamina D adquirida através da dieta é transportada ao intestinais, mas, ao mesmo tempo, exerce forte papel na
sangue através do ducto torácico no interior de quilomícrons. reabsorção óssea, estimulando a síntese e a atividade de
No plasma, é transportada ligada a uma proteína conhecida osteoclastos indiretamente.
como transcalciferina. d) A hipervitaminose D severa pode ser causa de
osteomalácia em adultos, distúrbio caracterizado por defeitos
73. Em relação à vitamina D, escolha a alternativa na mineralização óssea.
INCORRETA: e) O PTH é um forte estimulador da produção de 1,25-di-
hidroxi-colecalciferol renal. Da mesma forma, num processo
a) A vitamina D ingerida e a sintetizada na pele (calciferol) de retroalimentação negativa, o aumento da 1,25-di-hidroxi-
são metabólitos inativos, uma vez que apresentam baixa vitamina D provoca redução da síntese de PTH pelas
hidrossolubilidade. paratireoides.
b) A enzima hepática 25-hidroxilase inicia o processo de
polarização da molécula de vitamina D, adicionando um 76. (Correlação com Histofisiologia dos Sistemas
grupo hidroxila (-OH) ao carbono 25 da molécula de aplicada à Medicina) Em relação à estrutura anatômica e
calciferol. histológica do sistema genital masculino, escolha a
c) Grande parte do excesso de vitamina D ingerido na dieta alternativa INCORRETA:
é armazenada no tecido adiposo e pode fornecer esse
metabólito ao longo de um grande período de tempo. a) O testículo é revestido por uma cápsula de tecido
conjuntivo conhecida como túnica albugínea, a qual emite hormônios sexuais (SHBG).
septos para dentro do parênquima testicular, dividindo-o em
lóbulos. 79. São efeitos da testosterona no organismo masculino,
b) A túnica vaginal, uma formação mesotelial do saco EXCETO:
escrotal, reveste o testículo, o epidídimo e a parte inferior do
ducto deferente, tendo uma parte visceral e uma parte a) Promoção e manutenção da espermatogênese.
parietal. b) Indução do desenvolvimento mamário.
c) O testículo é formado por túbulos finos, conhecidos como c) Efeito anabólico sobre os músculos.
túbulos seminíferos, os quais possuem um epitélio funcional d) Aumento da produção renal de eritropoetina.
rico em células espermatogênicas e células de Sertoli. e) Alongamento das cordas vocais e crescimento da laringe.
d) A espermatogênese exige um ambiente com temperatura
acima da temperatura corporal, a qual fica em torno de 37º e 80. São ações do hormônio folículo-estimulante (FSH) sobre
38º C. os testículos, EXCETO:
e) No interstício dos testículos, encontram-se as células de
Leydig, produtoras de testosterona, hormônio que é liberado a) Redução da expressão da enzima aromatase pelas
nos vasos sanguíneos adjacentes a essas células. células de Sertoli, com consequente queda na produção de
estradiol.
77. (Correlação com Histofisiologia dos Sistemas b) Estimula o crescimento testicular durante a puberdade.
aplicada à Medicina) Em relação à estrutura anatômica e c) Aumenta a produção da proteína ligadora de andrógenos
histológica do sistema genital masculino, escolha a (ABP) pelas células de Sertoli, essencial à captação de
alternativa INCORRETA: testosterona e manutenção de níveis ótimos à
espermatogênese.
a) A túnica albugínea é responsável pela formação do d) Modula os efeitos do LH sobre as células de Leydig.
mediastino, uma região localizada na parte posterior dos e) É essencial para a secreção normal de testosterona pelas
testículos, rica em ductos (rede testicular, ou rete testis) que células do interstício testicular.
drenam o conteúdo seminífero para o epidídimo.
b) O funículo espermático é um conjunto de estruturas que 81. Qual das seguintes células é responsável pela produção
atravessam o canal inguinal, sendo formado, basicamente, do hormônio inibina B na pré-puberdade, o principal atuante
pela artéria espermática, pelo plexo venoso pampiniforme, no sistema de retroalimentação negativa da secreção de
pelo plexo vascular linfático e pelo ducto deferente. FSH pela hipófise no homem?
c) As células de Sertoli representam uma população celular
somática estável. Elas facilitam o deslocamento da células a) Células de Leydig.
espermatogênicas em diferenciação da periferia do túbulo b) Células de Sertoli.
seminífero para o lúmen tubular. c) Espermatócito II.
d) Existem junções oclusivas na região basolateral das d) Células do estroma testicular.
