Anda di halaman 1dari 14

Manual Agorista

Não adianta combater o crime institucionalizado (estado) apenas reduzindo seus ganhos. É preciso,
ao mesmo tempo, deslegitimá-lo. Isso depende da vontade de cada um de se desligar do sistema.
Aqui estão algumas maneiras de você hoje mesmo ser mais livre em sua própria individualidade:

1. Como se hospedar com conforto pagando pouco ou nada:


Airbnb (www.airbnb.com): Esse serviço permite às pessoas alugarem suas casas por alguns dias.
Ele oferece preços competitivos, comparados aos de hotéis, e evita todo o aparato regulatório,
controles de zoneamento, monopólios de sindicatos e outras barreiras de entrada. Obviamente, em
alguns estados, os cartéis hoteleiros não estão felizes.
Couchsurfing, hospedagem gratuita pelo mundo (www.couchsurfing.com): Pessoas disponibilizam
suas casas para viajantes se hospedarem de graça, e sabem que, quando viajarem, também
encontrarão pousada. O único sistema de controle são as opiniões dos próprios usuários publicadas
no site. Qualquer um pode se cadastrar. E adivinhem: funciona muito bem.
Worldpackers: já pensou em se hospedar em hostels ao redor do mundo e trabalhar neles ao invés de
pagar pela estadia? O site Worldpackers é o maior site que faz o intermédio do viajante e do hostel,
os criadores são brasileiros, mas o site faz sucesso no mundo inteiro
(https://www.worldpackers.com/)
WWOF (http://www.wwoof.net/): assim como o Worldpackers, você pagará sua estadia pela força
de trabalho, mas no WWOF (World Wide Opportunities on Organic Farms), você trabalhará em
meio período em fazendas orgânicas ao redor do mundo e terá o direito a ter, no mínimo, três
refeições ao dia.
2. Use carona compartilhada/coletiva em vez de pagar a máfia dos taxistas ou usar o busão:
Uber e La’zooz (www.uber.com e www.lazooz.org): Os táxis têm as suas licenças, as quais fazem
subir as tarifas. É um cartel acolhedor e bem protegido. O Uber e La’Zooz permitem contornar esse
sistema, encontrando grandes corridas em carros limpos e com melhores tarifas – tudo enquanto
motoristas (surpresa! não licenciados) são avaliados por sua reputação. O La’Zooz é superior ao
Uber por ser descentralizado, impossível de se proibir.

Carona coletiva
(https://www.tripda.com.br, http://www.caronasolidaria.com e http://www.caronetas.com.br):
A melhor forma, sem dúvida de economizar sua bufunfa e ter um conforto. Procure no seu colégio,
universidade ou trabalho alguém que more perto de você e combine uma contribuição para cobrir os
custos (quem sabe em bitcoin?? rsrs). Existem diversos sites e aplicativos que podem te auxiliar a
achar caronas.
*Dica: Procure grupos no facebook, há vários de carona.
3. Proteja o seu dinheiro das garras do estado:
Bitcoin (www.bitcoin.org/pt_br/): O governo arruinou o dinheiro há muito tempo. O mercado
produziu cripto-moedas para usuários finais. Isso pode significar a morte do euro, do dólar e de
outras moedas fiduciárias. As implicações são impressionantes e inspiradoras. Você também pode
diversificar e manter uma reserva de valor de alta liquidez, exceto moeda legal.
4. Não pague mais conta de energia para o estado:
Geração privada de energia: Grandes empresas como o Google estão cansadas de lidar com
empresas regulamentadas. Eles temem falhas de fornecimento e precisam de energia elétrica mais
confiável. Elas estão gerando a sua própria energia elétrica. Há apenas alguns anos, mas, de novo,
apenas alguns caras ricos usavam telefones celulares. É onde a inovação acontece. Então, o preço
cai e a qualidade sobe. Hoje em dia muitas pessoas criaram diversas formas de microusinas
residenciais e de condomínios.

5. Comunique-se sem ser rastreado pelo estado:


Bleep (http://labs.bittorrent.com/bleep): Quer fugir do estado de vigilância? Bleep é a última
novidade em comunicações criptografadas, ou seja, só você sabe o que recebeu. A transmissão de
dados é em P2P, não possui um servidor central para armazenamento de conteúdo, esse conteúdo
fica com você e o histórico pode ser apagado de vez por você mesmo na hora que você decidir.
Também funciona oflline.

TOX (https://tox.im/pt_BR): Tox é um programa fácil de usar que permite você se conectar com os
seus amigos e parentes, sem que ninguém espie, pois o programa usa a tecnologia de criptograffia.
Você envia mensagens instantâneas e encriptadas, faz chamadas de Tox para Tox de forma segura e
sem custos e faz chamadas seguras de vídeo face a face. Tudo totalmente gratuito.
6. Use mercado negro online para comprar o que o estado te proíbe:
Agora (www.agoradrugs.com): Este site anônimo permite que você use moeda criptografada para
comprar substâncias ilícitas (drogas ilegais), incluindo medicamentos e alimentos ainda não
aprovados pelas agências reguladoras estatais. Você pode achar isso alarmante, mas considere: o site
traz uma bela paz a um mercado que não para, o qual o governo tornou violento e mortal.

