Anda di halaman 1dari 10

COMPANHIA DO METROPOLITANO DE SÃO PAULO - METRÔ

Concurso Público para provimento de cargos de


Almoxarife

____________________________________________________ Nº de Inscrição
Caderno de Prova, Cargo A01, Tipo 001 MODELO
0000000000000000
00001−0001−001

P R O V A
Conhecimentos Básicos
Conhecimentos Específicos

INSTRUÇÕES

- Verifique se este caderno:


- corresponde a sua opção de cargo.
- contém 50 questões, numeradas de 1 a 50.
Caso contrário, reclame ao fiscal da sala um outro caderno.
Não serão aceitas reclamações posteriores.
- Para cada questão existe apenas UMAresposta certa.
- Você deve ler cuidadosamente cada uma das questões e escolher a resposta certa.
- Essa resposta deve ser marcada na FOLHADE RESPOSTAS que você recebeu.

VOCÊ DEVE:
- procurar, na FOLHADE RESPOSTAS, o número da questão que você está respondendo.
- verificar no caderno de prova qual a letra (A,B,C,D,E) da resposta que você escolheu.
- marcar essa letra na FOLHADE RESPOSTAS, conforme o exemplo: A C D E

ATENÇÃO
- Marque as respostas primeiro a lápis e depois cubra com caneta esferográfica de tinta preta.
- Marque apenas uma letra para cada questão, mais de uma letra assinalada implicará anulação dessa questão.
- Responda a todas as questões.
- Não será permitida qualquer espécie de consulta, nem o uso de máquina calculadora.
- Você terá 3 horas para responder a todas as questões e preencher a Folha de Respostas.
- Devolva este caderno de prova ao aplicador, juntamente com sua Folha de Respostas.
- Proibida a divulgação ou impressão parcial ou total da presente prova. Direitos Reservados.

FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS


Março/2008

w ww.pciconcursos.com.br
MODELO − Caderno de Prova, Cargo A01, Tipo 001
1. Segundo o texto, a invenção da locomotiva
CONHECIMENTOS BÁSICOS
(A) teve reduzida importância durante o século XIX, por
ter-se destinado somente ao transporte de cargas.
Atenção: As questões de números 1 a 13 baseiam-se no
texto apresentado abaixo.
(B) ocorreu sob forte influência de interesses políticos, à
Em A vida íntima das palavras, Deonísio da Silva medida que viria a transformar-se em sinônimo de
progresso.
informa que locomotiva vem do inglês locomotive engine,
máquina que se locomove, isto é, que vai de um lugar a outro, a
partir do latim loco, lugar e motiva, que se movimenta. As (C) nem sempre propiciou um real desenvolvimento,
pois dependia do fornecimento de recursos naturais,
primeiras locomotivas eram movidas a vapor, produzido pela
como o carvão.
queima do carvão, que aquecia uma caldeira. Sob alta pressão
e elevadas temperaturas, o vapor era enviado ao cilindro, onde
(D) esbarrou em dificuldades operacionais, em virtude
se expandia, movimentando o pistão que fazia girar as rodas. É
das limitações técnicas da época, como no tipo de
um invento da primeira metade do século XIX, que revolucionou combustível.
os transportes, principalmente o de cargas pesadas.
No Brasil a era ferroviária teve início em 1854 e, (E) impulsionou o desenvolvimento dos sistemas de
embora houvesse pontos de vista contrários à construção de transporte, por tornar mais viável a movimentação
ferrovias, foram vencidos pela visão de que a chegada das de cargas.
_________________________________________________________
locomotivas transformaria vastas áreas atrasadas em modernos
centros de produção. As construções se concentraram no 2. De acordo com o texto, uma das causas das dificuldades
período que vai até 1920, e na época a estrada de ferro mais financeiras das ferrovias no Brasil estava no fato de
importante era a Central do Brasil, que ligava o Rio de Janeiro a
São Paulo e a Belo Horizonte. Mas as ferrovias cuja construção (A) terem sido favorecidos os interesses comerciais dos
produtores na construção dessas ferrovias.
causou maior comoção foram aquelas situadas no interior. É o
caso da Noroeste do Brasil, que ligou Bauru às margens do rio
Paraguai, no início do século XX. Concebida com finalidade (B) ser necessário ligar os oceanos Atlântico e Pacífico
por meio de uma ferrovia transcontinental.
essencialmente política, a Noroeste deveria constituir o trecho
brasileiro de uma transcontinental, destinada a atravessar a
Bolívia e o Chile e assim ligar os oceanos Atlântico e Pacífico. (C) não haver número suficiente de mercadorias
valorizadas comercialmente para serem transportadas.
Sua construção, em condições de trabalho desgastantes e
espoliadoras, tomou ares de epopéia, incluindo, no trecho
paulista, resistência armada de índios caingangues e violenta (D) não se criarem condições favoráveis de trabalho
para a efetiva e rápida construção dessas estradas.
incidência de malária.
O poder mágico das estradas não foi suficiente para
(E) não ser possível calcular com a devida exatidão os
alterar, com a rapidez que se imaginava, estruturas econômicas custos do transporte de algumas mercadorias.
moldadas na época colonial. A crença na força transformadora _________________________________________________________
dessas estradas, aliás, nem sempre era sincera e ingênua:
3. A crença na força transformadora dessas estradas, aliás,
muitas vezes era proclamada pelos interessados nos grandes
nem sempre era sincera e ingênua... (3o parágrafo)
negócios representados por construções ferroviárias. Assim,
muitos trechos foram construídos sem uma efetiva justificativa Com a afirmativa transcrita acima, o autor deixa claro que
econômica, tornando-se deficitários. As estradas − basicamente
construídas no Estado de São Paulo − viviam em constantes (A) grandes interesses econômicos estavam por trás
dificuldades financeiras, com exceção das ferrovias cafeeiras. dos possíveis investimentos na época da construção
de ferrovias.
As tarifas eram calculadas com base no valor das mercadorias
e o café era praticamente o único gênero valioso o suficiente
para remunerar adequadamente as empresas. Como as (B) a mentalidade colonial, vigente no século XIX, era
incapaz de perceber as vantagens trazidas pelas
ferrovias tendiam a ser vistas como meros símbolos, o que se
ferrovias.
buscava era antes a quantidade do que a qualidade: eram
construídas estradas baratas e cheias de defeitos, que
(C) o empreendimento não era realmente importante
posteriormente ampliavam os custos do transporte. Não apenas
para o país, por não haver ainda um desenvolvi-
a construção, mas também a operação das ferrovias dependeu mento econômico satisfatório.
de subsídios estatais. Além disso, as empresas sofriam
pressões das camadas sociais dominantes, sempre em busca
(D) os gêneros disponíveis, no país, eram ainda em
da menor tarifa, ainda que à custa do sacrifício das finanças das quantidade insuficiente para esse tipo de transporte.
estradas.
(E) os lugares por onde passariam as estradas de ferro
(Adaptado de Paulo Roberto Cimó Queiroz. Folha de S. exigiam enormes sacrifícios, especialmente dos
Paulo [sinapse] , 22 de fevereiro de 2005, p.20-22) trabalhadores.