células de Sertoli que as conectam formando uma barreira e) Concreções prostáticas.
hematotesticular, a qual dificulta a entrada de substâncias
nocivas à espermatogênese vindas da circulação. 82. As seguintes afirmações tratam do desenvolvimento e
e) Espermiogênese e espermiação são sinônimos para o funcionamento normal ou das complicações do sistema
processo de formação de espermatozoides a partir das reprodutor masculino. Escolha a alternativa INCORRETA:
espermátides localizadas na parte mais luminal do epitélio
seminífero. a) No período pré-púbere, a zona reticulada das suprarrenais
inicia a síntese e secreção de androgênios, como a
78. Em relação à síntese, secreção e ações dos hormônios desidroepiandrosterona (DHEA) e de androstenediona,
masculinos, escolha a alternativa INCORRETA: processo conhecido como adrenarca, o qual leva ao
aparecimento dos primeiros pelos axilares e pubianos.
a) A di-hidrotestosterona (DHT) é produzida a partir da b) A vesícula seminal é responsável pela produção de um
testosterona em tecidos que expressam a enzima 5-- fluido rico em frutose e prostaglandinas, enquanto que a
redutase, como a próstata e os folículos pilo-sebáceos. próstata irá incorporar zinco, espermina, ácido cítrico e
b) Existem androgênios de ação mais fraca em relação à fosfatase ácida ao sêmen em formação.
DHT, como a androstenediona e a desidroepiandrosterona c) Uma situação em que o número de espermatozoides está
(DHEA). diminuído ao espermograma, a testosterona e o LH são
c) A deficiência da produção de colesterol endógeno pode normais e o FSH aumentado indica lesão nos túbulos
constituir um fator de inibição do desenvolvimento sexual seminíferos com produção normal de testosterona pelas
masculino, uma vez que a síntese de androgênios depende células de Leydig.
da clivagem da cadeia lateral do colesterol nas mitocôndrias. d) Quando o espermograma mostra ausência de
d) As células de Leydig são capazes de sintetizar a esperamatozoides e a avaliação hormonal é normal,
testosterona a partir de precursores esteroides, liberando desconfia-se de uma obstrução do ducto ejaculatório.
esse hormônio na microcirculação testicular e no fluido dos e) A testosterona é responsável pela regressão e inibição do
túbulos seminíferos. crescimento dos ductos de Wolff no desenvolvimento
e) A maior parte da testosterona circulante no sangue embrionário, ação que irá dar início à formação genital
encontra-se livre no plasma, no entanto, uma pequena parte masculina.
encontra-se ligada à albumina ou à globulina ligadora de
83. A compreensão microscópico-histofisiológica dos ovários aumento do aporte de gonadotrofinas sanguíneas.
do sistema reprodutor feminino humano é de essencial c) O aumento do estrogênio, associado à queda na secreção
importância para a análise correta dos eventos de natureza de FSH, devido à retroalimentação negativa, parece ser o
macroscópica, como os sinais do início (menarca) e do fim mecanismo crítico para o processo de dominância folicular.
dos ciclos ovarianos (menopausa). A partir de seus d) A cada ciclo menstrual ocorrerá a seleção de um folículo
conhecimentos, escolha a alternativa INCORRETA: dominante em cada ovário, sendo que haverá, no momento
da ovulação, a liberação de um oócito tanto na tuba uterina
a) Na vida intra-uterina, as células germinativas primordiais esquerda, como na direita.
dão origem às oogônias, as quais entram em processo e) Com a formação do antro, o oócito é empurrado para a
meiótico interrompido na fase de prófase. periferia do folículo, sendo que, no folículo maduro ou de De
b) Os folículos primordiais são formados a partir de oócitos I Graaf, ele está conectado à camada granulosa interna a
circundados por uma camada única de células granulosas de partir do acúmulo oóforo.
origem estromal com uma lâmina basal externa.
c) O processo de crescimento e de atresia folicular não é 87. Observe a imagem abaixo:
contínuo desde a infância até a menopausa, sendo
interrompido por gestação ou períodos anovulatórios. Assim,
mulheres que tomam contraceptivos orais por longos
períodos ou que tenham várias gestações atingirão a
menopausa numa época posterior a mulheres nulíparas.
d) O desenvolvimento de folículos primordiais é
independente da ação das gonadotropinas e estrogênios, ao
contrário das etapas subsequentes.
e) Apesar do número elevado de oogônias formadas durante
a gametogênese embrionária, a maior parte irá sofrer atresia,
condicionando apenas 400 a 500 ovulações durante a
menacme.

