Anda di halaman 1dari 4

DISPERDÍCIOS

1- SUPERPRODUÇÃO;
2- ESTOQUE;
3- ESPERA;
4- MOVIMENTAÇÃO;
5- TRANSPORTE;
6- RETRABALHO;
7- PROCESSAMENTO DESNECESSÁRIO;
8- DEFEITOS;

FOTO 1 – ESTOQUE DE MATÉRIA PRIMA (RISCOS BIOLÓGICOS)


1- ENTULHO: dificulta o andamento do processo e inutiliza o espaço fabril
(estoque/espaço físico);
2- MATÉRIA PRIMA: matéria prima a céu aberto implica na movimentação do operador
até o pátio externo (tempo de movimentação/movimentação);
3- TRANSPORTE: a presença do entulho dificulta o descarregamento de matéria prima;
pavimentação inadequada dificulta a manobra do caminhão, podendo até mesmo
danificar o produto (transporte/tempo/defeito).

FOTO 2- ESTOQUE EM PROCESSO (WIP) (RISCOS ERGONÔMICOS)

1- ESTOQUE: inutilização do espaço fabril; produto parado em função do sistema


empurrado (estoque/superprodução/tempo de espera);
2- MOVIMENTAÇÃO: presença de matérias primas desorganizadas e sem designação
implicam na movimentação desnecessária do operador e podem gerar defeitos
relacionados a qualidade do material (movimentação/defeitos/retrabalhos);
3- PADRONIZAÇÃO: a falta de organização do estoque sem designação implica na perda
de tempo entre as atividades (tempo de espera/tempo de movimentação).
FOTO 3- ESTOQUE EM PROCESSO (WIP) (RISCOS ERGONÔMICOS/ RISCOS
BIOLÓGICOS)

1- PEÇAS: peças inutilizadas atrapalham o fluxo de materiais e pessoas aumentando o


tempo de execução entre as atividades; podem gerar defeitos nas peças (movimentação
desnecessária/tempo de espera/tempo de movimentação/ defeitos/ retrabalho)
2- ESPAÇO FÍSICO: a presença de equipamentos inoperantes na célula implica na
inviabilidade da utilização do local (espaço físico);

FOTO 4- CENTRO DE BENEFICIAMENTO (RISCOS BIOLÓGICOS/ RISCOS


MECÊNICOS/ RISCOS FÍSICOS)

1- TRANSPORTE: não há um estoque adequado para serragem e nem um acesso para


retirada da mesma (transporte/estoque);
2- LIMPEZA: para realizar a limpeza periódica do local o estoque de serragem é
movimentado para outro ambiente implicando num processamento desnecessário, na
própria movimentação do operador e no tempo de execução da tarefa (processamento
desnecessário/movimentação/tempo de movimentação/tempo de espera);
3- ESTOQUE: peças paradas durante a operação geram estoque intermediário atrasando a
finalização do produto e na inutilização do espaço físico (estoque/espaço físico/tempo
de espera);
4- FERRAMENTAS: quando não especificadas em locais definidos geram a
movimentação desnecessária do operador para encontra-las e consequentemente no
tempo para tal (movimentação desnecessária/tempo de movimentação/tempo de
espera);
5- DEMARCAÇÃO NO SOLO: quando não especificado gera acúmulo de ferramentas,
estoque de produto e desorganização da linha de montagem (tempo de
movimentação/movimentação desnecessária/transporte);
FOTO 5- CENTRO DE BENEFICIAMENTO (RISCOS BIOLÓGICOS/ RISCOS
FÍSICOS/RISCOS QUÍMICOS)

1- ESTOQUE: presença de material a ser utilizado e material acabado em estoque gerando


na dificuldade de movimentação e inutilização do espaço físico
(estoque/movimentação/transporte/espaço físico/tempo de espera);
2- DEFEITO: Acúmulo de peças em más condições de trabalho podem gerar defeitos no
produto e consequentemente retrabalho (defeitos/retrabalho);
3- SUPERPRODUÇÃO: acúmulo de peças caracterizado pelo sistema empurrado
acarretando na superprodução (superprodução).

FOTO 6- CENTRO DE BENEFICIAMENTO


1- PEÇAS: presença de peças inutilizadas impedem a movimentação o operador (tempo
de movimentação/tempo de espera/transporte);
2- DESORGANIZAÇÃO: dificulta a localização exata das ferramentas a serem utilizadas
(tempo de movimentação/ tempo de espera);

FOTO 7- CENTRO DE BENEFICIAMENTO


1- QUALIDADE: presença de equipamentos terceiros implicam diretamente na qualidade
do processo podendo gerar defeitos no material e consequentemente o retrabalho
(defeitos/retrabalho);

FOTO 8- CENTRO DE BENEFICIAMENTO


1- LOCALIZAÇÃO: acúmulo de serragem dificulta a localização de peças em torno da
máquina (tempo de espera);
2- ESTOQUE: presença de serragem em local inapropriado gerando estoque intermediário
já que este será utilizado para revenda; presença de material a ser utilizado (estoque);

FOTO 9- PINTURA (RISCOS QUÍMICOS/ RISCOS FÍSICOS)


1- QUALIDADE: ambiente escuro e bancadas inadequadas podem gerar na má qualidade
do produto e consequentemente o retrabalho (defeitos/retrabalhos);
2- INFRAESTRUTURA: o setor da pintura se encontra distante das operações adjacentes;
falta de um fluxo contínuo (tempo de espera/tempo de movimentação/transporte).
FOTO 10 – PRODUTO ACABADO
1. PEÇAS: presença de peças inutilizadas impedem a movimentação do operador (tempo
de movimentação/tempo de espera/transporte);
2. ESTOQUE: Caracteriza um tipo de sistema empurrado (estoque/ tempo de
espera/superprodução/transporte)
3. ESPAÇO FÍSICO INADEQUADO: Produtos podem apresentar defeitos de acordo com
a inadequação do modo de armazenamento, produtos acabados sem demarcações, sem
controle do que entra e do que sai (estoque; tempo de movimentação; movimentação;
defeitos; retrabalho).