2 METRO-Conhec. Básicos1
w ww.pciconcursos.com.br
MODELO − Caderno de Prova, Cargo A01, Tipo 001
4. Como as ferrovias tendiam a ser vistas como meros 7. ... ainda que à custa do sacrifício das finanças das
símbolos... (3o parágrafo) estradas.

Considerando-se o contexto, os símbolos referem-se A última frase do texto introduz, no período, noção de

(A) a altíssimos lucros econômicos. (A) temporalidade.

(B) conseqüência.
(B) a conseqüentes custos de transporte.

(C) proporcionalidade.
(C) à interferência dos subsídios estatais.

(D) ressalva.
(D) a modernos centros de produção.

(E) causa.
(E) ao sacrifício das finanças das estradas. _________________________________________________________
_________________________________________________________
8. As estradas – basicamente construídas no Estado de São
5. A referência às estruturas econômicas moldadas na época Paulo – viviam em constantes dificuldades financeiras,
colonial (3o parágrafo) remete, no contexto, com exceção das ferrovias cafeeiras. (3o parágrafo)

(A) aos investidores estrangeiros interessados na cons- Considere as afirmativas a respeito do emprego de sinais
trução de grandes e importantes ferrovias. de pontuação:

(B) aos símbolos de riqueza em que se transformaram I. Os travessões podem ser substituídos por vírgulas,
as ferrovias, num país ainda bem pouco desen- sem alteração do sentido original.
volvido.
II. O segmento assinalado pelos travessões pode vir
isolado também por parênteses.
(C) aos vários trechos deficitários de ferrovias, construí-
dos sem o adequado planejamento financeiro. III. Após a expressão dificuldades financeiras podem
ser colocados dois-pontos substituindo a vírgula,
(D) à subordinação aos interesses políticos em jogo, sem interrupção do sentido lógico da frase.
numa época de crise econômica.
Está correto o que se afirma em
(E) ao predomínio econômico resultante do cultivo de
certos produtos, como o café. (A) I, apenas.
_________________________________________________________
(B) III, apenas.
6. O poder mágico das estradas não foi suficiente para
alterar, com a rapidez que se imaginava, estruturas
econômicas moldadas na época colonial. (início do 3o (C) I e II, apenas.
parágrafo)

A afirmativa acima, considerando-se o contexto, (D) II e III, apenas.