84. São transformações ocorridas na passagem de folículo


primordial para folículo primário, EXCETO:

a) Células da granulosa passam de pavimentosas para


cilíndricas.
b) Células da granulosa começam a secretar a zona
pelúcida.
c) O oócito primário mantém-se na mesma fase do ciclo
celular (prófase meiótica).
d) Aumento do número de camadas de células da granulosa. Escolha a alternativa na qual a identificação das estruturas
e) As células da granulosa passam a responder a hormônios apontadas e numeradas está INCORRETA:
gonadotrópicos.
a) 1 – Antro folicular.
85. São transformações ocorridas na passagem de folículo b) 2 – Teca interna.
primário para folículo secundário, EXCETO: c) 3 – Teca externa.
d) 5 – Camada granulosa.
a) Aumento no número de células e camadas foliculares. e) 7 – Coroa radiada.
b) Início da formação do antro folicular, com acúmulo de
líquido entre as células da granulosa. 88. São funções do LH no sistema reprodutor feminino,
c) Diferenciação das células do estroma em contato com a EXCETO:
lâmina basal do folículo em células epitelioides com
características secretoras formando a teca interna. a) Promove no oócito o início da continuidade da meiose.
d) Formação do primeiro corpúsculo polar. b) Regressão do acúmulo oóforo.
e) Angiogênese na camada tecal. c) Estimula a síntese de progesterona e de prostaglandinas.
d) Inicia o processo de luteinização das células da granulosa.
86. Em relação ao processo de maturação do folículo e) Estimula, indiretamente, a contração das células
ovariano nos dias anteriores à ovulação, escolha a musculares do ovário, contribuindo para a expulsão do
alternativa INCORRETA: oócito.

a) O folículo selecionado para finalizar o processo de 89. Em relação ao processo da ovulação é correta afirmar,
maturação folicular e de ovulação deve apresentar maior EXCETO:
capacidade de proliferação de células da granulosa e de
produção de estrogênios. a) É o processo de ruptura folicular com a expulsão do oócito,
b) A expressão do fator de crescimento endotelial vascular juntamente com a zona pelúcida, o acúmulo oóforo e parte
(VEFG) é essencial para a formação dos vasos sanguíneos do líquido folicular.
(angiogênese) na camada tecal interna, com consequente b) As prostaglandinas promovem angiogênese, hiperemia e
contração de células musculares do ovário, que contribuem Progesterona – Via 4.
para a expulsão do oócito e elementos agregados. d) Estrona – Aromatase - 17-Estradiol.
c) A progesterona aumenta a distensão da parede do e) Desidroepiandrosterona (DHEA) – 3-hidróxi-esteroide
folículo, que passa a acumular maior volume de líquido. desidrogenase – Testosterona - Via 5.
d) O FSH e o LH estimulam a produção de plasminogênio
pelas células granulosas e tecais para formação de 93. Em relação aos hormônios sexuais femininos e
plasmina, que inativa a colagenase. masculinos, escolha a alternativa INCORRETA:
e) As alterações no processo final de maturação do folículo
causam na superfície do ovário uma protuberância de forma a) Os estrogênios estimulam a síntese da globulina ligadora
cônica, o chamado estigma folicular. de hormônios sexuais (SHBG) pelo fígado, enquanto que os
androgênios a suprimem.
90. Em relação ao ciclo ovariano, escolha a alternativa b) A ativina é produzida pelas células luteínicas grandes,
INCORRETA: sendo que está relacionada à degradação do colágeno dos
ligamentos pélvicos e ao amolecimento do colo uterino na
a) A fase folicular (ou do desenvolvimento folicular), que gravidez.
antecede a ovulação, costuma ser constante entre as c) As células da granulosa são capazes de produzir dois
mulheres, sendo que a fase lútea é geralmente variável. hormônios polipeptídicos, a ativina e a inibina, os quais têm
b) Na formação do corpo lúteo, estimulada pelo LH, as efeitos inversos na secreção de FSH pela hipófise.
células da granulosa dão origem às células luteínicas d) Na gravidez, devido ao aumento do nível de estrogênios
grandes, enquanto que as células da teca formam as células circulantes, haverá, consequentemente, um aumento da
luteínicas menores. síntese da SHBG, enquanto que na menopausa, quando há
c) Ao final da luteólise, que consiste na regressão do corpo aumento do nível circulante de androgênios, haverá uma
lúteo, há a formação de um tecido cicatricial avascularizado, redução nessa mesma síntese.