7. Use sites como o Youtube para detonar a ideia de direitos autorais:


Regras de direitos autorais do YouTube (http://support.google.com/youtube/answer/2797466): elas
eram simples, mas como o remixe, a paródia e as cópias evoluem, as exceções aos direitos autorais
estão crescendo. Agora, um vídeo de Miley Cyrus lançado ao nascer do sol é copiado 1.000 vezes
antes de anoitecer. Com efeito, o cenário inicialmente imaginado de direitos autorais – o governo
confere a qualidade de monopólio sobre cada obra e arte – está morrendo diante de nossos olhos.

8. Impressora 3D cria e copia tudo, até arma de fogo:


Impressão 3-D: Não só as pessoas contornarão as restrições inconstitucionais às armas (como Cody
Wilson contornou), mas as pessoas poderão ignorar as patentes e regulamentos legais ao imprimir
seus próprios chuveiros de alto fluxo. Quando todo mundo é um fabricante, ninguém é
regulamentado. Bônus: Arma de fogo feita em impressora 3D: http://kickass.to/usearch/the
%20liberator%203d%20gun/

9. Não peça empréstimos aos bancos, peça para pessoas:


Empréstimos de Pessoas para Pessoas: Fairplace (www.fairplace.com.br/portal/engine/Home/init.hl)
e o Lending Club (www.lendingclub.com) deixam as pessoas evitarem os grandes bancos e
financiarem em conjunto, como tomadores e credores. Onde há comunicação, há negócios sendo
fechados.

10. Fuja das seguradoras de saúde reguladas pelo estado:


Cooperativas de saúde: Não são apenas as organizações cristãs que criam cooperativas para ajuda
mútua. Esses grupos cobrem os custos catastróficos de saúde para os seus membros, ignorando –
por enquanto – as grandes companhias de seguro e o aparato regulatório do governo.

11. Use arbitragem privada em vez do sistema estatal judiciário:


Arbitragem privada (http://arbitranet.com.br/a-arbitranet): Se você tem uma disputa com alguém, o
ultimo lugar em que você quer parar é no matagal do sistema judiciário do governo. As pessoas
estão optando pela arbitragem privada. A arbitragem privada pode não ser nenhuma novidade, mas a
sua confiabilidade é. Há zilhões de árbitros reais. De modo online, hoje o site Arbitragem Online
funciona. Em todo caso, talvez nem precise buscar uma arbitragem privada, pois acordo amigável
pode ser realizado.

12. Veja, grave e traduza vídeos subversivos na internet:

O Youtube pode ser considerado a mídia mais impactante da nova era, com certa liberdade de
expressão que não ocorreria em canais de televisão, alguns canais do Youtube expressam ideias de
liberdade em português. Dentre os mais famosos estão:
1 – Dâniel Fraga (https://www.youtube.com/user/DanielFragaBR): O youtuber já recebeu vários
processos de políticos, policiais e juízes, mas sempre desobedeceu as ordens judiciais, foi um dos
principais divulgador do bitcoin e da ideologia anarcocapitalista.

2 – Ideias Radicais (https://www.youtube.com/user/ideiasradicais/videos): O canal é muito bom,


principalmente pela didática, vale muito a pena dar uma conferida.
3 – Alexandre Porto (https://www.youtube.com/user/CanalTal/videos): Canal que trata sobre o
temas relacionados ao anarcocapitalismo e à ética libertária.
4 – Paulo Kogos (https://www.youtube.com/user/paulokogos/videos): Também anarcocapitalista, é
um famoso debatedor da internet, se destaca por sua argumentação bem fundamentada.
5 – Anarcocapitalismo (https://goo.gl/UUvKHR): Canal que traduz vídeos de autores
anarcocapitalistas famosos e debates sobre estudos de livros de autores anarcocapitalistas.
6 – Portal Libertarianismo (https://www.youtube.com/user/libertarianismoplus): Canal com
documentários, ilustrações e manuais traduzidos para o português e originais sobre o
libertarianismo, se destaca pela altíssima qualidade de vídeos e de registros históricos de pensadores
liberais.
7 – O Agorista (https://www.youtube.com/oagorista): Canal que trata muito sobre a ética libertária.
8 – Anti-estado (https://www.youtube.com/anti-estado): Canal onde Augusto Cezar trata sobre
política e ética libertária.
9 – Roberto Pantoja (https://www.youtube.com/user/demoro2099): Canal onde Roberto Pantoja
trata sobre política, economia e ética libertária.
13. Navegue anônimo na internet:
TOR/Deep Web (www.torproject.org): Esse navegador para a web criptografada rejeita seu
endereço originário de IP por todo o planeta. Desse modo você pode surfar anonimamente longe
dos olhos do governo

14. Compre remédios sem receita:


Morte das receitas (http://jcmrx.es/): Você pode comprar seus remédios baratos de muitos países
agora — de modo seguro, barato e garantido (e sem receita). Não há necessidade de pagar plano
médico estatal ou a Indústria Farmacêutica. Aceitam bitcoin também.
15. Expatriação, saindo do país através do trabalho:
Expatriação (http://goo.gl/Xu9Ydr): Às vezes, se você não gosta de algum lugar, você só tem que
sair. É mais fácil encontrar lugares melhores, seja em razão do clima, tributação ou cultura. A opção
de ir embora está aí e mais pessoas estão se aproveitando dela do que nunca.

16. O mar, um lugar para viver e fazer negócios sem regulações estatais:
Seasteading (habitações permanentes no mar): Blueseed (http://blueseed.com/)é um dos primeiros
exemplos de empreendimento que levarão as pessoas para o mar em busca de oportunidade e de um
conjunto superior de regras. O Seasteading Institute (http://www.seasteading.org/) também
trabalhou com sucesso com uma empresa holandesa para projetar os primeiros módulos
Seasteading. Quanto mais o estado impõe impostos e regulações, mais viável é para o mar se tornar
o lugar para viver e fazer negócios.