(A) constitui um argumento que serve de base para (E) I, II e III.


defender a finalidade política da construção de _________________________________________________________
ferrovias no país.
9. ... foram vencidos pela visão de que a chegada das
locomotivas transformaria vastas áreas atrasadas em
(B) engloba um juízo de valor que vai ser justificado pelo modernos centros de produção. (2o parágrafo)
desenvolvimento que se encontra em todo o
parágrafo.
O emprego da forma verbal grifada acima assinala, no
contexto,
(C) exemplifica com propriedade o ponto de vista
defendido pelos entusiastas da construção de (A) fato concreto.
ferrovias no país.
(B) hipótese provável.
(D) introduz uma afirmativa contraditória, em razão da
avaliação que será feita a seguir, a respeito do
(C) dúvida real.
otimismo em relação às ferrovias.

(D) condição básica.


(E) reafirma o equívoco de algumas figuras de projeção
na época, contrárias à construção de estradas de
ferro no país. (E) finalidade específica.
METRO-Conhec. Básicos1 3
w ww.pciconcursos.com.br
MODELO − Caderno de Prova, Cargo A01, Tipo 001
10. ... onde se expandia ... (1o parágrafo) 13. Não apenas a construção, mas também a operação das
ferrovias dependeu de subsídios estatais. (último parágrafo)
O verbo flexionado nos mesmos tempo e modo que os do
grifado acima está também grifado na frase: O sentido correto da afirmativa acima está, em outras
palavras, em:

(A) ... que revolucionou os transportes... (A) Não apenas a construção, nem também a operação
das ferrovias dependeram de subsídios estatais.
(B) ... a era ferroviária teve início em 1854...
(B) Tanto a construção quanto a operação das ferrovias
dependeram de subsídios estatais.
(C) ... cuja construção causou maior comoção...

(C) Não era apenas a construção, mas somente a


(D) ... a Noroeste deveria constituir o trecho brasileiro de operação das ferrovias que dependeu de subsídios
uma transcontinental... estatais.

(E) ... o que se buscava... (D) Não foi apenas a construção, nem a operação das
ferrovias, que dependeram de subsídios estatais.
_________________________________________________________

11. A concordância verbo-nominal está inteiramente correta (E) Apenas a construção, e não somente a operação
na frase: das ferrovias, dependeu de subsídios estatais.
_________________________________________________________
(A) Os horários dos trens determinaram ritmos de vida
Atenção: As questões de números 14 a 20 baseiam-se no
em cidades que estava surgindo ao longo das
texto apresentado abaixo.
ferrovias ou sendo revitalizado pelo afluxo de
passageiros.
Ajudar uma pessoa que está em apuros, ser grato a
(B) Figuras importantes, contrários à idéia de ferrovias, quem presta algum tipo de favor, fazer as pazes após uma briga
argumentavam que seria muito alto os custos de – gestos como esses são inerentes ao ser humano, resultam de
construção para tão poucas mercadorias a ser seus valores morais e éticos. Por isso mesmo, foi com surpresa
transportada.
que os cientistas descobriram que eles também são comuns
entre alguns tipos de primatas. Os chimpanzés não sabem
(C) As ferrovias, a partir do desenvolvimento da indústria
automobilística no Brasil, foi substituída por nadar, mas se arriscam nos tanques dos zoológicos, tentando
rodovias, que integrou economicamente todo o país. salvar seus colegas. Os macacos rhesus, submetidos a
experiência na qual, para obter comida, tinham de puxar uma
(D) Estradas de ferro não podem ser analisadas por corrente que dava choques elétricos em seus companheiros,
critérios puramente econômicos, pois foram também preferiam passar fome. Muitos biólogos acreditam que esse tipo
vetores de organização de espaços urbanos em
regiões distantes. de comportamento, entre os animais, é resultado da mesma
corrente da evolução que produziu o campo da moralidade dos
seres humanos. A moral e a ética, que para a filosofia são
(E) No Brasil, acabou-se priorizando os transportes por
rodovias, mais ágeis, que forma um sistema de infra- produto da inteligência e da capacidade de raciocínio humanas,
estrutura mais simples do que o das ferrovias. na verdade teriam sido gravadas em nosso DNA durante o
_________________________________________________________ processo de evolução da espécie.
12. Estradas de ferro foram construídas em regiões propícias O maior defensor dessa tese é o primatologista
...... malária e ...... outras doenças tropicais, fato que holandês Frans de Waal. Segundo ele, ao longo da evolução,
levou ...... morte grande número de trabalhadores.
os animais que formam comunidades tiveram de imprimir
alterações em seu modo de agir, para que a vida em grupo
As lacunas da frase acima estão corretamente preen-
chidas, respectivamente, por: seguisse harmoniosa. Essas alterações resultariam num
conjunto de comportamentos no qual também se baseia a
(A) à - a - à moralidade humana.
Nos últimos anos, a tese da moralidade resultante da
(B) a - à - à evolução foi alvo de pesadas críticas por parte de psicólogos,
filósofos e mesmo alguns biólogos. Agora, começa a amealhar
(C) a - a - a mais adeptos. Em meio à polêmica, o desafio é desvendar o
mistério das semelhanças no modo de agir entre homens e
(D) a - à - a primatas no que diz respeito ao julgamento do que é certo e do
que é errado.