conhecido como corpo branco ou corpo albicans. e) No climatério, a fase pré-menopausa das mulheres,
d) A maior parte dos folículos que entram em processo de observam-se níveis elevados de FSH e níveis diminuídos de
maturação sofrem atresia, um processo que se estende inibina no soro.
desde o período pré-natal até a menopausa.
e) O corpo lúteo é uma glândula endócrina temporária cuja 94. A seguir são feitas afirmações acerca da fisiologia do
formação se inicia poucas horas após a expulsão do oócito, Sistema Reprodutivo Feminino. Escolha a alternativa
e se não ocorre fecundação do óvulo pelo espermatozoide e INCORRETA:
início da implantação do concepto, inicia-se a regressão do
corpo lúteo. a) As células da teca interna têm receptores para o hormônio
luteinizante (LH) e são vascularizadas, enquanto que as
91. Em relação aos hormônios sexuais femininos, escolha a células da granulosa expressam em maior quantidade
alternativa INCORRETA: receptores para o hormônio folículo-estimulante (FSH) e são
avascularizadas.
a) Existem três estrogênios de importância para a mulher, o b) Os ciclos ovarianos próximos à menarca e do climatério
-estradiol, que é o mais potente, a estrona e o estriol. são, geralmente, mais longos que o normal e anovulatórios.
b) Os hormônios sexuais são esteroides derivados da c) Ao final da fase folicular do ciclo ovariano, as células da
molécula de colesterol. As proteínas de transporte StAR granulosa passarão a expressar LH, hormônio que inibe a
(proteína reguladora aguda da esteroidogênese) são síntese de scc (clivadora da cadeia lateral) e a produção de
responsáveis por levar as moléculas de colesterol para a progesterona.
membrana interna das mitocôndrias. d) As células tecais internas, por possuírem baixa atividade
c) A conversão do colesterol a pregnenolona ocorre, da aromatase, sintetizam androgênios, como a
principalmente, nas células da teca interna durante a fase androstenediona e a testosterona, os quais se difundem para
folicular do ciclo ovariano independentemente de LH. a camada granulosa para serem transformados em
d) A estrona é produzida principalmente nos tecidos estrogênios.
periféricos a partir de androgênios e, juntamente com o - e) O estrogênio tem ação nas células da granulosa
estradiol, pode ser convertida em estriol pelo fígado. provocando hiperplasia dessa camada e induzindo a
e) São produzidos a partir da pregnenolona, a qual é obtida expressão de receptores para o FSH.
a partir da ação da enzima 20,22-desmolase, ou scc
(clivadora da cadeia lateral), expressa na membrana interna 95. São mudanças observadas no período pré-ovulatório de
das mitocôndrias. uma mulher adulta normal, EXCETO:

92. Nas seguintes opções são citadas 5 vias de conversão a) Leve redução nos níveis plasmáticos de progesterona.
dos esteroides sexuais, com o substrato, a enzima b) Aumento exponencial dos níveis plasmáticos de
conversora, o produto e a via, caso essa possa ser estrógenos.
designada, respectivamente. Escolha a alternativa c) Neovascularização da camada granulosa.
INCORRETA: d) Aumento da expressão de receptores para LH nas células
da granulosa.
a) Androstenediona – Aromatase – Estrona. e) Aumento da expressão do proteína scc (clivadora da
b) Testosterona – Aromatase – 17-Estradiol. cadeia lateral) nas células da granulosa.
c) Pregnenolona – 3-hidróxi-esteroide desidrogenase –
96. Em relação à fase lútea do ciclo ovariano, é CORRETO 99. As seguintes afirmações tratam das correlações entre os
afirmar: hormônios esteroides sexuais circulantes e as modificações
observadas em todo o trato reprodutor feminino. Escolha a
a) O corpo lúteo é formado por duas camadas de células, as alternativa INCORRETA:
células luteínicas grandes, derivadas da teca interna, e as
células luteínicas pequenas, derivadas da camada a) Os altos níveis de estrógenos circulantes na fase folicular
granulosa. do ciclo ovariano estimulam a proliferação das células
b) O corpo lúteo é capaz de secretar os hormônios inibina e epiteliais da tuba uterina e do número e movimento dos cílios
ocitocina. dessas células.
c) Não há produção de androgênios nessa fase do ciclo b) As “pílulas do dia seguinte” são formulações contendo
ovariano. altas concentrações de progesterona sintética, a qual
d) Apesar do aumento da secreção de progesterona e de estimula a contração da musculatura das tubas uterinas e o
17-hidroxiprogesterona, esses dois hormônios nunca batimento ciliar, dificultando a concepção.
ultrapassam os níveis plasmáticos de estrógenos. c) Observa-se aumento da mucosa vaginal na fase folicular
e) A maior atividade do corpo lúteo ocorre poucas horas do ciclo ovariano, devido aos altos níveis de estrógenos, com
antes da menstruação. aumento da produção de glicogênio pelas células epiteliais e
consequente formação de ácido lático pela flora bacteriana.