17. Não deixe o estado educar seus filhos:


Educação privada/domiciliar e homeschooling: Se você não gosta das escolas governamentais, tire
suas crianças de lá. Milhões de famílias estão fazendo isso. Algumas estão formando cooperativas
virtuais e obtendo conteúdo de fontes online. O grupo no facebook Home Schooling Brasil tem
muita informação sobre (www.fb.com/groups/homeschoolingbrasil).

18. Ensino privado online de qualidade, barato ou gratuito:


Educação online: Você está em busca de uma verdadeira educação ou um mecanismo de
sinalização? O site Portal Educação (www.portaleducacao.com.br) e outras fontes online estão
reduzindo os custos da educação — longe das guildas infladas da educação superior e dos campos
de doutrinação que usam dinheiro público. A Academia Khan proporciona uma educação gratuita e
de alta qualidade para todos, em qualquer lugar (http://pt.khanacademy.org/).

19. Empréstimos de bitcoins entre pessoas:


BTCJam, empréstimos de Bitcoins (http://btcjam.com.br/): Empreste ou invista bitcoins usando
somente a confiança em acordos voluntários entre pessoas com BTCJam. Aprenda como ter lucro
investindo e baixas taxas emprestando bitcoin. Há como você ver o histórico de transações e
depoimentos de pessoas que concederam ou receberam empréstimos com outros usuários, igual ao
Ebay e Mercado Livre.

20. Segurança privada de bairro:


Confira novos aplicativos como o Peacekeeper (http://peacekeeper.org/). É apenas um exemplo das
maneiras pelas quais as comunidades locais podem reduzir o custo de segurança e serviços de
emergência – e mantê-los localmente.

21. Permutas, a solução para trocar bens e serviços sem impostos e burocracia:
Mercados de Trocas (http://lista.mercadolivre.com.br/trocas e http://mercadodetroca.com/): Se você
pode trocar bens ou serviços diretamente, é melhor abandonar o intermediário. O mercado de trocas
tornou-se uma resposta natural ao cobrador de impostos.

22. Rede social para troca de conhecimentos e serviços:


Bliive (http://bliive.com/): É um site que acredita na colaboração como forma de revolucionar a
ideia de valor, aproximando pessoas através do compartilhamento de experiências. Cada minuto de
troca de conhecimentos é contabilizado e revertido em moeda virtual, que pode ser usada a qualquer
momento.

23. Intimide policiais filmando-os:


Câmeras de telefones: Uma arma poderosa contra o estado está provavelmente no seu bolso agora.
Eles mantêm os policiais responsáveis por seus atos por meio da “eterna vigilância” proporcionada
pela tecnologia. Quanto mais as pessoas se manifestarem diante da intimidação (ou simplesmente
filmarem a partir das suas janelas com uma lente de zoom), melhor.

24. Promova a pirataria através do P2P:


Compartilhamento de arquivos Peer-to-Peer (http://kickass.to/ e http://thepiratebay.se/): A
sobrevivência e persistência do compartilhamento de arquivo por meio dos torrents mostra que a
desobediência civil em face de monopólios intelectuais está viva e bem, apesar de uma guerra de 20
anos contra a prática. Quanto mais os monopolistas lutam, mais os compartilhadores de arquivos
ganham. Difunda a pirataria.

25. + Financiamento coletivo - Financiamento bancário:


Crowdfunding/financiamento conjunto via web (www.catarse.me/pt/projects ,
http://www.kickante.com.br/ , http://juntos.com.vc/pt/projects , http://www.vaquinhasocial.com.br/):
Se você precisa de dinheiro para iniciar um negócio, pra fazer caridade social, seja o que for, você
pode contornar a tigela virtual para implorar por dinheiro. Mas não pode ser apenas com qualquer
coisa velha. Você tem que convencer a multidão a abrir mão dos seus recursos. Mas essa pode ser
uma barreira bem menor a ser ultrapassada do que prender a atenção de investidores de risco ou
pedir um financiamento no seu banco que foi resgatado pelo governo.

26. Justiça social tem novo nome, se chama Empreededorismo Social:


Empreendedorismo social (http://artemisia.org.br/ e http://goo.gl/nFxU2V): O estado de bem-estar
social tende a tornar as pessoas suplicantes dependentes. A ajuda externa também. Mas
empreendedores com causas sociais estão criando melhores formas de ajudar os pobres, desde
micro finanças ao retorno das sociedades de ajuda mútua. O setor de empreendedorismo social está
desfrutando um renascimento permitido pela tecnologia apesar do estado.

27. Offshoring e inshoring, livrando sua empresa de regulações e impostos:


Às vezes os impostos sobre as empresas, controles de sindicatos e o controle regulatório são
simplesmente insuportáveis. As corporações levam sua produção para outros lugares (estados e ou
países) longe de altos impostos e cartéis de sindicatos.

28. Carros sem condutor, o fim das multas:


A tecnologia está aí. Ela certamente muda o cálculo para motoristas distraídos ou embriagados, e
corrige os problemas com vias públicas que o estado não vai resolver. Carros sem condutores nos
darão viagens seguras e automatizadas e negará ao estado os recursos que recolhe ao chatear as
pessoas tanto por grandes e pequenas infrações que resultam da má infraestrutura, erro humano e
julgamento fraco. Bastará uma ou duas áreas do mundo para implantá-las com sucesso para
desencadear a mudança.