(E) à - à - à (Adaptado de Veja. 28 de março de 2007)

4 METRO-Conhec. Básicos1
w ww.pciconcursos.com.br
MODELO − Caderno de Prova, Cargo A01, Tipo 001
14. Conclui-se corretamente do texto que 17. Por isso mesmo, foi com surpresa que os cientistas
descobriram... (1o parágrafo)
(A) os primatas, em condições de vida favoráveis,
repetem comportamentos exclusivos do homem O pronome grifado acima refere-se, considerando-se o
civilizado. contexto,

(A) aos gestos de solidariedade característicos do


(B) as alterações genéticas no modo de vida de homem.
algumas espécies animais transformaram o
comportamento ético do homem.
(B) às conclusões inesperadas a que chegaram alguns
cientistas.
(C) o comportamento voltado para a moralidade pode
embasar a organização e a convivência pacífica dos (C) ao comportamento moral descoberto em grupos de
grupos. primatas.

(D) os pesquisadores costumam enganar-se, ao atribuir (D) à existência da capacidade de raciocínio detectada
comportamento exclusivamente humano a algumas em primatas.
espécies animais.
(E) à possibilidade de convivência pacífica nos grupos
desses animais.
(E) a teoria de que a moralidade é mecanismo genético, _________________________________________________________
sem influência cultural, apresenta dados
inteiramente comprovados. 18. O segmento do texto corretamente transcrito em outras
_________________________________________________________ palavras, conservando, porém, o sentido original, é:

15. Segundo o texto, a polêmica se estabelece entre a tese (A) gestos como esses são inerentes ao ser humano = o
proposta pelo primatologista holandês e ser humano conserva esses hábitos.

(B) mas se arriscam nos tanques dos zoológicos = nos


(A) pesquisadores contrários ao uso de animais, como
zoológicos os tanques oferecem perigos.
os primatas, em experiências sobre comportamentos
característicos da espécie humana.
(C) foi alvo de pesadas críticas = originou severas opi-
niões divergentes.
(B) psicólogos e filósofos, que se voltam somente para o
procedimento moral humano, ignorando a existência (D) começa a amealhar mais adeptos = tem perdido os
das outras espécies animais. maiores defensores.

(C) especialistas que discutem as bases científicas de (E) desvendar o mistério das semelhanças = a igual-
suas descobertas, discordando dos métodos utiliza- dade é dificilmente esclarecida.
dos nas pesquisas. _________________________________________________________

19. ... fazer as pazes após uma briga.. (1o parágrafo)


(D) biólogos, que associam todas as espécies animais, o
homem inclusive, a um único tipo de comportamento
moral. O verbo que exige o mesmo tipo de complemento que o
do grifado acima está na frase:

(E) defensores da idéia de que o comportamento moral (A) ... que está em apuros...
resulta da capacidade humana de raciocinar, e não
do processo evolutivo da espécie. (B) ... resultam de seus valores morais e éticos.
_________________________________________________________
(C) ... que eles também são comuns entre alguns tipos
16. A referência, no texto, aos chimpanzés e aos macacos de primatas.
rhesus tem por objetivo
(D) ... que produziu o campo da moralidade...
(A) censurar o uso de espécies animais em experiências
científicas. (E) ... para que a vida em grupo seguisse harmoniosa.
_________________________________________________________

(B) apontar a existência de um comportamento ético 20. O segmento grifado que poderia ter sido corretamente
entre essas espécies animais. empregado também no plural está em:

(C) assinalar uma possível superioridade dessas (A) no qual também se baseia a moralidade humana.
espécies em relação ao homem.
(B) que está em apuros.
(D) comprovar a superioridade do comportamento
(C) na qual, para obter comida.
humano em relação ao dos primatas.
(D) que dava choques elétricos.
(E) indicar a associação entre homens e animais
durante o processo de evolução. (E) a quem presta algum tipo de favor.
METRO-Conhec. Básicos1 5
w ww.pciconcursos.com.br
MODELO − Caderno de Prova, Cargo A01, Tipo 001
24. As unidades de estocagem são utilizadas para o
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS acondicionamento dos materiais no depósito. Os
dispositivos que funcionam como equipamentos de
21. Considerando o volume e o peso dos materiais e itens armazenagem nos almoxarifados são:
dispostos no almoxarifado,
(A) baldes, sacolas, engradados, big-bags.
(A) itens de pequeno volume, como rebites e parafusos, (B) caixas plásticas, caçambas, esteiras transpor-
deverão ser dispostos em contenedores e fornecidos tadoras, gavetas.
por peso.
(C) caixotes, armários, sacos plásticos, estiradores
(B) os itens mais pesados devem ser colocados na parte metálicos.
alta das prateleiras de disposição no depósito, a fim (D) pastas arquivo, armário de aço, bandejas, banquetas.
de facilitar o seu manuseio e transporte.
(E) armações, estrados do tipo pallets, engradados,
(C) itens volumosos devem ser dispostos na frente dos contenedores.
demais itens, pois, desta forma, é possível que todos _________________________________________________________
sejam alcançados com facilidade.
25. Dentre as melhores práticas para o funcionamento e
(D) os itens mais volumosos e pesados devem ficar operacionalização de um almoxarifado de manutenção,
perto das portas para facilitar não só a sua destaca-se a elaboração de manual técnico contendo,
conservação, como também a sua movimentação. entre outros elementos:

(E) o volume dos materiais deve ser definido pelo fornecedor (A) orientações para elaboração de projeto
que se encarregará de disponibilizar armários, paletes e arquitetônico; lista definitiva dos itens a serem
prateleiras para dispô-los no almoxarifado. baixados do estoque; detalhamento dos fatores que
_________________________________________________________ promovam queda de consumo; alinhamento dos
itens disponibilizados para descarte.
22. Considere:
(B) procedimento de movimentação e armazenagem;
I. Unidades estocadas há mais tempo devem ser procedimento para baixa automática de itens com
analisadas para que se defina em que momento baixo índice de movimentação; roteiro para compras
estas deverão ser utilizadas. e aplicações financeiras; estudo sobre admissão e
descarte de bens mobilizados.
II. O almoxarife, na disponibilização dos itens, deve (C) relação de indicadores de desempenho; rotinas de
obedecer à ordem cronológica de saída levando em contratação de prestadores de serviço de
conta a época de entrada. manutenção predial; levantamento atitudinal sobre
técnicos e auditores ambientais; relação de itens
III. Oxidações, deterioração, obsoletismo são situações obsoletos de uso corrente.
que permitem a manutenção das características e (D) regras de codificação de itens; padrão de descrição
propriedades físicas dos materiais. de materiais; regras de incorporação de novos itens;
rotina de inventário.
Quanto à ordem de entrada e de saída de materiais em
estoque, é correto o que consta em (E) codificação orçamentária dos itens de escritório;
gráfico de demanda por consumo de energia nas
(A) I, apenas. linhas de produção; revisão de itens em processo de
compra; fomento das entradas e saídas de produtos
(B) II, apenas. de uso externo.
_________________________________________________________
(C) III, apenas.
26. Considere:
(D) II e III, apenas.
(E) I, II e III. I. Sacos de cal, cimento, gesso e areia devem
_________________________________________________________ sempre ser acondicionados próximos uns dos
outros, pois todos precisam de base que os suporte
23. As caixas e embalagens de materiais recebidas do adequadamente e, via de regra, possuem datas de
fornecedor devem ser validade semelhantes.
II. O cimento e o gesso devem, necessariamente, ser
(A) abertas, cujo conteúdo deve ser retirado e disposto
alocados em áreas isoladas diferentes, pois, caso
para fornecimento aos usuários em função dos
pedidos recebidos. partículas de gesso entrem em contato com o
cimento, este perderá muito mais rapidamente suas
(B) mantidas fechadas e lacradas, da forma como foram qualidades.
entregues, uma vez que o fornecedor se
III. O índice de umidade dos locais de acondicionamento
responsabiliza pelas quantidades fornecidas e a
integridade dos produtos. de aglutinantes, assim como o lugar de acondiciona-
mento das areias, devem ser sempre controlados, pois
(C) abertas para conferência dos materiais adquiridos; a água pode reagir com os aglutinantes ou interferir no
em seguida, deve-se lacrá-las novamente, com o traço de argamassas feita com a areia úmida.
aproveitamento da própria embalagem.
É correto o que consta APENAS em
(D) descartadas, pois os itens embalados devem ser (A) I e II.
evitados nos estoques, para que não se promova a
formação de lodos e contaminações provenientes (B) II e III.
dessas embalagens. (C) I.
(E) preservadas fechadas até que os itens sejam distri- (D) II.
buídos nos locais de disponibilização e armazenagem,
onde aguardarão a sua distribuição aos usuários. (E) III.