97. A seguir são feitas afirmações acerca da fisiologia do d) O muco cervical sofre mudanças na composição e textura
Sistema Reprodutivo Feminino. Escolha a alternativa ao longo do ciclo ovariano, sendo fluido e límpido em fases
INCORRETA: estrogênicas e viscoso e turvo em fases progesterônicas.
e) Considerando-se as alterações vaginais e cervicais,
a) Certos tratamentos para o controle de tumores na próstata admite-se que meninas pré-púberes e mulheres pós-
e da endometriose utilizam doses elevadas e constantes de menopausa apresentam maiores riscos de contrair infecções
GnRH no sangue, o que gera dessensibilização dos no trato reprodutivo.
gonadotrofos e consequente redução da produção de
esteroides sexuais. 100. Os hormônios sexuais esteroides, como os estrogênios
b) A lesão de neurônios noradrenérgicos induz o completo e a progesterona, têm funções extra-reprodutivas, as quais
desaparecimento dos pulsos de LH pela hipófise. são capazes de provocar diferenças comportamentais e
c) Observa-se aumento da secreção de LH e FSH após a fisiológicas observadas entre os sexos. Acerca de seu
menopausa, em consequência da queda acentuada da conhecimento sobre o assunto, escolha a alternativa
secreção de esteroides ovarianos. INCORRETA:
d) A progesterona, por si, é capaz de induzir um pico pré-
ovulatório de LH, no entanto, in vivo, o estradiol aprimora e a) Os estrogênios têm ação anti-convulsivante, dessa forma,
prolonga a duração desse evento. o uso de contraceptivos orais por pessoas que tenham crises
e) Os hormônios sexuais esteroides podem exercer atividade epilépticas recorrentes pode ser uma boa alternativa de
de retroalimentação tanto negativa quanto positiva sobre a controle.
secreção de GnRH e gonadotrofinas, dependendo da fase b) A progesterona tem ação central ansiolítica, enquanto que
do ciclo ovulatório em que se encontram. os estrógenos têm ação central antidepressiva. Essa
situação é evidenciada pelo estado irritadiço de mulheres na
98. Em relação às alterações uterinas ao longo do ciclo TPM (tensão pré-menstrual), período em que os níveis
ovariano, escolha a alternativa INCORRETA: plasmáticos desses hormônios se encontram baixos.
c) Os estrogênios têm ação vasodilatadora, aumentando o
a) O endométrio é dividido em duas camadas, a camada fluxo sanguíneo, além de aumentarem também a
basal, que é fixa e não responsiva aos hormônios sexuais, e permeabilidade vascular. Tal situação justifica o inchaço
a camada funcional, que é temporária e responsiva aos observado em mulheres que fazem o uso de contraceptivos
hormônios sexuais. orais.
b) Os estrogênios, principalmente o 17-estradiol, estimulam d) A progesterona aumenta o ponto de ajuste
a proliferação epitelial da camada endometrial e a termorregulatório do hipotálamo, dessa forma, na fase lútea
vasculogênese a partir das artérias retas uterinas, com a observa-se leve aumento da temperatura corporal, o qual se
formação das artérias espiraladas e das glândulas uterinas. mantém até poucos dias antes da menstruação.
c) As glândulas uterinas produzem um muco rico em e) Os estrogênios são essenciais à formação óssea normal,
nutrientes, o qual é essencial para a nutrição do embrião no uma vez que são capazes de inibir a ação paratormônica de
momento de implantação no endométrio. reabsorção óssea. Dessa forma, mulheres pós-menopausa
d) O colo uterino é altamente responsivo aos hormônios têm maior suscetibilidade a quadros de osteoporose.