29. Não vote. Não legitime o crime:


Não vote, você estará fortalecendo a armadilha da democracia, legitimando o estado e seus crimes.

30. Use serviços de entrega privados.:


Não utilizar serviços de entregas estatais. Enfraqueça o monopólio de correios e entregas estatais,
use serviços de entrega privados (www.fedex.com/br , www.dhl.com.br/pt
, www.totalexpress.com.br).

31. Saiba como não servir as Forças Armadas:


A lei Nº 8.239, DE 4 DE OUTUBRO DE 1991 que regulamenta o art. 143, §§ 1º e 2º da
Constituição Federal, dispõem sobre a prestação de Serviço Alternativo ao Serviço Militar
Obrigatório: § 1º Ao Estado-Maior das Forças Armadas compete, na forma da lei e em coordenação
com os Ministérios Militares, atribuir Serviço Alternativo aos que, em tempo de paz, após alistados,
alegarem imperativo de consciência decorrente de crença religiosa ou de convicção filosófica ou
política, para se eximirem de atividades de caráter essencialmente militar.

Caio Maniero DAuria, tornou-se, aos 22 anos, o primeiro brasileiro dispensado do serviço militar
obrigatório por razões políticas e filosóficas. Na prática, significa que ele foi dispensado sem nem
precisar jurar à bandeira. Para muitos, a formalidade é apenas um detalhe. Para ele, uma batalha de
quase cinco anos de duração em defesa da liberdade. Veja o vídeo.

32. Fuja das blitz policiais:


Waze (www.waze.com/pt-br): Vigiar blitz e polícias utilizando apps e esquivar-se delas sempre que
possível.

33. Suborne agentes estatais:


Suborne os guardas, fiscais e agentes governistas. Além de economizar, você não alimenta o
sistema, o dinheiro voltará ao mercado através do agente estatal. Também é uma forma de provar a
falha do sistema estatal/anti-natural.

34. Não pague IPVA:


A idéia é ter um automóvel isento de IPVA, e adaptá-lo às suas necessidades, geralmente carros
mais antigos são isentos de impostos, pode também esse carro estar convertido à motor elétrico com
baterias, que gera uma economia maior à médio e longo prazo.

35. Estimule o contrabando e o mercado negro:


Produto e serviços livres: Ofereça e compre produtos e serviços sem regulação e ou tributos. Faça
compras em estabelecimentos que não emitam nota fiscal, não emita e nem exija notas fiscais.

36. Salário maior é salário sem impostos e regulações:


Negocie com seu patrão/funcionário um valor salarial sem registro legal.

37. Não abasteça em postos de bandeira estatal:


Apenas isso, não alimente o sistema.

38. Não se filie a partidos políticos:


A esperança ou objetivo de “mudar por dentro” é apenas uma maneira de você apoiar a democracia,
fortalecer o sistema e legitimar o crime

39. Não tenha contas em bancos estatais:


Não contribua para o fortalecimento estatal. Melhor que isso só investindo em bitcoin.

40. Empreenda com sites de e-commerce gratuitos:


Empreenda: Sempre! Sites de e-commerce gratuitos ajudam a você vender o seu produto e ou
serviço sem precisar de nenhuma burocracia ou pagar programador para tal: www.buydise.com

41. Tenha cartão de débito bitcoin e dê adeus aos bancos e ao dinheiro estatal:
Use cartões de débito bitcoin: Você pode comprar o pão na esquina usando bitcoins. Bem vindo à
formalidade da informalidade: ANX: http://anxbtc.com/?lang=pt_br| Xapo: http://xapo.com/pt/ |
Bitcointoyou (brasileiro): http://goo.gl/UETTcV | Neteller: http://www.neteller.com/ | Gyft:
http://www.gyft.com/ | Advcash: http://goo.gl/ylWZjX

42. Aprenda sobre o futuro, autossustentabilidade residencial:


Aprenda tudo sobre autossustentabilidade residencial e de condomínios com uso de tecnologias:
Placas solares fotovoltaicas, esfera solar (http://goo.gl/Y3vcdy), energia eólica
(http://goo.gl/bpm9xB), microusina hidrelétrica (http://goo.gl/IS0FKF), compostagem, arquitetura
que privilegia a luz natural (http://goo.gl/q2nGhf), captação e tratamento de água de chuva e da
umidade do ar (http://goo.gl/wIJgV3), material de construção sustentável, hortas verticais
(http://goo.gl/bv2acS), uso de remédios naturais. Quanto menos dependência estatal melhor para o
seu bolso e até para a sua saúde.

43. Não use serviços do estado onde há concorrência com o setor privado:
Pare de usar os serviços do estado onde há concorrência com o setor privado, onde não há
concorrência tente substituí-la de forma criativa, pratique a desobediência civil.

44. Fuja do IPTU:


Cada município tem sua lei sobre cobrança de IPTU, pesquisando sobre, descobri que na cidade do
Rio de Janeiro, imóveis que tem um anexo funcionando como biblioteca pública, não paga IPTU,
existem várias outras formas de ser isento da taxa na cidade carioca: http://goo.gl/KyF6yJ . Pesquise
a lei municipal de sua cidade para saber como escapar através de elisão fiscal de mais esse tributo.