6 METRO-Almoxarife-A01
w ww.pciconcursos.com.br
MODELO − Caderno de Prova, Cargo A01, Tipo 001
27. Na maioria dos casos, o recebimento e disponibilização 30. Quanto à questão da preservação dos produtos e itens
dos produtos no almoxarifado dependem de transporte e estocados no almoxarifado, o almoxarife é responsável
movimentação, que são possíveis pelo uso de por
equipamentos, tais como
(A) limpar e lubrificar itens e equipamentos, mantendo
(A) carros-pórtico, carrinhos-de-mão, macacos as condições ideais de funcionamento, visando,
eletromecânicos, patins mecânicos. principalmente, o momento de revenda desses itens.
(B) cuidar da integridade dos materiais de forma que as
(B) tratores, pá carregadeiras, esteiras rolantes, perdas por deterioração sejam as mais raras
tirolesas. possíveis.
(C) dispô-los aleatoriamente nas prateleiras, mesmo que
(C) correias transportadoras, moto-scrapers, triciclos, a situação de conservação desses produtos e itens
talhas. em estoque no almoxarifado ocorra de forma
inadequada.
(D) guindastes, automóveis, plataformas estacionárias, (D) programar e realizar ensaios de resistência
caixas. mecânica e de constituição física dos materiais que
serão disponibilizados aos clientes.
(E) empilhadeiras, talhas, pontes rolantes, elevadores.
(E) realizar a programação de entrega dos produtos nos
_________________________________________________________
pontos de consumo e monitorar a armazenagem nos
locais destinados por seus clientes e usuários.
28. A administração de material tem papel fundamental na
_________________________________________________________
disponibilização de itens na organização de uma empresa
que se utiliza dos níveis de estoques para o controle físico 31. Além da disposição e guarda de produtos de estoque em
dos itens, tais como: armazéns, também poderão ser dispostos em áreas
destinadas ao almoxarifado, tais como
(A) estoque máximo, estoque mínimo, estoque de
reposição. (A) porões e sótãos.
(B) jardins e telhados.
(B) índice de produção, estoque de itens improdutivos,
controle orçamentário. (C) garagens e escritórios.
(D) estacionamentos e edículas.
(C) controle de contas a pagar, solicitação de compras,
(E) galpões e pátios.
estoque de manutenção.
_________________________________________________________

(D) estoque de itens obsoletos, administração 32. Na área total do almoxarifado, é possível identificar área
participativa, itens de maior consumo. de

(E) estoque flutuante; estoque pela curva ABC; estoque (A) administração: local reservado ao armazenamento
de inventário. propriamente dito e aos corredores de acesso às
prateleiras.
_________________________________________________________
(B) armazenamento: local designado para a realização
29. Considerando a previsão de controle de estoque, no que dos serviços administrativos e burocráticos, com
tange à sua reposição, é correto afirmar: instalações sanitárias e vestuário.
(C) serviços: locais destinados às rampas de acesso,
(A) Num processo de licitação, devem ser convidadas as ao atendimento ao público (usuários, entregadores)
empresas que sempre participam dele por já terem e ao recebimento de materiais.
experiência neste tipo de processo para fornecimento
de material e ou ferramentas para reposição. (D) controle: onde desenvolvem-se os processos de
organização, empacotamento e guarda dos itens de
entrega e o atendimento aos clientes.
(B) A compra de material para suprimento de estoques
numa organização estruturada é responsabilidade (E) expedição: local onde se realiza as conta-
do almoxarife, pois este tem domínio quanto ao que gens/inventários, segregação e distribuição dos itens
precisa ser comprado. nas gôndolas.
_________________________________________________________
(C) Pesquisa de preço é um ponto a ser considerado 33. Um funcionário fez uma solicitação de material indicando a
num processo de compra para reposição de retirada de 5 litros de determinada substância. Porém, no
estoques. Esta pesquisa é disparada assim que o almoxarifado, essa substância é comprada e armazenada
estoque regulador atingir a marca de 50%. em quilogramas. Sabendo que a densidade dessa
substância é de 1250 kg/m2, a quantidade que o almoxarife
(D) Para evitar que ocorra a falta de um determinado deverá retirar dos estoques, equivalente aos 5 litros
material, sua compra deve ser solicitada quando o solicitados, é de
estoque atingir o nível de reposição.
(A) 4,25 kg.
(E) O procedimento de reposição de itens em estoque
(B) 5,00 kg.
deve estar restrito unicamente às informações
demandadas pelos setores produtivos de uma (C) 6,25 kg.
organização, visto que estes são os únicos que
implicam perda de recursos financeiros na estrutura (D) 42,5 kg.
empresarial. (E) 62,5 kg.
METRO-Almoxarife-A01 7
w ww.pciconcursos.com.br
MODELO − Caderno de Prova, Cargo A01, Tipo 001
34. Para medir o comprimento de uma barra de rosca sem- 38. Considerando o recebimento de um pedido de um
fim, o diâmetro interno de um tubo metálico, o diâmetro determinado material que não conste do estoque, o
externo de um tubo de PVC e, finalmente, a dimensão de almoxarife encarregado deverá
um eixo de precisão retificado, devem ser utilizados,
respectivamente, os instrumentos: (A) justificar-se perante o cliente e mover ações para
promover a reposição do estoque.
(A) trena de aço, micrômetro, paquímetro, paquímetro.
(B) informar o interessado que o item não pode ser
(B) trena de aço, paquímetro, paquímetro, micrômetro. adquirido e disponibilizado.