ovarianos, sendo que na fase folicular do ciclo ovariano,
observa-se redução da secreção mucosa e fechamento da 101. Em relação às ações sexuais, centrais e periféricas dos
abertura da cérvice. hormônios sexuais esteroides, escolha a alternativa
e) Se não houver fecundação e implantação do zigoto, o INCORRETA:
corpo lúteo sofre luteólise, e a queda dos níveis de
hormônios sexuais circulantes provoca o espasmo das a) Os estrogênios são capazes de induzir a formação de
artérias espiraladas, com consequente necrose do tecido espículas dendríticas nos neurônios piramidais hipocampais,
endometrial. dessa forma, esses hormônios são essenciais ao
aprendizado e à memória.
b) As glândulas mamárias são altamente responsivas aos responsáveis pela secreção de testosterona, hormônio
hormônios esteroides sexuais, uma vez que a prolactina é essencial para a diferenciação das estruturas genitais
capaz de induzir o aumento dos ductos galactóforos e dos masculinas internas e externas.
adenômeros glandulares, o que justifica o aumento dos seios
relatado por mulheres na pré-menstruação. 104. São mencionadas cinco alterações observadas ao
c) Os estrogênios têm uma forte relação com a distribuição longo da gravidez, sendo que uma delas é falsa. Identifique
de gordura corporal, depositando-a, predominantemente, na esta alternativa.
região dos quadris e das coxas. Além disso, eles aumentam
os níveis plasmáticos de colesterol e LDL, podendo levar a a) Observa-se aparecimento no sangue e na urina, a partir
quadros de aterosclerose. da oitava semana de gestação, do lactogênio placentário
d) Alguns dos riscos que mulheres pós-menopausa podem humano (hPL), ou somatotrofina coriônica. Este hormônio
apresentar, devido à redução plasmática de hormônios tem funções similares ao GH e à prolactina, aumentando a
sexuais esteroides, são o de desenvolver a doença de lipólise e reduzindo a sensibilidade da mãe à glicose.
Alzheimer, quadros psicóticos ou quadros depressivos. b) Uma vez que na gravidez há uma alta taxa de estrogênios
e) Os estrógenos estão diretamente relacionados com a circulantes, haverá aumento da produção de proteínas
produção pelo fígado de proteínas carreadoras plasmáticas transportadoras de hormônios, como a TBG (globulina
de hormônios. Dessa forma, na gravidez, é observado ligadora de tiroxina) e a CBG (globulina ligadora de cortisol),
aumento da SHBG (globulina ligadora de hormônios sexuais) sendo comum casos de hipertireoidismo e hipercortisolismo
e da TBG (globulina ligadora de tiroxina). em mulheres grávidas.
c) A placenta é capaz de sintetizar e secretar grande parte
102. Em relação à Fisiologia da Reprodução, escolha a da progesterona circulante, a qual é essencial para o
alternativa INCORRETA: desenvolvimento das glândulas mamárias e para evitar
contrações uterinas abortivas.
a) Os espermatozoides sofrem capacitação no trato d) Observa-se aumento do número e do tamanho dos
reprodutor feminino, processo que modifica o padrão de lactotrofos da adeno-hipófise, uma vez que os estrogênios
movimentação dos flagelos espermáticos e os componentes têm ação estimulatória sobre a síntese e secreção de
da membrana celular, facilitando a fusão com o prolactina, diminuindo também o tônus dopaminérgico.
acromossoma. e) Aumento da ventilação, do volume plasmático e da
b) A fertilização normalmente ocorre nas tubas uterinas, mais ingestão de alimentos são sintomas comuns da gravidez.
especificamente na região ampular, enquanto que a
implantação do blastocisto ocorre na região póstero-superior 105. Em relação ao processo do parto, escolha a alternativa
do útero. INCORRETA:
c) A placenta é formada por dois componentes, um materno,
conhecido como decídua e derivado do endométrio, e um a) A progesterona é essencial para a redução do número de
fetal, derivado das células trofoblásticas. partos prematuros, uma vez que ela diminui a quantidade de
d) As artérias umbilicais transportam sangue rico em receptores para ocitona nas células miometriais, além de
oxigênio e nutrientes para o feto, enquanto que a veia também diminuir a síntese de prostaglandinas a partir dos
umbilical transporta sangue rico em gás carbônico e ácidos araquidônicos coriônico e amniótico.
metabólitos para os vasos maternos. b) A ocitocina não é capaz de induzir o trabalho de parto, mas
e) A endocrinologia da gestação envolve três etapas é essencial para a sua manutenção. Neurônios nociceptivos
distintas, a primeira com predomínio do corpo lúteo, a presentes no colo uterino, ao serem estimulados pelo feto,
segunda de transição lúteo-placentária e a terceira feto- enviam sinais para os neurônios ocitocinérgicos,
placentária. aumentando a síntese e a secreção desse hormônio.