45. Armazene dados na internet de forma anônima:


Storj (http://storj.io/): Se a preocupação é segurança e confidencialidade de seu armazenamento de
dados na nuvem, sem censura, não monitorizada e sem quebras, é melhor ir dizendo adeus à
Dropbox e outros alojamentos na nuvem. O futuro está na tecnologia descentralizada. O projeto
Storj garante segurança, confidencialidade e rapidez. Esta plataforma usa a tecnologia do
blockchain, tal qual o bitcoin, como livro de transações, com chaves de encriptação públicas e
privadas e funções criptográficas de segurança.

O Dropbox e o Google Drive já foram criticados quanto a sua segurança por Edward Snowden e
Julian Assange, por serem um livro aberto pra NSA e outras gangues estatais.
Alternativas de “conhecimento zero” e criptografia E2E mais recomendadas são o Tresorit.com e o
SpiderOak.com. Seus arquivos são criptografados antes mesmo de serem enviados à nuvem.
Ninguém, nem mesmo a própria empresa, consegue lê-los e até o nome dos arquivos fica protegido.
46. Escreva estado sempre com letra minúscula:
O Instituto Mises Brasil pratica e a revista Veja adota a grafia “estado” desde 2007. À época, Veja
argumentou que “se povo, sociedade, indivíduo, pessoa, liberdade, instituições, democracia, justiça
são escritas com minúscula, não há razão para escrever estado com maiúscula”. A justificativa de
que a maiúscula tem o objetivo de diferenciar a acepção em questão da acepção de “condição” ou
“situação” não convence. São raros os vocábulos que somente possuem um único significado, e
ainda assim o contexto permite a compreensão e diferenciação dos significados. Considere que
grafar estado é uma pequena contribuição para a demolição da noção disfuncional de que o estado é
uma entidade que está acima dos indivíduos.

47. Faça câmbios de moedas sem declarar nada para a receita e sem pagar nada de impostos:
Transferwise (http://transferwise.com/): Faça câmbios de moeda arbitrariamente grandes sem
declarar NADA para a receita e sem pagar NADA de impostos, pois o dinheiro não passa por
bancos. Resumindo: Você quer comprar euros e manda dólares para eles; daí eles encontram alguém
querendo a troca no sentido oposto e fazem o pareamento. Naturalmente, eles mantém reservas para
quando o pareamento não for possível e, claro está, a manutenção da reserva influi nos custos da
transação. Somando-se a isso os custos da administração do app, obtemos um preço dez vezes
menor que o dos bancos e sem regulação alguma.

48. Não pague fatura de TV a cabo:


Azamerica: Tenha esse aparelho em casa e não pague fatura de TV a cabo, é um receptor produzido
na China capaz de descriptografar o sinal dos satélites da Claro, Oi, Vivo, Sky e entre tantos outros,
inclusive estrangeiros. Custa em torno de R$ 400, normalmente técnicos cobram R$ 600,00 pela a
instalação completa, mas tem modelos mais novos que já vem configurado, é só instalar os cabos e
assistir. O aparelho vende no Paraguai, em camelódromos e pela internet, dizem que esse site
(http://ribeiroshop.com.br/) é uma das melhores lojas da net para esse produto, segundo quem
indicou o Azamerica para a postagem. (Lembrando que as empresas de TV a cabo são reguladas
pelo estado e quem defende propriedade intelectual tem o bumbum guloso

49. Tenha um sistema operacional micro e móvel e use a internet de forma anônima:
Tails (http://tails.boum.org/): É um sistema operacional live, que você pode usar em quase qualquer
computador a partir de um DVD, de uma memória USB ou de um cartão SD. Ele tem como
objetivo preservar sua privacidade e seu anonimato, e te auxilia a usar a Internet de forma anônima
e evitar censura.

50. Não participe de jogos de loterias estatais:


Apenas não alimente mais o sistema.

51. Você é lojista, não usa bitcoin e tem cliente querendo comprar com bitcoin? Problema resolvido:
Pagcoin (http://pagcoin.com/): Serviço que permite seus clientes pagarem seus produtos e serviços
também em bitcoin e através da conversão você recebe em sua conta o pagamento em reais. Bom
para lojistas, até porque o bitcoin está popularizando muito.

52. Compartilhamento de vôos, o Uber dos céus:


SkyUber (www.skyuber.com): O Uber dos aviões. Um aplicativo que partilha de voos em todo o
mundo, para a aviação geral. O SkyUber liga de uma forma concertada e segura, passageiros e
pilotos, ajudando a racionalizar custos entre todos os intervenientes. Os pilotos privados partilham
os seus voos para os passageiros que os pesquisam. E todos os que estão registrados recebem
notificações dos lugares disponíveis nos aviões. Pilotos e passageiros são pontuados no final dos
voos, pelo que poderá escolher os melhores pilotos ou passageiros para o seu próximo voo. A
SkyUber não facilita em matéria de segurança, aplicando critérios muito rígidos aos pilotos.
Certificações, manutenção e seguros dos aviões têm de estar válidos. A SkyUber só aceita pilotos
certificados por um aeroclube, uma associação ou uma escola de aviação, desde que devidamente
habilitadas para tal.