(C) emitir uma nova requisição de compras para o


(C) trena de aço, paquímetro, trena de aço, micrômetro.
material solicitado.
(D) paquímetro, trena de aço, paquímetro, micrômetro. (D) prever todos os itens que imagine possíveis de
serem utilizados e prover o estoque.
(E) paquímetro, paquímetro, trena de aço, paquímetro.
_________________________________________________________ (E) realizar, de imediato, a compra do item, com
acréscimo de 50% na quantidade, para fins de
35. As balanças para medir corretamente a carga de sucata reserva.
prensada de aço oriunda da estamparia de uma indústria _________________________________________________________
automobilística; a carga de um fardo de embalagens de
café num supermercado; a carga de um elemento químico 39. Considere:
de uma formulação numa farmácia de manipulação,
devem ter precisão, respectivamente, de I. O estado de conservação das dependências e
instalações do almoxarifado não deve permitir
(A) 20 kg; 10 g; 0,0001 g. infiltrações de águas pluviais e afundamento do
solo; deve admitir aberturas no telhado isentas de
(B) 1 kg; 100 g; 0,1 g. proteção para não dificultar a iluminação e a
ventilação.
(C) 2 kg; 250 g; 100 g.
II. Os materiais devem estar armazenados de forma
apropriada, ou seja, acima do solo, fora do alcance
(D) 500 g; 5 g; 1 g. de luz solar, em ambiente sem umidade e fora do
alcance de chuva.
(E) 5 kg; 2 kg; 0,001 kg.
_________________________________________________________ III. As paredes devem ser revestidas com azulejos até
a altura de 1,70m e o teto dotado de proteção
36. Uma carga de tábuas de madeira foi entregue num
acústica com pintura em tinta epóxi de alto brilho.
almoxarifado. Ao invés da nota trazer especificada a
quantidade e o comprimento das tábuas, trouxe a
Quanto às instalações físicas de um almoxarifado, é
informação 1,5 m3. Sabendo que as tábuas possuem 5 m correto o que consta em
de comprimento, 30 cm de largura e 2,5 cm de espessura, o
número de tábuas que corresponde ao volume da nota é de (A) I, apenas.
(A) 40. (B) II, apenas.
(B) 150. (C) III, apenas.
(C) 375. (D) I e II, apenas.

(D) 400. (E) I, II e III.


_________________________________________________________
(E) 1.000.
_________________________________________________________ 40. No gerenciamento de estoques, “estoque mínimo” é a
quantidade mínima
37. O setor que se encarrega do suprimento de materiais a
todas as unidades de uma empresa é o almoxarifado. (A) de itens que se destina a cobrir eventuais atrasos no
Assim, é correto afirmar que as atividades básicas de um suprimento, objetivando a garantia da continuidade
almoxarifado são do processo, sem risco de faltas.

(A) especificação, solicitação, conferência e controle de (B) de itens que se destina a cobrir as necessidades
aplicação dos materiais na produção. produtivas da empresa em um período de 5 dias
úteis.
(B) compra, guarda, manutenção e conservação de (C) de itens que se destina a cobrir as necessidades
material. produtivas da empresa em um período de 30 dias
úteis.
(C) levantamento, compra, armazenamento e venda de
produtos. (D) de um determinado item passível de faturamento por
parte do fornecedor.
(D) recebimento, guarda, controle e entrega de material.
(E) de todos os itens em estoque no almoxarifado e que
(E) prospecção de clientes, compra de material, guarda equivalem a 10% do valor total do inventário do
e logística de produção de itens. setor.

8 METRO-Almoxarife-A01
w ww.pciconcursos.com.br
MODELO − Caderno de Prova, Cargo A01, Tipo 001
41. Periodicamente, a empresa deve efetuar contagens físicas 45. Considere:
de seus itens de estoque e produtos. Com relação à
contagem física de itens, considere:
I. azul com inserto metálico;
I. Visa identificar divergências em valor, entre o II. marrom soldável;
estoque físico e o estoque contábil.
III. branco com ponta e bolsa.
II. Tem por objetivo achar divergências entre os
registros e o estoque físico. Em relação ao uso em instalações hidráulicas, I, II e
III destinam-se, respectivamente, a
III. Deve apurar o valor total do estoque (contábil) para
efeito de balanços ou balancetes.
(A) água fria, água quente e esgoto.
É correto o que consta em

(A) III, apenas. (B) água quente, água fria e esgoto.

(B) I e II, apenas. (C) água fria, água fria e águas pluviais.
(C) I e III, apenas.
(D) água quente-fria, água quente-fria, águas pluviais e
(D) II e III, apenas. esgoto.

(E) I, II e III.
_________________________________________________________ (E) água quente-fria, água fria e esgoto.
_________________________________________________________
42. Um produto foi requisitado ao almoxarife com uma das
medidas registrada como 3 5/8” (três inteiros e cinco
oitavos de polegada). No estoque, esse mesmo produto 46. Considere:
está armazenado em milímetros. Para atender à
requisição em polegadas, deve-se fornecer o produto com
medida, em milímetros, correspondente a

(A) 76.

(B) 78.

(C) 92.
I II III
(D) 98.

(E) 102.
_________________________________________________________

43. De acordo com a norma sobre dimensões de tubos de


PVC rígido, são aceitas três classificações de tubo, as
quais são descritas corretamente como
IV V
(A) polivinílico, clorado e butílico.