c) A contração uterina pós-parto estimulada pela ocitocina é
103. São afirmações corretas acerca da gonadotrofina essencial para a contenção do sangramento materno e para
coriônica humana (hCG), EXCETO: a expulsão da placenta.
d) Os estrógenos têm ação inversa aos progestágenos, uma
a) Aparece no sangue e na urina 24 horas após a vez que induzem a expressão de receptores para ocitocina
implantação do embrião e constitui o primeiro sinal nas células miometriais, além de aumentarem o número de
detectável de gestação. receptores -adrenérgicos, os quais potencializam as
b) Ensaios imunobiológicos com anticorpo específico contra contrações uterinas.
hCG (cadeia beta) apresentam reações cruzadas com os e) A relaxina tem papel essencial na degradação do tecido
hormônios glicoproteicos produzidos pela adeno-hipófise e, epitelial que une os ossos pélvicos, promovendo o
dessa forma, não permitem o diagnóstico precoce de enfraquecimento da articulação da sínfise púbica, processo
gestação. que facilita a passagem do feto pelo canal do parto.
c) A secreção de hCG aumenta gradativamente até atingir
valores máximos de concentração plasmática durante o 106. São alterações metabólico-hormonais observadas ao
terceiro mês de gestação. longo da gestação, EXCETO:
d) A ação luteotrófica da hCG é fundamental para
manutenção da gestação especialmente no primeiro a) Afrouxamento dos ligamentos pélvicos.
trimestre, já que neste período a placenta não está b) Aumento do volume sanguíneo.
completamente desenvolvida. c) Diminuição das concentrações plasmáticas totais de
e) Em fetos masculinos, a hCG estimula céluas intersticiais hormônios tireoidianos e corticoides.
d) Aumento da metabolização hepática e renal de consequentemente, na ejeção do leite.
substâncias. c) Com o passar do tempo, a síntese de leite pelas glândulas
e) Ganho exponencial de peso. mamárias sofre diminuição, mesmo com a estimulação da
sucção pelos bebês. A administração intravenosa de
107. Em relação à estrutura, ao desenvolvimento e à função prolactina também mostra-se inefetiva nesses casos.
das glândulas mamárias, escolha a alternativa INCORRETA: d) A lactogênese é um processo muito rápido, por isso, o pico
de prolactina desencadeado pela sucção das mamas irá
a) Seus alvéolos são formados por uma camada única de provocar a produção do leite do qual o bebê estará se
células secretoras de leite, as quais se encontram reunidas alimentando no momento.
em lóbulos circundados por células mioepiteliais responsivas e) A força e a duração da sucção das mamas têm relação
à ocitocina. direta com a intensidade da secreção de prolactina. Dessa
b) Os estrogênios são responsáveis, principalmente, pelo forma, a amamentação de gêmeos, um em cada mama, irá
desenvolvimento dos ductos lactíferos, enquanto que a desencadear uma resposta maior de lactogênese.
progesterona é responsável pelo desenvolvimento dos
ácinos glandulares. 110. Em relação ao processo de diferenciação sexual
c) Durante a gravidez, os altos níveis circulantes de embrionária, escolha a alternativa INCORRETA:
progesterona e estrógeno impedem a ação lactogênica da
prolactina. a) O principal regulador da diferenciação sexual é o
d) Após cessar a amamentação, a glândula regride cromossomo Y, uma vez que sua presença direciona a
rapidamente, mas os alvéolos persistem, portanto, a mama diferenciação para o sexo masculino, enquanto sua ausência
de uma mulher que já amamentou é diferente das nulíparas. direciona a diferenciação para o sexo feminino.
e) A insulina, o cortisol e o GH são importantes para a b) As células de Sertoli do parênquima testicular masculino
inibição do crescimento do sistema de ductos das glândulas sintetizam e secretam o hormônio anti-mülleriano (HAM),
mamárias. essencial na vida embrionária para a regressão dos ductos
de Müller.