1 – PopCorn Time (http://popcorn-time.se/): Ótimo programa para assistir gratuitamente seus filmes
e séries (GoT tá lá) em HD com legenda em português. É só baixar, tem pra Windows, Linux,
Android e pra Mac.
2 – Netflix (https://www.netflix.com/br/): É pago (mas muito barato) e provavelmente você vai ter
tudo que tem nele no PopCorn Time, mas se você já conhece alguém com usuário, aproveita que é
melhor do que alugar um filme diretamente.
3 – uTorrent (http://www.utorrent.com/): Pode usar um pouco da sua net, mas ter baixado um filme
no seu PC é uma mão na roda naqueles momentos que você não está conectado.
4 – Filmes online grátis
(www.filmesonlinegratis.net/ , http://megafilmesonline.net/ e megafilmeshd.net/): Na internet tem
milhares de sites com séries e filmes grátis, ache aquele que tem o que você mais gosta e sinta-se
à vontade de tirar os anúncios dos sites com programas e extensões específicas para isso.
5 – The Pirate Bay (https://thepiratebay.se): Criado por uma organização sueca anticopyrights, o site
tem milhares de arquivos e filmes disponíveis para download através do sistema BitTorrent

54. Veja vídeos que foram censurados pela justiça estatal no Youtube:
Coloque no fim do link do vídeo o código sem as aspas: “&gl=US”. Pronto, pode ver agora o vídeo
censurado. Isso ocorre porque o Youtube apenas obedece as leis brasileiras caso o visitante entre
pelo Youtube Brasil, com o código você passa a usar o modo Global do Youtube.

55. Brechas nas leis (para moderados) para pagar menos Imposto de Renda:
1) Acrescente benfeitorias ao custo de aquisição do seu imóvel: Ao vender um imóvel, o ganho de
capital, que é a diferença entre o valor de compra do bem e o preço pelo qual ele foi vendido, é
tributado à alíquota de 15%. Por isso, quanto menor a diferença entre o preço de compra e o preço
de venda, menor é o imposto.