(B) classe A, classe C e classe D. As figuras de conexões de esgoto tratam,


respectivamente, de:
(C) marrom, branco e azul.

(D) rugoso, corrugado e liso. (A) tê, joelho de visita, junção dupla, joelho 45°, curva
curta de 90°.
(E) série I, série II e série III.
_________________________________________________________
(B) junção simples, junção de redução, junção dupla,
44. De acordo com os requisitos da norma sobre registro de joelho 45°, curva longa de 90°.
gaveta de liga de cobre, são padronizados os diâmetros
nominais de
(C) tê de redução, junção de visita, derivação dupla,
curva 45°, joelho longo de 90°.
(A) 15, 20, 25, 32, 40, 50, 65, 80 e 100.

(B) 15, 20, 25, 30, 40, 50, 60, 70 e 100.


(D) junção simples, junção de redução, derivação dupla,
curva 45°, curva longa de 90°.
(C) 18, 22, 25, 32, 45, 52, 65, 82 e 98.

(D) 16, 21, 24, 33, 40, 50, 65, 78 e 98.


(E) tê de redução, joelho de visita, junção dupla, curva
(E) 16, 21, 24, 33, 42, 49, 63, 81 e 100. 45°, curva longa de 90°.

METRO-Almoxarife-A01 9
w ww.pciconcursos.com.br
MODELO − Caderno de Prova, Cargo A01, Tipo 001
47. As figuras abaixo são relativas aos componentes de uma 49. De acordo com a norma de segurança que trata de
empilhadeira elétrica. Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de
Materiais, considere:

I. Em todo o equipamento será indicado, em lugar


visível, a carga máxima de trabalho permitida.

1 II. Nos equipamentos de transporte, com força motriz


própria, o operador deverá receber treinamento
específico, dado pela empresa, que o habilitará
nessa função.
Figura A
III. Em locais fechados ou sem ventilação, a utilização
5 de máquinas transportadoras, movidas a motores
de combustão interna serão permitidas desde que
movidas a gás natural - GNV.

É correto o que consta APENAS em


1
(A) I.

5
(B) II.

Figura B
(C) III.
Os números 1 e 5 das figuras A e B referem-se,
respectivamente, a: (D) I e II.
(A) proteção da carga, bateria, manopla direcional,
embreagem.
(E) II e III.
(B) torre de elevação, bateria, volante com punho, pedal
do acelerador. _________________________________________________________
(C) porta garfo, cabine, trava do garfo, pedal do freio.
(D) torre de elevação, cabine, buzina, pedal do freio. 50. Com relação à proteção contra incêndios, é INCORRETO
(E) porta garfo, cabine, luz direcional, embreagem. afirmar:
_________________________________________________________
48. Com relação às normas de saúde e segurança no trabalho
que tratam dos Equipamentos de Proteção Individual, (A) Onde não for possível o acesso imediato às saídas,
considere: deverão existir, em caráter permanente e completa-
mente desobstruídos, circulações internas ou
I. O equipamento de proteção individual, de fabricação corredores de acesso contínuos e seguros, com largura
nacional ou importada, só poderá ser posto à venda mínima de 1,20m.
ou utilizado com a indicação do Certificado de
Aprovação – CA, expedido pelo órgão nacional
(B) Os locais de trabalho deverão dispor de saídas, em
competente em matéria de segurança e saúde no
número suficiente e dispostas de modo que aqueles
trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego.
que se encontrem nesses locais possam abandoná-
II. Cabe ao empregado usar os EPI’s apenas para a los com rapidez e segurança, em caso de
finalidade a que se destina, responsabilizando-se emergência.
por sua guarda e conservação, comunicando ao
empregador qualquer alteração que o torne
impróprio para uso, cumprindo as determinações do (C) Será adotada, para efeito de facilidade na aplicação
empregador sobre seu uso adequado. dos extintores aos diferentes tipos de fogo, a
seguinte classificação de fogo: classe A, classe B e
III. Por ocasião da fiscalização, poderão ser recolhidas classe C.
amostras de EPI, junto à empresa utilizadora, em número
mínimo a ser estabelecido nas normas técnicas de
ensaio, sendo essas amostras encaminhadas, mediante (D) As saídas devem ser dispostas de tal forma que,
ofício da autoridade regional competente em matéria de entre elas e qualquer local de trabalho não se tenha
segurança e saúde no trabalho, a um laboratório de percorrer distância maior que 15,00m nas de
credenciado junto ao MTE ou ao SINMETRO. risco grande e 30,00m nas de risco médio ou
pequeno.
É correto o que consta em
(A) I, apenas.
(E) Nos estabelecimentos industriais com 50 ou mais
(B) II, apenas.
empregados, deve haver um aprisionamento
(C) III, apenas. conveniente de água sob pressão, a fim de, a
(D) I e II, apenas. qualquer tempo, extinguir os começos de fogo de
(E) I, II e III. Classe A.
10 METRO-Almoxarife-A01
w ww.pciconcursos.com.br