108. As seguintes afirmações dizem respeito ao processo de c) A testosterona e a di-hidrotestosterona (DHT), seu
lactogênese humana, juntamente com a sua regulações por metabólito mais ativo, são responsáveis pelo
fatores endógenos e exógenos. Escolha a alternativa desenvolvimento dos ductos de Wolff, os quais se
INCORRETA: diferenciarão na genitália masculina interna (epidídimo,
ducto deferente e vesículas seminais).
a) Nos primeiros dias após a expulsão da placenta, as d) A região determinante do sexo no cromossomo Y (o gene
glândulas mamárias produzem uma secreção amarelada e SRY) é essencial para a diferenciação das células gonadais
espessa, conhecida como colostro, que é rica em vitaminas em células de Sertoli, produtoras de HAM, e células de
lipossolúveis e em imunoglobulinas (IgG), porém pobre em Leydig, produtoras de testosterona.
vitaminas hidrossolúveis, gordura e açúcares. e) A definição do fenótipo masculino acontece mais
b) Os ácidos graxos de cadeia longa são obtidos a partir da tardiamente do que a definição do fenótipo feminino, sendo
dieta pela mãe ou dos estoques endógenos de gordura, que a genitália masculina externa está aparente a partir da
enquanto que os ácidos graxos de cadeia curta são décima primeira semana de gestação.
sintetizados pelo retículo endoplasmático liso. Ambos são
eliminados pelas células alveolares revestidos por 111. Acerca de formação e caracterização da genitália
membranas celulares. interna e externa do macho e da fêmea humanos, escolha a
c) A lactose é sintetizada no complexo de Golgi a partir de alternativa INCORRETA:
uma molécula de glicose e uma de galactose. Duas enzimas
são essenciais para esse processo, a galactosiltransferase e a) A castração bilateral das gônadas de um embrião com o
a -lactoalbumina. gene SRY na sexta semana de desenvolvimento embrionário
d) A excreção de água e eletrólitos no leite é feita, em sua leva à formação da genitália feminina interna e externa.
maioria, por osmose e difusão, seguindo o gradiente b) A testosterona, e de menor importância a di-
osmótico (lactose) e eletroquímico, respectivamente. hidrotestosterona (DHT), são essenciais para a diferenciação
e) A prolactina, um hormônio peptídico neuro-hipofisário, é da genitália externa masculina.
capaz de estimular a síntese e a secreção de lactose a partir c) Na hiperplasia adrenal congênita (HAC), observa-se
de sua ligação a receptores específicos nas células aumento da produção de hormônios andrógenos, situação
alveolares. que irá estimular o desenvolvimento da genitália masculina
externa em indivíduos XX.
109. Em relação à regulação da síntese e da secreção de d) Uma vez que o ducto de Wolff é sensível aos níveis
leite pelas glândulas mamárias, escolha a alternativa circulantes de DHT, e o ducto de Müller é sensível aos níveis
INCORRETA: de HAM, um indivíduo XX embrionário tratado com
testosterona apresentará os produtos dos dois ductos ao
a) A sucção das mamas é essencial para a manutenção da final da diferenciação sexual.
secreção de prolactina pelos lactotrofos da adeno-hipófise, e) Na síndrome da insensibilidade aos andrógenos (AIS),
principalmente através da inibição do tônus dopaminérgico. indivíduos XY desenvolverão genitália externa feminina e
b) A ocitocina é um neuropeptídeo produzido pelos núcleos regressão tanto dos ductos de Müller, quanto dos ductos de
supra-óptico e paraventricular do hipotálamo, o qual tem Wolff.
papel essencial na contração das células mioepiteliais e,
1–C 2–B 3–B 4–A 5–E
6–A 7–E 8–B 9–D 10 – E
11 – C 12 – D 13 – E 14 – A 15 – C
16 – D 17 – D 18 – C 19 – C 20 – E
21 – B 22 – A 23 – C 24 – E 25 – E
26 – C 27 – A 28 – D 29 – A 30 – D
31 – B 32 – C 33 – D 34 – E 35 – D
36 – E 37 – D 38 – B 39 – B 40 – A
41 – E 42 – D 43 – E 44 – C 45 – A
46 – D 47 – D 48 – B 49 – E 50 – B
51 – E 52 – A 53 – E 54 – C 55 – C
56 – E 57 – A 58 – C 59 – A 60 – E
61 – D 62 – B 63 – C 64 – C 65 – E
66 – A 67 – D 68 – B 69 – E 70 – E
71 – A 72 – C 73 – D 74 – B 75 – D
76 – D 77 – E 78 – E 79 – B 80 – A
81 – B 82 – E 83 – C 84 – D 85 – D
86 – D 87 – E 88 – B 89 – E 90 – A
91 – C 92 – E 93 – B 94 – C 95 – A
96 – B 97 – D 98 – D 99 – B 100 – A
101 – C 102 – D 103 – B 104 – B 105 – E
106 – C 107 – E 108 – E 109 – D 110 – E
111 – B