Como a Receita não permite que o custo de aquisição dos imóveis seja ajustado a valor de mercado
na declaração, justamente para arrecadar mais imposto, uma das brechas para aumentar o valor de
compra do imóvel é acrescentar ao seu custo gastos com benfeitorias e reformas.
Podem ser incorporados gastos com reforma, construção, ampliação e pequenas obras, como
pintura, encanamento e reparos em pisos e paredes. Troca de móveis e instalação de cortinas, por
exemplo, não podem ser incluídas. Todas as despesas devem ser passíveis de comprovação, por
meio de recibos e notas fiscais com os devidos CPFs e CNPJs dos vendedores ou prestadores de
serviço.
Se você fez alguma reforma no passado, mas não a declarou, é possível fazer a declaração
retificadora do IR, mudando os valores em todos os anos subsequentes. Lembrando que só podem
ser retificadas as declarações dos últimos cinco anos, portanto até 2009.
2) Acrescente ao custo do imóvel também os gastos com corretagem e juros de financiamento: O
custo de aquisição do imóvel também pode ser modificado na declaração com o acréscimo de
encargos envolvidos no financiamento, como a corretagem (quando paga pelo comprador), ou ainda
gastos com um eventual laudêmio e com o Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI). Na
hora da venda, também é possível descontar do valor recebido a corretagem, caso o valor saia do
bolso do vendedor.
3) Diminua os rendimentos de investimentos abatendo taxas: No caso de ações, fundos de
investimento com cotas negociadas em bolsa e títulos públicos, o contribuinte também pode
acrescentar ao custo de aquisição dos ativos os valores gastos com as taxas de corretagem e
emolumentos. Tal como no caso dos imóveis, caso exista ganho líquido ou rendimento, ao aumentar
o valor da compra, o imposto devido será menor.
4) Não declare em conjunto com seu cônjuge: Ao declarar em conjunto, a receita tributável de cada
cônjuge é somada, aumentando suas chances de pular para uma faixa maior de tributação do IR. Já
ao fazer a declaração individualmente, cada cônjuge tem uma isenção de até 20.529,36 reais por ano
sobre a renda tributável.
Por isso, declarar em conjunto só é vantajoso quando um dos cônjuges tem pouca ou nenhuma
renda tributável, de forma que a sua inclusão na declaração não altere a alíquota de imposto a ser
paga. Normalmente isso acontece quando um dos cônjuges possui renda isenta e muitas despesas
dedutíveis, como no caso de um dos dois não ter emprego fixo e ter altas despesas médicas.
Se as despesas dedutíveis de um dos cônjuges for inferior a 15.197,02 reais (limite de dedução do
desconto simplificado), vale mais a pena entregar a declaração simplificada, que lhe dará um
desconto de 20% sobre a renda tributável. O outro cônjuge poderá ganhar outros 20% de abatimento
ou então pode entregar a declaração completa.
O modelo completo é mais vantajoso quando os gastos dedutíveis excedem o valor de 15.197,02
reais. É o que costuma acontecer em famílias com filhos pequenos, que têm gastos com saúde e
educação elevados.
5) Divida a renda de aluguéis com o cônjuge: Ao declarar separadamente a renda dos aluguéis, o
casal pode se livrar de pagar mensalmente o carnê-leão e diminuir o imposto incidente sobre a renda
tributável de cada um.
Aluguéis mensais inferiores a 1.710,78 reais em 2013 estão isentos da cobrança de IR. Portanto, se
o aluguel recebido for de 3 mil reais e cada cônjuge declarar 1.500 reais mensais, eles estarão livres
do carnê-leão. Os aluguéis apenas deverão ser informados na Declaração de Ajuste Anual para que
se somem à renda tributável.
Supondo que os dois receberam 30 mil reais em salários em 2013, ao somar os aluguéis, ambos
terão acumulado 48 mil reais no ano. Pela declaração simplificada, cada um ganharia o desconto de
20% (9.600 reais) sobre esse montante, resultando em uma renda tributável de 38.400 reais. Nesta
faixa de renda, a alíquota de IR aplicada seria de 15% e o imposto devido seria de 5.760 reais, ou de
11.520 reais para o casal.
Se o aluguel fosse declarado apenas pelo marido, por exemplo, ele somaria 30.600 reais (12
aluguéis, descontados os 15% de IR mensal) à sua renda tributável, que somaria 60.600 reais.
Aplicando o desconto simplificado de 20% sobre essa renda, o valor sujeito à incidência do IR iria
para 48.480 reais e seria tributado à alíquota de 22,5%, resultando em um imposto devido de 10.908
reais.
Sem calcular o imposto devido pela esposa, apenas esse valor já se aproxima ao que eles pagariam
juntos se a renda do aluguel fosse dividida entre as duas declarações.
Dependendo da variação na renda tributável que a incorporação da renda do aluguel gera, o
benefício pode ser maior ou menor. É preciso avaliar se a divisão do aluguel nas declarações levará
a uma faixa de menor de tributação ou desobrigará o casal da entrega do carnê-leão. Se os dois
tiverem uma renda tributável alta, por exemplo, a declaração separada poderá não ter efeito.
6) Abata taxas relacionadas aos aluguéis: Se você recebe aluguéis e paga algum tipo de comissão à
imobiliária, essa taxa pode ser abatida do rendimento. Ao descontar esse custo, é possível reduzir a
base de cálculo sobre a qual o IR incide mensalmente. Se o proprietário do imóvel for responsável
por pagar o IPTU e a taxa de condomínio, esses gastos também podem ser descontados.
7) Ao herdar um imóvel comprado antes de 1988, transfira-o pelo valor de mercado: Quando um
familiar morre e os bens deixados por ele são partilhados, é feita a declaração definitiva de espólio.
Nesse momento, os herdeiros têm a opção de escolher se os bens transferidos a eles serão
declarados pelo valor de mercado ou pelo custo de aquisição.
Se houver diferença entre o custo de aquisição pelo qual o bem era declarado e o valor pelo qual ele
foi transferido, são descontados os 15% de imposto sobre o ganho de capital (imposto que deve ser
pago pelo inventariante em até 30 dias após a partilha). Mas, se o bem for transferido pelo valor
constante na última declaração do falecido, não há ganho de capital a ser apurado.
A brecha para pagar menos IR existe se o imóvel foi comprado e começou a ser declarado antes de
1988. Nesse caso, existe um benefício fiscal que permite ao contribuinte aplicar um percentual de
redução sobre o ganho de capital. Quanto mais antigo o imóvel, maior é o percentual de redução,
sendo que para imóveis comprados antes de 1969 o ganho de capital é totalmente isento (veja os
precentuais de redução).
Ocorre que o benefício só pode ser aplicado se o valor for atualizado na declaração de espólio. A
partir do momento em que o imóvel é transferido é como se ele tivesse sido comprado nessa data,
portanto a redução não se aplica.
Por exemplo, um imóvel comprado antes de 1969 por 50 mil reais que foi transferido no espólio por
500 mil reais não gera imposto sobre ganho de capital por causa da isenção. Se o imóvel for
vendido no ano seguinte por 550 mil reais, o ganho de capital é apurado apenas sobre os 50 mil
reais, resultando um imposto de 7.500 reais.
Mas, se a transferência fosse feita sem a atualização do valor, o herdeiro perderia o benefício de
redução do ganho de capital e teria que considerar como custo de aquisição os 50 mil reais
originais. Isto resultaria em um imposto a pagar de 75 mil reais.
8) Lance as despesas com a educação de deficientes como gastos médicos: Despesas relacionadas a
dependentes portadores de deficiência podem ser enquadradas como gastos com saúde. Com essa
possibilidade, o contribuinte não fica sujeito ao limite de abatimento dos gastos com educação, que
para o IR 2014 é de 3.230,46. Como as despesas com saúde não possuem limite de abatimento,
todos os gastos de educação seriam dedutíveis.
Para usufruir do benefício, no entanto, o contribuinte deve possuir um laudo médico que ateste o
estado de deficiência do dependente, e os pagamentos referentes à educação devem ser feitos a
entidades especializadas.
9) Abata as despesas domésticas se você for freelancer e trabalhar em casa: Todos os gastos de
profissionais autônomos que tiverem relação direta com o trabalho podem ser deduzidos do IR, se
informados no livro caixa. Podem ser abatidas despesas com aluguel de escritório, telefone, luz,
material de expediente e outros, desde que possam ser comprovados.
Autônomos que trabalham em casa também contam com o benefício, podendo deduzir um quinto de
todos os gastos com a manutenção da residência, incluindo as taxas de condomínio e IPTU. Apenas
não são dedutíveis gastos com reparos, conservação e recuperação do imóvel.
As deduções só podem ser feitas no modelo completo da declaração. Para saber se vale a pena
adotá-lo, basta avaliar se um quinto das despesas domésticas de 2013 corresponde a um valor maior
que 20% da sua renda tributável (abatimento único da declaração simplificada).
Se a declaração completa for a opção mais vantajosa, para realizar as deduções, o autônomo deve
informar as despesas no livro caixa, usando o carnê-leão e posteriormente deve importá-las para a
declaração. Também é possível lançar os valores diretamente na declaração, informando a soma das
despesas mensais na coluna “Livro Caixa”, na ficha “Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa
Física e do Exterior pelo Titular”.
10) Se os filhos receberem pensão, não os inclua como dependentes: Quem paga a pensão
alimentícia pode deduzir o gasto na íntegra, mas para quem recebe, o valor é tributado da mesma
forma que um salário. Supondo que um homem pague 3 mil reais de pensão, sendo mil reais para
sua ex-esposa e mil reais para cada um dos dois filhos do casal. Caso a mãe receba toda essa quantia
em seu nome, seu ganho será de 36 mil reais em um ano, quantia sujeita à alíquota de IR de 15%.
Mas ao calcular a renda individualmente, cada beneficiário terá 12 mil reais ao final do ano. Como
rendas tributáveis inferiores a 20.529,36 reais estão isentas de IR, os 36.000 reais extras recebidos
pela família não estariam sujeitos à cobrança de imposto. Nesse caso, vale a pena para a mãe
apresentar uma declaração para cada um dos filhos, em vez de declará-los como seus dependentes.
Separar as declarações quase sempre é vantajoso, seja para não pagar IR ou para desfrutar de uma
alíquota mais baixa. A estratégia só não vale a pena se a pensão for muito alta: se cada um dos
filhos receber 10 mil reais ao mês, por exemplo, a alíquota será de 27,5% de qualquer forma. Nesse
caso, seria mais interessante para a mãe tê-los como dependentes e poder abater suas despesas
dedutíveis.
56. Comprar bitcoin sem verificar nome, RG, CPF, SMS, selfie com documento ou qualquer
burocracia:
Compre com o Dâniel Fraga no link: https://localbitcoins.com/ad/217619/compre-bitcoin-
transferencia-bancaria-brazil-brazil?ch=22ra

57. Como enviar dinheiro para o Brasil com uma cotação melhor e mais rápido que o Xoom:
Tutorial explicando como enviar dinheiro para o Brasil utilizando Bitcoins como meio de remessa:
https://www.youtube.com/watch?v=jackx22YRIo

58. E-mail criptografado, gratuito, open-source e com interface em português:


Start-up alemã é alternativa de webmail gratuito, open-source, criptografado, com interface muito
leve, amigável e toda em português. O serviço foi elogiado por especialistas em segurança.
A filosofia da start-up tem ressonância com valores libertários:

“Todos os dias lutamos pela liberdade e privacidade. Esforçamo-nos para trazer ao seu dispositivo o
serviço de email mais seguro. Junte-se à nossa comunidade e ajude-nos a trazer a privacidade ao
mundo. É mesmo fácil!”
Bernd, um dos fundadores: “Na Alemanha aprendemos o valor da privacidade da maneira mais
difícil – lembre-se da Gestapo e Stasi. Na nossa era digital, a vigilância global tornou-se
assustadoramente fácil. Programo para proteger os nossos dados das atuais ameaças Orwellianas”.
E um plus: como ainda tem poucos registros, é possível que você consiga um endereço bem limpo.
Link para cadastro: https://tutanota.com/
59. Use um site de entrega colaborativa para comprar produtos importados ou ganhe dinheiro
quando viajar:
O Cabe na Mala é um site de entrega colaborativa, que conecta viajantes com um espacinho na mala
a pessoas que desejam produtos de outros países ou estados. No Cabe na Mala você pode pedir um
produto de qualquer lugar do mundo para que seja entregue na sua cidade. Ou então, você pode
informar o seu destino e buscar pedidos específicos da cidade onde você se encontra e assim ganhar
dinheiro.

Como funciona?
1. Primeiro você busca o pedido para saber qual o custo dele em Real. Se for vantagem, cadastre o
pedido no site. Ofereça uma recompensa que seja interessante para que um viajante traga para você,
não se esqueça de considerar o espaço que o produto ocupará na mala ou na cota.
2. Ao finalizar o cadastro do pedido iremos sugerir viajantes que possam trazer seu pedido. A
recompensa poderá ser negociada entre as duas partes.
3. Quando um viajante aceitar a proposta, você automaticamente receberá a fatura. Imediatamente
após o pagamento, você receberá o endereço do viajante no exterior para que você realize a compra
do produto. *ATENÇÃO! Esteja atento ao tempo de entrega com o tempo de viagem. Se for preciso
opte pelo frete expresso.
4. Após a compra do produto é só aguardar o viajante chegar para acertarem a entrega. O Cabe na
Mala enviará um email para ambos um dia após a data de volta do viajante cadastrada no site para
que vocês combinem a entrega.
5. O viajante tem um período de 15 dias para realizar a entrega do produto. Após 15 dias da data de
volta cadastrada no site, você e o viajante receberão um email de avaliação das partes. Isso ajudará
nas próximas negociações.
Acesse o site e faça sua encomenda ou ganhe dinheiro trazendo um produto para
alguém: www.cabenamala.com.br

Vivemos na Idade Conectada, nessa época atual, muita coisa interessante está começando a
acontecer – a mais interessante é a crescente obsolescência do estado e a necessidade de
descentralização das coisas. O estado não sabe de nada que não sabemos, e a única coisa que ele
pode fazer que não podemos é forçar a todos, com uma arma, a financiar seus caprichos. Nosso
conhecimento é “fundado na multidão”, e nunca paramos de aprender uns com os outros. Estamos
integrados como em uma cidade global que se autogoverna.
Algumas pessoas estão começando a ver que as circunstâncias do nascimento e da cultura são
contingentes e as linhas estão se esvaecendo. As fronteiras nacionais estão menos ligadas às pessoas
dentro delas. E se o estado continuar tentando retirar as liberdades das pessoas, então surgirão mais
maneiras de se driblar a coerção estatal. Este é o nosso presente. Este é o nosso futuro.